História (Imagine Suga) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga, V
Exibições 116
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas passando pra avisar que o próximo imagine vai ser do joão biscoito <3
Então se eu demorar muito pra postar e por que semana de provas...E vou focar um pouco mais nos estudos mas assim que passar voltarei a postar regularmente ok? Ok.

Capítulo 2 - Capítulo Único.2


Fanfic / Fanfiction (Imagine Suga) - Capítulo 2 - Capítulo Único.2

                                                                                           [Lenny on]

Estávamos no carro e depois paramos em frente a um park, muito bonito.

-Nossa aqui e lindo!

-Você gostou?-Diz me abrindo a porta.

-Sim, ainda não conhecia esse lugar.-Digo rodando de olhos fechados, acabei tropeçando em uma pedra e quase cai mas ele me segurou, não foi como nos clichés que eles olham no olho um do outro e se apaixonam mas sim, estilo Lenny, estilo destruição, mesmo me segurando ele pisou de mau jeito e caímos os dois, rimos muito mesmo e ainda no chão ficamos olhando o céu, fazendo formas e conversando nós conhecendo melhor e por mais que eu tentasse não conseguia me acostumar a voz dele era muito grave.

-Por que me trouxe aqui?-Disse sentando na grama e arrumando o vestido.

-Eu vinha aqui quando era criança...-Disse tomando um ar triste e fechando os olhos.

-O que houve?

-Nada...-Disse abrindo os olhos e apoiando seu corpo pelos braços.

-Como você disse pode contar comigo.-Disse passando a mão na sua cabeça rapidamente.

-Estávamos eu e meu irmão aqui eu era uma criança quando houve aquele tiroteio...Em que várias pessoas morreram, quando começaram os tiros ele me escondeu no banheiro público mas eu não queria deixar ele sozinho la fora então quando eu ia abrir a porta o vi cercado de homens, eles batiam nele muito mesmo quando um sacou uma arma e atirou nele...Mais de uma vez.-O vejo deixar algumas lágrimas escapar, não sabia que ele estava neste ataque tão brutal, eramos apenas crianças mas aquilo ficou gravado na mente de qualquer um.

-Sinto muito...-Depois de saber disso, era a única coisa que eu podia dizer.

-Não sinta, Não e como se eu não ficasse triste as vezes mas...Gosto de lembra-lo apenas como pessoa meiga, carinhosa, e atenciosa que era meu irmão Jin.-Pera...Ele disse Jin? Ok deixa eu ver, não pode ser o mesmo Jin Que eu cresci ouvindo ser um traficante das redondezas, e o quanto meus pais ficaram aliviados em saber que ele havia morrido, não pode mesmo, deve ser coincidência.

-Então você estava acompanhado na festa?-Digo tentando me livrar daquele assunto.

-Sim mas para falar a verdade nem a conheço direito o nome dela e Jaqueline.-Ela sumiu e eu não me preocupei em procura-la.-Aquela vadia, como pode deixar um cara como esse sozinho? Só pode ser burra.-E eu nem perguntei se você estava acompanhada.-Diz coçando a nuca.-Estava?

-Sim mas...Ele resolveu ficar ao lado de outra pessoa.-Digo abaixando a cabeça ao lembrar do beijo que vi.

-Que tonto deve ser um idiota.-Realmente ele estava sendo visto como um otário agora por mim.

-Você deu os parabéns aos noivos antes de sairmos?-Digo lhe olhando e desenhando com os olhos seu corpo, Que errado!

-Claro que não, mas acho que Andressa e Eduardo não vão se preocupar com isso.-Diz sorrindo de canto, e se levantando.-Vem.-Diz me estendendo a mão, apenas sorrio pego sua mão e levanto.

-Obrigado...

-Nada.-Ficamos um tempo sem falar nada, mas aquele silêncio não era incomodo, eu estava olhando as árvores, quando senti seus braços me entrelaçando e apoiando sua cabeça em meu ombro.

-T... Taehyung?-Digo o olhando.

-Sim?-Diz com a cabeça ainda em meu ombro.

-N...Nada.-Digo olhando para frente, vendo um casal com um bebê, será que terei uma família também? Percebi que Taehyung também olhava o casal.

