História Imagines Bangtan Boys - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Exibições 93
Palavras 1.280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


“Minha semana foi realmente cansativa, quem diria que encontraria em um bar meus desejos?"

Capítulo 2 - I Need You - Jungkook


Fanfic / Fanfiction Imagines Bangtan Boys - Capítulo 2 - I Need You - Jungkook

⁠⁠⁠Estacionei na frente de uma casa noturna em Seul e entrei na mesma. Seu interior era vermelho com algumas luzes neon e algumas brancas, relacionei a uma vagina. Já perceberam que não sou tão pura e nem coreana. Sou brasileira, mas meu pai era coreano. Ele morreu a um mês. E a um mês vim para esse lugar, discreto, sem funks, sem camisas e shorts curtos, sem diversão alguma. Meus dias estavam muito corrido ultimamente, quando me mudei para cá, já obtive um emprego fixo, precisava de algo para relaxar, essas semanas só foram resumidas em: trabalho, trabalho e mais trabalho. Me encontrava sentada em meio à multidão que dançava a música contagiante do local. Escorada numa cadeira no bar que havia ali. Tomava meus drinks sem preocupação alguma, já estava fora de meu controle e não estava mais lucida. Meu objetivo de relaxar estava completo. Levo o copo até minha boca e tomo um gole do whisky, sinto uma mão tocar em meus ombros, inclino a cabeça para lado eu escuto uma voz masculina suave, me viro melhor pra olha-lo.

- Posso lhe pagar uma bebida? — o rapaz me olhava com desejo, seu estado era pior que o meu, por conta do álcool, mas diferente de seu estado físico, ele era deslumbrante.

- Claro — disse sem jeito, ainda encantada com sua beleza que invadia meus olhos.

- Qual seu nome? — perguntou enquanto pagava as bebidas e entregava a minha.

- Laíse — falei tomando um gole do líquido — e o seu?

- Jeon Jungkook, prazer — estendeu sua mão, e a apertei sem hesitar.

O silêncio entre nós dois estava constrangedor, não falávamos e nem nos olhávamos. Não era possível ter esse homem maravilhoso em minha frente, ou melhor em meu lado. “Deve ser a roupa que está o deixando magnífico” pensava comigo mesma. Olho pelo canto do olho e pude notar sua roupa melhor, ele vestia uma calça preta com alguns rasgos nos joelhos e uma blusa branca, com um blazer vermelho jogado por cima da peça. Peças de roupas bem caras. Eu estava com um vestido preto com decote V e alguns detalhes cinzas, meio provocante diga-se por passagem.
Sinto sua mão tocar a minha que estava em cima do balcão, me arrepiando, fazendo o mostrar um sorriso pervertido com o resultado.
- Quem sabe nós vamos para um lugar mais reservado? — me perguntou com sua respiração em meu pescoço, me fazendo pressionar o lábio inferior contra os dentes.
- Pode ser — falei levantando e o seguindo. Sabia que aquele convite tinha algo a mais por trás dele, mas não podia negar.
Saímos da pista e fomos para área VIP. Sentamos numa mesa com uma ótima vista para o palco.
Sua mão já pairava por cima da minha novamente, seus dedos gélidos tocavam minha mão e trilhava um caminho pelo meu braço, até chegar a minha nuca me puxando para perto deixando nossas respirações uníssona, o cheiro da bebida de Jeon já havia se misturando com o meu hálito. Seu lábio tocou no meu, iniciando um beijo calmo, ele pediu passagem com a língua e eu cedi sem submissões. Minha língua explorava cada centímetro de sua boca. O beijo estava se intensificando, de calmo, passou a ser intenso e feroz.
A sala VIP estava praticamente vazia, era muito caro estar lá, nem sabia como Jeon poderia estar lá, como tinha pago. O beijo estava muito bom, mas a falta de ar pairo sobre nós, fazendo-nos afastarmos, ele ainda mordiscava meu lábio inferior recuperando seu ar. Voltamos a nos beijar intensamente, eu precisava dele tanto quanto eu sentia que ele precisava de mim. Seus dedos se encaminharam para tirar meu vestido, ele retirou a peça com a minha ajuda. Voltei a beija-lo, e levei minhas mãos a sua cintura caçando sua blusa no intuito de tirá-la. Arranhei suas costas quando fui tirar sua camisa e logo aparecera o resultado, marcas vermelhas em sua pele. Após arrancar a peça de seu corpo, pude ter uma visão mais ampla de seu abdômen, seu abdômen era definido, passei minhas unhas pelo mesmo deixando marcas. Me envolveu em seus braços e trouxe meu corpo mais perto do seu, sua mão apertava minha cintura fortemente, enquanto meus dedos entrelaçavam seus fios de cabelo. Mordiscou meu lóbulo enquanto eu beijava seu pescoço.
- I need you girl  $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ — falou em meu ouvido enquanto trilhava sua boca até meu pescoço e depositou vários selares e chupões no mesmo, me fazendo soltar pequenos gemidos.
Sentei encima do seu colo e comecei a rebolar, senti seu membro rígido por baixo da calça. Levou sua mão até minhas costas com o objetivo de tirar meu sutiã, e o retirou rapidamente, chupava o mesmo, delineava com sua língua quente meu seio esquerdo enquanto sua outra mão apertava meu peito direito. Sentir sua mão em mim era extremamente prazeroso, meus gemidos já não eram controlados por mim. Me beijou com bastante intensidade, minha língua percorria toda a extremidade de sua boca.

