História Imagine Mark Tuan - ômega - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Drama, Novela, Romance, Sobrenatural
Exibições 138
Palavras 778
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.❤

Capítulo 3 - Capítulo - 3°


Fanfic / Fanfiction Imagine Mark Tuan - ômega - Capítulo 3 - Capítulo - 3°

Paramos em frente aos portões da minha casa.

Mark: você mora aqui.

Eu: sim, pq?

Mark: Eu moro aqui do lado.

Eu: vamos entrar tá começando a ficar frio.

Já dentro de casa.

Eu: eu vou subir pra trocar de roupa.

Mark: ok, aonde fica o banheiro.

Eu: lá em cima, terceira porta.

Mark: ok.

Subimos e eu entrei no meu quarto e fechei a porta, para me trocar.

• Mark

Ela é tão fofa, acho que estou gostando dela, tomara que ela note isso. Estava voltando pra sala quando passo pelo quarto dela, a porta estava entre aberta, então fui dar um espiadinha. Seu corpo era perfeito, cheio de curvas, estava babando ali, me tirei dos meus pensamentos e desci a escadas para espera-la .

Logo ela desceu, estava usando uma calça de moletom cinza e uma blusa de frio, suas bochechas estavam avermelhadas e seus lábios um pouco roxo, o que deixava ela mais linda.

Eu: parece que está mesmo com frio.

(s/n): eu sou frienta e aí vamos começar o trabalho.

Mark: sim.

• (s/n)

Pegamos nosso material e sentamos no chão.

Mark: seu nome completo.

Eu: (s/n/c).

Mark: idade.

Eu: 15 anos.

Mark: você ainda não teve seu cio.

Eu: ainda não.- digo um pouco corada.

Mark: há, vamos continuar.

Passamos o dia descobrindo coisas sobre nós dois, Mark é uma pessoal legal e carinhosa e eu gosto de carinho.

Eu: já que terminamos podemos assinar um filme.

Mark: claro, aliás eu moro aqui do lado, então não tem problema.

Eu: escolhe um filme, enquanto eu pego algumas coisas pra gente comer.

Na hora em que eu tava levantando me desequilíbrio e caio em cima do Mark.

Eu: d-desculpa.

Mark: não tem problema.

Me levanto e vou pra cozinha, mas que merda tá acontecendo comigo, bem vamos esquecer o que aconteceu, não é todo dia que seu utt vem na sua casa, não é, peguei algumas coisas e voltei pra sala.

Eu: escolheu que filme.

Mark: invocação do mal 2.

Eu: eu não gosto de filmes de terror.- faço um bico muito fofo.

Mark: eu te protejo pequena, vem senta aqui.

Me sentei ao seu lado e peguei algumas coisas pra mim comer. O filme já havia começado, tipo eu não tava com medo, eu tava era com frio e o Mark percebeu.

Mark: está com frio.- eu acenti com a cabeça.

Mark: vem cá.- ele me puxou para seu braço, ele era tão quentinho.

Mark: melhor.

Eu: sim, você é bastante quente.

Mark: é eu sei.

Voltamos a atenção para o filme, eu levava alguns sustos, nada de mais, percebo que Mark não para de olhar pra mim.

Eu: o que foi Mark.

Mark: você é tão linda, posso fazer algo.

Eu: pode.

Ele vai aproximando nossos rosto, consigo sentir sua respiração perto de mim, fecho os olhos para aproveitarmos a sensação, ele  começa um beijo calmo, sentir seu lábios era a melhor coisa do mundo. Ele me puxa para sentar em seu colo e continua o beijo.

• Mark.

O beijo dela foi o melhor da minha vida, seus lábios são viciantes, o cheiro dela me deixa louco, paramos o beijo por causa da merda da falta de ar.

Olhei pra ela, boca entre aberta, lábios avermelhados e inchados, e respiração ofegante, era uma bela visão pra mim, pelo fato de ela estar em meu colo.

(s/n): pq você fez isso.

Eu: porque eu gosto de você e quero que seja minha.- não pude deixar de notar um sorriso em seus lábios.

(s/n): eu também gosto de você Mark.

Ouvir aquilo me deixou tão feliz( olha a felicidade de puta), então puxei ela para outro beijo, um beijo apaixonado, pedi passagem e ela cedeu, de novo a merda da falta de ar se fez presente.

Mark: quer sair comigo amanhã.

(s/n): quero sim appa.

Mark: uruuuu, hoje é o dia mais feliz da minha vida.

(s/n): dorme hoje comigo, está muito frio e você pode me esquentar.- ela diz encostando sua cabeça na curva do meu pescoço.

Eu: claro, não vou fazer nada que você não queira.- ela apenas acenti com a cabeça, e continua no meu colo, com a cabeça em meu pescoço, aproveito pra sentir seu cheiro de flores viciante.

Eu não sou aquele tipo de cara que já chega querendo segundas intenções, eu sou um cara romântico, que se importa com o sentimento dos outros. 

Eu: eu vou lá em casa trocar de roupa e já volto.

(s/n): tá certo.

Ela saio do meu colo, e eu me levantei e fui em casa.

• (s/n)

Não acredito que beijei Mark Tuan, ele gosta de mim, hoje é o melhor dia da minha vida, acho melhor me controlar. Minutos depois ele volta, então arrumamos tudo e subimos pro meu quarto.

Mark: aqui é bonito. Você gosta de cinza.

Eu: eu amo cinza, vem vamos deitar.

A gente deitou e ele me abraçou por trás, ficando de conchinha.

Mark: quero que você seja só minha.

Eu: e eu serei.

Ele beija minha bochecha e fica fazendo carinho em mim, acabo adormendo.

• continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...