História 《Imagine SeHun》The Angel Who Fell From The Sky♡ - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang, EXO
Personagens Chanyeol, G-Dragon, Sehun, Suho, T.O.P, Tao
Tags Big Bang, Bts, Exo, Imagine Exo, Imagine Sehun, Sehun
Visualizações 307
Palavras 1.965
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


N sei se o Hentai ta bom. Ta bom q eu sei🌚🌝🌚🌝🌚🌝🌚🌝🌚🌝🌚🌝🌚
Me desculpem pelos erros ortográficos e boa leitura.

Capítulo 5 - Um doce de Lemon... Epa! Está bem quente aqui. ~Hot~


Fanfic / Fanfiction 《Imagine SeHun》The Angel Who Fell From The Sky♡ - Capítulo 5 - Um doce de Lemon... Epa! Está bem quente aqui. ~Hot~

A 22 horas.

Sehun não aguentava mais toda aquela seninha. Ele queria de uma só vez a mulher do pecado para si.

Murmurava coisas inapropriadas em enoquiano. Descontroladamente batia teus dedos sob a mesa do escritório de _________, observando a mesma ler alguns arquivos. 

Ele estava sentado apreciando a garota. Apreciando teus decotes. 

Mordeu o lábio inferior jogando sua cabeça para trás.

- Mais de hoje você não passa! - Se levantou da cadeira e assim seguiu a garota.

Ele a seguia vindo do trabalho, mais quando ela andava próxima de casa, surgiu a ideia de a levar para "um passeio".

Já no quarto de hóspedes da casa de Hae Sook, Sehun tentava controlar teu lado obscuro. Mais não... 

Um sorriso ladino se fez presente sobre o rosto do maior.

Beijaram-se. Ele retirou com brutalidade a camiseta social da cor vinho a qual ________ usava. Deixando seu sutiã preto exposto.

- Sehun para! - ela tentou se soltar, mais dessa vez, ele pegou uma corda e a puchou. Amarrou teus punhos sob a cama, assim a deixando impossibilitada de tentar se soltar ou fugir dali.

- Por quê não fica quieta? - perguntou retirando sua camiseta a espera de uma resposta da garota, mais ela nada disse, apenas o observava.

Ele sorriu. 

Se aproximou de ________ já a puxando pela cintura. 

- Ah, mais parece que você faz isso propositalmente... - sussurrou junto aos beijos e carícias sob teu pescoço. 

- Mais eu não fiz nada... - retrucou a garota já sentindo arrepios. Ah é claro que ela queria se deitar com o anjo. Mais tinha um breve peso na consciência. Sorriu ao sentir as mãos do maior sob teus seios os chocando e pertando. O pescoço da garota ficaria manchado por um bom tempo, e isso seria prejudicial à ela.

- Ah não fez...? 

Soltou a garota.

- Retire suas roupas lentamente.

Ele a observava se levantando. Um suspiro aliviado saiu de ________. Ela retirou tuas roupas lentamente, observando Sehun a acédiando. 

Ele a observava com desejo, estava prestes a explodir.

Mordeu o lábio levando sua mão a seu membro já ereto. 

Examinou aquela pele lisa e macia sem arranhão algum. 

A garota se despiu por completo. Foi em direção de seu 'amante', já reparando toda a sua excitação.

- Está vendo? E ainda diz que não fez nada... 

Ela sorriu com o que causou ao homem. 

Ele a puchou fazendo com que ela caísse na cama com brutalidade. Abocanhou teus mamilos e os chupou, trazendo arrepios a S/n. 

Ele levou sua mão direita sobre a intimidade da garota fazendo lentos e circulares movimentos sob teu clítoris o estimulando. S/n jogou sua cabeça para trás gemendo coisas desconexas. Ele adentrou dois dedos na vagina da garota que assim gemeu.

Ela já estava lubrificada, não tinha problema algum em machucar tua parceira. 

Ele a estocou estimulando teu ponto G, fazendo a garota estremecer. Ela sentia fortes ondas de prazer. Sehun retirou seus dedos de dentro da vagina de S/n & assim os lambendo. Ele levou teus lábios até o clítoris da garota, assim fazendo movimentos lentros a chupando, deixava algumas marcas, o que para _________ eram de tamanho prazer. Ela morde o lábio inferior assim sorrindo e mais palavras desconexas saiam de sua boca.

- Você é bem safadinha hen S/n...

Ele sorriu e direcionou teus olhos a ________ que ao olhar para si, percebeu que SeHun estava diferente... Seus olhos estavam vermelhos como aos de um demônio. 

A garota assim se assustou,  afastou-se um pouco dele, mais, ele vinha atrás.

