História Imagines Boku No Hero - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Personagens Originais, Uraraka Ochako
Tags Boku No Hero, Imagines
Visualizações 289
Palavras 513
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uhul! Outra com o Bakugou, meio curtinha mas valendo!

Outra vez não vai aparecer a individualidade da personagem então sem delongas, podem ler!

informações básicas:

s/n: seu nome
s/s: seu sobrenome
s/n/c: seu nome completo
s/a: seu apelido

Capítulo 20 - Ghost ❇ Bakugou Katsuki


Fanfic / Fanfiction Imagines Boku No Hero - Capítulo 20 - Ghost ❇ Bakugou Katsuki

My ghost

Where'd you go?

I can't find you in the body sleeping next to me

My ghost

Where'd you go?

What happened to the soul that you used to be?”

Ghost - Halsey

O relógio digital no criado-mudo ao lado da mesa iluminava a escuridão do quarto com seus números brilhantes em vermelho vivo feito sangue. Intenso igual aquelas íris nas quais nunca me canso de admirar pertencentes ao meu Bakugou Katsuki, que aliás deveria estar dormindo ao meu lado. Meu dedos tatearam os lençóis brancos, deixando as unhas tingidas de preto em contraste num jogo monocromático de cores, vasculhando cada centímetro daquela cama para dois, mas que agora apenas um dormia. Onde ele foi? Eu realmente deveria me questionar isso se fosse a primeira vez. Uma, duas, três, quatro... Perdi as contas de quantas vezes acordei de madrugada sem encontrar seu corpo adormecido ao meu lado. No leito, apenas eu e a luz da lua tomando em seus braços ao invés dos dele meu corpo parcialmente nu.

Sentei-me na cama. Os cabelos bagunçandos caindo sobre minha vista talvez tentando impedir de algo inadequado ser captado pelas retinas. Sinais de traição talvez, ou de um amante que há muito perdera a atração pela sua fêmea. As cortinas do quarto abertas, assim como os vidros, deixavam uma brisa fresca entrar causando arrepios nos pelos do meu corpo. Arrepios que Katsuki também seria capaz de causar apenas com palavras. Entretanto ele não estava ali. O sono não retornava a mim como deveria, pelo contrário, apenas se esvaia rápido como ar de uma bexiga. Fiquei de pé observando outra vez nossa cama para ter certeza de que ele não estava ali; infelizmente realmente era só um espaço branco e vazio com alguns resquícios de seu corpo quando fôra dormir horas atrás.

Onde você foi?.. — Sussurro aos ventos caminhando na direção da janela.

O clima era propício as minhas vestes curtas e ao mesmo tempo inadequadas para se aparecer à varanda, compostas de uma camisa masculina tampando a calcinha branca de renda. Mas quem ligava quando já se passava da meia noite? Não estava relativamente frio, só que fugir daquele sopro noturno era difícil. Abraçando meu corpo, afagando minhas pernas nuas, tentando invadir no vão entre meus seios, brincando com meus cabelos. Coisas que Katsuki também poderia e com toda certeza, faria. O problema é que ele não está aqui. Na realidade mesmo se sua presença fosse perceptivel, seus reais pensamentos estariam longe. Há dias Bakugou está se afastando mais, cortando secretamente e silenciosamente nossos laços com tesouras invisíveis afiadas pelas minhas lamúrias. A chama do nosso amor aos poucos, ia se apagando; uma paixão tão momentânea quantos suas explosões. 

Uma vez, meu avô disse algo belamente comovente. Ele disse que são as nossas almas que nos movem, atuam sobre os atos, pensamentos e sentimentos; são mais nós do que nós mesmos. Quanto ao Bakugou, eu queria saber: o que aconteceu com a alma que ele costumava ser?

“Meu fantasma

Onde você foi?

Eu não te encontro no corpo adormecido ao meu lado

Meu fantasma

Onde você foi?

O que aconteceu com a alma que você costumava ser?”

Fantasma - Halsey


Notas Finais


FIM do capítulo com o Bakugou!

Eu nunca fiquei tão satisfeita com um final na vida 😂 até rimou cara! Halsey tem esse efeito criativo em mim akskkak

Não sou de dar spoiler sobre os personagens do próximo capítulo mas vou deixar vocês imaginando como vai ser com o nosso protagonista 🌚❤

Xoxo tortinhas de limão💚💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...