História Imagine V (BTS) - Amor cura tudo - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colégio, Drama, Fanfic, Imagine, Romance, Taehyung
Visualizações 74
Palavras 1.702
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo vai ser 🔝 gente. Boa leitura

Amo vocês 😊💞

Capítulo 5 - Por que comigo?


Fanfic / Fanfiction Imagine V (BTS) - Amor cura tudo - Capítulo 5 - Por que comigo?

Quando olhei melhor os meninos estavam com uma garota, quando eles foram se aproximando e nós deles percebi que era a menina que beijou o V hoje mais cedo no colégio

Minha animação para esse passeio caiu de 10 a 0

A minha vontade era de esganar essa nojenta. Então ela vem e beija V com todo desejo do mundo e olha pra mim com desprezo 

??? - Quem é essa Tae?

Tae - Essa é minha prima S/N

??? - Olá, eu sou SunHye, namorada do Tae 

(S/N) - Prazer 

SunHye - O prazer é todo seu, vamos meninos e... S/N

Não sei por que mas todos ali iguinoraram sua falta de respeito comigo

Todos - Sim, claro 

Então SunHye me para ficando em minha frente quando os outros não estão olhando e diz:

SunHye - Olha aqui garota, fique longe do meu namorado OUVIU? O Tae é só meu e nem uma priminha metida a bonita brasileirinha vai tirar ele de mim!! E se tentar haverão consequências

(S/N) - Vai se fuder, eu moro com ele como posso ficar longe? Até porque que você não manda em mim tá, eu falo com o Tae quando eu quiser, e pode ameaçar pois eu não ligo qualquer coisa que você fizer eu vou revidar o dobro

GENTE VOU MATAR ELA, AÍ QUE RAIVA DESSA GAROTA, ELE É MEU PRIMO/CRUSH *opa essa escapuliu né* CLARO QUE NÃO VOU FICAR LONGE DELE

As vezes SunHye me dava uma fuzilada com o olhar e eu apenas iguinorava ou tentava iguinorar 

Então J-Hope me puxa pelo braço para andar mais atrás de todos

(S/N) - O que foi Hobi? *Falei em um tom frio*

J-Hope - Desculpe ela ter... Hobi?

(S/N) - É um apelido, não gostou? Me desculpe!!

J-Hope - Não, eu gostei, não precisa pedir desculpas... Mas continuando, ela é sempre chata assim, ela não respeita ninguém e sempre é oferecida mas como ela é namorada do Tae temos que ser obrigados a sair com ela *ele falava em relação a ela não ter aceitado o meu "prazer"*

(S/N) - Hmm

J-Hope - você está bem S/N?

(S/N) - Sinceramente não 

J-Hope - Nossa, por que?

(S/N) - Besteira minha... Vamos logo com os outros *e fui mais para frente com os meninos* 

O Tae e a SunHye ficavam abraçados e se beijando sempre, quando se beijavam SunHye olhava pra mim com cara de deboche, eu já não aguentava mais ver aquelas cenas e eu estava quase dando na cara da quela metida 

Os meninos decidiram ir ao cinema mas eu não estava nem um pouco a fim de ficar uma hora em uma sala escura com aqueles dois

(S/N) - Meninos, não estou me sentindo muito bem, acho melhor eu ir pra casa 

Tae - Eu te levo 

SunHye - NÃO, quer dizer... Meu amor eu quero assistir o filme com você e já vai começar

O olhar de Tae me pedia desculpas, já o de SunHye era vitorioso

Jimin - Deixa que eu te levo S/N

(S/N) - Ok, obrigada vamos? 

Jimin - Sim

Saímos do shopping e fomos até seu carro 

Jimin - Afs, aquela namorada do Tae é uma chata mesmo, detesto aquela medida 

(S/N) - Por que?

Jimin - Era pra ser só eu, os meninos e você mas aquela mal educada se oferece pra vim com agente, nós percebemos o grande fora que ela te deu mas iguinoramos pra o Tae não ficar com vergonha ou algo do tipo

(S/N) - Tudo bem Chimchim 

Jimin da a partida no carro

Jimin - Chimchim?

(S/N) - É um apelido, não gostou? desculpe *Toda vez que dou um apelido para um deles dizem a mesma coisa kkkk*

Jimin - Gostei sim kkkk legal 

O resto do caminho foi um silêncio total até chegarmos em casa 

Jimin - Tchau S/N, qualquer coisa me ligue 

(S/N) - Tá bom Chimchim, tchau 

Entro em casa e vou a meu quarto, tiro minhas vestes e entro em meu banheiro, e começo a me afogar em lágrimas, não acredito que ele tem namorada e o pior é que...... Eu vi que ele estava feliz até, de alguma maneira isso dói de mais, vê-lo feliz com outr mas.... será que estou apaixonada? PELO MEU PRIMO? Não pode ser 

Vi o Gillette de longe e tentei o máximo me controlar e não tocar nele mas, foi em vão, peguei e consegui me controlar e não me cortar muito, eu só via meu sangue descendo pelo ralo

Sai do banho botei meu pijama de mangas longas (claro) e me deitei, em meio a tantos pensamentos adormeci 

S/N Off

Taehyung On

Cheguei em casa eram sete horas e alguns minutos e a minha omma já veio me chamando para jantar 

Omma - Oi filho, como foi lá?

