História Imagines Boku No Hero - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Personagens Originais, Uraraka Ochako
Tags Boku No Hero, Imagines
Visualizações 107
Palavras 897
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


CHEGUEI AMORES!!

Meu, juro que quando pensei nessa imagines não achei que precisaria dividir em duas partes 😂 Socorro

Informações básicas

S/N: seu nome
S/S: seu sobrenome
S/N/C: seu nome completo
S/A: seu apelido

Individualidade: Magma

Pode controlar o magma e fazer seu corpo ficar totalmente coberto pelo mesmo, esquentando em altas temperaturas.

Capítulo 18 - Oh Nerd ❇ Iida Tenya - Parte Um


Fanfic / Fanfiction Imagines Boku No Hero - Capítulo 18 - Oh Nerd ❇ Iida Tenya - Parte Um

(S/N) Point Of Vision

Meu coração estava disparado, ameaçando saltar para fora do peito a qualquer segundo. Minhas mãos não paravam de tremer e era como se eu tivesse acabado de sair dum traumático eletrochoque. Talvez o eletrochoque fosse preferível ao invés disso: entrega da prova. Admito que fiz pouco caso da avaliação deixando para estudar na última madrugada, mas agora era sério, se eu tirasse um nota ruim seria praticamente impossível conseguir uma boa na próxima. Resumindo, se eu não ficar de recuperação durante as férias vou ser enxotada.

— Relaxa, se o Kaminari conseguiu tirar uma nota boa você também consegue — Jirou diz sorrindo ao virar para trás e me ver uma pilha de nervos.

— Ei! — Denki faz um pose exagerada.

— Aí meu Deus! — Coloquei as duas mãos na cabeça. — Eu nunca vou me perdoar se tirar uma nota pior que a do Kaminari!

Jirou solta uma gargalhada enquanto o loiro amaldiçoava até meus descentes. Quem disse que era brincadeira? Os nomes foram sendo chamados para pegarem suas provas, um atrás do outro. Sentia-me como se estivesse na fila da morte só esperando dar a minha hora. Iida foi chamado. Quando ele voltou para sua carteira ouvi um burburinho dele e dos amigos. "Parabéns Iida" e "Uou! 100!", eram as falas mais ouvidas de lá. Bufei. Aquele quatro olhos, sempre querendo chamar atenção.

— S/N/C — Aizawa chamou. Ouvi um certo descontentamento na voz dele.

Meu sangue gelou, ficou mais frio que o Todoroki. Respirei fundo tentado evitar um ataque ali mesmo e levantei rapidamente para pegar a prova. É óbvio que não poderia ser rápido, Aizawa-sensei tinha de comentar algo para lembrar-me da enrascada causada pela falta de estudos.

— S/S, já sabe o que vai acontecer se tirar um nota como essa na próxima prova — Ele entrega a folha. — Você tem que tirar no mínimo 90.

Engulo seco. 90?! 90!? Impossível. Adeus férias. Olá cadeira na sala de recuperação do professor. Nem consegui olhar de primeira para minha prova então quando sentei entreguei para Jirou com os olhos fechados.

— Então... Foi tão ruim assim? — Levantei a pálpebra esquerda captando uma feição não muito boa no rosto da garota.

— Você nunca vai se perdoar — Falou virando a folha.

19! Pelos Deuses! Eu estou, definitivamente, ferrada. Recuperar na próxima prova vai ser tão difícil quanto levantar da cama cedo. Se já nessa prova minha nota foi essa, imagina na próxima como vai ser? Cara... Vou repetir de ano, não é possível. Colo a bochecha na mesa, olhando para o lado e chorando rios.

— Eu tô ferrada! — Repetia.

— Bem, você pode pedir ajuda para alguém — Opinou Jirou.

Fiquei apoiada pelo queixo na carteira ainda com lágrimas nos olhos e fungando.

— Você vai me ajudar?

— Ah não, eu não! — Ela gesticulou. — Também fui um pouco mal, seria melhor você pedir para... — A garota vasculhou a sala e sorriu ao parar as íris sobre alguém. — O Iida!

Neste momento, quando ouvi o nome dele, meu sangue antes congelado ferveu até borbulhar. Bem capaz que eu ia pedir ajuda para ele! Seria totalmente contra meus princípios! Principalmente depois dele ter dito várias vezes para que eu focasse mais nos estudos... Nunca vou pedir ajuda para ele!

— Iida venha cá, por favor! — Jirou chama.

Adianta falar vulgo pensar? Coloquei outra vez minha cara na carteira tentando esconder meu rosto que por algum motivo já esquentava. Uma somra alta que eu sabia pertencer ao garoto de óculos pairou sobre mim.

— Posso ajudar Jirou? — Perguntou o mais educado possível.

— Pode sim, mas não a mim — Não vi, mas sei que ela me olhou. — A S/N tirou uma nota ruim na prova, você poderia ajudar ela a recuperar na próxima?

Levantei abruptamente colocando as mãos na boca da garota. Tarde demais.

— Claro que poderia — Ele me encara com um sorriso, uma mistura de simpatia e "eu te avisei".

Jirou tirou minhas mãos da boca dela sorrindo.

— Ela vai mandar uma menagem confirmando. 

— Pare de responder por mim! — Esbravejo.

— Mas você precisa de ajuda, S/N, deixa de ser teimosa!

— Seria contra os meus princípios!

— Seus princípios não são leis a serem seguidas!

— Claro que são, minhas leis!

Jirou revirou os olhos. Iida tinha saído dali quando percebeu que sua presença havia se tornado invisível para nós duas. No fim ela acabou rindo e eu fui arrastada, mesmo tentando fazer uma cara de emburrada. Quando o sinal tocou indicando fim das aulas, sabia que Iida me mandaria uma mensagem — como havia pedido Jirou —, só não sabia se eu queria recebê-la ou não.

* * *

Oito da noite. Tinha acabado de sair do banho e joguei-me na cama com tudo. Estava perdida em pensamentos quando escuto meu celular apitar. Uma mensagem.

Iida: Oi! Vai estar livre amanhã? - 20:09

Você: Cara, amanhã é sábado - 20:09

Iida: Não se lembrou disso quando deixou de estudar - 20:10

Você: Vai tomar na rabiola quatro olhos 😒 - 20:10

Iida: Para de me chamar assim - 20:10

Iida: Vai estar livre ou não? - 20:10

Você: Sensível.. Vou, Iida, vou - 20:10

Você: Onde vamos estudar? - 20:11

Iida: Numa livraria/cafeteria perto da escola, vou te mandar a localização amanhã - 20:11

Você: Ok - 20:11

Iida: Até amanhã - 20:11

Você:... Até - 22:31

Eu não ia responder ele, somente deixaria a mensagem visualizada. Entretanto, alguma parte do meu ser sentiu-se na obrigação de responder. Pensando bem, não seria tão ruim assim.


Notas Finais


CONTIUA.......

aí meus dedinhos, só digo isso kakskskskske

xoxo tortinhas de limão 💚💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...