História Imagine Rap Monster Bts - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hentai, Imagine Bts, Imagine Kim Namjoon, Imagine Rap Monster, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Namjoon, Kpop, Namjoon, Rap Monster, Rapmom, Rapmon, Suga
Visualizações 73
Palavras 2.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Vocês devem estar se perguntando "Que diabos de título e esse?" Bom a resposta é título nenhum, é que eu tô sem criatividade para fazer um título (Se bem que eu nunca tenho) então depois lá nos comentários vocês colocam um exemplo de nome pra esse cap ok?
Haaaa e na disputa lá do Cute ou Hot, a ingenuidade da minha Filha Maknae_noKpop deixou ela e a demônia da Joana votou 11 vezes no Hot, ou seja o Hot está com uma pequena vantagem

Capítulo 21 - ***************


Vitória on...

Dia da volta do Namjoon... 

Acordo com vontade de ficar deitada o dia todo, mais eu tenho coisas a fazer, levanto e faço minhas higienes matinais,  desço quando olho para a sala de jantar, Yume está sentada em uma das cadeiras, ultimamente ela está um pouco apática mas parece que ela está bem feliz hoje,

Eu- Bom dia - Resmungo com a voz rouca

Ym- Bom dia, como está se sentindo hoje? - Fala com a voz alegre

Eu- Bem e você? - Falo de forma distante

Ym- Estou bem, porque você tá de tanto mau humor? - Fala com a voz curiosa

Eu- Eu quase sempre acordo de mau humor e também eu não tenho nenhum motivo para estar de bom humor - Falo indiferente

Ym- Achei que você ficaria feliz por o seu amigo estar voltando - Fala um pouco emburrada

Eu-Que amigo?

Ym- O Namjoon

Eu-O que? Eu não acredito que esqueci disso, o Meowth está voltando hoje -Abro um sorriso bobo

Ym- Eu queria saber a mágica desse garoto - Susurra baixo para si

Eu- Ashhh pior que eu acho que não vou ter tempo de ir ver ele -Falo fazendo uma carinha triste

Ym- Vai de noite - Fala

Eu- Isso mesmo, que eu saiba eu não tenho que fazer nada de noite ou tenho?

Ym- Agora que eu me lembrei você não ia na casa do seu irmão? 

Eu- Não, ele disse que vai jantar com a Myuk, ele praticamente disse que se eu aparecer lá hoje ele vai me matar, acho que finalmente ele vai parar de enrolar ela

Ym- Acho que é de família essa história de ficar iludindo os outros

Eu- Vou ignorar isso ok? Então eu vou poder ir ver o Meowth hoje de noite lá na Bighit

Ym- Você já foi lá?

 Eu- Não, mas eu já passei lá na frente...quer dizer eu acho - Falo meio indecisa

Ym- Liga pra ele quando você for, eu não vou ir te buscar se você se perder

Eu- Eu não vou me perder - Falo emburrada

Ym- Você vive se perdendo por ai você só sabe o caminho da casa do Kelvyn e o da empresa

Eu- Não exagera,  eu só me perdi uma vez

Ym- Tem certeza?- Fala me desafiando

Eu- Talvez duas

Ym- Você se perde pelo menos uma vez por semana

Eu- Mas eu moro aqui a apenas quatro meses e meio e você cresceu aqui.

Ym- Você fazia a mesma coisa no Brasil

Eu- Tá bom eu vou ligar pra ele - Falo desistindo de discutir com ela

Ym- Eu vou viajar hoje de tarde

Eu- Você vai o que?

Ym- Viajar, quer que eu soletre? V-I-A...

Eu- Mas quem te deu permissão para viajar?

Ym - Você a duas semanas atrás, não vai me dizer que esqueceu que eu entro de férias amanhã- Puta merda eu tô muito lascada como foi que eu me esqueci disso?

Eu- C-claro...que ...não...I-imagina claro.. que eu lembrava

Ym- Não minta

Eu- Tá bom eu realmente esqueci mas pode ir viajar você vai querer algum dinheiro?

Ym - Você também já me deu dinheiro, falei pra você não tomar aqueles remédios você fica abobalhada quando toma eles

Eu- Você queria o que? aquilo é sonífero

Ym- Prometa que não vai toma-los enquanto eu estiver fora

Eu- Eu preciso deles... - se não os pesadelos vem

Ym- Prometa

Eu- Prometo

Ym- Assim tá melhor

Eu- Vai ir ver sua irmã?

Ym - Hãmmm. ..é. ..Sim eu vou ir visitar minha irmã... Pirralha você não está atrasada pro trabalho não?

