História Imagine Kim Namjoon- Destino - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine Kim Namjoon
Visualizações 10
Palavras 676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente *-*
Eu estou aq sem acreditar, eu tirei 8,0 em fisica aaaaaa Socorro
Desculpa o capítulo curto é que eu meio que estou sem criatividade, mas espero que gostem. ❤

Capítulo 3 - Prêmio


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Namjoon- Destino - Capítulo 3 - Prêmio

[...] Tranquila é, estava assim. Mas eis que alguem tapa minha boca e me puxa para um beco. Sinto cheiro de sangue e me viro, era Namjoon. Ele é um garoto um tanto estranho[...]

(...)

Acordo sentindo dores horríveis. Passo meus olhos ao redor e percebo que não estou na minha casa. Era um quarto com tons escuros, e uma mobília bem bonita por sinal. Até aí tudo bem, mas eis que percebo que estou amarrada. Sinto mãos gélidas em minhas pernas, elas vêm subindo até minhas coxas, quando o dono dessas mãos percebe que estou acordada, para de me tocar e vira-se de lado.

(S/n)- Ei, onde estou? Quem vocês pensam que são pra me prender- nessa hora lembro-me do Namjoon- Aquele idiota do Namjoon.

O garoto na minha frente vira-se, e percebo que é Jungkook. Ele me olha como se estivesse vazio por dentro.

Jk- Ele pediu para eu te vigiar.

(S/n)- Me vigiar?? Eu quero é sair daqui. Vocês provavelmente são aqueles estupradores, vocês não têm o direito de tirar meu cabaço bando de idiotas.-vejo um sorriso nascer, tanto nos olhos como na boca de Jungkook.

Jk- Não somos estupradores idiota! Vou pedir pro Namjoon vir te soltar.

Ele passa pela porta, mas segundos depois ele volta e fala.

Jk- Fico feliz de saber que você é pura.

(...)

Namjoon está aqui a me desamarrar. Seu olhar é frio, e o mesmo não esboça um sorriso sequer. Eu estava puta com ele, mas toda vez que tentava dizer algo, minha garganta fechava e só saiam suspiros. Os suspiros estavam se tornando constantes.

Nj- Dar pra parar de suspirar? Você está me irritando.- ele fala procurando algo em seu bolso.

Depois de muito tempo consegui falar algo.

(S/n)- Você me sequestra, eu não sei o que fizeram comigo enquanto estava desacordada, e ainda vem me tratar mal? Avá me poupe.

Nj- Primeiro, se eu fosse sequestrar alguem, com certeza seria para ganhar algo em troca. Segundo, eu não estruparia alguém como você. Se preocupe com o Jungkook e com o Jimin. E agradeça pois eu te salvei.- ele fala isso terminando de cortar a última corda.

Tento me levantar mas não consigo. Minhas costas doem muito e minhas pernas não se movem. Namjoon ja estava saindo da sala, mas o interrompo.

(S/n)- E-ei

Nj- O que raios você quer? Eu ja não te desamarrei? Some daqui- Não sei o porque, mas aquelas palavras doeram muito, e doeriam menos se tivessem saído da boca de qualquer outra pessoa.

(S/n)- Muito educado você-falo tentando ser o mais firme possivel- acontece que com essa "brincadeira"-falo gesticulando os gestos com os dedos- que o senhor fez, acabou comigo, e agora não consigo me levantar.

Ele vêm até mim e coloca a mão na minha testa.

Nj- Droga, você está queimando de frebre, acho que fui um pouco bruto ou você que é muito frágil. Mas sinto que dessa vez fui eu mesmo, sabe eu tenho o dom de quebrar as coisas.

Apenas assenti. Namjoon pediu pra mim ficar descansando. E o fiz.

(...)

Depois do ocorrido voltei para casa. Insisti muito para que o maldito Kim Namjoon me falasse o que havia acontecido, mas o mesmo não me disse uma palavra, ele simplesmente saiu me arrastando pra fora da casa dele.

Hoje é sábado. É um dia como outro qualquer para mim, a unica diferença é que não vou trabalhar.

Estava preparando o almoço quando sinto meu celular vibrar. Era aquele mesmo número que havia me mandado mensagem outro dia.

Mensagem On

-Estou achando muito difícil cuidar de você, não acha que mereço um prêmio?

(S/n)- Sério, essa brincadeira já deu. Onde você achou meu número e por que está fazendo isso?

-Hey hey, não estou brincando. Eu quero meu prêmio e você vai ter que dar.

(S/n)- eu tambem não estou! Quem é você?-isso estava ficando interessante, talvez deva ser porque estou no tedio.

- Eu sou seu anjo querida. Você me deve muito, e sabe, eu mereço um prêmio. Estou só nas mãos há um tempo, bem que você poderia me aliviar.

Minha espinha gelou. Aquela pessoa do outro lado do celular era um tarado, pervertido e quem sabe até um estuprador.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...