História Imagine Jungkook-Consequences - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jungkook
Exibições 28
Palavras 1.049
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiiiii!Essa é a fic do Kook espero que gostem! :33

BJS NO S2 DE VCS!

Capítulo 1 - House


Fanfic / Fanfiction Imagine Jungkook-Consequences - Capítulo 1 - House

P.O.V (S/N)
Talvez eu realmente seja um fardo pra ele, 18 anos cuidando de mim não é pouca coisa, quer dizer, 16 com ajuda da minha mãe, 2 anos sozinho, mas isso não vem ao caso...Eu costumava não ligar pra esse tipo de coisa, e eu finjo que não ligo, mas eu ligo, principalmente depois que a pessoa que mais se importava comigo morreu...
Aterrisagem agora no aeroporto internacional de Seoul~voz da aeromoça~
"É agora"pensei e suspirei, tirei meu cinto e fui até a fila, desci do avião, peguei minhas malas e fui pro portão de desembarque, percebi uma mulher nada feliz e um homem com buquê segurando uma placa, me aproximei e vi que era meu nome de cabeça pra baixo, vi que era minha mãe e o marido dela, cheguei perto deles e o homem estava radiante, ele me deu o buquê e falou:
-Seja bem vinda!-me abraçou
-Obrigada Sr.Jeon...-sorri, pelo menos alguém parecia feliz em me ver-Oi mãe...-falei fria
-Oi (s/n)...-ela respondeu mais fria, senti lágrimas vindo mas segurei,o Sr.Jeon olhou pra ela com um "olhar de desaprovação" e ela logo ia me abraçar e eu recuei
-Não tudo bem, não quero que finja estar feliz em me ver-falei com magóa na voz e sai em passos firmes em direção a garagem, lá o Sr.Jeon botou as malas no porta-malas e eu sentei atrás no banco de passageiros
-O Jungkook está muito feliz em saber que terá uma irmã!-ele falou enquanto se acomodava
-Ah que legal...-sorri-Espero que sejamos amigos.-era verdade, eu não tenho mais amigos...Queria ter um...Depois do meu comentário minha mãe riu
-O que é (nome da sua mãe=nm)?-Sr.Jeon perguntou
-O Kook não gostaria nem um pouco de ter uma irmã...-ela falou e eu engoli em seco-Não posso mentir desculpe!-ela soltou uma risada baixa.Ótimo ia morar em um lugar em que só uma pessoa gosta de mim.
-T-tudo bem...-falei embargada tentando segurar as lágrimas-É tudo bem...-falei mais pra mim que pra eles
-Ó ficou tristinha...-ela falou irônica
-CHEGA (NM)!-Sr.Jeon gritou-PARE DE TRATÁ-LA ASSIM!-minha mãe logo se calou e eu me estiquei até o ouvido dele e sussurrei um "Obrigada" e o mesmo sorriu, começou a dirigir e chegamos na casa que parecia grande, pelo menos por fora, desci e vi que na frente um menino nos esperava (foto cap), "Deve ser o Jungkook"pensei, minha mãe desceu rapidamente e foi abraçar o menino, aquele me doeu o coração, ela nunca agiu assim comigo, lágrimas teimavam em descer, e só uma conseguiu e eu logo limpei, o Sr.Jeon abriu o porta-malas e me ajudou
-Se apresente a ele!-ele disse-Ele é meio tímido...Levo suas malas.-assenti e fui até o menino "Por favor não me maltrate"pensei e cruzei os dedos
-Oi me chamo (s/n)!-falei e sorri
-Oi me chamo Jungkook...-ele sorriu tímido-É um prazer conhecê-la!
-Obrigada, o prazer é todo meu!-sorri
-Quer que eu te leve até seu quarto?-assenti e ele abriu a porta, lá dentro era enorme, ele subiu as escadas e eu o segui, o meu quarto é...lindo!(link nas notas finais)Preto realmente deixa tudo mais bonito...
