História Imagine Vhope - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags 3some, Jikook, Namjin, Namyoonjin, Sugamon, Vhope
Exibições 300
Palavras 2.278
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Crossover, Ecchi, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente capítulo anterior teve recorde de comentários! Passamos dos 10 ! Eu vi um pessoal que nunca tinha comentado, vi os que sempre comentam e os que comentam de vez em quando. Isso me deixou tão feliz, eu vi vocês pedindo outro capítulo no mesmo dia ,mas não tinha nada pronto
;-(
Adorei os comentário foram muito fofos e me deixaram muito feliz!

Obrigado também pelos favoritos, não imaginava que teriam tantos. ... Mas amei!

BOA LEITURAAA!

Capítulo 22 - Capítulo 22


*Pov's V*

Minha noite foi horrível, demorei para pegar no sono e quando acordei Hobi já não estava do meu lado. Isso me entristeceu, eu gosto de ver ele acordar, gosto de quando ele me abraça e fala" bom dia" . Mas não vou chorar,hoje vou provar para todos quem realmente é a irmã de Hobi.

Me levantei e fui até o banheiro, fiz minha higiene matinal e fui para cozinha. Lá estavam todos reunidos, me sentei do lado de Hobi. Não sabia se o cumprimentava ou não, a realidade é que eu não gosto de ficar perto de Hobi enquanto ele está bravo comigo.

-Bom dia. ...-Falei e todos me cumprimentaram. Olhei para mão de Hobi e vi que ele ainda usava nossa aliança, fiquei um pouco mais feliz.

Tomei meu café mais animado, afinal estava louco para desmascarar aquela criatura. A mãe de Hobi me chamou para conversar enquanto eu a ajudava a estender a roupa.

-Vocês brigaram? -Perguntou.

-Não. -Menti não queria preocupar ela .-Eu só acordei um pouco irritado e Hoseok só se afastou para eu poder me acalmar.

-Tudo bem então. Estava preocupada. -Falou e eu a abracei.

-Não precisa se preocupar. -Falei e lhe dei um beijo na bochecha.

Terminei de a ajudar e fui para o quarto, Hobi estava na sala mexendo no seu celular. Entrei no quarto e posicionei o celular para gravar, o escondi na estante de livros e peguei um dos mangás que tinham na minha mala e comecei a ler ele. Logo a porta se abriu e chegou quem eu estava esperando.

-Sabe Tae você é mau. ..Ontem quis botar meu irmão contra mim. Que errado. Porém parece que você se deu mal ,e agora vocês nem se falam. .. -Falou com um sorriso perverso.  -Mas é melhor assim! Agora podemos ficar juntos! Você não precisa dele!

-Eu gosto do seu irmão, e mesmo que ele esteja brigado comigo e que não tenha acreditado em mim, eu o amo e ninguém vai mudar isso! -Falei e ela me olhou com sorriso debochado.

-Você não vê que isso é nojento? Vocês são homens! Homens não devem ficar com homens! Eu fiz um favor a vocês! Meu irmão não te merece! Eu te mereço. -Falou ela colocando sua mão no meu ombro.

-Você que é nojenta! Seu preconceito é nojento! Não sei como você pode ter o mesmo sangue que Hobi! Eu tenho pena de você. .-Falei e ela pareceu não se abalar. -Você é ridícula, você não merece a família que tem. E eu nunca ficaria com alguém do seu nível. Você acha que me afeta falando que sou nojento só por ser gay, mas é muito pelo contrário, eu me orgulho de mim mesmo. Não é minha opção sexual que me define e sim meu caráter.

-Você fala demais. -Falou ela me empurrando na cama. Bom eu já tenho tudo que preciso para desmascarar ela. A tirei de cima de mim e a segurei pelo braço,a levei até a porta e a tirei do quarto, logo depois tranquei a porta e peguei meu celular e parei de gravar. Passei o vídeo para o notebook e fui para a sala.