Eu- Não, Acho que não - ligo a tela do celular que indica ser 8:57 am , arregalo os olhos

Eu- Aiii Caramba eu tô super atrasada, arruma minha bolsa - Grito para ela enquanto eu corro para o meu quarto, escovo os dentes às pressas, pego minha jaqueta e saio correndo lá para baixo.

Eu- Aii Jesus desse jeito eu vou chegar na hora de ir embora- Falo pulando em um pé só enquanto eu calço as minhas botas que vão a altura do tornozelo

Ym- Toma as suas chaves e a sua bolsa,  e para de exagerar você só tá atrasada

Eu- Tô sem tempo para discutir, tchau velha até mais tarde - Falo amarrando os cadarços da outra bota e indo em direção a porta

Ym- Até mais tarde- Fala beijando minha bochecha

Minutos depois ...

Entro na empresa correndo,  a recepcionista me dá bom dia sorrindo por toda a minha confusão enquanto eu entro no elevador que parece ter resolvido ir mais devagar hoje, assim que o as portas do elevador se abrem vou correndo pra minha sala, tento abrir a porta mas a porcaria da porta não abre.

Vitória off..

Shu on...

Minha bonequinha ainda não chegou,  estou com um pouco sonolento e com fome, por isso vou até um café que tem na frente da empresa,peço um café expresso para a moça do café, me sento em um dos bancos do balcão enquanto espero, fico olhando para fora, vejo Vitória chegar correndo toda atrapalhada, cerca de dois minutos depois pego meu café e vou para dentro da empresa, entro no elevador, ao menos eu tive algum progresso nesse tempo que estou trabalhando aqui, agora Vitória ao menos olha pra mim e me dá resposta menos grossas,  saio do elevador e cruzo o corredor vejo que a minha bonequinha está lutando com a porta e resmungando.

Vee- Abre porcaria, vamos,  abre- fala em um tom baixo e agressivo, ela está puxando a porta e dando leves chutes, sorrio, como sempre não presta atenção nas coisas, me aproximo dela.

Eu- Quando a gente tá do lado de fora da sala a gente empurra e não puxa,  olha só a mágica Srta. Super atrasada- Falo abrindo a porta para ela

Vee- Cala boca,  eu já sabia disso desde o começo - Apesar de estar com o rosto parcialmente inexpresivel e possível ver um sorriso que ameaça sugir

Eu- Sei, por isso que você estava lutando com a porta não é?

Vee- Haaa não me provoca,  vamos logo trabalhar - Fala sorrindo, esse sorriso é pra mim? Talvez as coisas estejam indo melhor do que eu imaginava.

Shu off...

Vitória on...

Horas depois. ..

O dia foi ótimo tudo parecia estar colorido e cheio de vida, mas finalmente a hora que eu tanto aguardava chegou, estaciono um pouco longe do prédio da Bighit, acho que entrei em umas duas ruas erradas antes de encontrar a Bighit, faço o resto do trajeto a pé, felizmente está fazendo 25 C° já que é verão, entro no prédio e falo para recepcionista que eu queria ver o Namjoon e para minha surpresa ela disse que já me aguardava,  ela diz que é para eu ir para uma das salas,  digo-lhe obrigada e vou para a sala,   assim que entro vejo os meninos sentados juntos esticados e com os pés apoiados em uma mesa, vou até eles.

Eu- Oi meninos - falo me sentando ao lado do Suga

Mns- Oi - Todos falam exceto eu, passo os olhos por eles e percebo que Namjoon não está aqui

Eu- Onde o Namjoon está?

Jh- No quarto dele,  daqui a pouco ele chega

Eu- Hummm, e como vocês estão?

Jh/J/Jk/Th- Bem

Jm- Melhor agora

Sg- Vivos - Resmunga

Eu- Mas parece que nem todos estão - Falo para o Suga

Sg- Verdade, você não parece estar

Eu- Falou o zumbi de the walking dead

Sg- Você parece um fantasma

Jh- Vocês se adoram não é?

Eu- Sim,  eu adoro ele - Falo apertando a bochecha do Suga deixando uma marca avermelhada

Sg- Eu também te adoro, principalmente essa sua boca quando ela tá fechada - Fala apertando o canto da minha boca com força

Jm- Se eu fosse você não fazia isso se o Rapmon ver ele vai quebrar a sua mão e não vai ser por acidente - Reviro os olhos

Eu- Aiiiiiiiii agora minha boca tá doendo - Falo dando um leve empurrão no Suga

Nj- Por que sua boca tá doendo? - Fala entrando na sala

Eu- Oi Meowth - Falo pulando em seu pescoço e ficando nas pontas dos pés

Nj-Oi - Fala passando as mãos pela minhas cintura e me levantando e eu entrelaço minhas pernas nele

Eu- Estava com saudades de você - Falo beijando sua bochecha

Nj- Também estava com saudades de você - Fala sorrindo para mim

Eu- Senti falta do seu cheiro- Falo em um tom baixo para apenas ele escutar e passando o nariz por seus cabelos

Nj- Eu tô com saudades da sua boca - Fala beijando minha bochecha bem perto da boca que audácia é essa ?

