História Imagine Namjoon 1 Temp. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts Imagine, Kim Namjoon
Visualizações 3.257
Palavras 600
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Moshi, Moshi Armys :3

Chegamos 100 favoritos muhahaha (cara eu não tou bem)

:3 Bejin da AlienDNeverland <3

Capítulo 15 - 15 - Cap


Namjoon on

Estava esperando os donos da empresa chegarem, claro que ainda tava cedo de mais para chegarem então me sento no sofá imaginando o que faria com S/N, qual punição dar a mesma?

Você sabe muito bem qual tipo de punição, penso, Aquilo que você mais quer nessa noite, sorri por minha própria perversidade.

Jung: Sr. Kim, os empresários chegaram - Disse me despertando.

Namjoon: Obrigado Jung - Digo me levantando - Pegue o melhor vinho para servil-los - Digo e a mesma assente indo para a cozinha.

xXx: Sr. Kim - Disse Jungkook, o dono de uma empresa bem sucedida.

Namjoon: Senhores - Digo para todos que estavam ali - Vamos para minha sala de reuniões - Disse sendo seguido pelos demais até a sala de reunião que ficava perto do meu quarto.

Logo começamos a famosa conversa profissional, como sempre fazíamos quando tínhamos reuniões.

Seokjin: Bem senhores como vimos nesse gráfico, tivemos uma leve decaída - Fala entregando papeis para todos. Analiso bem para ter a absoluta certeza que não estava enganado.

Hoseok: Uma leve decaída, só foi isso nada mais - Fala encarando o mais alto.

Seokjin: Demos a oportunidade para a empresa Song evoluir - Responde.

Namjoon: Não fiquem tão preocupados com isso - Digo recebendo os olharem - Ainda estamos na frente da empresa Song - Falo.

Yoongi: Mas é só bobear que tudo vai pelos ares - Fala convicto.

Jimin: Não iremos fraquejar agora, não é a primeira vez que isso acontece - Ele tinha razão já que varias vezes isso aconteceu, e sempre conseguimos lidar.

Jungkook: Senhores estamos numa batalha entre empresas, é normal as vezes decairmos - Fala.

Namjoon: Vamos mudar de assunto isso já está meio repetitivo - Digo e logo a porta é aberta pelo mordomo que trazia taças e vinho.

Depois de todos estarem servidos com o melhor vinho que existia no estoque, começamos a falar de mulheres. Em como são fáceis de enganar e ainda mais mandar.

Algumas horas depois

Me despedi dos empresários que decidem ir embora. Tinha exagerado um pouco no vinho, mas mesmo assim mantinha um pouco de consciência dos meus atos. Subi as escadas virando para o quarto de S/N, abri a porta fazendo a garota correr até mim e me abraçar. Aquele abraço estava me dando excitação, sentindo a quentura do seu corpo se misturando com a minha era a melhor coisa.

S/N: Pensei que não iria vir - Fala se separando de mim, não a respondo apenas serro os olhos a encarando - Daddy esta tudo bem? - Pergunta, foco em seus lábios e mordo os meus. Queria ataca-los sem mais nem menos, apenas sentir a macies daqueles lábios rosados.

Chego perto da mesma e selo minha boca na dela, fico de olhos abertos vendo a mesma fechar como se fosse muito vergonhoso aquilo. A peguei no colo levando a mesma para cama ficando por cima. Separo meu lábios do seus e vejo ela corar levemente.
Aquilo era tentador, comecei a beijar seu pescoço dando leves sugadas enquanto subia minha mão por seu quadril.

S/N: D-Daddy - Gemeu me despertando.

Parei com o que estava fazendo, aquilo era errado não poderia fazer isso com ela.

Namjoon: Me perdoe - Falo saindo de cima da mesma e sentando na cama - Não sei onde estava com a cabeça - S/N vira para o lado tentando esconder a vergonha que sentia.

Me deitei do seu lado repensando o meu erro.
Não poderia fazer aquilo, ela é apenas uma criança e ainda é minha filha.

ADOTIVA, grita minha mente, u-m-a f-i-l-h-a a-d-o-t-i-v-a, soletrava.

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...