Minhas mãos foram em direção de sua calça, puxei o cós da sua calça e a desabotoei, tirei sua calça e seus tênis com rapidez, seu membro já pulsante dentro da boxer vermelha, estava me excitando realmente.

Nosso olhar se encontrou em meio de luxúria e desejo. Ele me desejava tanto quanto eu. Nossas línguas brincavam como velhas conhecidas.
Me puxou pela cintura e me pôs em cima da mesa, trilhou um caminho com sua boca no inferior da minha coxa até chegar em minha intimidade.
Seus dedos tocavam a lateral de meu corpo e começou a puxar o tecido fino que cobria minha intimidade. Sua língua tocava minha intimidade me arrancando gemidos altos, que só podiam ser ouvidos por ele, a música continuava a tocar e ninguém nos ouvia. Me sugava todo meu pré-gozo. Enquanto me chupava introduziu um dedo dentro da minha vagina me fazendo arfar. Sem avisos colocou mais dois dedos, me estimulava com movimentos vai e vem, e circulares. Queria aquele homem dentro de mim o mais rápido possível.
- Pare de me torturar Jeon! Me fode logo! — falei ficando vermelha após minhas palavras.
Ele retirou seus dedos de mim, os levou a sua boca e os lambeu. Isso me excitava completamente. Procurou a camisinha dentro do bolso da calça no chão da boate. Colocou em seu membro e introduziu. Segurou minha cintura e introduziu seu membro sem aviso prévio.
- Ah Laise tão apertadinha — falou enquanto introduzia seu membro. Gemi alto e arqueei minhas costas. Era grosso o suficiente para me causar certa encomodação no início aos poucos foi estocando, até atingir uma velocidade e força que pudesse nos fazer gemer uníssonos. Ouvir nossos gemidos e o barulho do nosso quadril em meio àquela música era prazeroso.

7,16, 22, 31 estocadas e meu prazer era imenso, uma camada de suor já se encontrava em nossos corpos.
Minha intimidade se contraiu e minhas pernas se enfraqueceram.
- Je-ahh-on ahh p-pare meu á-pice — disse o tentando parar de me estocar.
Mas ele não parou e eu senti seu líquido dentro de mim, chegamos ao nosso orgasmo juntos. Ele se sentou na cadeira já colocando sua boxer e eu ainda fiquei em cima da mesa procurando meu vestido.
Depois de nos vestir quebrei o silêncio que pairava sobre o ar.
- Nossa — sussurrei indo ao encontro de seus lábios e os encaixando esplendidamente.
- Você é maravilhosa — sussurrou com sua respiração extremamente desencontrada, me envolveu em seu braço.
- Vamos para minha casa? — ele perguntou com seu olhar de pura malícia.
Não pude negar, eu preciso dele, e gostei desses convites que ele faz


Notas Finais


Espero que eu tenha satisfeito suas vontades kkk
EAI GOSTARAM?
Primeiramente muito obrigada ♥
Estou com muita vergonha BRASIL
O próximo vai ser do Tae.
Se gostou coloca na sua biblioteca para receber mais notificações, e favorita ♥
Bjs e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...