Sg- Eii seus pervertidos tem crianças aqui- Fala apontando para o Jungkook

Eu- Querido a criança aqui sou eu esqueceu que o Kookie é mais velho que eu - Falo me soltando do Namjoon

Eu- Você amassou as minhas roupas - Falo para o Namjoon e ajeitando minha jaqueta

Nj- Você não me disse porquê sua boca estava doendo - Fala enquanto nos sentamos um ao lado do outro

Eu- O Suga machucou minha boca - Namjoon dá um olhar frio para o Suga

Eu- Não é como você está pensando,  essa peste apertou a minha boca

Nj- Por que ele apertou a sua boca?  - Fala sorrindo

Eu- Porque ele é chato

Sg- Conheço uma pessoa que além de ser chata é irritante

Eu- Eu também te amo - Falo fazendo um coração com os dedos

Sg- Que se foda

Eu- Ashh vou nem perder meu tempo com você- Falo dando as costas para ele

Nj - Você gosta de provocar

Eu- Sou inocente

Nj- Totalmente - Apoio minha cabeça no ombro dele

Eu- Affs falando assim parece até que eu sou a única que fica implicando com ele

Nj- Mas você é a que mais provoca

Eu- Melhor deixar isso de lado

Nj- Onde está seu celular?

Eu - Aqui - Falo tirando o celular do bolso

Nj- Me dá ele aqui, por favor

Eu- Pra quê?

Nj-Sei lá, quero mexer no seu celular, e também garantir aue você não fuga

Eu- Não tem nada de interessante e eu não vou fugir

Nj- Então você não vai se importar se eu dar uma olhada não é?

Eu - Não,  desde que você não mexa nas minhas mensagens - Falo digitando a senha, ele começa a mexer nas minhas músicas depois nas fotos, depois de um tempo ele me pregunta

Nj- Quem é esse garoto?  - Fala apontando para uma foto minha e do Shu com os olhos vesgos e fazendo careta, nos eramos bem mais jovens,sinceramente eu não tinha apagado a foto porque eu ainda tinha esperança do meu amigo de infância voltasse a ser o que era, mesmo que eu estivesse fria com ele.

Eu- Um... hãmmm... amigo do... é ...trabalho -Falo um pouco atrapalhada

Nj- Amigo do trabalho?

Eu - Amigo de...infância

Nj- Amigo de infância? - Esse garoto por acaso é da Interpol

Eu- Ele é o meu ex-namorado,  e trabalha aqui comigo

Nj- Você trabalha com o seu ex? - Fala com um tipo de emoção complexa na voz

Eu - Sim, e não tem nada demais nisso

Nj- É não tem nada demais. Posso saber porque vocês terminaram?

Eu - Vamos deixar isso pra lá,  não estou no clima de lembrar do passado

Nj- Então tá, quer assistir algo? - Fala parecendo esquecer o assunto

Eu - Não, além do mais os meninos estão assistindo

Sg- Ela tem o mínimo de educação

Eu- Jinnie você é uma péssima omma, esse garoto é muito mal criado

J- Estou deserdando ele agora

Eu- Vou ficar no lugar dele

Jm-Você não pode

Eu- Por que não?

Jm- Porque incesto é crime

Eu- Mas Chimchim quem tá falando que vai rolar incesto aqui?

Jm- É só olhar para você e pro Rapmon - Só então eu me dei conta que o Namjoon estáva com o braço em volta da minha cintura e eu praticamente sentada no colo dele

Eu- Nada ver, ele só está com a mão na minha cintura

Sg - Ele também já te beijou

Jh/ Jimin- É o que?

Eu- Ash foi só um beijo

Nj- Foi por acidente - Que mentira mas deslavada, Jesus Cristo

Sg- Mentira,  o Rapmon estava quase sugando a alma dela pela boca

Eu- Cala boca peste

Jk- Porque vocês não contaram que estão juntos?

