História Imagines EXO (One Shot) - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~mizzz_Z

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanyeol, Chen, Cute, Exo, Hot, Imagines Exo, Imagines Kpop, Kai, Lay, Luhan, Mavi, Mavíimagines, Sehun, Sexy, Suho, Tao, Wu Yifan, Xiumin
Visualizações 751
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oulaaaaaaa! Tudo bem? Volteiiii, quem é vivo sempre aparece! Trouxe um imagine do meu bias divino, BaekHyun! Espero que gostem, leiam ouvindo "The Eve- EXO", "Spring Day- BTS" e "All In-Monsta X"!
Relevem os erros, vamos lá!

Capítulo 8 - Best Friends... - Imagine BaekHyun (Cute)


Fanfic / Fanfiction Imagines EXO (One Shot) - Capítulo 8 - Best Friends... - Imagine BaekHyun (Cute)

Já estou cansada dessa dor cortante que não cabe no meu peito, meu namorado me traí, então você me pergunta: "Por que não termina com ele?". Pelo simples motivo, de eu ama-lo. Por eu ama-lo sou "obrigada" (obrigada pelo meu coração) á continuar com tudo isso, com a dor, com fingir que está tudo bem e ter que continuar me enganado, achando que ele me ama. 

  Nós ultimamente não estamos nos vendo muito, estou tentando ao máximo evita-lo, para ver se eu paro de sentir algo por aquele idiota, vulgo Byun Yo Han  (n/a= meu ator mozão ♡) (n/t= pra quem não sabe ele é o Seok-yul de Incomplete Life).  

Olho pela janela, embaçada por conta do frio, e vejo o carro de alguém que eu já conheço, Byun acaba de chegar. Vejo-o sair do carro com algumas sacolas, devem ser para ele fazer o jantar (sim, eu me recuso á fazer o jantar para aquele babaca, até para mim).

  - S/N? Amorzinho?.-. Disse Byun, com tamanha falsidade no tom de voz. 

  -....-. Recusei-me a responder Byun.  

 - Eu sei que você está em casa, S/N. Vai mesmo recusar-se a me responder?.-. Engoli seco com seu tom de voz, estava totalmente alterado. 

  - Estou aqui sim, meu amor!.-. Disse em um tom de ironia. 

  - Que bom!.-. Retrucou ao mesmo tom. 

Desci as escadas e encontrei-o mexendo nas sacolas e retirando algumas coisas das mesmas e colocando-as na geladeira. Quando me viu, abriu o sorriso mais falso que já vi na minha vida e veio em minha direção, tentou beijar-me mas esquivei de seus toques.  

- S/N... S/N... Vai mesmo ser desse jeito? Como pode tratar seu amado namorado assim?.-. Olhou-me com raiva, engoli seco. 

  - Amado namorado? Me poupe, Byun! Como pode ser tão babaca?.-. Olhei-o de forma séria, estava com vontade de chorar e de gritar para todos ouvirem o que tenho a dizer.

  - Como eu posso ser tão babaca? Você é única a babaca aqui, corninha!.-. Byun me olhou indiferentemente. 

  Algumas lágrimas começavam a se formar, algumas iam caindo pelo meu rosto. Lágrimas de raiva, isso sim! Não aguentava mais! Cansei! Saí de perto dele ainda chorando, peguei meu casaco e minha bolsa e saí. 

  - S/N! Se sair por essa porta nunca mais irá voltar!.-. Byun gritou no meio da rua. Continuei a andar sem rumo, enxugava minha lágrimas que ainda insistiam em cair. 

Peguei o meu telefone, que estava dentro de minha bolsa, e liguei para meu melhor amigo, BaekHyun, ele sempre me ajudava quando ligava para ele chorando no meio da noite. 

*Telefone on*

- B-baek.-. Gaguejava por conta do meu recente choro. 

- S/N? Está chorando? O que o Yo Han fez dessa vez? Você está bem?.-. Ouço Baek falar com um tom preocupado. 

- Baek, p-preciso que v-venha me buscar! Eu saí de casa, não aguentava mais Yo Han, não aguentava mais sofrer!.-. Disse tentando cessar o choro. 