-Bonito não?-Diz desfazendo o abraço, ficando do meu lado colocando as mãos no bolso da calça.

-Sim...-Eu era filha única, ficava tão sozinha...Mesmo que meus pais me dessem o maior amor.

-Bem, agora você decide onde vamos.-Diz olhando para mim.

-Não sei, hum que tal o rio?.-Eu costumava ir la quando criança, a ultima vez que fui lá foi esse ano ainda, só não lembro 

-Ok! e um bonito lugar.-Diz indo em direção ao carro.-sorrio caminhando em sua direção.

Não o conhecia a muito tempo mas ele já se demostrou uma ótima pessoa, tempo depois chegamos no rio, passamos a estrada em silêncio mas como eu já disse não era incomodo, era um pouco afastado da cidade, mas tinham luzes que a noite que iluminavam o rio, era lindo, tinha um senhor que cuidava de uma parte de rio já que sua casa ficava em frente a ele, ele era bem simpático, descemos do carro e fomos até a beirada do rio, tirei os sapatos e entrei no rio claro fui até onde a água dava em minhas coxas, ao menos aquele vestido curto serviu para algo, mesmo assim eu queria subir mais para entrar um pouco mais no rio, e foi isso que eu fiz subi o vestido e entrei mais no rio, estava apenas observando a fraca correnteza da água, até que lembrei de Taehyung me virei e pra minha surpresa ele estava me observando, tenho certeza que corei neste momento.

-O...O que você esta olhando?...Taehyung?-Digo e percebo sua surpresa ao ver que eu o olhava.

-Ham? Que? Ah nada...-Diz coçando a nuca.

Então vou ate ele sem perceber que minhas pernas ficavam mais a mostra e vejo seus olhos arregalarem.

-O que foi?-Digo tombando a cabeça para o lado.

-Lenny...Suas pernas.-Diz apontando para minhas pernas, assim que vejo o quão curto o vestido estava o arrumo imediatamente.

-Desculpe!-Digo caminhando em direção aos meus sapatos e colocando-os.

-Vem sentar.-O segui ate um banco ali em baixo a uma grande árvore.

Caminhamos em direção ao banco eu estava começava a ficar com frio nas pernas tinha começado a ventar e anoitecer o céu estava nublado e eu estava com aquele vestido curto e com as pernas molhadas.

-Está frio.-Digo com os olhos fechados.

-Um pouco...Quer voltar?-Diz olhando para mim assim que ele diz começa a chover.

-Que sorte em?-Digo abrindo os olhos ele apenas sorri.

-E só uma chuvinha, passa rápido.

-Tem razão.-Digo tomando ar sério ao lembrar de Yoongi...Talvez ela tenha forçado o beijo e ele saiu para me procurar...Talvez eu deva voltar e vê-lo. Fiquei nestes pensamentos o bastante para já ter anoitecido, voltando a realidade notei as luzes acesas aquelas que ficavam esticadas ao longo do rio, era tão bonito ver o rio iluminado.

-Pensando?-Disse me tirando dos meus pensamentos.

-Ah? Sim...

-Realmente e muito bonito esse lugar.

-Concordo, e mágico.

-Então...Você quer ir? a chuva já passou.

-Sim,se não vai ficar tarde.

O vejo levantando e faço o mesmo depois. Estávamos caminhando em direção ao carro e sinto ele me abraçando de lado.

-Você costuma sair com desconhecidos?-Diz me olhando.

-Não, e você não e mais um desconhecido.

-E então eu sou o que?-Que pergunta difícil, eu sentia algo que eu não sabia o que era então tratei como sendo amizade.

-Meu amigo.-Digo o olhando que dessa vez olhava para frente com ar sério.-Meu amigo Tae!-Digo o abraçando forte.

-Tae?-Diz sorrindo.

-Sim Tae, e fofo.-Finalmente um apelido que preste, então chegamos no carro.

-Entre.-Ele diz me abrindo a porta.

-Obrigado.-Digo entrando no carro e o vejo dando a volta rapidamente.

-E então, e agora?

-Se você não se importa de me deixar em casa.

-Claro que não e só me dizer onde fica.

Depois de dar o endereço ele ligou o carro, estávamos indo em silêncio e observando as lindas ruas de Seul perguntei.