Eu - Kookie amor não contamos porque não estamos juntos

Jm- É só questão de tempo

Th- Vocês estão juntos ou não? eu buggei aqui

Eu- Não Tae não estamos juntos

Jm -Para de fazer bico doce

Eu- Meowth ajuda aqui

J- Ownnnt tem até apelido - Reviro os olhos

Nj - Foi só dois beijos - Levo a mão até a testa já tava difícil por causa de um beijo agora ele vem e diz que foi dois, a pessoa tinha dito que tinha sido por acidente

Sg- Tá vendo eu tô certo

Eu- É incrível como a pessoa é tão irritante

Sg- Meu sentimento é mútuo ao seu

Eu- Meowth acho melhor eu ir antes que eu jogue esse garoto pela janela- Ouço os meninos riem

Nj - Não vai

Eu- É sério eu tenho que ir,  Yume ne abandonou e eu estou sozinha em casa

Jm- Leva o Rapmon pra fazer companhia pra você

Eu- Vai dormir vai, deixa eu e o Meowth conversa

Jm- Vocês são muito lentos,  vamos parem com a palhaçada e se peguem logo

Eu- Sério Jinnie você é uma péssima omma, o que você anda ensinando para os seus filhos em?

J- Eles aprendem sozinhos gatinha

Nj- Do que você chamou ela?

J- De filinha- Sorrio e depois vou e beijo a bochecha de todos exceto do Suga e do Namjoon, eu até ia dar um beijo no Suga mas quando eu ia chegando perto dele ela abriu um sorriso perverso e arrogante,  e não o beijei para não dá o gosto da vitória

Sg-Ei retardada você não vai se despedir de mim não? - O ignoro

Eu- Prometo vir aqui quando puder ok? - Falo passando o braço pela cintura do Namjoon

Nj- Está bem,  sabe a Bighit vai está fazendo uma festa promete que vem

Eu - Não,  não posso

Nj- por favor

Eu- Vou fazer um esforço para ir- Falo encostando minha cabeça em seu peito

Eu- Eu já vou,  não venha comigo,  não quero arriscar que me vejam com você - Mas eu me lembro do Suga e vou até ele e beijo sua bochecha e belisco o canto da sua boca com força e saio as pressas para fora da sala

Sg- Sua demônia eu devia saber, isso vai ter vingança- ouço ele falar enquanto saio, e Namjoon vem comigo até a porta

Eu-Tchau Meowth,  pena que eu não posso ficar mais

Nj- Não pode ou não quer?

Eu - Não posso, tchau até amanhã

Nj- Você vem aqui amanhã?

Eu - Talvez, sei lá

Nj- Vou te esperar

Eu- Agora TCHAU - Ele se enclina até mim, quase me perco no cheiro dele, mas a lógica vence, eu não vou me arriscar que alguém nos veja

Eu- Aqui não, em outro lugar talvez - Falo pondo as mãos em seus lábios

Nj- Chata

Eu- Amor esqueceu que somos amigos

Nj- Então agora eu tô afim de ficar com você - Fala me puxando e ficando a centímetros da minha boca lógica?  Razão?  O que e que são essas coisas?

Eu- Não sei o que ia dizer, mais eu não estou com vontade de ter um monte de garotas no meu pé agora -Falo respirando com dificuldade

Nj- Ninguém vai ver - fala selandonossos lábios, e eu escolho me jogar nesse abismo, o beijo e necessitado e feroz, sua língua pede passagem e eu cedo, é como se milhões de fogos de artifícios estivessem explodindo na minha cabeça,  só existe eu e ele, ele e eu, tudo some e deixa de ser importante, tudo se concentra na nossa ligação,  mas a falta de ar se faz presente e nos separamos

 Eu - Você. tem. que. parar.  Com.  isso. - Falo um pouco ofegante, eu poderia ter continuado o meu sermão mas Namjoon selou nossos lábios novamente e eu perdi a linha de raciocínio

Eu -Senti sua falta,  gostaria de te mostrar o quanto - falo me soltando dele- mas eu tenho que ir pra casa.

Nj -Tchau, até amanhã

Eu- Até amanhã - Aceno para ele e vou caminhando para fora até que eu vejo uma menina vindo até mim rapidamente, acho que eu já a vi antes

?? - Olha eu vi você e o Namjoon,  só vou te avisar uma coisa,  Fica. Longe. Dele., está me ouvindo? Isso é pro seu bem. - Ela fala isso e vai embora tão rápido quanto veio, e me deixando um pouco confusa...


Notas Finais


Era uma noite, quase 10 horas, quando o surdo escutou o mudo dizer que o cego viu o aleijado correr atrás de um carro parado, e ali perto, a 200km, em um dia frio de 45 graus em aue o sol iluminava a pálida noite, uma velha de 15 anos deitada num banco de pedra feito de madeira, dizia calada que preferia morrer que perder a vida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...