- O quê aconteceu? - perguntou sorrindo sacana. - Está com medo de mim? É isso? - retrucou gargalhando por dentro. - Ah... Pobre S/n... 

Retirou seu membro já prestes a explodir de tesão; de dentro de sua box o acariciando. 

S/n foi automaticamente o ajudar com aquilo. Ela estava com medo de Sehun, mais não conseguia tomar controle de seu corpo. Era como se ele a controlasse. 

- Sehun o que você está fazendo?

- Como eu disse, você vai fazer isso por bem, ou por mal!

A garota acariciou o membro do maior roçando a glande de Sehun sob teus lábios, mais não adentrava, ela queria brincar um pouco.

- Garota... Está de brincadeira comigo? - Revirou os olhos. - Ah, mais como eu quero feder essa tua bocetinha...

Ela adentrou o membro de Sehun sob sua boca, fazendo movimentos de vai e vem. Ele é um homem normal, começa a estocar rapidamente a boca de _______. Sentindo o prazer carnal, Sehun gemia coisas desconhecidas pela humanidade.

Ela masturbava a parte em que não cabia e de vez em quando apertava seus testículos. 

- Oh porra... - gemeu arrastado. Ele estava prestes a gozar, mais então retirou seu membro da boca de S/n. - Fica de quatro. Falou retirando sua calça. 

S/n revirou os olhos e sorriu. Ficou na posição de quatro, expondo-se por completo para Sehun.

O mesmo roçou tua glande sob as entradas da garota, causando-lhe arrepios e estimulando tuas partes íntimas.

- Sehun, ande logo com isso!

Adentrou S/n lentamente esperando a garota acostumar-se com seu pênis. Para SeHun _______ estava apertada demais. Mais para S/n, Sehun tinha um pau mais grande que sei lá o que. Ele esperou a garota acostumar-se para em fim fazer teus movimentos eróticos.

Ambos gemeram. Sehun estocava lentamente a garota. Ela não era mais pura e isso o facilitava em algumas partes.

Ele estocava a garota fortemente, levando-a a loucura. 

Ambos gemiam coisas desconexas e sem sentido. Ele dava tapas na bunca da garota, deixando marcas. 

Sehun almentou o ritmo das estocadas, trazendo sensações de puro prazer a tua parceira. O orgasmo de ambos estava próximo, então ele decidiu ser mais lento, para assim durar mais a foda.

- Ah... - S/n gemeu ao sentir Sehun retirar seu pênis de dentro de si e a virar de frente, ambos se encararam. - Isso é tão errado... - comentou sorrindo, já sentindo o homem adentrando seu pênis sobre tua vagina lubrificada.

Ele foi rápido com os movimentos, trazendo sensações excitantes para ambos. Ele almentava o ritmo das estocadas, atingindo o ponto G da garota. Eram fortes e agressivas as estocadas, do jeito que ela gostava.

Sentiram o orgasmo se aproximar, então, ele acelerou o ritmo, trazendo ondas de prazer a S/n. Alguns segundos depois de sentir as paredes da garota o fechando, ele orgasmou dentro dela.

S/n sentia o líquido quente de Sehun sob tua vagina. Ele retirou seu membro de dentro da garota, roçando e espalhando mais gozo sob teu clítoris.

Ambos estavam ofegantes e assim se aconchegaram na cama.

- Isso foi bem errado... 

- Tudo o que é errado, é sempre mais gostoso. - sussurrou mordendo o lóbulo do ouvido de _________.

Passou sua mão sob a cintura da menor, que adormeceu devido ao cansaço, mais ele ainda sim estava acordado. Olhava para o nada mordendo levemente o ombro esquerdo da mulher enquanto dormia.

- Ah... O que eu fiz? - se perguntou referindo-se ao que ele havia acabo de criar.

Conseguia ouvir mais alguma pessoa se formando por dentro da garota. Sabia muito bem que aquilo seria prejudicial tanto a ele quanto a ela e ao bebê.

Sabia muito bem que eles iriam vir atrás e talvez matariam uma grávida para evitar coisas ruins.

- Mais o meu filho não é uma coisa ruim... - Repensou. - Ele vai ser muito poderoso...  Vai... Ele vai ser sim. - sorriu maligno. 

Flashbak

Sehun caminhava pelos corredores, até ouvir uma conversa um tanto intereçante vinda do jardim a onde se encontravam Gabriel e o velho Wook:

- Sabemos que o SeHun não é um Anjo como a todos nós! Não podemos deixar ele aqui! 

