História Imagines BTS - Só pra iludir mesmo - Capítulo 77


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Army, Bts, Imagines, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Rap Monster, Suga, Taehyung
Visualizações 284
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTE, QUERIA AGRADECER PELOS 190 FAVORITOS, SE CHEGAR À 200 PENSEI EM FAZER ALGUNS FATOS SOBRE MIM, MAS N SEI SE VCS IRIAM GOSTAR ENTÃO QUERIA A OPINIÃO DE VCS 😊❤

E TBM QUERIA DIZER QUE PUBLIQUEI UMA NOVA FIC COM O TAE ENTÃO SE QUISEREM LER AQUI ESTÁ O LINK: https://spiritfanfics.com/historia/imagine-kim-taehyung--just-a-dream-9930441

Era isso, boa leitura ❤

Capítulo 77 - Old Love - Taehyung parte 3


Fanfic / Fanfiction Imagines BTS - Só pra iludir mesmo - Capítulo 77 - Old Love - Taehyung parte 3


Aquelas duas horas de show foram como duas horas de tortura, olhar para S/N na plateia e lutar contra a vontade de correr até lá e abraçá-la era horrível, sei que deveria me controlar mas vê-la ali parada à alguns metros de mim com lágrimas nos olhos cortava meu coração. Já haviam se passado sete anos, não mantivemos contato porém eu nunca à esqueci. Fui um idiota em não entendê-la e em não procurá-la anos atrás, caso contrário as coisas agora seriam totalmente diferentes. 

Após o show acabar fomos até o camarim, os membros me conheciam, sabiam que eu não estava bem, após perguntarem várias vezes resolvi falar. Contei tudo à eles, contei sobre meu passado, sobre S/N e o quanto ela significava para mim, contei sobre meu amor por ela e sobre como nos separamos à sete anos atrás, contei também sobre o show e tudo o que havia acontecido. Como esperado todos entenderam e Namjoom se aproximou de mim.


-Tae... Todos nós já passamos por isso... Mas nunca tivemos a chance de concertar o passado... Diferente de você... Ela veio até aqui, com certeza está querendo ver você, e sei que você também quer muito vê-la... Então faça o que tem que fazer...


Disse ele pondo uma das mãos em meu ombro. Respirei fundo e senti meus olhos lacrimejarem, S/N estava ali, era minha chance de tê-la novamente ao meu lado. Dei um suspiro e andei até nosso segurança.


V POVs off 


S/N POVs on 


O show havia chegado ao fim, todos saíam de forma organizada pelas portas enormes que davam acesso à rua, eu porém permaneci sentada, estava imóvel. Durante duas horas de show não consegui tirar os olhos de Taehyung, o mesmo olhava para mim algumas vezes e parecia estar chorando. Meus olhos ainda marejavam, não conseguia parar de pensar nele, no que estaria fazendo naquele momento, se estaria pensando em mim ou se ao menos se importava com minha presença naquele show.


-Com licença senhorita..


Olhei para o lado me deparando com um homem alto de cabelos pretos e usando um terno da mesma cor, podia-se notar de longe ele era um segurança do local ou até mesmo dos meninos. Olhei para ele já sabendo o que o mesmo iria dizer. Todos já haviam ido embora e apenas eu permanecia no local, era óbvio que iria ser expulsa.


-M-me desculpe senhor, sei que não devia estar mais aqui... Vou sair, não precisa me levar.


Falei pegando minha bolsa e me levantando, porém quando dei um passo para frente fui segurada pelo braço, me virei para o homem confusa.


-A senhorita está sendo chamada no camarim... Poderia me acompanhar por favor?


Falou ele. Arregalei meus olhos em choque com o que havia acabado de ouvir, aquilo deveria ser alguma espécie de engando, não poderia ser o que eu estava pensando. Respirei fundo e assenti para o segurança, que me guiou até um corredor escondido atrás do palco. Caminhamos por alguns minutos até pararmos em frente à uma porta branca onde havia uma pequena placa de metal com a palavra " camarim " gravada na mesma.


-Chegamos senhorita... Tenho ordens para deixá-la entrar... Fique à vontade...


Disse ele se se curvando e em seguida se retirando do local. Olhei em volta, o corredor estava vazio, sabia que ao entrar por aquela porta eu com certeza poderia me arrepender, porém ao mesmo tempo minha vontade de enfrentar tudo aquilo crescia cada vez mais. Um pouco receosa dei duas leves batidas na madeira pintada de branco. Um silêncio se instalou no local por alguns segundos até ser quebrado por uma voz que eu conhecia bem.


