História Imagine Suga (Incesto) - Sentimentos Confusos - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, CL (Chaelin Lee), Jay Park
Personagens G-Dragon, Jay Park, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Visualizações 187
Palavras 2.063
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada por todos os favoritos, que aumentaram muito mais do que eu esperava, vocês são demais ♡
E quanto a One Shot do Yoongi, eu disse que iria publicá-la quando a marca atingisse 120 favoritos, porém achei que ia demorar mais tempo para a marca ser alcançada, mas não, os favoritos subiram com tudo, então ainda não terminei de escrevê-la ainda estou pensando se continuo com minha ideia ou mudo... Mas prometo que assim que terminá-la eu posto o aviso para vocês.

⊱∽∽∽∽∽⊰✾⊱∽∽∽∽∽⊰

Boa leitura à vocês ♥

Capítulo 12 - Coração Partido


Fanfic / Fanfiction Imagine Suga (Incesto) - Sentimentos Confusos - Capítulo 12 - Coração Partido

[Anteriormente]


Eu me senti muito culpada por isso, estava usando meu amigo para fazer ciúmes em meu irmão, minha consciência pesou na hora, tinha que ter pensado duas vezes antes de ter feito isso.

Estava andando pelo pátio com Jimin e vi uma bolsa meia aberta que tinha um casaco dentro dela que me de atenção, sem permissão o peguei e olhei melhor o mesmo, ele era encapuzado… Era o mesmo do homem que quase havia me estrupado em minha própria casa.

Jimin, venha aqui—Não parava de olhar para a blusa e a bolsa—Você sabe quem é o dono dessa bolsa?

Ele olha direito para a mochila—Sim, eu sei.

De quem é?—Pergunto receosa de sua resposta.


[Continuando]


Essa mochila é do Jungkook—Ele senta no banco onde a bolsa se encontrava.

Jungkook… Como você pode—Susurro para mim mesma e sinto meus olhos ficarem marejados.

O que foi s/n?—Jimin levanta as sobrancelhas se questionando de minha ação.

Me deixe sozinha um pouco—Falo em um tom baixo, pego o casaco e deixo o local a procura do coreano.

Lágrimas quentes invadiram meu rosto, e sinto minhas narinas ficarem intupidas rapidamente pela consequência do choro repentino, eu não conseguia pensar em mais nada, meu objetivo agora era só encontrar Gukkie.

Ao virar o corredor avisto ele bebendo água no bebedouro, ele estava sozinho.

Kookie—Ele se vira ficando de frente pra mim.

Sim?—Ele se apoia no bebedouro.

Você reconhece isso?—Estendo seu casaco na frente dele, eu ainda fungava e chorava.

Claro, é meu casaco—Ele pega bruscamente da minha mão—Por que você estava com ele?—Ele fala ríspido com o timbre rouco.

Você apenas responde, eu pergunto—Reviro os olhos—Vou ser direta—Respiro fundo—Por que você me machucou em minha própria casa aquele dia?—Minha voz quase não sai por eu estar nervosa.

Ele parece ter ficado surpreso com a pergunta e arregala os olhos, ficando em silêncio por um tempo—S/n…—Ele fica de joelhos e coloca sua mão em seus olhos—Não era minha intenção—Ele começa a fungar como se estivesse chorando—Eu alimentei uma obsessão doentia por você, eu não consigo me controlar mais, e isso me leva a fazer coisas totalmente insanas. Eu sou um monstro, por favor não chegue mais perto de mim—Ele se levanta e encara meu rosto profundamente e deixa o local.

Senti arrepio na espinha com suas palavras e modo de agir, eu nunca poderia pensar que isso estava acontecendo com ele, eu fiquei sem reação, sem ter o que falar, sei que não foi proposital, acho que devo perdoá-lo e esquecer isso de vez, mas como eu faria isso?

Suspiro fundo, e vejo que já estava suando só de pensar nisso, dou meia volta e ando pelos corredores até chegar em minha sala. A aula de hoje seria treinando a nossa fala do inglês com músicas, os grupos eram até quatro pessoas, dessa vez nós escolheríamos.


Grupos:

Suga, Hyuna e Jisoo.

Cl, Lisa, Rosé e Jennie.

Jungkook, Namjoon e Jin.

Jimin, Tae e Hoseok.


Cada integrante do grupo de Jimin e Kookie tirando o mesmo, me chamaram. Mas acabei optando por ficar sozinha, ainda estava mal por causa do Jungkook e não queria conversar com ninguém por enquanto.

O que aconteceu no pátio s/n?—Sinto uma mão pequena e delicada tocar meu ombro.

Olho para trás e vejo Jimin, desvio o olhar rapidamente—Eu não quero falar sobre isso—Traço linhas aleatórias com meu dedo na carteira.

Ele pega uma carteira, a virando do lado contrário e sentando, ficando de frente para mim.

Eu fico preocupado com você hm—Ele faz carinho em minhas madeixas—Pode desabafar comigo se quiser, podemos ir na sorveteria depois para termos mais privacidade.

