História Imagine TaeHyung (BTS) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Imagine Bts
Visualizações 57
Palavras 1.305
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom gente, essa foi a fic...espero que tenham gostado e desculpem qualquer coisa 😉. Obrigada por todos os comentários. Beijos 😘❤ Fiquem com o último capítulo.😉💖

Capítulo 20 - Capítulo 20


Fanfic / Fanfiction Imagine TaeHyung (BTS) - Capítulo 20 - Capítulo 20

Entramos dentro da casa em silêncio e ficamos escondidos no escuro para não nos verem. Estou louca para atacar logo e sair daqui com minha família junta, mas Jin disse para esperar o sinal dele. Cada um ficou mirando um para pegar, iria sobrar 2 vivos ainda, mas temos que arriscar, seria 2 contra 8. Ficamos olhando para o Jin ja transformados apenas esperando. Jin balança a cabeça dando o sinal e puxamos bem rápido todos que estavam em nossa mira e arrancamos as cabeças. O Chefe deles fica olhando envolta sem saber o que tá acontecendo, nos escondemos de novo já que eles podem ver no escuro. O chefe da um sorriso sarcástico.

- Veio buscar sua criança? TaeHyung.- ele fala rindo e com a mão na gaiola. Tae me olha e sai ficando na visão dele.

- Deixa meu filho em paz, ele não tem nada a ver com isso...- Tae fala se aproximando dele e ele ri.

- Pa-papai...- Castiel o chama quando vê ele e começa a chorar de novo.

- Tá tudo bem, papai tá aqui.- Tae fala tentando acalmar ele.

- Você matou meus amigos... Minha família e quer que eu solte seu filho por que você tá pedindo?- O chefe fala e se aproxima do Tae rindo.

- Vocês estavam matando pessoas inocentes... Era a única forma de parar vocês.- Tae fala o olhando. Olho para o Jin querendo matar ele logo e Jin nega com a cabeça. Minha raiva tá a mil.

- Estávamos com fome, não tínhamos outra escolha.- o chefe fala ficando com raiva.

- Não interessa... Eram pessoas. Agora eu vou sair daqui com meu filho por bem ou por mau.- Tae fala e ele ri.

- Vai ser por mau então...- o chefe fala desafiando ele. Tae assobia e todos nós saímos do escuro. Ele olhou para nós.

- Chefe... Vamos embora... - O que tinha sobrado fala ficando com medo.

- Não vou a lugar nenhum.- o chefe fala e olha para mim.- Então é você a mãe desse menino.- ele fala e eu fico o olhando pensando em como mata-lo. Ele pega o Castiel da gaiola e fica segurando ele pela gola da blusa.- Se querem ele... Venham buscar.- ele ri e Castiel continuou chorando.

- Castiel, fecha os olhos.- falo e ele coloca as mãozinhas nos olhos.- Solta meu filho seu...- falo e não espero mais. Corri até ele para tentar acabar com isso logo.

- AMOR, NÃO.- Tae grita tentando me segurar mas não conseguiu. O chefe foi mais rápido e me jogou para longe apenas com uma mão, bati as costas contra a parede e cai no chão.

- AMORRR.- Tae grita indo até mim. Tento me levantar mas as dores nas costas estão fortes.- Calma, eu tô aqui.- ele fala e me segura.

- Não liga para mim... Pega o castiel.- falo o olhando e ele fica parado por um tempo mas logo levanta e olha para o chefe.

- Você pode ser forte lutando com apenas um... Mas não é forte o suficiente para nós sete.- Tae fala serrando os punhos e ele ri. Ele joga o Castiel no chão o machucando. Isso me irritou muito... Ninguém machuca minha criança. Tae e os meninos voaram encima dele e do outro que está quieto no canto. Jimin e Yoongi fez questão de matar o que estava com o chefe. Me sentei no chão e estendi o braço para o Castiel, ele veio correndo chorando e sangrando na cabeça e nos bracinhos. Abracei ele.

- Shiiii, mamãe tá aqui, tá tudo bem agora.- Falo o apertando em meus braços e tampando seu rosto para não ver a cena. Quando olho Jin e Namjoon estão segurando ele pelo braço com toda força possível, Yoongi e Jimin estão segurando suas pernas Kook veio me ajudar depois que conseguiram derrubar ele.

