História A Louca do Parque - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags A Louca Do Parque, Bangtan Boys, Bts, Corubelha, Hentai, Imagine Bts, Imagine Kim Namjoon, Imagine Rap Monster, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Namjoon, Kpop, Namjoon, Rap Monster, Rapmom, Rapmon, Suga
Visualizações 203
Palavras 1.815
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cento e dois favoritos? ??????? Pega k7 é agora que eu mato o Shu (meu migo tá, porque o da história tem que viver mais um pouco porque ele ainda tem coisas importantes pra fazer) agora eu vou ali comer batata frita com sorvete e encher a cara de todynho

Capítulo 21 - Provas


Fanfic / Fanfiction A Louca do Parque - Capítulo 21 - Provas

Vitória on. ..

Mesma noite do cap anterior. ..

Chego  em casa sem a mínima vontade de fazer alguma coisa,  então apenas tomo um banho e vou para a cama, olho rapidamente minhas notificações, vejo que tem algumas mensagens do Namjoon,  mas não olhei o que era, apenas ignorei, começo a ler um livro,  mas acabo pegando no sono

Sonho on...

Chego em casa e vejo que a casa aparentemente está vazia,  uma coisa muito esquisita já que vovó deveria estar aqui ou pelo menos Yume,  chamo por elas mas ninguém me responde, então começo a procurar por elas, entro primeiro nas salas,  depois vou para a cozinha onde elas as vezes ficam disputando pra ver quem cozinha melhor, o pensamento me faz sorrir, mas não encontro ninguém, encontro apenas um bilhete da Yume avisando que foi ao supermercado, mas nada da minha avó, vou até o quarto da vovó e a encontro encostada na cama.

Eu- Por que você não me respondeu? A senhora está bem? Sente-se- Falo a ajudando a se sentar

- Essa não foi a educação que te dei mocinha, o que já te falei sobre cumprimentar as pessoas em? - Fala de forma cansada e ofegante, então ela começa a tossir e quando tira as mãos da boca elas estão manchadas de sangue

Eu- O que tá acontecendo com a senhora? - Fala preocupada, e pegando um pano para limpar sua mão

- Coisas de velho,  olha já estou bem - Fala se levantando e tentando disfarçar

Eu- Não,  vó não minta, o que está acontecendo? 

- Nada, eu estou.... - ela não termina sua frase pois começa a tossir e cai no chão inconsciente

Eu- Vó, vó, vó - Falo desesperada tirando os cabelos de seu rosto, ela não responde, vejo que a sangue na sua boca e em seus dedos, verifico seus pulsos mas não sinto nada, fico cada vez mais desesperada, coloco o ouvido sobre seu peito e ouço um leve pulsar...

Sonho off... 

Acordo com os olhos úmidos, esses sonhos sempre me aterrorizam,  eles chegaram a parar por um curto tempo, mais agora eles voltaram,  eles sempre giram em torno da minha avó,  todos muito vivos, mais o mais contante é o do dia que descobri que vovó estava com leucemia, de modo algum eu vou voltar a dormir, do nada eu começo a lembrar dos acontecimentos de ontem de noite,  isso me deixa nervosa, e de certa forma irritada, visto roupas para caminhada e coloco os fones com volume bem alto e vou caminhar, sem um lugar para ir, só preciso me distrair. 

Horas depois. ..

A cena da garota não me sai da cabeça,  eu não entendi nada, até porque que eu saiba Namjoon não é compromissado, a não ser que ele tenha mentido quando eu lhe perguntei, talvez ele só queira deixar o relacionamento deles em segredo,  mas se ele e aquela garota tem alguma coisa por que ele me beijou?, realmente estou desistindo de responder a essa pergunta, e melhor eu não deixar que ele me toque novamente, já tenho problemas demais não preciso de mais um.

Shu- Hey, olha aqui terra chamando Vitória - Fala estalando os dedos em frente ao meu rosto para chamar minha atenção

Eu- O que, o que foi que você falou?

Shu- Se você pode me levar pra casa

Eu- Você tem carro pra quê? 