-Entre...


Ao ouvir aquela voz senti meu corpo tremer, tentei manter a calma mas meus olhos insistiam em lacrimejar. Dei um longo suspiro e aos poucos abri a porta tendo a visão que à anos queria poder ver. 

Taehyung estava parado à alguns metros de distância ainda com as roupas do show, olhava para o chão e parecia tão nervoso quanto eu. Quando finalmente entrei por completo no camarim ficamos cerca de cinco minutos em silêncio. Não conseguia olhar para Tae então apenas me contentei em olhar para o chão.

Não ouvi uma palavra do mesmo, não sabia se ele estava olhando para mim ou se assim como eu estava parado olhando para o chão.

Porém minha duvida foi deixada para trás assim que ouvi passos lentos vindo em minha direção, mordi os lábios nervosa e senti as lágrimas prestes a caírem. Senti duas mãos macias e quentes envolverem meu rosto me fazendo olhar para cima, meus olhos se encontraram aos de Tae. Não consegui segurar minhas lágrimas e senti meu rosto encharcar. 

As mãos macias e quentes de Tae acariciavam meu rosto enquanto secavam minhas lágrimas, com um olhar preocupado e triste o mesmo por fim falou.


-S/N... E-eu... Sinto muito...


Sua voz saiu quase como um sussurro. Não consegui me controlar e me joguei em seus braços o abraçacando com toda a força que pude. Tae correspondeu o abraço e pude sentir suas lágrimas molhando o topo de minha cabeça.

Ficamos cerca de vinte minutos abraçados e chorando em silêncio, a sensação de ter Tae ao meu lado era inexplicável, não queria soltá-lo nunca mais.


S/N POVs off 


V POVs on 


Não conseguia me controlar, eu finalmente tinha S/N em meus braços novamente, eu não à merecia, não merecia tudo o que ela já fez por mim, mas ainda assim ela estava ali, eu a havia feito chorar por mais de uma vez, sem dúvidas fui o pior amigo que ela poderia ter tido, porém eu a tinha em meus braços de novo e nunca mais iria sair de perto dela.

Depois de passarmos o que pareceu uma eternidade chorando nos separamos já mais calmos. S/N limpou suas lágrimas e eu fiz o mesmo, respirei fundo e segurei suas mãos.


-Olhe só pra você... Sua maquiagem está toda borrada...


Falei abrindo um sorriso e tentando limpar seu rosto, a mesma também sorriu.


-Eu... Manchei suas roupas... Sinto muito...

-Não se preocupe com isso, são só figurinos de show, temos muitos desses. 


Falei e a mesma soltou uma leve gargalhada, era tão bom vê-la sorrir novamente. Por um momento me deixei levar pela beleza de S/N, seu sorriso, seus olhos, sua voz, queria tanto poder beijá-la, mas sei que não devia fazer aquilo, eu precisava me controlar, não tinha o direito de tocar nela, mal havíamos nos reencontrado.


-Estava com saudades do seu sorriso...


Falei e a mesma corou.


-O-obrigada...


Falou ela. Conversamos por cerca de cinco minutos, contamos sobre nossas vidas, sobre o que estávamos fazendo e como estavam nossas famílias. 


-E onde estão os meninos? Queria muito conhecê-los...

-Falei para eles sobre você e decidiram nos deixar à sós... À essa altura já devem estar de volta à BigHit...

-Entendo...

-Mas se quiser conhecê-los ainda terá muitas oportunidades... Isso se continuar em Seul... Você vai continuar aqui, não é?


Perguntei com medo da resposta.


-Estou fazendo faculdade aqui... Vou ficar em Seul por muito tempo...


Dei um suspiro de alívio.


-B-bem... Se é assim... O que acha de sairmos amanhã à noite? 

-E-eu...

-Por favor S/N... Preciso passar um tempo com você... 


Falei aproximando nossos rostos. A mesma pareceu surpresa.


-Tudo bem Tae... Eu aceito...


Falou a mesma me olhando nos olhos. Aproximei meus lábios de sua bochecha e lhe dei um beijo, perto da boca. S/N parecia envergonhada mas havia aceitado meu convite, agora só me restava tomar coragem e tomar uma atitude, eu precisava dela, precisava senti-la, beijá-la e ter coragem para dizer que sempre à amei, e se tudo desse certo, era o que eu faria na noite do encontro...


Continua?








Notas Finais


Obg por lerem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...