Eu concordo com a cabeça, aceitando sua ideia, assim que a aula acaba, partimos dali direto para a sorveteria.

Nós entramos no lugar e sentamos na mesa mais próxima da entrada que encontramos, apoio meu braço na mesa e Jimin me olha atentamente.

Pode me falar agora s/a, mais problemas com seu irmao?—Ele indaga.

Desta vez não é um problema com meu irmão, e sim com Jungkook—Sinto Jiminnie soltar um ar pesado quando acabara de ouvir minha frase, ele realmente não se da muito bem com o coreano—Me desculpe por ficar falando dos meus problemas novamente, sinto que estou te encomodando com isso.

De forma alguma amor, você está fazendo bem por desabafar comigo, eu irei te ajudar todas as vezes que você precisar—Ele apoia sua cabeça em meu peito e espera eu começar a falar o que aconteceu.

Uma tarde eu estava voltando para casa, até que alguém me agarra fortemente enquanto eu estava de costas para o mesmo, e isso dentro de minha própria residência, com toda minha força eu tentava se debater para sair daqueles braços, mas de forma alguma eu conseguia, eu me sentia fraca e sentia que estava sendo derrotada—Dou uma pausa antes de contar a história pois aquelas lembranças invadiram minha cabeça e parecia viver o momento novamente—Ele me levou até o sofá, e começou a tirar minhas roupas da forma mais desumana possível—O som do meu choro foi alto o suficiente para que ele percebesse e com uma feição triste limpasse minhas lágrimas.

 Povs/n Off


Pov Jimin On

Meu coração se partiu em mil pedaços ao ver uma das minhas coisas mais valiosas se desfazer em lágrimas, eu queria chorar mas não podia, precisava me manter. Coloquei ela em meu colo e limpei gotas de água que ameaçavam cair em seu rosto, ela fica com a expressão séria e me abraça. Após de saber tudo que ocorreu com ela, fiquei com mais ódio de Jungkook do que já havia, eu não iria ficar quieto se o visse novamente, certamente ele corre perigo perto de mim agora.

Ficamos abraçados por um tempo e agora ela começava a soluçar, ela desencosta sua cabeça de meu ombro e olha em meus olhos.

Obrigada—Sua voz sai quase como um susurro.

Sorrio com seu agradecimento e ficamos um tempo nos encarando, foi quando reparei melhor em detalhes de seu rosto, seus olhos fixos em meus lábios, sua boca pequena e delicada, eu me encontrava perdido novamente em seu olhar e depois que despertei de meus devaneios a percebi se aproximando vagarosamente do meu rosto, segundos após sentindo sua respiração quente que se misturava com meu rosto, fechando meus olhos e sentindo sua boca encontrar com a minha, assim como nossas línguas, que trocavam de posição muitas vezes, elas se encaixavam perfeitamente, ela começava a ofegar e arranhava minhas costas me fazendo ofegar também. Nos separamos ao faltar oxigênio, meu coração batia fortemente, essa era a primeira vez que eu estava tão tenso com a presença de s/n, mas não era uma sendacao de encomodo, muito pelo contrário, era uma sensacao única, porém estava nervoso, posso dizer que esse foi o nosso primeiro beijo de verdade.

Enquanto eu brincava com seu cabelo e fazia carinho ao mesmo tempo, ela acariciava minhas costas, se fazia um silêncio confortável.

Jiminnie...me leve para casa—Ela olhava para baixo.

Após isso nós não trocamos mais palavras até o "Boa noite, até mais" que foi dito após ela chegar em casa.

Pov Jimin Off


Pov S/n On

A noite já havia chegado, lá fora estava totalmente escuro, era noite de lua cheia, eu me encontrava no sofá em busca de um canal interessante para mim assistir, até que parei no jornal, estava passando reportagem sobre uma mudança de clima.

"Previsão de mudança de clima assusta os moradores de Seul, confira. Preparem seus casacos, fiquem atentos uma tempestade de neve pode chegar a qualquer momento, junto com ele haverá um fenômeno natural que ainda está indeterminado, mas parece perigoso. fique ligado amanhã para mais informações".

Fiquei chocada com a notícia, ninguém estava preparado para uma tempestade de neve, muito menos por aqui, levantei do sofá e fui procurar minha omma, fui até a cozinha e a achei junto com meu irmão.

Que ótimo que os dois já estão aqui—Me apoio no batente da porta.

O que foi filha?—S/m pergunta—Sente-se aqui—Ela aponta para a cadeira da mesa.

Acabei de ver no noticiário que a qualquer momento pode vir uma tempestade de neve e devemos estar preparados—Suga já estava me olhando atentamente—E junto com ele terá um fenômeno natural, que parece perigoso. Estou preocupada omma e agora o que faremos?

Tenha calma filha, iremos nos preparar—Ela olha para Suga—Filho, ajude sua irmã a conseguirem casacos em alguma loja e compre bastante suprimentos, a rua pode ficar interditada ou impossível de sair la fora—Assim que omma fala, Suga se levanta e vai comigo até seu carro.

