História ~Imagines BTS e EXO ^^ - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Bts, Exo, Imagines Bts, Imagines Exo
Exibições 196
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente,deu empate em quase tudo,então tive que desempatar de um jeito louco aqui.
Então desse jeito louco,deu o ChanYeol!
Não pensem que é porque ele é meu bias e blá blá blá (mas ele não é mesmo 😹😹)
Bom,esse imagine não fui eu quem fez,foi minha amiga,então,se tiver alguma coisa tipo "nada a ver",culpem ela,ok?😹
Vamos lá 😻💕

Capítulo 14 - ~Imagine com ChanYeol ^-^


Fanfic / Fanfiction ~Imagines BTS e EXO ^^ - Capítulo 14 - ~Imagine com ChanYeol ^-^

Eu estava voltando pra casa da faculdade.Fiquei até tarde hoje fazendo um trabalho no laboratório. E o pior de tudo...A rua estava meio escura e vazia.É, me fodi.

Não passava um táxi, nem pessoas,nem nada!

Escutei passos atrás de mim e comecei a andar mais rápido.Os passos almentaram a velocidade de acordo como eu acelerava também.

Comecei a correr mas percebi que havia parado em um beco sem saída.

Virei e vi uma pessoa,mas estava escuro,não dava pra ver direito.Ele chegava cada vez mais perto e eu recuei até bater com as costas na parede.A figura era de uma pessoa alta.

Quando eu iria gritar ele pôs um pano no meu rosto,pegando no meu nariz e boca,fazendo eu apagar.

[...]

Acordei em um chão frio e um pouco sujo.Tento me sentar e sinto meu corpo todo doer e minha cabeça rodar.Levo uma das mãos à cabeça mas a outra foi junto,então,olhei meus pulsos.Eu estava algemada.

As imagens aos poucos foram surgindo em minha memória.

Arregalei os olhos e tentei me levantar mas eu ia ao chão,repetidas vezes.Desisti e me encostei na parede, começando a chorar.

Porque aconteceu comigo?O que eu fiz?

Ouvi uma porta se abrir e senti um vento gelado se encontrar com meu corpo,fazendo eu me encolher mais.

Não levantei a cabeça em momento nenhum.

Na minha cabeça vinha a imagem de um homem velho,nojento.E já podia imagina mais ou menos o que ele queria. Meu corpo.

Eu me Encolhi mais ao perceber aproximação.

Com os olhos baixos pude ver apenas os pés da pessoa.Eu comecei a tremer:

-Como é seu nome?-Uma voz grossa e melodiosa perguntou.

Eu arregalei os olhos e comecei a ficar mais nervosa.Aquela voz não era nada parecida com a de um velho tarado.Eu não respondi,apenas fechei os olhos:

-É melhor responder,paciência é uma coisa que não veio comigo!-Ele disse sério.

Eu solucei,devido ao choro baixo que eu soltava:

-(s/n)...-Eu respondi baixo,mas ele ouviu.

Ele não disse mais nada,apenas começou a andar pelo cômodo:

-O que você quer de mim?-Eu perguntei rouca depois de um tempo em silêncio.

-É eu quem deve fazer as perguntas aqui!-Disse irritado e eu me calei- Mas você deve estar pensando o porque de eu ter te sequestrado...Com o tempo você vai saber!

Eu tremi e pensei em várias coisas que ele poderia me usar como cobaia.Assaltar bancos,vender drogas,matar pessoas...

O silêncio se instalou e eu continuava de cabeça baixa:

-Olhe para mim!-Ele disse.

Eu continuei com a cabeça baixa,com medo:

-Olha pra mim,garota!-Ele se alterou um pouco.

Eu,devagar,levantei meus olhos ao seu encontro.Passei os olhos pelos pés,pernas,braços,peitoral que estava cobertos por roupas(Poxa,isso é aziado '--) ,pescoço e então pude ver seu rosto.

Ele era...Simplesmente lindo. A pele branca,cabelos pretos,orelhas um pouco grandes(foda-se,gosto dele assim ^^),os olhos um pouco grandes e os lábios...Vermelhos e inchados...

Pera,o que?

Eu desviei o olhar dele e o mesmo riu debochado:

-Eu sei que sou lindo,ok?Não precisa babar!-Ele disse convencido.

-O que você vai faze comigo?-Perguntei com medo.

-Por enquanto nada,mas quando surgir alguma coisa maluca,prometo que faço!-Ele disse e saiu dali.

Eu fiquei encarando a porta.As lágrimas voltaram.Eu queria voltar pra casa,queria dormir na minha cama macia,tomar meu banho quente.

Eu deitei no chão e continuei chorando,até acabar dormindo.

Me assustei com a porta abrindo e me sentei,coçando os olhos meio atrapalhada,por estar de algemas.

O sequestrador(nossa que estranho '--) entrou com um prato na mão que soltava um pequeno vapor.

Ele colocou o prato na minha frente e ficou olhando minhas algemas,indeciso se iria solta ou não:

-Olha,não sei porque tem medo.Não tenho arma nenhuma aqui e não tenho força o suficiente pra te quebrar!-Eu dei de ombros.