- Tudo bem Noona?- Kook se agacha na minha frente e eu assenti.

- Isso é para você aprender a nunca mexer com minha família.- Tae fala olhando profundamente para o chefe e logo morde seu pescoço e arranca sua cabeça fora. Ele sai de cima dele e vem em minha direção.

- Estão bem?- ele fala com a boca um pouco suja de sangue me olhando e depois para o Castiel. Sorri e passei a mão em sua boca limpando.

- Sim.- Falo e ele sorri.

- Papai.- Castiel o abraça.

- Acabou... Tae, S/N... Vão para casa e a gente vai ficar aqui para limpar tudo.- Jin fala e assentimos. Tae pegou o Castiel no colo e com o outro braço me ajudou a levantar.

Não demorou muito para chegarmos em casa.

- Eu dou banho nele, pega a pomada para passar nele.- Tae fala e eu assenti. Ele terminou de dar banho nele e colocou o pijama dele. Tae acabou tomando banho junto com ele.

- Vem cá meu amor, deixa mamãe passar pomada no machucado.- Falo e ele fica parado para eu passar. Termino de passar e enfaixo.- Amor... Sei que você deve estar cansado...- ele me olha e da um sorriso.

- Eu faço ele dormir, pode tomar banho.- ele me dá um selinho e eu sorri. Me levantei, peguei minha toalha e fui para o banheiro. Tomei o banho e olhei minhas costas no espelho do banheiro. Está muito roxo. Me enrolei na toalha e sai do banheiro indo para guarda roupa me trocar. Castiel já esta dormindo e Tae fica olhando para ele acariciando seus cabelos. Pego meu pijama e coloco encima da cama Tae levanta devagar para não acordar ele e vem até mim.

- Pode ficar deitado, já vou deitar também.- falo baixo e ele se aproxima mais.

- Deixa eu ver.- Ele fala no mesmo tom e tenta me virar para ver minhas costas mas eu não quis deixar.

- Não foi nada de mais, só machucou um pouco.- Falo e ele fica me olhando.

- Você quebrou a parede com suas costas e fala que não foi nada de mais? Deixa eu ver.- Ele fala me olhando nos olhos, respiro fundo e me viro. Ele tira a toalha da frente e arregala os olhos.- Amor... Isso tá muito roxo... Não tá doendo?- Ele pergunta passando a mão no local mas me contorci quando deu uma leve apertada.

- Um... Pouco...- falo e ele fica me olhando.

- Vem cá.- ele pega em meu braço e  me puxa para nossa cama.- Deita aí, vou cuidar disso.- ele fala pegando as coisas de curativos.

- Não precisa....- falo e ele me olhou sério e fez sinal com a cabeça para eu me deitar logo. Me deitei de costas para cima revirando os olhos. Ele passou a pomada e massageou, apertei o travesseiro na cara de dor e ele parou percebendo que tava doendo. Vesti minha roupa que tava encima da cama e voltei a deitar. Tae apagou as luzes e voltou a deitar. Ele se virou para mim e ficou me olhando.- O que?- pergunto fazendo o mesmo. Ele se aproximou e me abraçou devagar.

- Eu te amo...- ele fala e eu passo o braço envolta da sua cintura e fico abraçada com ele.

- Eu também te amo.- falo e ouvi ele sorrir.- Fiquei com medo hoje...- Falo e ele afasta a cabeça e me olha.

- Eu também... Mas eu disse... Não vou deixar nada acontecer com o nosso bebê... E nem com você. Vou proteger vocês até que essa seja a última coisa que eu faça na vida...- ele fala me olhando carinhoso e eu sorri. Ele me deu um beijo e logo fomos dormir.

Os anos se passaram e nada nem ninguém nos pertubou mais, Castiel já esta com 10 anos e seus tios estão começando a ensinar coisas um pouco mais pesadas para ele, ele adora fazer isso com seus tios, tentei criar ele como uma criança normal, como uma pessoa normal, mas sabe de uma coisa? Não somos normais e nem pessoas. Somos felizes assim e isso é o que importa.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, beijos 😘😉💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...