História Imagine Kai - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai
Tags Adoção, Amor, Família, Irmãos, Romance
Visualizações 162
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Colegial, Crossover, Luta, Romance e Novela, Seinen
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessu!!

Bom, eu me divertir escrevendo algumas partes do capitulo, eu espero que se divirtam lendo.❤️
Esse capitulo não está muito grande e nem grande coisa, mas coisas grandes estão para acontecer. Tipo a anaconda do Kai rodar como o famoso pirulicóptero.

Boa leitura❤️

Capítulo 8 - Capitulo 8


Fanfic / Fanfiction Imagine Kai - Capítulo 8 - Capitulo 8

CORÉIA DO SUL; 10:00

Acordo com a luz do Sol no meu rosto. Esqueci de fechar a cortina. Por mais que esteja sol, está chovendo muito.

Me levanto e vou ao banheiro. Tomo um banho, faço minha higiene e volto para o quarto.

Coloco um shorts curto jeans e uma regata azul. Calço meus chinelos e rumo para o quarto do Kai, para acordar a preguiça.

Bato na porta e nada. Espero um pouco e bato de novo. Nada.

Seguro a barra da porta e empurro a mesma. Juro que eu me assusto com a visão que tenho.

Kai estava deitado na cama, nu. Sim! NU!

Mas não é só isso. Ele está tendo um sonho erótico, pois seu pênis está totalmente ereto. E que pênis!

Ainda assustada com a visão me viro para sair do quarto quando ouço

- S/ap...ah... vai...isso... rebola S/n, rebola.- ele diz e geme.

Fico pasma pelo fato de ser eu. Kai está tendo um sonho erótico comigo?

Ele fala mais algumas coisas e eu fico prestando atenção, ver se ele vai falar algo a mais.

- Vem S/ap. Vem...ah...gostosa...goza pra mim S/n!- ele geme- Vamos para o quintal.

Oush!! Do nada!

Sem conseguir me controlar, solto uma risada que acorda Kai.

Ele abre os olhos devagar e quando me vê da um salto da cama.

- S/n!- ele diz e coloca o travesseiro na frente do pênis.

Queridoo, eu já vi. Não adianta esconder.

- Sim?- me faço de desentendida.

- O que faz...aqui?- ele pergunta hesitante.

- Eu vim te chamar, mas quando eu entrei no quarto você assustou.- minto.

- Ah.

- Eu vou fazer o café.- digo.

- Tudo bem. Eu só vou tomar um banho e já vou lá.- ele diz e eu assinto.

Saio do quarto em direção a cozinha, rindo. Não acredito que ele tava sonhando comigo. E o que tem a ver o quintal?

Pego as coisas e começo a fazer panquecas. Faço uma geleia de morango, suco de maracujá.

Pego peito de peru, presunto, queijo e salame e coloco em cima da mesa. Pego dois copos e a jarra de suco e coloco sobre a mesa também. Pego a geleia de morango, a nutella, o bolo de chocolate, as frutas e mais algumas coisas que gostamos de comer.

Depois que eu termino de arrumar a mesa o Kai entra na sala.

- Bom dia, S/ap.- quando ele diz a palavra “S/ap” eu me lembro o que eu ouvi ele dizer durante o sonho e não consigo segurar o riso.- O que foi?

- Nada.

Ele suspira.

- Olha, eu sei que você viu. Mas é algo engraçado?- ele me pergunta.

- Engraçado foi o que você falou.- digo.

- E o que eu falei?- ele pergunta meio desesperado.

- Não lembro. Quando lembrar te conto.- digo me levantando para pegar as uvas que eu tinha me esquecido.

Ele suspira novamente apoia a cabeça na mão.

- S/ap...vai, isso, rebola.- digo tentando imitar a voz dele, mas não consigo porque começo a rir.

- Eu não disse isso!- ele diz incrédulo.

- Fica ao seu critério acreditar ou não.- digo dando de ombros.

- Meu Deus!- ele diz e pega uma panqueca- Tenho que começar a trancar a porta do meu quarto.

- Eu te chamei antes de entrar, mas você estava muito ocupado sonhando comigo.- digo.

Ele me lança um olhar malicioso discretamente e eu rio.

Continuamos a tomar café e o Kai ficou caladinho o tempo todo.

Chega a ser cômico.

Depois que terminamos de comer, ele se levanta e começa a lavar as louças. Ajudo ele secando-as e guardando.

Depois que a cozinha estava limpa fomos para nossos quartos.