-Pessoal quero mostrar algo para vocês. -Falei e todos e olharam. -Vocês podem se sentar nesse sofá? E Dawon querida sente no meio de seus pais.

-Claro Tae! -Falou animada se sentando entre seus pais. - O que você tem para nos mostrar, Tae?

-Você vai gostar. .. Prometo. -Falei e Hobi me olhou sério. Daí play no vídeo e eles os assistiram de boca aberta eu somente fiquei saboreando minha pequena vingança. Eu poderia ter feito algo mais maléfico mas fiquei com pena. ..

-Dawon suba para seu quarto agora! -Mandou o pai de Hobi e ela correu para o quarto .

-Desculpe pela minha filha Tae ,ela não apanhou quando criança ,nós mimamos muito ela por isso virou essa coisa .-Falou a mãe de Hobi. -Mas fiquem tranquilos, isso não se repetirá, ela vai ficar de castigo sem sair do quarto e não vai perturbar vocês.

A mãe de Hobi foi no quintal e pegou uma vara, logo entrando em casa e subindo para o quarto de Dawon o pai de Hobi não a impediu.
-Tae posso falar com você? -Perguntou Hobi sem jeito. Eu o ignorei e sai da casa. Fui para o quintal e me sentei num banco, Hobi me seguiu e se sentou do meu lado.

-Tae. ..Eu não devia ter duvidado de você. Me perdoa. -Pediu segurando minha mão.

-Não vou te perdoa! Eu fiquei ontem a tarde inteira chorando por tua culpa! A noite eu também fiquei chorando! Você não se importou com meu sofrimento! Você poderia ter me dado outra chance! -Gritei com ele batendo em seu peito e chorando . Ele me abraçou forte. -Você é um idiota. ..

-TaeHyung eu te amo, me desculpe por não acreditar em você. Eu devia ter percebido quem minha irmã é antes. .. Me perdoa. -Pediu eu sentia que ele estava mesmo arrependido, mas não queria o perdoar tão fácil .

Ele desfez o abraço e se ajoelhou na minha frente.

-Me perdoa TaeHyung.-Pediu novamente, eu sentia meu rosto queimar de tanta vergonha.

-Hobi se levanta, você ajoelhado na minha frente ....Me faz ter pensamentos impuros. ..-Falei tampando meu rosto e ele riu.

-Isso é um bom sinal. .-Falou se levantando e me pegando no colo. -Vamos nos reconciliar. ..

-Ei me largue! Já arrumei uma punição para você! Eu vou fazer greve! Daí você nunca mais vai desconfiar de mim! -Falei tentando sair de seus braços. -Mundo estou de greve! Meu cu está lacrado! Vai ficar na seca Jung Hoseok!

-Não! Tudo menos greve! -Falou dramaticamente.

-Então eu serei o ativo! -Falei.

-Para você ser o ativo vai ter que me perdoar. -Falou sorrindo .

-Ah vai te fuder! -Falei fazendo biquinho. -Para mim te perdoar, você vai ter que me comprar presentes! E vai ter que me tratar como um rei! E mesmo assim vou continuar de greve.

-A greve durará quanto tempo? -Perguntou.

-Quanto tempo eu quiser! -Falei.

-Então não vai durar muito. ..-Falou ele sorrindo malicioso e apertando minha bunda. Vai parando por aí Hoseok que eu quero te fazer sofrer.

-Ei! Tira suas mãos daí! -Falei e ele rapidamente tirou suas mãos dali.

Abracei Hoseok ,sentia saudades de ter seu corpo contra o meu. Não sabia porquê estava fazendo isso, mas eu simplesmente senti vontade de fazer isso.  Seu cheiro e tão bom, me tranquiliza muito. Ficamos em silêncio, sentia que estávamos próximos novamente e nunca mais quero me sentir distante dele.  Nosso momento em silêncio foi interrompido pelos gritos da irmã de Hobi, cara deve estar doendo,ainda bem! 

-Bem feito. ..-Falou Hoseok e eu sorri.

