História Imagine Min Yoongi- A Forbidden love - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Bts, Min Yoongi, Suga
Visualizações 52
Palavras 1.055
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap <3
Espero que gostem, desculpem a demora :)

Capítulo 15 - Você tá bem?


Fanfic / Fanfiction Imagine Min Yoongi- A Forbidden love - Capítulo 15 - Você tá bem?

Cheguei na sala e sentei no sofá, entre meus pais. Olhei para eles, esperando a tal conversa, até que Yejun começou a falar.

YJ- Tá com muito frio?- Concordei.- Então ele me deu um abraço. Esse ato me deixou muito feliz, eles sempre faziam esse tipo de coisa quando eu era pequena.

SN- O que vocês queriam falar comigo?

HG- Bom, nós vamos tirar férias de umas 2 semanas, da empresa.

SN- Ah, isso é bom, vocês dois trabalham de mais!

YJ- Sim, mas nós vamos viajar em família.

SN- Família inclui…

HG- Você, Taehyung, Yejun e eu.

SN- Ahhh- Fiz cara de cansaço.- Por que vocês não tiram um tempo apenas pra vocês?

HG- Queremos viajar em família.

SN- Vocês já falaram com o TaeTae?

YJ- Sim.

SN- Então tá. Tchau.

Levantei do sofá e subi as escadas, pensando se deveria ou não ir bater no quarto do Tae. Ignorei as dúvidas e bati na porta, logo que ele me mandou entrar, fui até a cama, e me meti embaixo do lençol, por causa do frio.

SN- Oi, TaeTae Oppa!

Tae- Oi, pequena. Pronta pra me contar a história?

SN- Sim…- Comecei a explicar tudo, do começo ao fim, com todos os detalhes possíveis.

Quando eu acabei de contar minha história, ele fez uma cara de surpreso, fingindo limpar lágrimas, que nem se quer caíram, enquanto eu ri.

Tae- Minha bebê tá crescendo.

SN-YAAA PARA COM ISSO- Falei manhosa, dando tapas em seu braço.- Não sou um bebê!- Falei com uma cara de raiva, e birra, ao mesmo tempo.

Tae- Fofa!- Apertou minhas bochechas. Mas e aí? O que você acha que está acontecendo entre vocês?

SN- Sinceramente, eu não sei. E eu não vou perguntar, não agora.

Tae- Se você não estiver se sentindo bem, fala com ele. Ele é gente boa, vai entender, tenho certeza.

SN- Tá bom… Importa se eu dormir com você hoje? Tô com preguiça de sair daqui…

Tae- Claro… Amanhã temos que acordar para viajar, durma bem!

SN- Ah é… Boa noite, TaeTae!

TAE ON

 

Observei-a dormir, ela é tão bebezinha… Ainda estava cedo, mais como ela estava meio mole, foi dormir logo, acho que ela vai gripar. Tadinha.

Fiquei mexendo no celular, nas minhas redes sociais, mensagens, etc, mas SN começa a se mexer demais na cama, talvez estivesse tendo um pesadelo. A cobri melhor com o lençol, e dei um beijo em sua testa, que estava quente e suada.

Depois de certo tempo, dormi também, a abraçando. Nós vamos viajar amanhã logo cedo, às 05:00. Ela continuava se remexendo, não sei o que sentia exatamente, mas resolvi deixá-la dormindo, acho que será melhor, ela deve estar cansada.

~QUEBRA DE TEMPO~

Acordei às 04:00, e fui me arrumar. Tentei acordar a SN, mas ela não queria acordar. Coloquei minha mão em sua testa, que estava pegando fogo. Acho que será melhor ela não viajar, ficar em casa de descanso, qualquer coisa peço para um dos meninos vim aqui, pelo menos um dia.

Desci as escadas, e fui avisar pros Appas do ocorrido.

Tae- Acho melhor a SN ficar…

HG- Por quê?

Tae- A testa dela está queimando!

YJ- Vou subir e falar com ela.

Tae- Ela tá no meu quarto!

SN ON

 

Acordei com o Yejun Appa me acordando.

YJ- Você tá bem?

SN- Dor de cabeça…

YJ- Tudo bem pra você ficar? Não dá pra adiar a viagem agora…

SN- Tudo bem, boa viagem.

YJ- Tem remédio nos armários do banheiro lá de baixo, quando acordar, vá tomar, e se continuar mal, não vá pra escola! Seu estado tá visivelmente péssimo!

SN- Também te amo! - Dei um abraço nele.- Tchau!

Virei meu corpo de novo e fechei os olhos para dormir. Não fiquei totalmente confortável, pois estava com muito calor.

Nem percebi o tempo passar, quando me dei conta, já era hora de acordar e ir para a escola.

Levantei, fiz minhas higienes, coloquei o uniforme, desci as escadas, e nem comi nada, apenas fui direto para a porta, peguei minha mochila, as chaves, e atravessei a porta, trancando a mesma em seguida.

Fui praticamente me arrastando para o colégio, eu não queria perder aula, pois se não irei ter que pegar os assuntos depois, o que é uma merda.

Eu não me sinto bem nesse momento, estou extremamente cansada, meu corpo dói, sinto dor de cabeça e garganta, sem falar no calor e nas prováveis olheiras profundas e roxas na minha cara.

Finalmente cheguei naquele portão, já não aguentava mais andar. A primeira aula de hoje é educação física, mas pelo menos, hoje já é sexta. Fui direto pra sala, sem olhar na cara de ninguém, coloquei minha mochila na banca e peguei o uniforme da Educação Física.

Sinto alguém dar um tapinha em meu ombro.

Hani- Nossa, SN! Você tá péssima!

SN- Oi pra você também, Piranha!

Hani- O que houve?

SN- Só estou um pouco doente.

Hani- Pouco?!

SN- Ahh, dá licença! Vou trocar o uniforme, tchau!

Fui até o banheiro, entrei em uma cabine, tranquei a porta e tirei o uniforme, colocando o outro rapidamente, e voltei para a sala.

Yoongi- Você tá horrível!

SN- Não é a primeira pessoa a me dizer isso.

Yoongi- Não dormiu direito?

SN- Tô doente, me respeita.

Yoongi- Ah, coitada… A primeira aula é educação física.- Eu queria muito ser irônica com ele, pois estava com a farda da aula física, mas não estou disposta.

SN-É, eu sei, por isso estou com esse uniforme.- Pelo menos sorri ironicamente.

O sinal tocou assim que acabei de falar, e consegui ver todos os alunos da sala correndo para o ginásio, mas como eu disse, estou sem disposição nenhuma, então fui me arrastando mesmo.

Chegando no ginásio, pude ver logo Kook, que veio correndo me abraçar.

Kook- Oi, Pequena!

SN- Oi, Kook Oppa!- Eu sei que isso o provoca, então ele fez cara de birra, fingindo estar com raiva.- “Eu não sou seu Oppa!”- Imitei a voz dele.- Sinto te informar, mas você é sim!- Disse alegre, mas logo a alegria acabou, porque fiquei tonta e coloquei a mão na testa, tombando um pouco pra trás, mas Kook me segura.

Kook- SN? O que houve, você tá bem?

SN- Não… Eu tô tonta…

Logo fica tudo escuro, mas antes ouço JungKook me chamar, antes de perder meus sentidos.

 


Notas Finais


Responderei todos os comentários :3

Bjos, amo vocês, mochis <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...