Tae - Foi muito legal omma mas a S/N não se sentiu bem e veio pra cá mais cedo 

Omma - Tá, vá se ajeitar para jantar, veja se ela está bem e a chame também por favor, eu já jantei então vou pra cama

Minha omma vai para seu quarto dormir

Tae - Ok omma

Subi as escadas me arrumei e fui no quarto da S/N, bati na porta várias vezes mas ela não me respondia, comecei a me preocupar já que mais cedo ela dizia que não estava bem então abro a porta e a vejo dormindo feito um cachorrinho toda encolhida pois estava frio em seu quarto por conta do ar-condicionado 

Cheguei mais perto e percebi que a mesma estava chorando em quanto dormia, a ouvi falando algo mas de olhos fechados: 

(S/N) - Não, não por favor, você não fez isso.... V-Você nunca será m-me-meu pai, para esta doendo muito 

Ela se remexe de um lado para o outro e...

Taehyung Off

S/N On

~Sonho On~

Eu estava em meu quarto e meu padrasto tinha entrado, havia uma faca em sua mão e sangue na outra 

(S/N) - OMMA... SOCORRO 

Padastro - Sua omma não vai te escutar babygirl

(S/N) - O QUE VOCÊ FEZ COM ELA SEU MONSTRO?

Padrasto - Vamos brincar?

(S/N) - VAI PRA MERDA SEU FILHO DA PUTA, ME DEIXE EM PAZ E SAIA DO MEU QUARTO AGORAAAA

Padastro - A babygirl não pode tratar seu daddy assim, vai ser punida por isso 

Ele levanta a faca e se aproxima aos poucos a cada paço que ele dá dou um pra trás

Padastro - Relaxa babygirl, antes nós  vamos brincar, de pois isso *ele olha pra faca* 

(S/N) - SOCORRO.... SOCORROOOOOO, ALGUÉM ME AJUDAAAAA

Então ele me pega 

~Sonho Off~ 

Em um pulo me cento na cama, estou suando frio, minha respiração está ofegante e eu estou chorando quando percebo a presença de Tae no quarto o abraço desesperadamente

Tae - Calma, calma, estou aqui, esta tudo bem 

De pois de uns 5 segundos percebo o que estou fazendo e me afasto me tornando fria e seca:

(S/N) - O que faz aqui?

Tae - Vim te chamar para jantar mas você não abria a porta quando, eu batia e preocupado resolvi entrar, você está bem?

(S/N) - Claro que estou

Antes de deixa-lo falar qualquer coisa desço as escadas em encontro de uma linda mesa com o jantar

Jantamos e eu não disse uma palavra e volto a meu quarto, quando vou fechar a porta Tae põe seu pé me impedindo de fecha-la, ele olha em meus olhos e entra no quarto 

(S/N) - Não te dei permissão para entrar em meu quarto 

Tae - Preciso falar com você

(S/N) - Fala logo, estou cansada

Tae - Por que mentiu estar doente hoje a tarde? Por que está estranha com migo desde que saiu do shopping? Por que não me responde bem? Tem algo sim de errado com você e eu percebi isso mesmo que você dia que não

(S/N) - Eu não te devo satisfações da minha vida Kim Taehyung

Tae - Não quero satisfações, quero a verdade apenas isso

(S/N) - Eu só estou cansada tá?

Tae - Ainda não é o bastante

(S/N) - AISH NÃO AGUENTO...

Sai do quarto pois não queria mais continuar aquela conversa desagradável, fui pra sala e me sentei no sofá

S/N Off

Taehyung On

Fiquei fitando o teto por alguns segundos no quarto de S/N, eu realmente não a entendia na quele momento, decidi ir até o banheiro lavar meu rosto e já que o dela era o mais próximo fui até lá e quando adentro no local vejo uma Gillette com sangue no chão do box associo tudo e vou ao encontro de S/N

A vejo no sofá e vou até ela e seguro um de seus pulsos

Taehyung Off 

S/N On

O Tae desce com uma cara não muito boa e segura um de meus pulsos, eu tentava me soltar mas quanto mais eu tentava mais ele apertava meu pulso 

(S/N) - Aí, me sota está doendo 

de repente Taehyung puxa a manga de meu pijama para cima revelado minhas cicatrizes e algumas ainda abertas por ter me cortado mais cedo 

Ele me olha espantado e eu baixo a cabeça

Tae - Por que faz isso?

(S/N) - Me ajuda a esquecer os problemas e me alivia

Tae - Me prometa que nunca is vai se machucar

(S/N) - V.... *Ele me corta*

Tae - Me promete?

(S/N) - Vou tentar

Tae - Tá bom, conto com você viu prima

(S/N) - Ok 

Tae - O que achou da SunHye?

(S/N) - Éeeeeeee..... Ela tem personalidade forte né *menti, na verdade não fui nem um pouco com a cara dessa SunHye*

Tae - Eu vi o jeito que ela falou com você e sinceramente me desculpe por ela, a SunHye sempre fala o que quer entes de pensar rsrsrs 

De repente meu celular toca

Era um número desconhecido mas o DDD era +55 (Brasil) então descidi atender 

(S/N) - Tá bom, da licença vou atender ali e já volto 

Tae - Pode ir

×Ligação On×

??? - Alô? Srt. S/N?

(S/N) - Sim?

PM - S/N aqui é da polícia militar Brasileira, liguei te avisar que... sua casa foi assaltada e... infelizmente... seu padastro e sua mãe foram mortos pelos assaltantes 

●●●Continua●●●


Notas Finais


MEU DEUS, tanta coisa pra ela processar gente, já estou com dó

Kisses, até o próximo capítulo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...