História Imagine kpop - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~EXO_04

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Tags Imagine Bts
Exibições 84
Palavras 712
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aqui têm :')
Demos um jeitinho e conseguimos escrever
Boa leitura :3

Capítulo 19 - Amor? Ódio? Veremos.


Fanfic / Fanfiction Imagine kpop - Capítulo 19 - Amor? Ódio? Veremos.

- Então... tiveste saudades minhas? - ouvi a mesma voz, não acredito, não posso, ele voltou.
Olhei para cima e vi-o, olhando para mim com um sorriso bobo estampado na cara. Aish que nojo!
- Não, nenhumas, lhe garanto. Desapareça daqui, agora! - gritei e ele riu-se.
Só olhar para a sua cara, ouvir a sua voz, me  enerva, me traz recordações do passado...

~FLASHBACK ON (Aya, 10 anos)~

- Omma vamos!
- Sim sim... - disse a minha omma ainda ao telemóvel, mais uma vez parece que estou sendo ignorada.
Chegámos à minha escola nova, vai ser divertida, pelo menos espero que sim...
Cheguei à minha sala e sentei-me ao lado de um rapaz, com cabelos negros e olhos da mesma cor, muito fofo por acaso.
Apresentei-me à turma e pareciam todos muito simpáticos, especialmente o menino dos cabelos negros.
A turma também se apresentou e fiquei a saber que o tal rapaz se chama Kyungsoo.
A aula passou-se bem, esta turma é barulhenta mas não é nada a que não esteja habituada.
No intervalo:
- Oi Aya - disse Kyungsoo.
- Oi - eu sorri e ele fez o mesmo.
Começamos a falar e rapidamente se tornou meu melhor amigo, éramos inseparáveis.

~1 ano depois~

Comecei a namorar com um rapaz chamado Junior, ele é lindo, engraçado, e o melhor de tudo é que me ama como eu sou,  gorda e sem graça :')
Kyungsoo anda muito alterado, num momento estou a falar com ele, chega Junior e ele muda no momento. Parece que a sua presença o enerva, provavelmente alguma coisa do passado, ou simplesmente não gosta da cara dele (como não gostar?!)
Junior é muito popular, com tantas raparigas atrás dele, não percebo como é que me escolheu a mim.
- Aya, posso falar contigo a sós? - Junior
- Claro - disse eu, claramente Kyungsoo percebeu que esta era a sua deixa para sair e assim o fez.
- O que quer falar comigo? - Aya
- Bem, e-eu... - suspirou - eu quero acabar Aya... - Junior
- O-o quê? Porquê?! - Aya
- Bem, logo você irá perceber porquê - Junior disse e saiu.
Comecei a chorar, abraçada aos meus joelhos. Kyungsoo viu-me a chorar e, simplesmente não fez nada, riu-se e foi-se embora, deixando-me ali sozinha, na mais profunda tristeza. Que raio de melhor amigo hein...

~Meses depois~

Kyungsoo é a pior pessoa que já conheci na vida. Ele tenta me deitar a baixo a todo o custo, magoa-me psicologicamente e fisicamente, ele até já me fez sangrar. Ainda bem que o seu pai foi transferido e ele também vai. Nunca mais quero olhar para a sua cara, já pensei em me matar por causa dele...

~FLASHBACK OFF~

Ainda hoje não sei porque ele acabou comigo, nunca mais vi Junior, mas agora Kyungsoo voltou, o pior melhor amigo que já existiu!
- Então, tem lembrado os últimos anos? - ele riu mas essa 'alegria' pareceu se transformar em tristeza, fitando o chão triste.
- Esses últimos anos?! Está falando de quando você me ignorou e me machucou?! É disso que está a falar?! - disse alterada.
- Eu não fiz nada não... - ele riu e começou a aproximar-se, acho que me ia bater.
Ele já tinha a mão fechada para me bater, mas fui salva por Chanyeol:
- Pare já! - disse Chan e deu-lhe um murro, eles começaram a lutar e consegui puxar Chanyeol, para lhe parar de bater.
- Sabe porque agi assim? - disse ele tentando se levantar.
- Você sente um ódio enorme por mim não é?!
- Amor. Amor era o que eu sentia, amor que se transformou em ódio quando você começou a namorar com aquele idiota, só lhe fez mal...
- Você fez ainda pior! Amor, amor falso!
- Amor do mais verdadeiro que havia. Mas agora, só existe ódio, dor, dor de um coração partido, há já muitos anos - disse ele e abriu a porta para sair - eu já lhe fiz muito mal, por vezes me arrependo, mas Aya, você ainda vai ouvir de mim... - ele suspirou e saiu.
Chanyeol ficou comigo e falamos até à noite, ele foi para casa e adormeci pensando no que ele iria fazer.
Amor? Ódio? Veremos.


Notas Finais


Adiós comidoires de paum


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...