História Imagine kpop - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Block B, Boyfriend, EXO, Got7, Infinite, Jay Park, Monsta X, NU'EST, Seventeen, SHINee, Super Junior
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, G-Dragon, Jay Park, J-hope, Jungkook, Kris Wu, Lay, Mark, Rap Monster, Suga, Suho, T.O.P, Taeil, Taemin Lee, Taeyang, Zelo, Zico
Exibições 181
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeee aqui estou eu com mais um imagine, esse imagine é com o T.o.p, o próximo será com o Zico, pois foi pedido. Espero que gostem e perdoem qualquer erro ortográfico.
Boa leitura!

Capítulo 2 - Imagine T.o.p - "me convença"


Fanfic / Fanfiction Imagine kpop - Capítulo 2 - Imagine T.o.p - "me convença"

S/n On
Acordei atrasada com o sempre, me levantei e fui no banheiro tomei um banho rápido e me arrumei as presas. Sai de casa e corri em direção ao escola de dança onde dava aula. Provavelmente meu chefe ficaria bravo, o nome dele é Choi Seung-hyun, mas todos o chamam de T.O.P, sim eu trabalho pra ele, poucos sabem mas ele é dono de uma escola de dança, eu trabalho lá a quase 6 meses, adoro meu trabalho é muito divertido. Com toda a presa esqueci de me apresentar, me chamo s/n, tenho 24 anos, nasci em Seul, moro sozinha e sou solteira. Finalmente cheguei na escola, entro correndo, sigo em dirção a sala que sou aula e encontro T.O.P me esperando na porta ele me encara e fala:
- Atrasada de novo s/n
- Me desculpe- falo de cabeça baixa
- Quando terminar preciso que passe no meu escritório, preciso faltar com você- ele fala e eu afirmo com a cabeça...
T.o.p On
Mais uma vez ela estava atrasada, eu deveria demiti-la, mas ela é umas ótima professora e tenho que admitir que não ter ela aqui me faria triste, nesses 6 meses sempre senti uma atração forte por ela, e agora está pior, cada vez mais tenho vontade de torná-la minha. Mas hoje tudo ia mudar, iria “ puni-lá “ pelos atrasos. Quando a aula dela estava a quase acabando, dispensei os outros professores e os funcionários, quando os alunos dela fossem embora iria testar apenas eu e ela. A aula acabou, os alunos foram embora e ela veio para minha sala. Bateu na porta e eu falei: “ entra “, ela entrou e perguntou:
- Queira falar comigo senhor?
- Sim, s/n você é uma ótima professora mas não posso mais tolerar atrasos.
- Por favor me de mais uma chance- ela quase implorou
- Posso pensar em te dar uma chance, mas precisa me convencer- falei com um sorriso malicioso
- Te convencer? Isso vai ser fácil- ela falou e veio em minha direção.
Afastei a cadeira de perto da mesa e ela sentou em meu colo. Ela começou a rebolar lentamente, meu membro começou a ficar duro e ela continuou rebolando, coloquei a mão em sua cintura e fiz ela rebolar mais rápido, comecei a beijar e morder o pescoço dela, deixei chupões que ficariam roxos depois, ela colou nossos lábios com um beijo quente e apressado. Tirei sua blusa e comecei massagear por cima do sutiã, ela gemia fraco e dava chupões em meu pescoço. S/n tirou minha blusa e arranhou meu abdômen. Comecei a distribuir beijos em seu colo, tirei o sutiã e abocanhei o seio de s/n comecei a mordiscar e chupar o seio esquerdo, enquanto s/n dava pequenos gemidos, troquei o seio e fiz a mesma coisa com o direito. Ela levantou do meu colo e tirou minha calça junto com minha cueca, s/n olhou para meu membro ereto, se aproximo, ajoelhou e começou a lamber meu membro, ela da lambida lentas, soltei um gemido fraco e s/n começou a chupar meu membro, ela chupava e o que não dava na boca ela masturbava. Gemidos escapavam da minha boca, me fazendo implorar por mais os velocidade, coloquei uma mão no cabelo de s/n e comecei a ditar a velocidade dos movimento. Ela continuou a chupar meu membro  estava quase chegando ao meu ápice, tirei a boca dela e fiz levantar. Empurrei alguns papéis que estavam em cima da mesa e coloquei s/n sentada em cima da mesa. Tirei a calça que ela usava, e deixei s/n apenas com uma fina calcinha, me aproximei de s/n e comecei a distribuir mordidas pelos ombros e pescoço, enquanto massageava a intimidade de s/n por cima da calcinha, ela começou a gemer baixo, tirei a calcinha de s/n e voltei a massagear sua intimidade, deitei s/n na mesa e comecei a distribuir beijos molhados por sua barriga, desci os beijos até perto de sua intimidade, beijei sua intimidade e ela gemeu um pouco alto. Comecei a chupar sua intimidade, ela começou a gemer alto e implorava por mais. Penetrei um dedo nela e s/m deu um gemido que pareceu um grito. Penetrei mais um dedo e comecei aa penetra- lá de forma rápida e precisa. Continuei a chupa- lá focando em seu clitóris, ela deu gemido alto e gozou. Ela me olhou ofegante e suada e falou:
- Preciso de você, agora!
Olhei para ela, sorri de forma maliciosa e peguei uma camisinha que guardo na carteira. Vesti a camisinha e me posicionei em sua entrada, penetrei s/n lentamente, e ela gemia em resposta, comecei a penetra- lá mais rápido e ela gemeu mais alto. Diminui a velocidade das investidas e s/n falou:
- Por favor!
- Por favor o que? O que você quer s/n?- falei
- Por favor, mais rápido!- ela falou implorando
Me retirei dela e ela gemeu em reprovação, soltei uma risada baixa e virei ela de costas. Penetrei ela novamente e ela gemeu alto, continue a penetrando forte e rápido, ela começou a apertar meu membro, isso estava me deixando mais excitado. Depois der de algumas estocadas ela atingiu seu ápice, continuei a penetrando e finalmente atingi meu ápice. Sai ser dentro dela e joguei a camisinha no banheiro que havia em meu escritório, quando voltei ela estava sentada na mesa vestindo apenas a calcinha, cheguei perto dela e lhe dei um beijo, mas esse beijo era calmo e completamente diferente doa outros. Paramos o beijo com selinhos e falei:
- Conseguiu me convencer, não vou te demitir
- Que bom.- ela fala e sorri, retribuo o sorriso
- Mas não se atrasar, se não podem começar a desconfiar- falei sério, ela assentiu
- Okay, irei chegar na hora- ela falou e começou a se vestir, fiz o mesmo e falei que lhe daria uma carona, saímos da escola e eu tranquei tudo  seguimos em direção ao meu carro, ela me falou o endereço e eu comecei a dirigir. Em poucos minutos chegamos na casa de s/n, ela me olhou e falou:
- Obrigada por não me demitir.
- Dinada, só um aviso, o que aconteceu hoje. Irei quere repetir e  não conte a ninguém- falei
- Ninguém irá saber e adorarei repetir- ela falou, me deu um beijo e saiu do carro, dei um sorriso de lado, liguei o carro e sai em direção a minha casa. Parece que ela não é só boa na dança...


Notas Finais


Esse foi o imagine de hoje, comentem o que acharam e me falem com quem vocês querem os próximos. Muito obrigada a quem favoritou.
Um beijo, Um queijo e Até logo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...