História Imagine Taehyung • My Joker • - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais, V
Tags Coringa, Joker, Not Today Baby, Taehyung
Visualizações 502
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Policial, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem😘

Capítulo 3 - • My Joker • Episódio final da temporada


Fanfic / Fanfiction Imagine Taehyung • My Joker • - Capítulo 3 - • My Joker • Episódio final da temporada

Joker - Vamos brincar bonequinha... - Disse andando em direção a cama.

Eu estava nervosa será que ele vai fazer o que eu estou pensando?...

Ah meu deus me ajude nessa.

s/n - Ah espera! - Digo, mas vejo que ele já estava em cima de mim, tirando a roupa.

Joker - Já esperei de mais s/n...E você não sabe o quanto eu esperei. - Disse apertando minha coxa e aproximando de meu pescoço.

Se for pra fazer isso mesmo, que eu torture ele primeiro.

Antes dele começar com as chupas em meu pescoço, jogo ele pro lado, subindo

em cima do mesmo.

Joker - Esta com presa s/n - Fala mordendo os lábios.

s/n - Nem um pouco. - Sem demoras selo nossas bocas em um beijo lento e calmo,

nossas línguas devagar brincavam umas com as outras, passei uma das mãos em seus cabelos

castanhos puxando os mesmos com uma certa leveza.

Joker pegou em minha cintura me puxando, para mais perto de seu corpo. Fazendo assim nossos corpos quentes ficarem praticamente grudados.

Ele apertava fortemente minha bunda com as suas mãos grandes.

Me fazendo as vezes arfar com o seu toque preciso.

Aquele beijo parou de ser lento Agora indo para uma velocidade mais rápida e intensa.

Me pegando pela cintura

Nossos corpos estavam muitos quentes, eu cada vez cavalgava mais rápido...Já sentia minhas pernas bambas, meu orgasmo estava chegando e Joker cada vez mais gemia, eu já estava indo ao delírio. E finalmente tinha gozado seu pau, mas ainda continuava a cavalgar dessa vez mais lento e não demorou muito até Joker me pegar no colo e se levantar.

Joker – Vem tomar Leitinho boneca... – Sorri de lado e me ajoelhei indo em sua direção, ele se masturbava rapidamente, me aproxei e abri a boca recebendo o seu “ Leitinho” engolir aquilo na primeira vez foi estranho mais o seu gosto era bom, depois de tomar todinho o seu liquido caímos na cama exaustos.

Minha cabeça estava em cima de seu peito, fazendo assim eu poder ouvir o seus rápidos batimentos. E o mesmo acariciava o meu ombro com delicadeza.

E assim adormecemos.

Acordei com o sol em meu rosto, me espreguicei e logo em seguida sorri ao lembrar da noite passada, Joker estava ao meu lado ainda dormindo. Sorri ao vê-lo ele parecia inocente dormindo, parecia uma criança. Nem parecia que matava as pessoas.

Joker – Vai continuar com esse sorriso bobo? – Ele disse abrindo os olhos e rindo da minha cara de assustada.

S/n – Nossa, que susto! – antes de eu reagir, ele me puxa me fazendo deitar novamente ao Seu lado e me envolve em um abraço apertado.

Joker – Eu não te machuquei né? – Disse baixo em meu ouvido, ele ainda estava com uma voz de sono...Era até fofo, e eu já estava me iludindo.

s/n – Não, fique tranquilo.

Joker – Se arrependeu? – Disse curioso ainda me apertando no seu abraço carinhoso.

s/n – Não nem um pouco. – Sorri alegre.

Ele se aproximou e me deu um beijinho em minha bochecha.

Joker – Que bom.

***

E assim ficamos deitados, depois de um bom tempo saímos da cama. Ele desceu para a cozinha e tomei um banho e fiz minhas higienes diárias, e vesti uma roupa simples que Kim tinha deixado para mim.

Depois de um tempo no quarto resolvi descer para tomar café, estava descendo as escadas quando eu ouvi a voz do Hobi.

Droga.

Fiquei parada praticamente congelada ali.

Hoseok – Me traga ela aqui agora, ou se não Ana morre aqui mesmo! – O que? O que está acontecendo?...

Joker – Ela não vai com você! – Sua voz estava em um tom firme.

Eu não podia ficar ali, desci e fui até a cozinha me deparando com vários homens de preto apondo grandes armas para Joker.

Um dos homens segurava Kim pelo o pescoço.

E já Hoseok estava segurando Ana apontando uma arma para a sua cabeça.

Ana estava toda suja e com vários cortes em sua perna e braços.

Seus olhos estavam marejados.

s/n – Hobi...O que está fazendo?

- Digo me aproximando.

Joker – Não se atreva e remar um dedo nela!

Hobi – Você vai vir comigo s/n.

Joker – Não! Ela não vai a lugar nenhum – Ele da um passo, mas para quando os homens destrava as armas ainda apontando em sua direção.

Hobi – Você perdeu Joker, e ela não te pertence.

s/n – Ei eu... – Antes de fazer alguma coisa Hoseok joga Ana no chão e me pega em meu braço me puxando para ele. – Ei me solta!...

Hobi – Vamos. – Ele fala e me puxa para fora da casa.

s/n – Não Hobi me solta! – Grito para ele com os olhos cheios de lágrimas. Joker não podia fazer nada a não ser me olhar, eu não podia decifrar a sua expressão.

Senti uma picada em meu braço.

Hoseok – Agora! – E a ultima coisa que eu vi foi um dos caras atirar na cabeça de Kim e em seguida atirando na direção de Joker, eu queria gritar mais não consegui apenas senti minhas pernas moles e minha visão sendo apagada por completa escuridão.


Notas Finais


Amanhã tem a segunda temporada....😇


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...