Ele abriu as algemas e ficou na minha frente,um pouco afastado,me olhando.

Olhei o prato e sorri:

-Nunca pensei que ficaria tão feliz em comer mingau!-Eu disse e comecei a comer,sem vergonha dele,eu estava com bastante fome.

Terminei e deixei o prato de lado,olhando pra ele,que encarava o teto:

-Pra um seqüestrador,você é... Bom!-Eu disse,mas senti medo.

Ele me encarou e seus olhos estava mais escuros e seu rosto sem expressão:

-Acha que devo ficar pior?-Ele perguntou frio e eu estremeci.

Gostava mais do sequestrador de antes:

-Não...-Eu disse nervosa.

Ficamos em silêncio e eu resolvi arriscar e perguntar uma coisa:

-Qual o seu nome?-Perguntei um pouco baixo.

-Park ChanYeol...-Ele disse.

-E quantos anos você tem?-Perguntei curiosa.

-Está perguntado demais!Fica quieta ou vou ter que te amordaçar!-Ele disse irritado.

Eu me calei,mas interrompida de novo:

-Você é estranho...-Eu disse baixo.

-Acredite,não é a única que falou isso?-Disse dando um sorriso irônico.

                  4 Meses Depois...

4 meses que estou aqui.4 MESES!
Mas estaria mentindo se eu disse que não gostava daqui.

Pode me chamar de louca,pirada,drogada,o que for,mas eu não me importo.

Nos tornamos bastante amigos,mas não o bastante para ele me deixar ir lá fora,respirar um pouco,só vivia trancada ali.

Ele sempre comprava algumas roupas pra eu tomar banho e vestir em seguida.Ele me livrou das algemas e eu dei Glória!

Já tentei fala a respeito do porque ele ter me sequestrado, mas ele sempre diz que eu logo vou sabe e blá blá blá!

Estava sentada no chão como sempre,quando a porta abriu e ChanYeol entrou por ela,sorrindo:

-Está um dia bonito lá fora,(s/a),vamos lá!-Ele disse e eu me assustei.

-Sério?-Perguntei animada.

Ele assetiu e nós fomos correndo até o jardim daquela casa e ficamos brincando.

Estava tudo normal,até um homem parar na frente de nós dois,assim,de repente.

O ChanYeol se pôs na minha frente em um ato de proteção e eu me agarrei em seu braço:

-O que você quer,Tao?-Chan perguntou com raiva.

-Só vim dizer que estava lindos brincando juntos!-O homem disse irônico.

-Cai fora daqui antes que eu dure sua cabeça com uma bala!-Ele disse mais irritado ainda.

-Hoje não, ChanYeol,hoje sou eu quem vai fazer isso pra você!-O homem disse e apontou uma arma pro ChanYeol.

Eu fui mais rápida e me joguei na frente do ChanYeol,sentindo uma dor no peito.

Cai na grama e pude ver o Tao correndo pra fora dali.ChanYeol me pôs em seu colo e pude er que ele estava desesperado:

-Não,não,não.Fala comigo.Está me ouvindo?Por favor,aguenta!-Ele dizia com a voz embargada e desesperada.

Consegui fazer esforço pra falar,já que eu sentia que não iria aguentar muito tempo,então eu queria contar a verdade:

-ChanYeol...Eu preciso t-te falar a verdade...Eu não queria...Eu realmente não queria...Mas eu me apaixonei por você...Eu queria fugir desse sentimento,mas não deu...Eu quero te pedir uma coisa...Seja melhor,dessa vez...Tente melhorar....Por favor...Eu não quero que você seja assim...Encontre uma pessoa que te ame...Tenha filhos com ela,uma família...Seja feliz...Vou estar com você sempre...-Eu disse baixo e fraca.

-Não,você não pode me deixar.Lembra que eu disse que com o tempo você iria descobrir o porque de eu ter te sequestrado?Era porque todas as vezes eu te via passando ali, com esse sorriso que eu tanto amo...Eu também me apaixonei por você e ainda mais depois que passei a conviver com você nesses 4 meses...Me desculpe por deixar você trancada no escuro naquele quarto,eu não queria correr o risco de você me deixar...É egoísta da minha parte,mas eu preciso de você... Por favor,fica comigo...Essa família que você disse,eu quero construir com você...Prometo melhorar,prometo mudar por você...-Ele disse e eu senti as lágrimas dele pingarem em meu rosto.

-Eu amo você...-Eu disse mais baixo.

Senti ele dá uma aproximação e senti seus lábios macios e doces prensados nos meus.Eu sorri entre aquele selar e ele sussurrou:

-Eu também amo você... Porque você é meu sonho...

Eu senti meu corpo desfalecendo e senti meu coração batendo pela última vez.


Notas Finais


E então?Gostaram?😹
Ficou meio "oi?" kkkkk
Culpem quem escreveu,hein,que no caso não fui eu 😹
Ah,eu amei os favoritos e comentários, ok?Vocês são os melhores 😻 OBRIGADOOOO 😻💕
Até a próxima,gente 😻
Beijos no kokoro 😻


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...