História Imagine Namjoon 2 Temp. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Bts, Imagine Namjoon
Visualizações 218
Palavras 1.136
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong Bolinhos de Silla ^^

Desculpe pela demora, mas acho que agora vai...

Capítulo 3 - Gravata


Namjoon on

O banheiro não era o lugar muito adequado para essas coisas mas não podíamos sair assim, de uma hora para outra. Isso seria falta de respeito.

- Vai continuar pensando? - Encaro S/N a minha frente - Odeio fazer tudo sozinha - Como o banheiro estava vazio a única coisa que a mesma fez depois de checar é óbvio, ela trancou a porta - Encima da pia uma rápida se demorar muito vai ficar duro assim o resto da festa inteira - Avisou indo para a pia que estava formidável, parecia que tínhamos entrado no banheiro errado e esse seria o feminino... Não se fosse o feminino estaria cheio de mulher passando batom, fofocando entre outras coisas...

- Podemos ir para um motel...

- Olha aqui eu estou te ajudando num meio de uma briga que eu deixei de lado - Assenti, era melhor uma rapidinha que ficar na mão... literalmente...

Vou até a mesma que estava de pernas abertas e com a calcinha abaixada até o tornozelo. Ficar olhando aquela mulher assim me dava uma enorme vontade de fode-la e fazer a voz da mesma ecoar mas ai lembramos que tem uma festa do lado de fora.

Fiquei no meio de suas pernas tirando meu membro da calça social junto da box. S/N achava aquilo tudo um tédio, mas eu sabia que ela estava gostando disso tudo pois seus lábios as vezes continha um sorriso.

- Vamos falar sobre o que você viu enquanto isso - Encaixo em sua entrada e forço para entrar.

- N-Não interessa o que e-eu vi - Leva seus braços para meu pescoço.

- Não posso ficar brigado com você - Começo as estocadas frenéticas, eu sabia como chegar no orgasmo rápido, mas eu não queria chegar nele enquanto não terminasse aquela maldita briga.

- P-Pensasse isso antes... Você está crescendo c-cada vez mais - E a pior coisa era, S/N sabia me provocar e fazia isso bem, muito bem.

- Ela me agarrou, o que eu estava pensando na hora era no nosso aniversário de casamento - Me defendi recebendo um olhar homicida.

- L-Legal... Mas sua c-cabeça de baixo estava na m-mão dela - Sinto seu interior me espremer.

- A m-mão dela estava no meu pau, o que eu iria fazer? - Pergunto ainda estocando.

- Empurra-lá? - Sugeriu.

- Já ouviu aquele ditado que homem só tem mente para pensar em uma coisa de cada vez? - Revira os olhos - Costume feio em - Soco até meu pênis estar dentro da mesma por inteiro.

- A-Awn... Idiota - Sua perna dobra atrás das minhas costas me puxando para mais perto, para ter mais contato.

- Mas é esse idiota que você g-gosta - Provoco.

- G-Goze logo - Pediu deixando chupões em meu pescoço.

- E se eu me recusar? - Aperto firme sua cintura.

- N-Namjoon... Se for um bom g-garoto iremos a um motel - Me encara, em seus olhos vi sinceridade agora precisava apenas testar isso.

- Geme para mim então - Seus lábios foram de encontro ao meu ouvido.

- Hmmm... G-Goze para mim... Goze para s-sua pequena S/N - Não demorou muito e logo estava gozando dentro da mesma.

- V-Você é tão gostosa - Tento beijar seus lábios mas a mesma vira o rosto me fazendo beijar sua bochecha.

- Vamos sair daqui - Me empurrou me fazendo sair de dentro da mesma.

Guardei meu pau para dentro da calça e fiquei olhando S/N subir a calcinha e descer da pia. Ela olhou para o espelo e tirou o batom que escondia entre os seios passando em sua boca, era uma cor tão vibrante que eu queria tirar aquilo a beijando intensamente.

Quem diria que aquela garotinha viraria essa mulher, Tsc ninguém faria a mínima ideia que essa mulher de hoje, uma empresária de uma empresa de design fosse aquela de anos atrás. Birente e teimosa... Ah como o tempo passou rápido, me lembro da primeira vez que a tornei minha... Os gemidos eram tão baixos que eu precisava pedir para a mesma gemer alto.

- Vamos, não quero que sintam falta de mim - Me puxa pela gravata até a porta - Faremos assim, você sai primeiro e eu depois, agora disfarça e vai - Destrancou a porta e eu obedeci saindo e parece que ninguém notou isso.

Namjoon off

S/N on

Ajeitei o vestido arrumando os seios e indo abrir a porta mas a maçaneta me traiu e alguém abriu antes de mim. O olhar pensativo e ao mesmo tempo confuso me encarou.

- Errei de banheiro? - Olha na porta e nega - Ou foi você!? - Franze o cenho.

- Me desculpe, o banheiro feminino estava muito cheio e eu estava apertada de mais para esperar - Seus olhos tinham duvidas das minhas meias verdades.

- Isso acontece - Sorriu entrando no banheiro - Poderia me ajudar com isso? - Pergunta mostrando a gravata despreza.

- Está bem - Vou até o mesmo que estava perto da pia e usava isso como apoio.

- Eu fui descuidado e meio que tirei sozinho - Sorriu desajeitado. Passo a gravata por trás e começo a amarrar.

- Gravatas são problemáticas - Concordo, mas meus pensamentos eram que ele não fez isso sozinho, Namjoon dificilmente consegue tirar a gravata tão facilmente então esse cara só pode ter tido um pequeno caso de pregação as escondidas.

- Seu nome seria? - Fita meu rosto, termino o nó da gravata e arrumo a gola da sua camiseta social.

- S/N, Kim S/N - Respondo me distanciando.

- Dama S/N, eu sou Min Yoongi - Pega em minha mão e a beija - Obrigado pela ajuda - Sorriu gentil indo para a porta - Acho que minha vez de retribuir - Abriu a porta e saiu do banheiro.

Depois de alguns minutos um tilintar de uma taça foi escutado ao longe. Acho que essa era a deixa de eu sair do banheiro discretamente.

Abri a porta arrumando pela ultima voz o vestido e abri a porta dando de cara com Namjoon com cara de poucos amigos.

- Vamos embora - Diz me puxando para a porta de saída.

- O que aconteceu? - Fico confusa e mesmo assim fui ignorada e puxada para fora do salão indo para o estacionamento.

- Vamos para casa, seria melhor para dormir - Casa? Oi eu ouvi bem?

- Me conta o que aconteceu - Puxo meu braço o fazendo me soltar e ao mesmo tempo parar.

- Me diz você, eu não estava no banheiro com um homem - Assenti com a cabeça, era isso então...

- Não aconteceu nada - Me defendi.

- Ele saiu sorrindo de lá - Revirei os olhos.

- Digo novamente, não houve nada - Sua cara de desconfiança doeu em mim - Quer saber, eu vou de Uber - Pego meu celular abrindo o aplicativo.

- Uber nada, você vai comigo e não será para casa - Me puxa.

Sorri, agora sei o quanto ele tem ciúmes de mim... Ah como gosto de te provocar Namjoon...

Continua...


Notas Finais


Jal-ga~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...