História Imagine Jungkook - BTS - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hot, Imagine, Jungkook, Romance
Visualizações 52
Palavras 658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Josei, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!
Indicações: S/P --> Seu Pai

Capítulo 7 - Pai!


Fanfic / Fanfiction Imagine Jungkook - BTS - Capítulo 7 - Pai!

Agora eu estava a ficar assustada... Ele definitivamente não é normal...

S/N: Como queiras...

        Fiquei pensando na vida e acabei por adormecer...


                         POV's S/P

          Estava um dia de trabalho normal e eu já o tinha acabado. Estava a ir para casa, cheguei lá e a S/N ainda não tinha chegado... Se calhar ela tinha ido sair.


                ~Quebra de Tempo~

        Já tinham passado algumas horas e a S/N ainda não estava em casa, então resolvi ligar-lhe. Ninguém atendeu e já estava a ficar preocupado, então liguei para a polícia:

Polícia: Estou?

S/P: Boa tarde, eu estou à procura da minha filha... Já lhe liguei e ela não atende...

Polícia: Como se chama a sua filha?

S/P: Chama-se S/N.

Polícia: Não sei se o senhor sabia, mas ela está aqui na esquadra.

S/P: O quê? Não, não sabia... Porquê?

Polícia: Tenha calma, ela só é testemunha de um crime.

S/P: Eu... eu vou aí ter...

    Como assim a S/N estava na esquadra? Ela não era capaz de fazer nada ou de estar com algum criminoso. Só espero que seja tudo um mal entendido...
        Saí de casa às pressas e conduzi até à esquadra. Chegando lá, apenas entrei e fui direto à receção.

S/P: Onde está a S/N?

Polícia: A S/N... Venha comigo!

       O polícia guiou-me até uma cela onde tinha a S/N e o filho do meu chefe, o Jungkook. A S/N estava a mexer no telemóvel e o Jungkook estava a dormir, então fui até eles.

S/P: S/N! O que aconteceu?

S/N: Pai! Desculpa, mas eu não fiz nada...

    Ela olha para baixo com uma expressão triste.

S/P: Tem calma. Apenas diz-me o que se passou.

S/N: O Jungkook... ele e o seu pai são criminosos!

S/P: O quê? Como assim?

S/N: Eles roubam as pessoas, pai! É por isso que tens de te demitir já!

S/P: Mas o meu chefe sempre foi tão atencioso comigo, ele não era capaz...

S/N: Não acredites nele! O Jungkook...

       De repente, o Jungkook acorda e S/N cala-se. Talvez não quisesse que o Jungkook ouvisse.

Jungkook: Ah, olá!

S/P: O... Olá.

          Eu e a S/N encarámos ele com uma expressão séria.

Jungkook: Que foi?

S/P: Nada... Apenas me pergunto porque é que estás na prisão.

       Dito isto, ele encarou-me nervoso e espantado. Parecia que não me queria dizer o porquê dele estar ali. De certeza, ele não queria que eu me despedisse.

Jungkook: N... Não aconteceu nada...

        Ele coçou a cabeça e eu arqueei uma sobrancelha.

S/N: Jungkook, podes parar. O meu pai já sabe de tudo.

Jungkook: A sério? Foste tu que contaste?

S/N: Isso não importa! Ele ia acabar por descobrir!

Jungkook: Não, não! Tu não estás a entender!

      O Jungkook começou a ficar nervoso e a dar voltas de um lado para o outro.

S/N: C... Como assim?

Jungkook: FODA-SE!

       Ele começou a dar murros na parede.

S/N: Jungkook, para com isso!

       A S/N tentou pará-lo, mas ele sempre continuava. E a sua mão já estava a ficar ensanguentada.

S/N: JUNGKOOK!

   A S/N agarrou nos braços do Jungkook e ele parou de socar a parede, obviamente.

S/N: T... Tem calma.

Jungkook: Au...

        Ele olha para as suas mãos.

S/P: Eu vou buscar ligaduras...

       Saio de perto deles e vou em direção ao polícia da receção e peço por ligaduras.

                     POV's Jungkook

       O pai da S/N foi embora e ela ainda estava a agarrar nos meus braços. Ficámos alguns minutos nos olhando nos olhos até que a S/N decide quebrar o silêncio.

S/N: Estás maluco?

Jungkook: Eu...

S/N: Não voltes a fazer uma merda dessas...

       Ela interrompe-me e abraça-me forte. Era impossível não sorrir com aquela mulher. Ela faz-me tão bem, o meu pai é que estraga tudo. Ao pensar no quanto a minha vida é uma bosta, comecei a deixar cair algumas lágrimas e a S/N pareceu notar isso.

S/N: Não faz mal, Kook... Podes deitar cá para fora...

      Com aquelas palavras não consegui conter as lágrimas e chorei torrencialmente...


Notas Finais


O que acharam?
Bjs Armys! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...