História Imagine Suga: Set me Free - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtanboys, Bts, Min Yoongi, Suga, Yoongi
Exibições 107
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cheguei com mais um capítulo 💕

Capítulo 5 - Cortes


Fanfic / Fanfiction Imagine Suga: Set me Free - Capítulo 5 - Cortes

             Você pov 

- Oi. Ele disse um pouco pra baixo

Eu apenas dei espaço para ele entrar.

Fiquei encarando o chão e o mesmo percebeu.

- O que você tem? Ele perguntou

- Nada... e você? 

- Eu nada,  Bem queria te deixar um pouco alegre, eu não sou muito bom nisso mesmo.

Ele abaixou a cabeça.

Eu o fitei 

- Não é você sou eu. Eu disse

- Você? Tenho certeza que se quiser você consegue

- Não dá.

- Ok nos conseguiremos aos poucos. Eu acredito em você S/n.

- Porque em? você nem me conhece

- Não preciso te conhecer a vida toda para saber o que você sente S/n


Nos sentamos no sofá e eu estava calada na verdade nos dois aquilo era incômodo  o fitei.

- Você e cantor né? Eu perguntei com uma coragem quebrando o gelo

- Sim, rapper na verdade.

- Ah...bem Eu não escuto muitas músicas. Eu disse

- Você faz o que nas horas vagas?

- Eu nada tô tentando criar um robe. E você?

- Eu durmo

- Dormir não e robe

- E sim, para mim é. Disse ele sorrindo

- Eu estou tentando através da musica

- Música um...

- Tocando Piano

- Sério você gosta?

- Sim...mas ainda não sei nada

- Eu posso tocar alguma coisa para você . Mas para isso nos temos que sair vem. Disse me estendendo a mão 

Eu não a segurei apenas o fitei ainda com a mão estendida para mim

- Se você não vir não vai me ver tocar.

Eu segurei e saímos do apartamento da Lisa eu não sabia aonde nos íamos mas eu apenas confiei nele.

Chegamos no que parecia ser uma casa abandonada eu nem entendi porque estamos ali.

Entramos ele soltou a minha mão fiquei olhando cada detalhe do lugar era bonito e grande.

- Por aqui. Ele disse e eu o segui chegamos em uma sala e tinha um plano bem grande.

Eu o olhei e fitei o Yoongi 

Ele se sentou e eu me aproximei e fiquei o observando

- Faz um tempinho que não toco. Disse ele olhando as teclas do piano. – Vamos ver se ainda Sai algo.

Ele começou a tocar e eu ficava encantada com cada melodia eu parecia uma criança encantada ao ver um brinquedo.

Ele parou e me fitou

- O que você achou?

- Eu gostei. Eu disse

- Quer tentar?

Neguei com a cabeça

- Vem S/n. Disse ele estendendo a mão para mim.

Me sentei ao seu lado ele pegou minha mão e colocou sobre as teclas.

Ele pagou a mão dele e pos sobre a minha tocando algumas teclas.

Eu dei um pequeno sorriso sem perceber.

Continuamos tocando e eu me esqueci de tudo, as horas foram passando

- Já é tarde. Eu disse

- Mesmo.

Nos saímos do lugar e fomos caminhando ate o apartamento

Ele me deixou na porta antes de abrir a Lisa abriu.

- Aonde você foi? Fiquei te esperando no consultório.

- Eu... fui interrompida pelo Yoongi

- Olha foi culpa minha queria levar ela para passear um pouco

- Ah...foi isso?, tudo bem. Lisa deu um sorriso

- Boa noite S/n

- Boa.

Ele saiu e eu entrei 

- Que bom que está saindo então o tratamento esta funcionando.

- Vou pro quarto. Disse subindo as escadas

- Espera vocês foram aonde?

Voltei e a fitei

- Fomos em um lugar que ele gosta.

- Am...ok . Ela disse com um sorrisinho 

Eu subi para o quarto.

No outro dia Cheguei bem cedo no Colégio me sentei na minha cadeira de sempre o professor estava na aula,  quando entram umas três garotas sem nem pedir lincesa

- Ela não estava na detenção?. Escutei umas meninas cochichar

Uma delas veio em minha direção.