-Uau!-falei
-Meu pai que decorou...-ele falou, claro que não seria (nm)...
-É lindo!-ele sorriu
-O meu é aqui do lado-ele apontou para a direita-Qualquer coisa...
-Obrigada Jungkook.
-Pode me chamar de Kook...-ele corou
-Certo, Kook!-sorri e o mesmo assentiu tímido
-KOOK!-(nm) gritou-VEM ALMOÇAR!
-(S/N) TAMBÉM!-O Sr.Jeon gritou,descemos e percebi que a mesa só tinha três cadeiras...
-Querida pra não ter trabalho em pegar cadeiras, pode lanchar na mesa lá fora...-minha mãe perguntou "gentilmente"
-Que isso (nm) eu pego...-O Sr.Jeon falou
-N-não precisa, e-eu como lá fora...-falei e peguei o prato com comida e fui lá pra fora, agora podia chorar a vontade, sentei na mesa e deixei as lágrimas virem, "O que eu fiz pra ela?"pensei"Todos que eu amo me abandonam..."lágrimas desciam mais pesarosas...
P.O.V JUNGKOOK
Eu realmente não quero uma irmã, dividir tudo com uma pessoa é demais, mas a (s/n) não parecia uma pessoa má nem que busca "atenção", eu vi como a mãe dela a trata, parece que não gosta da própria filha,nem parece a mulher gentil que vive com a gente...Sentamos pra comer e meu pai logo falou:
-Aposto que ela está chorando...
-E eu com isso?-a Sra.(nm) falou-Não me interessa.
-Eu acho que não é culpa dela ter nascido!-ela bufou, a porta foi aberta e (s/n) veio, não falou nada mas seu rosto estava vermleho, deixou o prato na pia e ia sair mas a mãe dela falou ríspida:
-Não vai lavar?-a menina voltou e se pronunciou:
-Me desculpe...-dava pra ver que tinha chorada, fiquei com pena dela, assim como meu pai...Terminei rapidamente e fui ajudá-la, cheguei perto da pia com o prato e tentei lavar-N-não precisa Kook obrigada.-ela sorriu fraco
-Eu insisto...-sorri de volta e lavamos, a mãe dela terminou e jogou o prato na pia que acabou se quebrando e um pedaço foi parar na mão de (s/n), a mesma apertou os lábios e meu pai veio correndo
-Foi um acidente...-a mãe dela falou irônica
-ASSIM COMO EU?-(s/n) gritou-EU SEI QUE NÃO FUI "ELABORADA" MAS EU SOU UM SER HUMANO, VOCÊ E MEU PAI ME IGNORAM DESDE SEMPRE COMO SE EU FOSSE UM FARDO, TODA VEZ QUE EU IA MAL NA ESCOLA ERA CULPA DE VOCÊS!EU PASSEI POR 10 TERAPIAS E PERDI O GAROTO QUE MAIS ME AMOU A MINHA VIDA INTEIRA...ISSO NÃO É O SUFICIENTE? QUE TIPO DE MÃE QUER QUE A FILHA MORRA? POR QUE VOCÊ NÃO ME ABORTOU LOGO? É MELHOR DO QUE SER NEGLIGENCIADA VIVA...-o rosto dela estava vermelho de tanto chorar e gritar, ela se virou pra mim e pro meu pai que estavatão pasmo do que eu-Desculpem por essa gritaria...-ela saiu e subiu, ouvi a porta ser fechada com força e a tranca
-Tá vendo o que VOCÊ FEZ?-meu pai estava irritadi-ELA É UM SER HUMANO (NM) MERECE SER RESPEITADA E AMADA!
-E-eu...-a mãe dela tentou se defender mas meu pai saiu pela porta com raiva-Foda-se...-ela murmurou baixo e eu sai dali até o quarto da (s/n), bati na porta e falei:
-(s/n) é o Kook...Abre por favor.-pedi e ela ignorou, fui pro meu quarto e deitei na cama, com muita pena da (s/n), ela não tinha culpa de nada mesmo...Por que a mãe dela a tratava assim?"Eu vou confortá-la"pensei"Vou fazer com que ela se sinta bem vinda..."
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...