-Onde você mora?

-Eu te dou o endereço quando chegarmos na sua casa.

-Ok.

Tempo depois chegamos.

-E aqui?-Ele diz desligando o carro.

-Sim.-Digo abrindo a porta e saindo do carro, notando que ele também já havia saído e vinha em minha direção.

-E em que andar?

-Décimo andar quarto 546 pode ir la quando quiser, e obrigado pela carona.-Digo o abraçando e apertando forte, sinto sua mão no meu bumbum, senti todo meu corpo arrepiar, e também senti sua mão mudando de lugar rapidamente.

-Desculpe, foi sem querer, mesmo.-Diz se afastando.

-Não tem nada, só um acidente.

-Um minuto.-O vi se afastar e rabiscar algo num papel.-Meu endereço e meu número se precisar pode ligar.

-Ah! Obrigado.

-Bem, então ate.

-Ate.-Digo com o papel em mãos.

O vejo entrar no carro e depois de ligado ele sai e assim que o vi atravessar a rua entro no prédio, no elevador eu presentia algo ruim seila como se pra mim não subir.Já no andar ando pelo corredor ate ir no meu número, tiro a chave de debaixo do tapete e abro a porta após entrar e fechar a porta escuto um "mais rápido Yoongi!"  aquilo me gelou o corpo inteiro caminho em direção ao meu quarto me apoiando nas paredes e já com lágrimas nos olhos abro a porta do quarto, E lá estava Yoongi e a puta da Jaqueline na nossa cama, tive vontade de gritar mas me faltou voz, tive vontade de correr mas me faltou força, tive vontade de chorar mas me faltou lágrimas, a única coisa que eu consegui era ficar paralisada com aquela imagem, até que senti um ódio crescendo em mim me libertei daqueles pensamentos de como matar os dois de um só vez e gritei.

-MIN YOONGI!!-Digo entrando no quarto.-POR QUE PORRA VOCÊ FEZ ISSO?!?!QUE CARALHO EU TE AMO SEU BOSTA!-Ele ficou paralisado com aquela puta do lado.

-Lenny...Calma.-Disse levantando e vindo em minha direção.

-E...Calma Lenny.-Disse a puta sentada na minha cama, então tirando meus olhos de Yoongi a olhei e caminhei até ela.

-E VOCÊ SEU CAPETA!-Disse a puxando pelos cabelos e arrastando pra fora do quarto, pela sala abri a porta e a coloquei do lado de fora, batendo a porta na sua cara.

-Me de minhas roupas!

-Já vou te-las jogado para o lado de fora da janela vá buscar sua puta!-Disse caminhando ate o quarto, e vi Yoongui vestindo sua calça.

-SAIA da minha casa agora Yoongi!-Disse apontando para fora do quarto.

-Lenny por favor, me entenda e...-O interrompi quase cuspindo na cara dele.

-Entender o que que você me traiu?Que você jogou tudo me eu sinto por você no lixo?Sai.Daqui.Agora!Vai atrás da sua vagabunda!

-Lenny...

-E surdo ou o que? VAI EMBORA!-Digo ainda apontando para fora do quarto e o vejo colocando a camisa e passando por mim, sentir o cheiro dele pela ultima vez era doido assim como vê-lo na cama com outra também era, o vi abrindo a porta e antes de ir me olhou e disse.

-Isso não e um adeus.-Disse com voz rouca.-Nem o respondi já não tinha mais nada para falar para ele, então o vi fechar a porta.

-Merda!Merda!Merda!Essas coisa só acontecem comigo!Merda! Você sabia que eu te amava Yoongi por que, por que VOCÊ?-Olhei paro o lado com um pouco de dificuldade pelas lágrimas vi o número do Tae na minha mão.-Vou ligar para ele.-Peguei o celular e liguei para o número.

Ligação.

-Aló?

-Taehyung?

                                                                                                 [Lenny off]


Notas Finais


Olá pessoas ^^
Yoongi ou Taehyung?
Amor ou Vingança?
MDS o Jin! 'O'
TamTamTam!!
LEIAM MINHA OUTRA FIC: https://spiritfanfics.com/historia/pesadelo-ou-um-sonho-6951875


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...