- Sai daí que e meu lugar.

- Eu não vi seu nome escrito. Eu disse a fitando não sei nem da onde saio essa coragem de abrir minha boca.

- Mas agora você vai ver.

- Aisha quer votar para a detenção de novo?. Disse o professor o que fez ela se afastar de mim com muita raiva.

A aula continuou normalmente e vi que essa tal de Aisha mexe com todas as garotas puxa o cabelo delas e pega as canetas e elas ficam paradas e não fazem nada tem medo dela.

Quando o sinal tocou fui para a minha aula de música que era a minha hora preferida.

Depois que acabou a aula sai do Colégio e fui caminhando na calçada quando sinto duas pessoas me segurando pelo braço uma de cada lado eram duas meninas que andam com a menina encrenqueira.

Tentei me solta delas mas eram mais fortes que eu.

Elas me levaram para um beco eu estava me debatendo para me soltar quando aparece a Aisha

- Você pensou que ia falar daquele jeito comigo e sair impune? Agora mesmo vai me conhecer garota idiota.

Ela me deu um soco no rosto muito forte senti um gosto de sangue 

Eu caí no chão e elas começaram a me bater e chutar eu estava indefessa não sabia me defender.

Ela me deu um chute no rosto

- Idiota Ha Ha Ha...

Elas saíram rindo eu deitada no chão chorando, minhas lágrimas desciam pelo meu rosto e até doia um pouco por causa dos machucados,  me sentei atrás de um latão de lixo chorando...

Quando escuto passos será que elas voltaram? Me pergunto levantando o rosto para olhar quem era, mas era uma garota mais baixa que eu...

- Omo o que fizeram com você. Ela disse se abaixando

- Vem eu vou te ajudar minha omma deve ter algo para o seus machucados

Ela me ajudou a levantar eu estava com muita dor nas costas por causa dos chutes.

Ele segurou de leve minha cintura para não me machucar para me ajudar a andar.

A casa dela era bem perta não precisamos andar muito e logo chegamos.

Ela entrou me ajudando

- Omma? Ela falou 

- Já chegou...a mãe dela parou de falar ao me ver. – O que houve com essa garota

- Umas garotas do Colégio bateram nela.

Ela tinha visto tudo? Ela estuda no mesmo Colégio que eu

Ela me acompanhou até o sofá e me sentei

A mãe dela chegou com uma maletinha e passou um líquido no lugar dos machucados que doeram um pouco.

- Desculpe querida se está doendo

- Não está. Eu disse

Depois dela terminou eu queria ir.

- Eu vou te levar na sua casa. Disse a mãe da garota

- Não precisa me sinto melhor posso ir

- Mas querida...

- Eu estou bem de verdade

- Ok.

Ela se levantou do sofá e eu também

Fui até a porta e a garota me seguiu 

- Qual o seu nome? Ela perguntou

- S/n. Respondi

- Sou a  sook qualquer coisa que precisar e so me procurar. Disse a garota com um sorriso

- Muito obrigado por tudo. Eu disse

- Não foi nada querida. Disse a mãe dela 

Eu saí da casa dela e fui caminhando.

Cheguei no apartamento da Lisa entrei e logo a vejo na sala

- S/n, bem vinda como foi a aula?

- Normal. Eu disse de cabeça baixa indo para o quarto

- Você não vai comer não?

- Não estou com fome talvez depois.

Eu subi rápido para o quarto e me tranquei no mesmo chorando.

Fui até o banheiro e peguei uma navalha que eu tinha queria me causar mais dor do que eu estava sentindo 

Comecei a passa la em mim, senti o sangue escorer pelo meu braço fazia tempo que não fazia isso quando digo tempo quero dizer ontem...

Depois eu joguei a navalha longe e fui para o box do banheiro liguei o chuveiro e fiquei embaixo com a água batendo em mim e as lágrimas saindo. Escutei batidas na porta do banheiro

E vi Lisa entrar

- O que você fez S/n? Disse assustada.



Notas Finais


Espero que tenham gostado....até logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...