História Imagines Exo. - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Sehun, Suho, Xiumin
Visualizações 335
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem
Boa leitura
😘😘

Capítulo 32 - Nem tudo é o que parece ( Suho )


Fanfic / Fanfiction Imagines Exo. - Capítulo 32 - Nem tudo é o que parece ( Suho )

Muitos dizem que levamos a vida que queremos, mais isso não é verdade, as vezes precisamos nos disfarçar e viver a vida em fantasia pra não enlouquecer nesse mundo de loucos.

Caminhando nas ruas passo despercebida aos olhos maldosos de pessoas que julgam um comportamento como o meu, confesso que não é o que eu queria pra mim, mais foi a única saída, ja não conseguia emprego descente e nem fui aceita na faculdade, isso me serviu muito, do que ganhar uma depressão, ainda espero que eu possa ver tudo de uma maneira mais simples sem me importar com que terceiros vão pensar sobre mim.

Chego ao hotel e entro sem ser percebida o recepcionista me da um sinal e sigo em frente sem alarde indo direto ao quarto, o elevador vai subindo me sinto um pouco receosa, medrosa e minhas mãos começam a soar, acho estranho esse comportamento pois eu sabia exatamente o que estava fazendo aqui, muito relutante e engolindo a seco abro a porta do quarto, estava todo escuro, apenas com luzes de velas.

-- Demorou..-- ouço uma voz vindo do banheiro.

-- quem é você?-- pergunto indo em direção ao banheiro e me deparo com um homem alto, cabelos escuros rosto sereno e me olhava com um sorriso no rosto.

-- Kim Junmyeon, e você?

-- não foi com você que marquei aqui hoje... me desculpa ... não posso ficar.

Vou saindo e ele vai mais rápido e me segura me prendendo na parede.

-- não pode abrir uma exceção só hoje? Preciso tanto de atenção.-- ele sussurra em meu ouvido.

-- okay, mais não costumo ser boazinha, sabe... esse é meu diferencial senhor Kim.-- digo mordendo os labios e o empurro até a cama o fazendo sentar e se apoiar nos cotovelos.-- tenho uma regra clara, e vou te explicar detalhadamente.

-- vou ouvir atentamente.-- ele morde os labios.

-- não pode me beijar... Eu tenho que permitir isso, não pode tocar..-- tiro meu casaco que vai até o joelho me revelando apenas com lingerie.-- é tudo da minha forma, se desobedecer vai ser severamente punido.

Sento em seu colo de frente a ele e ele olha cada parte de meu corpo, tenta me tocar mais não deixo, e começo dando uns chupões em seu pescoço, e ouço ele gemer baixo sou leves reboladas em seu colo e sinto seu volume aumentar rapidamente.

-- me deixa te tocar?-- ele pede quase num sussurro.

-- não...--e deito ele vou desabotuando sua camisa botão por botão e depositando beijos sobre seu peito, chego na sua calça e olho pra cima, ele acompanha cada movimento meu, continuo e tiro sua calça e baixo sua cueca, vendo o tamanho de sua vontade, passo a mão de leve em movimentos vai e vem, e vejo ele fechar os olhos e jogar a cabeça pra trás, vou passando a língua sobre sua glande, e abocanho sem aviso, seu pênis era grande e difícil de por todo na boca, mais mesmo assim sentia sua satisfação, pois ele ficava ainda mais duro e suas veias pulsava a cada movimento meu.

Paro ficando de pé em sua frente e ele me olha com reprovação, dou uma risadinha e ele me puxa pelo braço me fazendo deitar e fica por cima.

-- não foi esse o combinado.-- digo enquanto ele beija meu pescoço.

-- quero ser severamente punido.-- ele diz me roubando um beijo molhado e cheio de desejo, com rapidez ele tira meu sutiã jogando em qualquer lugar.

Ele vai descendo os beijos e abocanha meus seios me fazendo arrepiar com seus toques leves, ele vai fazendo trilha de beijos até chegar na minha calcinha e depositar selares em meu íntimo ainda por cima do pano fino que facilmente foi rasgado, sinto sua língua quente dominar meu íntimo e arrancando um gemido alto, ele sabia o que estava fazendo e isso me deixa ainda mais louca por ele.

Puxo ele pra cima novamente e fico por cima prendendo suas mãos, rebolo em seu pênis fazendo ambos gemer com o toque, ele tava louco pra me tocar mais as algemas o seguravam e ver o desespero dele querendo me apertar deixa o clima ainda mais prazeroso, viro de costas a ele e penetro seu pênis em meu interior.

-- pelo amor de Deus deixa eu tocar você.-- ele disse ao sentar completamente em seu pênis.

-- te falei que seria punido se desobedecer as regras.-- digo e começo a cavalgar em seu colo, ele gemia sempre que nossas virilha se chocava, me viro de frente a ele novamente penetrando seu pênis em meu interior, rebolo bem lentamente e beijo seu pescoço.

-- Gostosa ... -- ele diz me fazendo arrepiar, solto seus braços e ele me olha mordendo os labios.

-- Faz o que quiser comigo Daddy.-- sussurro em seu ouvido e ele me beija invertendo as posições, suas estocadas eram lentas, e isso me deixava louca por mais contato, logo ele foi aumentando e seu movimento rápido me levando ao delírio.

-- geme pra mim...-- ele diz em meu ouvido.

-- D-daddy..-- e ele vai penetrando mais e mais veloz me fazendo gemer alto seu nome, sinto meu orgasmo chegando e logo meu corpo relaxa, e ele chega ao seu limite minutos depois depositando um beijo em minha testa.

-- esse foi o melhor sexo que fiz.-- ele diz regulando a respiração.

-- melhor que com a médica?

-- ___ você se supera a cada personagem-- escondo meu rosto em seu braço.-- eu te amo minha baixinha.

-- eu te amo Suho..-- ele me da um selar demorado.-- mesmo sendo esse louco por fantasias eróticas.

Começamos a rir alto e ele deita ao meu lado e fica olhando teto.

-- você é a melhor namorada desse mundo, e hoje dominadora me deixou louco... Casa comigo?

-- o que? -- me sento.-- assim? do nada? Kim Junmyeon?

-- não é do nada, namoramos a três anos e não vejo com ninguém além de você brincando de médico, mecânico, bombeiro-- começamos a rir.-- é você que eu quero pra seguir a vida, contruir uma família aceita?

-- sim... aceito ... amo você Suho muito.

Nos beijamos e meu coração pulava de tão feliz que estava, mesmo com brincadeiras na hora do sexo levamos a vida a dois muito sério, e não saberia viver sem Kim Junmyeon.

--___ amanhã você pode se vestir de camareira?

Me jogo na cama rindo sem parar de suas loucuras, mais confesso que o amo o bastante pra achar tudo isso agradavel a melhor escolha que ja fiz na vida..simplesmente escolhi o homem certo pra acabar meus dias ao seu lado.



Fim.



Notas Finais


Espero que tenham gostado..
O próximo vai ser Sehun ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...