Chego e pego meu celular para ver as horas e vejo que tenho algumas mensagens no whats.

Christina, me mandando mensagem que nem uma condenada.

 

MENSAGEM ON

*S/n!

*S/n sua quenga! Me responde!

*Se você não me responder eu voou no teu pescoço.

*Não vai responder mesmo?

*Vou contar até 3!

*1

*2

*3

*Eu estou indo aí!

~Calma, cheguei.

*É bom mesmo!

~Do que precisa?

*Só conversar, passar o tempo.

~Ah! Queria me matar só por causa de conversa?

*Hahaha.

~Chris, posso perguntar uma coisa?

*Claro!

~O kai não é mais virgem, né?

*Não, não. O Kai já manja dos paranauê do sexo.

~Ah...

*Mas relaxa amiga, ele não pegou muitas garotas. Transar, transar mesmo, foram só duas... Vezes seis. Multiplica aí. Aí o resultado você soma com vinte e sete e aí vai dar o número de garotas que ele comeu.

...

*Eu tô brincando loka! Ele pegou algumas meninas, mas não foram 39. Relaxa.

~Ah, entendi.

*Mas por que me perguntou isso?

~Nada não, só para saber mesmo.

*Para de mentir e me diz logo!

~Tá. É que... eu quero perder minha virgindade com ele, mas eu não entendo muito de prática sexual, então, se ele também não soubesse seria o caos.

*Ahhh danada!!! Escolheu bem para perder. Mas sim, acho que ele deve saber sim.

~Mas e você? Já perdeu?

*Sim, perdi sim, ano passado.

~Dói?

*Olha S/ap, não vou mentir para você. Doer, doi. Mas vai de pessoa para pessoa. Tem mulheres que sentem mais e outras menos. Tem mulheres que sangram e outras não. No meu caso doeu muito, mas não chegou a sangrar. Espero que no seu também não sangre, deve dar agonia.

~É, eu também espero que não sangre.

*Dói, mas depois minha filha! Que sensação dos Deuses. Na hora que a dor passa e o prazer te invade, não dá vontade de parar de transar nunca mais!

Fico conversando um pouco mais com a Chris até que pego no sono sem mesmo perceber.

***

14:20

Acordo e escovo meus dentes.

Não tem nada para fazer. Então...

Abro meu macbook e começo a procurar alguns livros sobre atividades sexuais. Sei que isso é prática, mas sei também que os homens gostam de mulheres que tem atitude. Não vou simplesmente deitar na cama e esperar. Mesmo sendo virgem quero surpreender Kai.

Fico um tempo lendo alguns livros e descrições de cenas, depois que me canso de ler, tenho vontade de por em ação.

Decido ir ao quarto do Kai, talvez ele coloque algo para assistirmos ou jogarmos...ou...

Chego em seu quarto e vejo a mesma coisa de hoje de manhã, mas ele não estava dormindo, apenas assistindo televisão.

- Ah, desculpa, Kai.- digo saindo do quarto.

- Não S/ap! Pode entrar.- ele diz com uma almofada cobrindo o pênis.

Entro no quarto vagarosamente e me sento ao seu lado.

Ele olha para mim e sorri.

- Por que não veio mais cedo?- ele pergunta.

- Eu acabei dormindo.- digo.

- Ah, estava cansada.

- Sim, um pouco. Ainda estou com sono.

- Sabe, eu tenho um antídoto ótimo contra isso.

Assim que ele termina de falar sinto seus lábios nos meus. Ele me beija com força e intensidade, e eu correspondo do mesmo jeito.

Uh para um primeiro beijo está bem feroz!

Ele se posiciona entre minhas pernas e tira meu shorts, levando a calcinha junto. Ele passa o pênis pela minha entrada e me penetra com força, arrancando da minha garganta um grito meio alto.

Sem dizer nada ele continua a se movimentar dentro de mim com força. O prazer me invade e começo a rebolar no ritmo das suas estocadas. Depois de um tempo chego ao meu ápice e ele logo depois de mim.

Ele me beija e...

Acordo assustada e meio suada. Sinto uma pressão entre minhas pernas e respiro fundo para controlar meu tesão. Estou totalmente molhada coma sensação de transar com Kai. Parecia tão real.

Tomo um banho rápido, me troco e decido ir ao quarto de Kai.

Eu espero que eu não tenha falado dormindo como ele fez.


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo, embora esteja meio fraco.

Um beijo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...