- Vou sim, S/A! Onde está?.-. Baek agora já estava mais calmo, assim como eu. 

- Estou no final da rua da minha casa, um pouco depois da mesma.-. Meu choro já tinha cessado e já estava um pouco mais calma. 

- Ok! Me espere aí, daqui a pouco chego aí! Tchau, S/A!.-. Quando ia terminar de falar, BaekHyun já havia desligado o telefone. 

*Telefone off*

Já haviam se passado 20 minutos que eu havia terminado de falar com BaekHyun. Vejo um farol no final da rua, tenho quase certeza que era BaekHyun. Minhas dúvidas se confirmaram quando vejo-o parar e sair do carro vindo em minha direção, me abraçando logo em seguinda, seu abraço era acolhedor e fiquei em seu braço por longos segundos. BaekHyun segurou meu rosto com suas enormes mãos, fazendo-me olha-lo:

- Pequena, está tudo bem? O que aquele idiota fez contigo? Se ele te machucou de alguma forma, eu vou quebrar a cara dele!.-. Baek falava em um tom de preocupação, abri um sorriso singelo, como ele pode ser tão bom? 

- Bacon, tá tudo bem! Ele não fez nada! Podemos esquece-lo?.-. Baek estava com os olhos arregalados e eu sorria de forma doce. 

- Ai pequena, não me dê sustos como esse! Fiquei tão preocupado!.-. Baek me abraçou mais uma vez, dessa vez com mais força, não á ponto de me machucar mas do mesmo jeito com carinho.

Entramos em seu carro e fomos o caminho todo conversando, Baek sempre arrumava eu jeito de falar que eu dei um baita susto nele, tão bebê *risos*. 

Chegamos em sua casa não em muito tempo, o mesmo pediu para que eu me fosse me sentar no sofá e fiz o que foi-me pedido. Baek foi até a cozinha voltando em mãos os meus doces coreanos favoritos, deu-me a bacia com os doces e retornou à cozinha novamente, desta vez trazendo em mãos refrigerantes. 

- Vamos assistir um filme, pequena?.-. Baek abraçava-me enquanto comíamos loucamente *risos*. 

- V-vamos.-. Praguejei-me mentalmente por entregar meu choro. 

- Está chorando de novo?.-. Baek segurava meu rosto, fazendo eu olhar para o mesmo. 

- S-sim... me desculpe.-. Abracei-o deixando minha cabeça em seu peito. 

- Tudo bem... só não quero vê-la chorando de novo...-. Separou-nos e me olhou mais uma vez.-. - Como Yo Han perdeu uma mulher linda como você? Ele é um idiota mesmo, se eu fosse seu namorado nunca ia te deixar, nem um minuto sequer!.-. Baek estudava cada pedaço de meu rosto. 

- Você é tão fofo, Bacon!.-. Apertei-o. 

- Eu tenho uma coisa pra te dar!.-. Segurou meu rosto mais uma vez e selou nossos lábios em um beijo cheio de carinho e ternura.-. - S/A, dói muito em mim ver que você gosta de um babaca como ele. Seja minha! Só minha, pra sempre! Juro que cuidarei de você! Eu gosto tanto de você!.-. Bacon selou mais uma vez nossos lábios. 

- B-Baek, eu serei sua! Sua, só sua, pra sempre!.-. Dessa vez eu que selei nossos lábios. 

- Só minha, minha pequena S/N! 

- Agora podemos comer e assistir o filme? Estou morta de fome hahaha!.-. Eu como sempre morta de fome! 

- Claro! Fominha! Você fica tão fofa assim!.-. Baek apertou-me e eu corei. 

- Eu não sou fofa!.-. Fiz um bico e Baek mordeu. 

- Sim, fofinha, fofinha!.-. Bati no braço do mesmo e ele soltou um pequeno "ai". 

FIM... 




Notas Finais


É isso, babyz! Espero que tenham gostado! Até amanhã! ❤
Obrigada pelos quase 90 favs ❤
Inspirei ele no meu bff, é quase baseando em fatos reais. Meu amigo me enche dizendo que eu sou fofa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...