História Imagines com o BTS - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, Imagine Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kook, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 119
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Relou

Capítulo 1 - My bad teacher - Jimin


Fanfic / Fanfiction Imagines com o BTS - Capítulo 1 - My bad teacher - Jimin

Estava andando pela sala até que ouço o sinal bater e me sento.

Outra aula de matemática, ah vai se foder.

Odeio aula de matemática. AISH!
Mas o professor você não odeia né?
Os alunos entram e Namjoon senta do meu lado.

- Como foi seu intervalo sem mim, oppa? - Pergunto para o Namjoon fitando os olhos do mesmo.
- Maravilhoso. Até fui parar no Brasil, sambei até ficar sem pés. - Ele conta irônico.
- Ah. Vai se foder! - Reviro os olhos e olho para frente.

Pouco tempo depois o professor de matemática entra na sala e olha em volta da sala.

- S/N, você terá que ficar até mais tarde.
- Disso eu já sei. - Reviro os olhos. - Quero apenas ouvir que eu vou passar direto em todas as matérias e me ver livre da escola. - sussuro oque acabo de falar e Namjoon ri.

Estranho... O professor não vai dar advertência no Namjoon depois de ele rir por achar que foi com ele?

- Vou aplicar o teste em 5 minutos, se arrumem.

Todos guardam as canetas coloridas e tals.
Que se foda oque estão fazendo.

O professor me encara e respira fundo.

- S/N, Você estudou para o teste? - Ele me olha com cara de quem está perdendo tempo perguntando isso.
- Não. Não tava afim.
- Se retire da sala. - Arqueio a sobrancelha e sorrio de lado.
- Ótimo. - Pego minha mochila e saio da sala.

Estava na frente da sala quando finalmente o sinal bate e vejo todo mundo sair da sala e avisto o Namjoon.

- Vamembora. - Falo quando estava prestes a correr e sinto alguém me segurar por trás.
- Não tão cedo... - Ouço Jimin (professor) falar e reviro os olhos. - Vamos.

Namjoon se despede e Jimin me puxa para a sala.

- Comece limpando as cadeiras.

Bufo e pego um pano. Começo limpar as cadeiras e tempo depois termino.

- Pronto. - Falo cansada.
- Mas você nem terminou o trabalho. Agora, limpe o quadro e depois minha mesa.

Começo a limpar o quadro e termino em minutos o mesmo.
Me abaixo e começo a limpar a mesa do professor.

- Aigoo! Estou tão cansada. - Me levanto e faço um bico.
- E ao invés de reclamar, deveria comprar um uniforme maior.
- Mas este é o maior de todos. - Fico irritada e volto a limpar a mesa.

Meu uniforme está tão curto, que bosta.
Meu uniforme está quase mostrando a poupa da bunda de tão grande que minha bunda é.
Aish.

- Pronto. Agora a sala está limpa, o chão não é comigo.
- Ani. Seu trabalho não acabou, você ainda vai fazer o teste e também vai fazer um trabalho mais cansativo ainda.
- Eu não quero fazer o teste.
- Não? Eu posso te castigar por isso.

Não fala assim, filho da puta do CARALHO.
Minhas pernas ficam bambas e sinto minha intimidade ficar molhada e quente.
Empino minha bunda sem ele perceber muito e deixo meus enormes seios aparecerem pelo decote da blusa.

- Tudo bem, eu faço o teste.
- Ótimo. - Ele sorri e vê meus seios quase pulando para fora do decote do uniforme. - São enormes, e gostosos. Por que não deixam eles pularem para fora deste decote? - Ele fala malicioso e sorri de canto.
- O professor gostaria de vê-los para fora do decote? - Mordo o lábio e empino ainda mais a bunda. - A sua aluna está com vontade de ser castigada.
- Dee. - Ele morde o lábio e vejo um volume crescer dentro da calça dele. - Você é uma vadia tão gostosa... Eu vou te castigar tanto por você estar me provocando demais, garotinha.
- Daddy, eu sou uma garotinha, tem certeza que deseja fazer isso?
- O Daddy vai foder a garotinha.
- A garotinha está tão molhada com suas palavras que daqui a pouco vai chegar ao ápice com certas palavras.

Ele sorri e me joga no canto da sala e começa a apertar com força minha intimidade.

- Daddy~

Gemia enquanto ele apertava minha intimidade.

Ele me da um tapa forte no rosto e rasga minha calcinha.

- Daddy... Como vou voltar para casa?
- O Daddy ajeita isso, agora eu quero apenas ouvir seus gemidos.

Mordo o lábio e sinto ele atacar meu pescoço com chupões e mordidas no mesmo.

- Quem sabe depois eu te dê um uniforme maior... Você está muito vulgar e eu odeio ver os garotos te comendo por olhares. - Ele sussurra no meu ouvido e sorrio.

Jimin puxa meu cabelo e me deita na mesa do professor enquanto rasgava meu uniforme.

PORRA JIMIN.

Ele elogia meus seios e ataca os mesmos.
Sinto tapas fortes em minhas coxas e gemia alto enquanto Jimin se deliciava com meus fartos seios.
Ele distribui beijinhos e faz uma trilha dos mesmos até minha intimidade.
Ele abocanha a minha intimidade e solto um grito de prazer.

Puta merda.

Sinto o garoto morder algumas vezes meu clitóris e sinto meu ápice estar próximo.
Jimin penetrava sua língua em minha entrada enquanto batia forte em minhas nádegas.
Sinto meu corpo estremecer e chego ao ápice, após derramar todo meu líquido, Jimin saboreia todo o líquido e sorri.

- Tão gostosa, até mesmo seu gosto é delicioso.

Jimin me beija fazendo com que eu sentisse meu próprio gosto.

- Daddy, me fode logo.
- Dee.

Ele sorri malicioso e bate forte na minha cara.
O mesmo me coloca de 4 e sem nem avisar ele me penetra fazendo com que eu gritasse alto.

- Miane. Eu gosto disso.

Ele começa a fazer movimentos rápidos enquanto batia na minha bunda, sentia uma ardência e sinto ele puxar meu cabelo bruscamente fazendo com que minha cabeça doesse um pouco.
Tempos depois eu chego ao ápice e Jimin também.
Sinto o líquido do garoto quente dentro da minha intimidade e solto um gemido estrondoso.

Jimin se deita ao meu lado e arfa.

- Tão rápido mas ao mesmo tempo, prazeroso.
- Dee. - Sorrio - Que tal um Round 2?

Ele sorri e logo estávamos gemendo novamente.


Notas Finais


Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...