-Não quero ficar escutando uma cabra gritando. -Falei me levantando. -Vamos sair, cuide de mim e talvez eu te perdoe. ..

- Ok, ok ... Aonde você quer ir meu amor? -Perguntou se levantando e me abraçando por trás.

-Não sei. ..-Falei.- Vamos comprar algumas coisas e depois me leve para algum lugar que você acha que posso gostar.  Tente me convencer que realmente se arrepende.

Ele não falou mais nada, foi para dentro da casa e voltou com as chaves do carro do pai dele.

-Vem. -Falou sacudindo as chaves em mão. Foi até ele e entrei no carro, colocamos a cinto e ele deu partida.

-E então, aonde o senhor está me levantando? -Perguntei e ele me olhou por um momento sorrindo.

-Primeiro vou comprar umas coisas que eu achei a sua cara. Depois vamos comer e depois é segredo. -Falou mantendo os olhos na estrada.

-Você não vai me abusar , né? -Perguntei brincando.

-Talvez. .. - Falou rindo. -Se eu não conseguir me controlar. ..

-Ah para de falar besteiras! -Falei fazendo biquinho e olhando para janela.

-Está bipolar é? Você que começou! -Falou ele mantendo os olhos na estrada.

Hobi estacionou o carro no estacionamento de um shopping. Saímos do carro e ele me levou até uma loja que tinha várias pelúcias, me senti no paraíso! Tinha muitas coisas fofas, mas acabei querendo um unicórnio que eu amei no mesmo momento que vi.

Ficamos de mão dadas andando pelo shopping, fomos em outra loja que Hoseok insistiu em ir, lá tinham várias coisas ,mas ele me levou para um cantinho onde tinham várias tiaras com orelhas de bichinhos. Compramos duas, uma de gatinho para Hobi e uma de ursinho para mim. Fomos em lojas algumas lojas de roupas, comprei bastante coisa, hoje eu acabo com o cartão dele.

(....)

. Almoçamos no shopping e fomos até o carro afinal eu estava fazendo Hobi carregar todas as sacolas ,enquanto eu só levava meu unicórnio. Então fomos guardar e entramos no carro.

-Você ainda não está satisfeito? -Perguntou acariciando meu rosto. Satisfeito talvez esteja. ..Mas quero aproveitar mais um pouquinho.

-Não, eu gostei bastante de você ter gastado tanto comigo, mas ainda não estou satisfeito. -Falei sorrindo.

-Ok. ..-Falou e deu partida.

Ele me levou até um parque de reflorestamento, lá tinham alguns voluntarios que nos entregaram mudas de árvores depois que Hobi foi falar com um deles.

-Eu gosto daqui. À alguns anos atrás não tinha quase nenhuma árvore aqui,mas agora esse lugar está bem melhor. Ele me traz tranquilidade. -Falou Hobi enquanto andávamos pelo parque a procura de um lugar legal para plantar nossas árvores. -Você nunca quis plantar uma árvore?

-Não. -Falei simplista. -Mas concordo com você, esse logo lugar trás tranquilidade. ..

-Vamos plantar ali, tudo bem pra você? -Perguntou apontando para um cantinho que não tinha muitas árvores por perto e eu assenti com a cabeça.

Fomos até lá e começamos a preparar a terra, àquilo não era muito complicado. .. Acabamos de plantar nossas árvores e colocamos as plaquinhas com nossos nomes,que um dos voluntários trouxe e escrevemos nossos nomes e a data.

-Sabe Hobi,isso não é tão difícil. Acho que podemos plantar umas cinquenta árvores só hoje. -Falei e ele riu.

-Na sétima árvore plantada você ia ficar  entediado. -Falou e eu cruzei meus braços.

-Ok eu exagerei ,mas umas quinze nos conseguimos! -Falei acariciando seu rosto, que ficou um pouco sujo de terra. Ele não deixou barato e me sujou também. Me levantei e corri dele, ele veio atrás de mim e logo me alcançou. Me agarrou e me deitou debaixo de uma árvore bem grande.