Shu- Acabei de te explicar que eu estou sem carro

Eu- Não,  não e não, você pode ir dando logo um jeito de ir embora porque eu não vou te levar a lugar algum

Shu- Por favor,  todo mundo aqui parece me odiar, ninguém vai querer me ajudar

Eu- Haaa meu amor isso não é problema meu, se quiser vai embora à pés 

Shu- O que custa você me levar pra casa,  eu moro no caminho da sua casa você nem vai ter que desviar o caminho

Eu- Custa minha paciência e meu tempo

Shu- Por favor,  eu juro que vou me comportar bem - Fala juntando as mãos como se estivesse orando

Eu- Você vai no banco de trás e se falar alguma coisa eu te jogo pela janela

Shu- Deixa só eu pegar as minhas coisas que a gente já vai poder ir 

Eu- Vou contar de um até dez pra você pegar as suas coisas

Eu- Um quatro sete dez, perdeu sua carona - Saio andando para o elevador

Shu- Mas você pulou.. os .. números. . Isso não é justo- Fala correndo pra me alcançar

Eu- A vida não é justa, acho melhor você se apressar se não vai chegar na sua casa só amanhã

Shu- Você vai me levar ou não vai

Eu- Vou, eu só queria ver você se desesperar

Levo Shu até a casa dele, eu realmente falhei em manter ele longe,  mas tudo bem nós podemos ser amigos não é? Sempre fomos,  só ficamos afastados por um tempo, acho que ele já teve sua lição, ele não vai mais me machucar,  tenho certeza. 

Algumas horas depois...

Namjoon mandou novas mensagens, caramba, não me controlo e as abro, ele apenas está perguntando se eu vou ir vê-lo

Mensagens on...

Eu- Desculpa mas não vai dar para mim ir aí - a resposta vem quase que instantaneamente

Nj- Por favor,  preciso conversar com você 

Eu- Chego em meia hora

Mensagens off...

Eu devo ter perdido minha consciência e a minha dignidade por algum lugar, só pode, visto shorts jeans azuis, um moletom vermelho, calço converse pretos e vou pra Bighit, talvez seja melhor eu falar cara a cara com ele e perguntar quem é aquela garota, entro na Bighit e logo que saio do elevador vejo Namjoon conversando com a garota de ontem, ele me vê e vem até mim, tentei me controlar mais não deu, abri um sorriso enorme

Eu- Oi Meowth

Nj- Oi, eu quero te perguntar uma coisa

Eu- Eu também quero te perguntar uma coisa 

Nj- Venha comigo - Fala estendendo a mão para mim eu aceito e ele me puxa pra si, e passando o braço pela minha cintura e descansando a mão em minha barriga, mesmo por baixo do moletom sinto minha pele esquentar sobe seu toque, finalmente chegamos em um quarto onde não tem ninguém, é bonito, deve ser o dormitório dele.

Nj- Sente-se, preciso te perguntar sobre uma coisa do seu caderno que eu ainda não tinha visto

Eu- Eu queria te perguntar sobre uma coisa

Nj- Pode perguntar, eu ainda vou procurar o que eu quero te mostrar - Espera como assim?, eu que fiz tudo que tá nesse caderno como é que ele quer me mostrar algo que está nele?

Eu - Quem é aquela menina que você estava conversando a pouco? - Falo sem rodeios

Nj- Hãmmm, haa, é a Jisoo, ela é uma treinner daqui

Eu- Ata, o que ela é sua? 

Nj- Amiga

Eu- Tens certeza? 

Nj- Sim, ela é só minha amiga, por que? Tá com ciúmes dela - Ele já havia parado de procurar por entre as páginas, agora ele já havia marcado e deixado em cima de uma mesa

Eu- Claro que não

Nj- Tens certeza, acho que você está mentindo - Fala me prendendo no canto do sofá

Eu- Claro que tenho, eu só estava curiosa - Falo aproximando meu rosto do dele

Nj- Seus olhos dizem o contrário - Fala acariciando meu rosto, e fazendo minhas entranhas criarem vida, e a lógica sair pela porta sem mim

Eu- O.. que .. você .. queria me.. mostrar - Falo com dificuldade em me concentrar na minha própria fala

