História Imagine V (Taehyung)- BTS - Capítulo 113


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Diversão, Muito Sexo, Romace
Visualizações 334
Palavras 655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Tenham uma boa leitura!

Desculpa pela demora!

Beijos do meu kokoroko!

Capítulo 113 - Bebê?


Fanfic / Fanfiction Imagine V (Taehyung)- BTS - Capítulo 113 - Bebê?

Tae havia ido pegar minhas roupas e comprar algumas coisas a um tempo. Eu já tinha acordado e um enfermeira veio me ver e me trazer um lanche, que era horrível. Comida de hospital é sempre ruim assim? Veio suco de maracujá, uns pãezinhos e bolachas. Podia vir um pedaço de bolo de chocolate com um copo de açaí. Não sei porque mas estou com vontade de comer macarrão com nuttela. Sou tirado dos meus pensamentos com meu médico entrando:

Médico: Olá! Está melhor? - perguntou

-(S\N) Estou. Como andam meus exames? - perguntei curiosa. 

Médico: Tenho uma notícia boa. Mas onde está seu namorado?

-(S\N) Ele foi buscar algumas coisas minhas e já volta. - disse - Mas está tudo bem? - perguntei novamente

Médico: Sim. Você e o bebê são fortes e bem saudáveis. - disse simples e eu levei um susto. Como assim? Grávida?

-(S\N) Bebê? - eu não acreditava no que ouvi

Médico: Não sabia que estava grávida? 

-(S\N) Não. Como assim, grávida? - perguntei

Médico: Nos exames mostram que está grávida de 3 semanas. O sexo só poderá ser visível com apenas 4 meses. - Eu continuava não acreditando. 

-(S\N) Isso não pode estar acontecendo. Eu nem sou casada com ele. Será que ele vai me largar? - perguntei chorando e o médico veio me ajudar

Médico: Fique calma. Você está no início da gestação e até o fim dela não poderá fazer esforços e nem se estressar. Vai passar.... - disse me acalmando

-(S\N) Como ele vai reagir? - perguntei a mim mesma mas o médico se pronunciou

Médico: Ele vai aceitar e cuidar dos dois. Ele demonstrou que te ama muito e não gosta de te ver mal. Se não contar ele irá descobrir sozinho. - disse

-(S\N) Eu não sei o que eu faço...- eu chorava 

Médico: Quando minha esposa ficou grávida. De primeira ela não me contou. Escondeu de mim por algum tempo e me fez uma surpresa. Por mais que ele saiba da pior maneira ele vai ficar feliz e vai ficar ao seu lado. - disse e eu me acalmei - Espere um tempo para contar e faça uma surpresa. Mas agora precisa descansar e não dar pistas de que está grávida. - falou

-(S\N) Obrigado, doutor. - agradeci - Vou pensar do que falou....

Médico: Pense bem. Já vou indo. Descanse. - falou e saiu.

E agora? O que vou fazer? Será que ele vai assumir? Ah Tae, não sei o que faço agora. 

Saio de meus pensamentos com Tae entrando com um bolsa minha:

Tae: Oi. Está melhor? - perguntou e eu fiquei o olhando - Está tudo bem? Aconteceu alguma coisa? - perguntou

-(S\N) Está tudo bem. O médico veio aqui e me disse  que eu só estou com uma virose. - disse e ele ficou cabisbaixo de repente. - O que houve? - perguntei

(S\N) OFF

Tae ON

Quando (S\N) falou que era apenas um virose eu me senti triste. Pensei que realmente ela estivesse grávida. Eu sei que somos novos mas eu estava na expectativa. Vi ela me olhar estranho e perguntar:

-(S\N) O que houve? - perguntou me olhando fixamente

Tae: Na...nada...- falei

-(S\N) Tem certeza? - perguntou novamente passando a mão delicadamente em meu rosto

Tae: Tenho. - lhe dei um selinho - Não precisa se preocupar. Descanse. - pedi e ela assentiu selando novamente os nossos lábios. Ela se virou e vi que ela havia dormido em poucos minutos. Deitei minha cabeça para trás na poltrona de acompanhante e fiquei pensando. Caramba. Eu estou realmente triste. Um dia eu e ela ainda teremos uma família. Mesma se ela estivesse grávida agora eu a pediria em casamento e iriamos morar juntos. Iria também contar as armys e faria de tudo para nós vivermos bem. Não estaria casado só por ela ter engravidado e sim porque a amo e quero passar o resto da minha vida com ela.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...