Estávamos com sorrisos idiotas no rosto ,enquanto nos olhávamos nos olhos,até que Hoseok aproximou seu rosto do meu. Fechei meus olhos e senti seus lábios tocarem os meus delicadamente , logo pedindo passagem com a língua, cedi.

Levei minhas mãos para sua nuca acariciando a mesma.  Aquele beijo estava delicioso, nossas línguas se entrelaçavam e misturavam nossas salivas, de forma gostosa. Não terá um beijo urgente, era calmo . Cessamos o beijo quando o ar faltou, Hoseok saiu de cima de mim e se deitou do meu lado. O abracei e fiquei olhando para as árvores ao nosso redor.

-Vamos voltar para casa. -Falei e ele me olhou confuso.- Eu estou cansado. ..

-Então vou cuidar de ti. -Falou ele segurando meu queixo e aproximando nossos rostos. O impedi. -Ah Tae, eu acho que mereço mais  um beijo!

-Um deixa em pensar. -Falei e depois dei um sorriso.- Eu acho que o senhor merece. ..

Ele segurou minha nuca  e aproximou nossos rostos, selando nossos lábios. Começando um beijo um pouco mais feroz,  que fez meu corpo esquentar rapidamente.

Cessamos o beijo um pouco ofegantes e nos levantamos do chão. Andamos de mãos dadas até o carro ,entramos nele e Hobi dirigiu até a casa de seus pais.

Pegamos as compras no carro e entramos na casa, os pais de Hobi não estavam na sala. Subimos até o quarto e guardamos minhas as compras. Deixei o unicórnio de pelúcia em cima da cama e abracei Hobi.

-Vamos tomar um banho Hobie, estamos todos sujos de terra, parecendo aquelas crianças hiperativas. -Falei e ele sorriu me dando um beijo na testa.

-De qualquer jeito somos crianças hiperativas, só que um pouco maiores. -Falou  e desfez o abraço indo pegar toalhas e uma muda de roupa para ele ,enquanto eu pegava a minha.

Fomos até o banheiro, fechei a porta e Hoseok já foi me agarrando. Passando suas mãos por dentro de minha camiseta e apertando meus mamilos, fazendo baixos  gemidos saírem de meus lábios. Logo me prensando de bruços contra a porta e marcando meu pescoço, com mordidas e chupões, passou sua língua pelas marcas recém feitas chegando ao lóbulo da minha orelha e o mordendo.

-Hobi. ..agora não. ..-Falei me afastando dele.

-Eu pensei que ...-Falou e eu ri.

-Pensou errado Hobi, a greve vai durar sim. -Falei sorrindo e tirei minha camiseta provocantemente. Ele se aproximou de mim segurando minha cintura.

- Você tem certeza que vai continuar com isso? -Perguntou ele fazendo uma carinha fofa e eu assenti com a cabeça ,ele tirou suas mãos de minha cintura e foi abrir a torneira da banheira para enche-la. Quando a banheira já estava cheia, ele tirou suas peças de roupa e entrou nela , tirei minha roupa também e entrei na banheira com ele.

Tomamos o banho normalmente, as vezes tinha algumas mãos bobas mas não foi nada além disso.  Nos trocamos e fomos na cozinha ,estava morrendo de fome. 

Chegando lá enquanto Hobi estava fazendo uma omelete pra gente, fui mexer no meu celular,Jin me mandou uma mensagem avisando que amanhã já era pra voltar para o dormitório. Fiquei feliz em saber disso, já estava com saudades daqueles cinco malucos e das Armys, só estava desanimado com os ensaios. ..

Continua. ...






















Notas Finais


Na minha vida toda a única coisa que plantei foi um feijão, quero plantar uma árvore. ...
Estou meio sem criatividade, desculpem eu queria ter feito algo melhor mais não tive ideia alguma. ..

Espero que minha criatividade volte logo. ..

Então até o próximo capítulo!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...