- Ele tem seus modos Gabriel. Não podemos fazer nada. E pare com isso, pensas que não sei que você quer o expulsar, assim como fez com Jong-In, LuHan e Chanyeol? Isso é um ato de humilhação. Não vou deixar com que aconteça! - Sehun arregalou os olhos ficando trêmulo no mesmo instante.

- A mãe dele pode ser anjo, mais o pai... Ah esse demônio devia estar morto! Sabemos que um dia o Sehun vai se rebelar contra nós! Ele tem teus desejos carnais também senhor! Ele é fruto do diabo! Não pode permanecer junto a nós! - Sem segurar, Sehun deixou algumas pedrinhas a quais segurava cair no chão, trazendo a atenção dos dois a si.

- SeHun?! O que faz aqui? 

- A-ah... E-eu... O-olha...

- Senhor ele escutava tudo! Ele faz isso diariamente! Isso é mais um motivo para a expulsão! 

- O o quê?  - Sehun caminhava com lentos passos para trás. - N-não é isso... 

- SEHUN NÃO É UMA CRIATURA DE DEUS! - Gritou Gabriel atraindo a atenção de alguns Anjos a qual caminhava. Sehun tentou correr, mais ele o segurou.

Flashbak off. 

- O Gabriel vai pagar por isso... Vai pagar por essa humilhação. Eu não sabia de nada, não fazia ideia...

- Amor, você está falando de que? - perguntou a garota sonolente se virando.

- Eu vou mandar aquele anjo pro inferno. - pronunciou já com as aveias pulsando. Ela viu teus olhos da cor vermelha de tanto ódio

- Sehun você está bem? 

- Ah você não intende.

- Como assim? - ele ficou parado olhando para o nada, então decidiu olhar para ela:

- ________, pegue as tuas coisas e vá embora.

- O quê? 

- Ande! Pegue teus pertenses e vá para outro país. Tente se esconder!

- Mais por quê? 

- _______ você está grávida, e a criança que está dentro de você precisa sobreviver. Agora você precisa partir!

- Não! Eu não estou grávida do Ji-yong! 

- Aish... - revirou os olhos. - Você está grávida e eu sou o pai. Eu ouso a criança! Mais sabe os anjos? Eles não entendem que ela é uma criança inofensiva - mentiu - e vão tentar mata-la.

- Quê? Sehun eu não posso ficar grávida!  - ele revirou os olhos.

- Você já está.

- Eu tenho um marido! Não posso ir embora assm! Se isso for verdaEstá maluca? de eu... Eu... Eu vou abortar está criança! 

- O quê? Está maluca?

- Não! Estou tendo consciência de meus atos!

Sehun se enfureceu com aquilo.

- Ah mulher... Você vai ter o meu filho, querendo ou não! Agora trate de se esconder se quiser sobreviver! Não intendo como você pode querer abortar uma criança indefesa... 

- ...

- ________ eu sei que é difícil, mais eu te amo. 

Texas.

 9:00

- Então você vai permanecer aqui?

- Sim. Eu não vou embora. 

- Escute... Pode ouvir o Neflin na barriga da mãe? 

- Sim Chanyeol, eu posso. 

- Está pior do que a Amara... 

- Amara não fez com um demônio, e sim com um anjo. É óbvio que está pior. Sehun é demônio.

- Ele não é demônio. Ele é anjo também! Eu sei disso Kai!

- Aish... Vocês dois são bem chatos hen...

- Oh olha só que está aqui... Iae papai, como anda a vida? - Chanyeol o perguntou.

- Está ótima. - Eles olharam para os olhos de Sehun.

- E depois você ainda acha que ele é um anjo? - pronunciou Kai.

- É Sehun... Você ta bem ferrado.

- Vocês estão com inveja! Não tem um Neflin e usam qualquer coisa para tentar me atingir...

- Não é bem assim. - LuHan saiu do inferno. - Os filhis do Kai são puros. Já o teu...

- Já pensou pra onde vai? 

- Não Chanyeol, eu não sei ainda...

- Escutem! - LuHan chamou a atenção. - Ele não é formado, mais já podemos escutar os pensamentos do bebê.

- Ele vai matar a mãe... 

- Aish parem com isso! 

- Sehun você está se recusando a escutar a verdade?! - perguntou LuHan

- Não! Essa não é a verdade.

- E qual seria? - Kai se manifesta.

- A verdade é que; meu filho vai matar cada um de vocês. Um por um. - sorriu malignamente.

- Ha, está louco?

- Osso por osso, até que a carne viva apodreça. 

- Sua criação não é de Deus!

- Ah... Eles diziam que eu também não era de Deus!

Continua...


Notas Finais


Eu volto dentro de 3 dias ou menos🌚
Vou comer minha amiga Carol 2.0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...