História A louca do elevador - Capítulo 46


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Comedia, Dança, Drama, Hentai, Imagine Min Yoongi, Imagine Suga, Jikook, Kpop, Min, Min Suga, Min Yoongi, Musica, Namjin, Revelaçoes, Romance, Suga, Suga Min Yoongi, Suga (yoongi), Suga Hot, Vhope, Yaoi, Yoongi
Visualizações 8.369
Palavras 919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 46 - Preocupados


YOONGI P.O.V


Minutos antes logo após o término do show, na sala pessoal do Yoongi.

— Vou te deixar aqui sozinho enquanto eu e os outros vamos pegar nossas coisas na outra sala dos equipamentos. - Hoseok diz.

Eu assenti e ele saiu. Logo em seguida, a Yumi entrou.

— Estou orgulhosa de você. Estava lindo naquele palco.

— Eu sou lindo tanto no palco quanto fora dele. (a encarei surpreso por sua visita)

— Disso eu sei, mas nele você fica radiante. Me questiono como ainda consigo ficar tão longe de você.

— Você me prometeu que não iria me pressionar dessa forma. (falei sério)

— É, mas isso não significa que eu vá te deixar fugir assim tão fácil. (ela disse e eu ri da sua atitude)

— Eu sei que sou incrível e que qualquer garota no mundo iria se apaixonar pelos meus encantos. (brinquei, afinal, éramos amigos) Mas, ainda acho que você não merece alguém como o nome Min Yoongi. Deve existir outro cara que vá te fazer feliz, e esse cara não sou eu.

Ela veio sorrindo em minha direção e me abraçou. Eu não conseguiria recusar o abraço de alguém que conviví desde a infância! Retribuí o abraço pra vê-la feliz pelo menos com um abraço amigável.


YUMI P.O.V


Abracei ele. Ele estava quente ainda por causa do calor que o palco lhe proporcionou. Aproveitei a intensidade do abraço.

— Eu gosto do seu corpo perto do meu. (sussurrei ainda o abraçando.)

Então vejo a Bruna de relance entrando na sala. Droga! Preciso fazer algo! Aproveitei a chance e sussurrei no ouvido dele "pelo menos por hoje... retribua meu beijo". E ao olhar em seus olhos, percebo que o mesmo estava confuso, porém, caiu na minha jogada. Pobre Yoongi, achou mesmo que retribuir meu beijo seria uma forma de me manter amigável? Esse é só o começo. Em breve você será todo meu! Desfrutei seu olhar e logo em seguida o beijei. Não demorou muito pra perceber sua lingua retribuindo a minha.

Um barulho em seguida. Era a irritante vindo em nossa direção. Um tapa firme foi dado no rosto dele. Uau! Por essa nem eu esperava! A mesma saiu correndo da sala. Segurei no braço dele ao ver que ele iria atrás dela.

— Não. Você não pode ir. Você não pode largar tudo e simplesmente ir atrás de alguém que acabou de te bater! (Ao me encarar, soltou meu braço e saiu pela porta.)
 


YOONGI P.O.V


Foi tudo muito rápido. Eu saí correndo da sala pra alcançá-la. Tarde demais. A perdi de vista.

— Ei, onde você tá indo? - Namjoon falou confuso ao me ver.

— Eu preciso ver ela! Preciso sair daqui!

— Mas ainda tem um fanmeeting pra gente ir! (disse confuso) Você não pode deixar os fãs na mão.

Permaneci em silêncio frustado após o Nam me dizer isso. Ele tinha razão, eu sou um idol que não pode ignorar os fãs. Depois do fanmeeting acabar, encerro tudo e volto rapidamente pra empresa.

— Bruna, abre a porta. (Falo tentando bater em sua porta, mas sem sucesso.)

Ela apenas ficava em silêncio, mas tenho certeza que estava dentro do quarto.

— Se você não sair desse quarto e me atender agora, o jeito é arrombar! (Falei alto de propósito pra que ela me escute bem)

— Acho melhor você deixar ela sozinha. Pelo visto ela ficou com raiva de você. Dê um tempo pra ela. (Namjoon me se aproximando de mim)

Fiquei irritado com isso, mas atendi ao conselho do Nam e voltei ao meu quarto. Cheguei no meu quarto e me joguei na cama. Eu estava cansado. Mais precisamente exausto. Mesmo sendo um dia quente, eu sentia frio. E mesmo confuso e com vontade de explicar tudo pra ela, minha preguiça de viver falou mais alto. Então fui dormir.


JIN P.O.V


Era exatamente 19:00 horas. Ontem eu e os outros marcamos nosso jantar no refeitório. Todos iam chegando. Quando o Tae voltou, eu percebi o quanto havia algo estranho ali.

— O Yoongi não vai vir comer? - perguntei.

— Ele foi pro quarto dele descansar. Teve uma experiência não tão boa. - Namjoon me respondeu de forma estranha, aí tinha coisa.

— Estranho. Ele tá lá desde... - Jungkook ia continuar, mas Jimin continuou seu raciocínio.

— Desde 1 hora da tarde! Meu Deus, ele ainda tá no quarto esse tempo todo?

— Mas, ele não tinha dito antes do show que tava com muita fome? Então, porque ele não apareceu aqui? - Tae falou.

— Hum, eu acho que o Yoongi precisa de um tempo pra refletir sobre algumas coisas. - Namjoon respondeu.

— Ai cambada, eu sabia que esse dia ia chegar. - Hoseok diz rindo.

— O que tá dizendo? - Tae perguntou rindo.

— Nosso cubo de açúcar enlouqueceu de vez!

— Já era a hora! - Jungkook deu uma risada.

— Eu sou a Omma daqui - de acordo com os fãs - então eu preciso ter atenção aos meus filhos. E o Senhor cubo de gelo simplesmente está trancado no quarto. Sabem o que isso quer dizer? Isso quer dizer que ele não tá normal.

— Mas ele vive trancado no quarto dormindo, como você não acha isso normal? (Jimin me encarou rindo)

— Simples, intuição de Omma Jin. (Jungkook falou e todos riram.)

—  Ok, então vamos procurar o belo adormecido! (Jimin Falou rindo)

Fomos em direção ao quarto dele e o mesmo abriu a porta do quarto desconfiado.

— O que fazem aqui no quarto da vossa majestade? (Yoongi falou, porém, sem ânimo em seus olhos)

— Estávamos preocupados com você. - Eu respondi, afinal, ele estava estranho.




 


Notas Finais


Me perdoem os erros de digitação. O que tão achando do capitulo? Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...