Isso tinha que acontecer logo agora?—Yoongi fala enquanto da a partida no carro e se apressa para chegar no nosso objetivo.

Onde vamos ir primeiro?—Pergunto, vendo-o dar uma olhada rápida pra mim.

Hmm—Ele pensa um pouco—Comprar os casacos—Ele diz claramente

Tudo bem—Olho para a janela e para o céu em seguida, logo vejo as nuvens ganharem um tom cinzento—Olha, as nuvens estão cinzas.

Ele da uma olhada rápida para o céu e bufa de raiva, batendo a mão forte no volante.

Relaxe maninho, fique calmo—Coloco minha mão em seu ombro.

Agora não s/n, precisamos chegar em casa o mais rápido possível antes de começar a never, sem contar que vai acontecer uma catástrofe além disso, não posso deixar você correr perigo—Ele fala olhando pra mim.

Assim que ele fala chegamos no shopping e subimos um andar e entramos em uma loja que haviam casacos, procuramos e não achamos um do meu tamanho, porém Suga comprou um número maior pra mim, percebemos que várias pessoas também estavam tendo o mesmo interesse que o nosso.

Descemos a escada rolante indo para o automóvel novamente e partindo para uma loja de coveniência, eu amava na que a gente estava indo agora, pois lá tinha muitas opções e das coisas mais variadas.

Pegamos vários alimentos prontos e em latas, procuramos kits básicos de primeiros socorros e pagamos no caixa, enquanto Min efetuava o pagamento eu dei uma voltinha na loja olhando as novas coisas que haviam chegado até que esbarro em alguém.

Desculpe-me senhor—Me curvo, logo percebo que era Jungkook.

S/n? Precisamos conversar—Ele olha para os lados e me deixa entre seus braços.

Fale—Cruzo os braços.

Eu tentei te esquecer e ficar longe de você mas eu não consigo, eu não tenho a capacidade de fazer isso—Ele estava com as sobrancelhas franzidas e fitando o chão.

Já que eu te encontrei, eu queria te pedir desculpas s/n—Ele me encara nervoso pela minhs resposta.

Eu bufei, logo em seguida virando os olhos—É sério que você veio me pedir desculpas depois de tudo…—Ele me interrompe.

Por favor s/n, eu irei mudar, não quero que você tenha uma visão de um monstro, enquanto ele pode ser seu amigo novamente, eu juro que não serei mais assim—Ele suspira fundo e olha fundo em meus olhos.

Olha Gukkie, pra isso você deveria me demonstrar, porque não posso simplesmente voltar a confiar em você, e acontecer isso novamente—Solto o que queria dizer há muito tempo, foi difícil pois o que ele fez me deixou de coração partido.

Isso não irá acontecer nunca mais, eu farei tudo para prová-la—Ele sorri de lado.

S/n!!—Levo um susto ao ouvir meu irmão me chamando atenção, Jungkook se afasta de mim na hora.

Quem é Você? O que estava fazendo com s/n?—Ele chega mais perto de Kook colocando medo no mesmo.

N-nada…—Ele se vira para ir embora mas Suga o puxa de volta.

Me responda cretino—Ele pega Kook pela gola de sua camisa.

Suga!! Tire as mãos dele—Separo sua mão da camisa de kookie.

O que pensa que está fazendo? Afaste-se imbecil—Ele me empurra.

Ele nunca havia me chamado assim, o que também me ofendeu muito.

Min Yoongi!!!—Meus olhos ficam marejados, mas ele não parece dar a mínima para mim, corro arrasada para o banheiro da loja e começo a me desfazer em lágrimas, não me importando se alguém iria escutar.

Após alguns minutos chorando pego pedaços de papel higiênicos e limpo o meu rosto, meu olho tinha agora um tom avermelhado por causa do choro, até que eu escuto uma voz do lado de fora da porta.

Moça?—Ela bate na porta três vezes.

Jogo o pedaço de papel no lixo e abro a porta.

Sim?—Disfarço minha voz de choro.

Tudo bem com você? Porque estava chorando?—Ela se preocupa comigo.

Fixo meu olhar no chão—Não é nada, já passou.

Ela assente com a cabeça e pede para eu acompanhá-la, nós entramos no corredor onde meu irmão e Gukkie estava, mas quando meu olhar bate no corredor apenas meu irmão se encontrava lá ele estava com uma expressão normal, que não havia acontecido nada, eu estava me perguntando o que tinha acontecido.

Obrigado moça—Suga fala logo após eu me aproximar dele.

Por nada senhor—Ela se curva e percebo Yoongi vidrado no decote dela.

Suga vamos!—Falo com raiva e arrasto ele até a saída.

Ele da de com a cara com a porta aberta e leva a mão no cabelo o jogando para trás.

Porra!—Ele exclama.


Continua…


Notas Finais


O que acharam do ep? Sintam-se livre para deixarem críticas construtivas quando quiserem nos comentários, concerteza irá me ajudar muito.

Muito obrigada meus fofuxos >.< e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...