Nj- Nada interessante - Fala se inclinando mais ainda para cima de mim

Eu- Não faz isso - Falo respirando rapidamente

Nj- O que? Isso - Fala me puxando mais ainda pra si e quase encostando nossos lábios, ohhh não baby, esse jogo pode ser jogado por dois, xfecho os olhos rapidamente e me concentro 

Eu- Você não faria, você é muito covarde pra isso - Falo roçando levemente minha boca na sua

Nj- Não me provoca - Fala me forçando contra o sofá, e fazendo meu moletom levantar

Eu- Por que? - Falo abrindo um sorriso perverso

Nj- Porque eu posso fazer você se arrepender 

Eu- Talvez eu goste de correr perigo 

Nj- Você ainda vai se arrepender muito por ter falado isso - Ele sela nossos lábios, e passa as mãos pela minha cintura e me puxa um pouco para cima,  

Sg- Agora eu tenho prova seus safados - Tanto eu quanto Namjoon olhamos rapidamente para a porta, e vemos Suga com o celular na mão

Eu- Eu vou te matar garoto 

Nj- O que você tá fazendo aqui?

Sg- Eu é que te pergunto, eu estava passando no corredor e a Jisoo falou que você estava me chamando

Nj- Ela deve ter se enganado, agora você pode dar um pouco de privacidade para nós

Sg- Claro - Ele some pela porta mais logo volta - Usem proteção, tá ok? Vee deve ficar horrorosa com a barriga grande - Pego uma almofada e jogo nele, mas ele sai antes que ela o acerte, faço bico

Nj- Onde é que a gente estava?

Eu- Na parte que você ia aquietar esse seu fogo e me mostrar sabe se lá o que - Falo emburrada, poxa vida Suga acabou com a minha empolgação

Nj- acho que não era não

Eu- Era sim, e me mostra logo o que era

Nj- Tá bom, era isso aqui -Fala apontando para a letra de uma música que eu havia escrito:

"Você é meu ponto fraco 

Quando foi que eu me tornei tão fraca?


Quando eu te vejo meu mundo ganha cor

O sol brilha, os pássaros cantam

Eu saio da linha

Meu corpo chama por você

mas você não responde


Estou Sedenta, sedenta, sedenta por você

Viciada,  viciada, viciada em você


Você é o ar que respiro

Você é dono do meu coração e da minha alma

Você é meu sol e a minha lua

Minha luz no fim do túnel

Meu ritmo, minha música


Chamo por você mas você não escuta

Te toco mas você parece não sentir

Você parece não me ver

Isso me deixa louca, louca


Quando eu me tornei tão fraca?

Quando eu me tornei tão fraca?


Estou morrendo me salve

Ilumine esse meu caminho escuro

Seja meu sol e me tire dessa noite perpétua

Encha meus pulmões com seu cheiro

Minha boca com seu gosto

Meu coração com o seu calor

Preencha as minhas fissuras

Deixe que eu me perca em você


Quando me tornei tão fraco? 

Quando eu me tornei tão dependente de você? 

Quando me tornei tão fraca?

Quando você se tornou o meu mundo?

Quando me tornei tão fraca?


Por favor seja minha amigo

Meu namorado, Meu esposo

Seja o meu mundo

Venha me regatar desse inferno"

Nj- Foi você que escreveu? 

Eu - Sim, eu escrevi essa música a pedido da minha prima

Nj- Você fez a batida? 

Eu- Não

Nj-Posso usar ela?

Eu- Acho melhor não, você pode fazer a batida e essas coisas, mais por favor não canta ela em público

Nj- Ok

Eu- Eu tô com sono, acho melhor eu ir pra minha casa

Nj- Por favor fica

Eu- Só se você deixar eu dormir com você

Nj- Não sei se vou deixar você dormir

Eu- Palhaço

Nj- Por favor dorme aqui

Eu- Tchau baby, já tô indo pra minha casa - Não espero resposta apenas vou embora, talvez eu não recuse a oferta se ela for feita de novo. ..




Notas Finais


Por que a TV se chama TV sendo que ela não TV, e sim a gente que vê a TV

A música tá bem bosta, mas prometo que eu vou tentar fazer uma bem legal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...