História Imagines BTS - Capítulo 61


Escrita por: ~ e ~Kim-Myt

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Briga, Imagine, Perda, Romance, Sugao
Visualizações 133
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Fighting Taehyung!

Capítulo 61 - Stigma (V.pat6)


_ Peguei o biscoito no colo e abracei o mesmo me sentando no chão.

(Tae) - Porque ela nos deixou?..

_ Respirei fundo e soltei o cachorro que logo saiu, me levantei e saí daquela casa, eu precisava fazer alguma coisa para me distrair, Coloquei as mãos no bolso e atravessei uma rua ali, Peguei um caco de vidro e olhei envolta aquela rua silenciosa, Fitei meu pulso e antes que eu pudesse pensar em fazer alguma besteira ouvi passos apressados em meio aquele lugar escuro e sem graça, Olhei na direção e bi uma mulher desesperada correndo, Olhei estranho quando a mesma corria e olhava para trás várias vezes, Num momento rápido a mulher parecia não ter me visto e se bateu comigo com toda força, Segurei a mesma antes que caísse no chão, Olhei surpreso quando vi que era a Mãe da S/n,Ela era uma mulher bonita mas estava assustada e desesperada, Seu rosto que antes fora perfeito estava todo machucado e sangrando.

(Ml) - T-taehyung

_ Ela falou com dificuldade me olhando e respirando rápido

(Tae) - Você... O que aconteceu com você?

(Ml) - A S/n...  Ela está lá

_ Uma forte pressão passou pelo meu corpo quando ouvi ela.

(Tae) - O que tem a S/n? Quem fez isso com você?

_ Sacudi ela meio desesperado antes de raciocinar por mim mesmo

(Tae) - Não...Meu pai fez isso?

_ Olhei a mulher que logo concordou com a cabeça

(Tae) - E você deixou ela lá? Com ele? Você quer morrer?

_ Gritei com a mulher e logo soltei mesma e corri na direção da minha casa.

Eu me preocupei tanto em pensar que estava sozinho que me esqueci que não estava sozinho, Eu me esqueci completamente da minha promessa com a S/n sobre meu pai, Sobre protegê-la, Lembrei que não era só minha vó, Eu tinha mais alguém, Que sempre esteve ali para mim, e que eu abandonei.

_ Cheguei em frente de casa e não ouvi nada, Já comecei a me preocupar e se a S/n já... Não. Entrei ali e olhei em volta, Meu coração acelerou e comecei a tremer.

(Tae) - S-s/n?...

_ A casa estava bagunçada, Como todas as vezes que meu pai bebia, Senti um calafrio na espinha quando vi várias coisas quebradas e sujas de sangue, Foi aí que raciocinei o fato da mulher estar com o rosto machucado.

(Pai) - VOCÊ VAI FAZER O QUE EU PEDI!

_ Comecei a respirar rápido assustado quando ouvi meu pai gritar com a mesma voz que gritava com a minha mãe.

(S/n) - S-senhor Kim, P-por favor...

_ Ouvi a voz da S/n seguida por um barulho alto e um gemido de dor agudo.

(Tae) - Não..

_ Falei tão baixo que nem eu mesmo pude ouvir, Caminhei rápido para o lugar da onde vinha a voz e os barulho parei na porta e presenciei aquela cena novamente, a cena Que eu sempre presenciava quando minha mãe estava viva, Me senti pequeno e inútil, Senti voltar aos meus 4 anos, quando eu apenas observava sem poder fazer nada, Com medo, assustado, imóvel ali parado em frente a mesma porta..


~FlashBack On

_ Ouvia-se claro e nitidamente, o choro de uma criança entre soluços, Esse era eu, chorando no canto da casa, Silenciosa e fria, aonde acabara de passar por uma guerra emocional, presenciando cenas de trauma, Meu rosto está molhado, A marcas de lágrimas na minha calça e no chão perto do meu joelho, Já sentindo uma pequena irritação no olhos que tanto tentar limpar as lágrimas que não paravam de descer.

(Mãe) - Porque está chorando querido?..

_ Ouço  a voz fraca dela ecoar na minha mente, A voz que em algum momento cantou músicas para me fazer dormir, agora interrogava o porque das minhas lágrimas, Logo ela, o real motivo, Logo ela, me perguntando com sua voz de quem estava sentindo pontadas e ardor nos ferimentos, Logo ela, Que só não desabou em lágrimas por Mim...

(Mãe) - A mamãe está bem...


_ Sim... Ela, Que sempre mentiu, pra tentar me confortar, Ou para me fazer ser um Bom menino...


~ FlashBack Off

_ Eu não posso aceitar ver isso de novo, Eu não vou me ajoelhar ao lado de mais uma das pessoas que amo e chorar por ser inútil, Eu vou fazer alguma coisa mesmo que tenha que agir por impulso.. E.. É isso mesmo...

(Tae) - S/n!!

_ Gritei sentindo uma enorme raiva subir em mim ao ver ele segurar ela pelo cabelo prensada na parede, E com a outra mão uma garrafa de cerveja, Aquilo me roeu, Dessa vez eu não vou ficar só olhando. Assim que me ouviram S/n olhou rápido pra mim assustada, Caminhei sem pensar duas vezes na direção deles e empurrei aquele marginal pra longe da S/n que logo caiu no chão por ele ter solto a mesma, Sem pensar duas vezes gritei alto sentindo aquela raiva aumentar e peguei a garrafa da mão dele e bati a mesma na cabeça dele que delirou num rápido momento.

(Tae) - Você, Acabou com a minha vida...

_ Disse pegando a garrafa quebrada e acertando o abdômen dele com a mesma várias vezes e rápido.

(Tae) - você adoeceu minha Vó

(S/n) - TAE!

_ Senti S/n me segurar por trás mas Continuei batendo a garrafa nele e nem notei meu rosto molhar por causa das lágrimas de ódio

(Tae) - VOCÊ MATOU A MINHA MÃE

(S/n) - Taehyung Por favor para!

_ S/n continuava tentando me parar mas eu não obedeci, Gritei sem ver o que eu estava fazendo

(Tae) - E AGORA SE ATREVE A TOCAR NA MINHA S/N!! AAAAH!!

_ Bati os dentes de raiva e suspirei pesadamente enquanto ainda chorava muito, foi quando parei de enfiar a garrafa no abdômen dele, Notei que ele não tinha mais expressão, E nem respiração, Eu... Matei o meu pai...

(S/n) - Tae...

_ Senti suas mãos Me soltarem, Foi quando vi o que fiz...



Notas Finais


🏃🏃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...