História Imagines Ka Popi - Capítulo 29


Postado
Categorias 2PM, A.C.E, Akdong Musician (AKMU), ASTRO, B.A.P, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, BLANC7, Block B, Boyfriend, BtoB, DAY6, EXO, Got7, IKON, JYJ, K.A.R.D, Monsta X, SS501, Super Junior, WINNER
Personagens B.I, B.M, Baekhyun, BamBam, Bang Yongguk, B-Bomb, Bobby, Chan, Changsub, Chansung, Chanwoo, Chanyeol, Chen, Cho Kyuhyun, Choi Siwon, D.L, D.O, Daehyun, D-Lite (Daesung), Donghun, Donghyuk, Donghyun, Dowoon, Eunkwang, Eunwoo, G-Dragon, Han Geng, Heechul, Henry Lau, Heo Young-saeng, Hero Jaejoong, Himchan, Hyung Won, Hyunseong, Hyunsik, Ilhoon, I'M, J.Seph, Jackson, Jae, Jaehyo, Jason, JB, Jean Paul, Jeongmin, J-hope, Jimin, Jin, Jinhwan, Jinjin, Jinwoo, Jinyoung, Jiwoo, Jongup, Joo Heon, Jun, Jungkook, Junho, Junhoe, Junhyeok, Junsu, Kai, Kangin, Ki Hyun, Kim Heechul, Kim Hyung-jun, Kim Hyun-joong, Kim Jongwoon, Kim Kibum, Kim Kyu-jong, Kim Ryeowook, Kim Youngwoon, K-Kid, Kris Wu, Kwangmin, Kyung, Lay, Lee Chan-hyuk, Lee Donghae, Lee Hyukjae "Eunhyuk", Lee Seunghoon, Lee Soo-hyun, Lee Sungmin, Lu Han, Mark, Min Hyuk, Minhyuk, Mino, Minwoo, MJ, Moonbin, Nichkhun, P.O., Park Jung-min, Park Jungsu, Park Yoochun, Peniel, Personagens Originais, Rap Monster, Rocky, Sanha, Sehun, Seungri, Seungyoon, Shin Donghee, Shindong, Shinwoo, Show Nu, Somin, Spax, Suga, Suho, Sungjae, Sungjin, T.O.P, Taecyeon, Taehyun, Taeil, Taeyang, Taichi, Tao, Teno, U-Kwon, V, Won Ho, Wonpil, Wooyoung, Wow, Xiah Junsu, Xiumin, Yesung, Young K, Youngjae, Youngjae, Youngmin, Yugyeom, Yunhyeong, Zelo, Zhou Mi, Zico
Visualizações 196
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


🔞🔞🔞🔞🔞🔞🔞🔞

🐨 Pedido por ~dontgoawaylay ❤

🐨 Espero que gostem ❤

🐨 Desculpem qualquer erro ❤

Capítulo 29 - Ikon - Junhoe {+18}


_(S/N) On_
 

O sol queimava o meu rosto enquanto o vento bagunçava o meu cabelo... Caminhando lentamente sentia a brisa bater em meu rosto, e as pessoas a minha volta sorriam e acenavam para os outros...

 
Perdida em meus pensamentos senti uma bola bater em meu pé, olhei para baixo e vi que era uma bola de basquete, me agachei para pegar a bola e vi dois pés parando em minha frente, olhei para cima e vi um rapaz loiro e alto, ele pois a mão na nuca e pediu desculpas com um sorriso tímido no rosto...

 

(S/N): T-Tudo bem...

 
Me levantei e entreguei a bola para ele, ele agradeceu e correu para a quadra, sozinho ele batia a bola no chão e lançava ela na cesta.. Escorei uma das minhas mãos na grande da quadra e fiquei olhando ele jogar, ele olhou para mim e lançou a bola, por um momento ele se distraiu me olhando e a bola voltou em sua cabeça, ele resmungou e se sentou no chão com a mão na cabeça, eu como sou uma ótima pessoa comecei a rir alto, minha barriga doía de tanto que eu ria, caminhei até ele e puis as mãos no joelho me inclinando um pouco para baixo

 

(S/N): Está tudo bem?
 

- Para de rir, não tem graça, doeu tá
 

(S/N): Desculpa mais teve graça sim
 

Ele segurou meu pulso e me puxou me fazendo cair em cima dele, em questão de segundos ele mudou nossas posições ficando em cima de mim, suas mãos entraram em minha blusa me fazendo cosquinha, minha barriga doía e meus olhos já lacrimejavam de tanto que eu ria, eu pedia entre pausadas para que ele parasse, ele ria feito bobo enquanto seus dedos mexiam em minha barriga... Ele tirou suas mãos da minha barriga e apoiou as mãos ao lado do meu rosto, nós dois ríamos como se nós fossemos um casal feliz.. O reflexo do sol batia em seus pequenos olhos o fazendo fecha-los e seu cabelo balançava com o vento, o sorriso que estava em seu rosto foi se desmanchando e seus olhos se encontraram com o meu, seus lábios tocaram os meus iniciando ali um beijo lento... Sua mão tocou minha cintura como brasa esquentando meu corpo inteiro, naquele momento eu queria senti-lo, toca-lo, e sentir seu corpo quente colado ao meu em baixo de um lençol... Deixei uma mordida de leve em seu lábio o escutando arfar fechando os olhos... 


Sem dizer nada me levantei e peguei na mão dele o ajudando a levantar, peguei a bola e comecei a arrasta-lo... Pode até parecer loucura mas eu queria sentir seu corpo nu colado ao meu... Duas quadras dali meu apartamento vazio, eu queria agarra-lo ali mesmo mas me segurei, assim que entramos no elevador ataquei sua boca em um beijo voraz, a porta do elevador se abriu e saímos dali ainda com as bocas coladas, nossos corpos se chocavam nas paredes até chegar em meu apartamento, abri o mesmo com dificuldade e tranquei a porta, fui em direção dele já tirando minha blusa o vendo morder o lábio, e mais uma vez nossos lábios se juntaram, com um fraco impulso já estava com as pernas cruzadas em sua cintura, ofegante ele falou em meu ouvido
 

- Onde é o quarto?
 

(S/N): Segunda porta a direita


Em alguns segundos já estávamos em cima da cama, suas mãos me tocavam levemente me trazendo um arrepio na espinha, seus lábios macios tocaram meu pescoço deixando ali mordidas fracas e chupões fortes, ele trocou nossas posições me deixando em cima dele, suas mãos correram por minha costas chegando no feixe do meu sutiã o abrindo e jogando no chão, sem demoras ele devorou meu seio esquerdo enquanto apertava o direito, as vezes ele trocava chupando o direito e apertando o esquerdo... Sentei em seu colo rebolando em seu membro que já estava completamente duro, enfiei minhas mãos dentro da sua blusa a tirando em segundos, empurrei ele o deitando na cama e enfiei minha mão dentro da calça dele enquanto chupava seu pescoço, ele apertava minha cintura com força e gemia baixo, minha mão deslizava facilmente por seu membro já melado por seu pré gozo, senti seus dedos me apertarem mais e meu corpo bater com força no colchão, em segundos estava totalmente nua assim como ele, assim que ele ia enfiar seu membro em mim pedi para que ele esperasse, fiquei de quatro na cama e engatilhei até o criado mudo pegando uma camisinha dentro da gaveta, recebi um tapa forte na bunda e suas mãos seguraram minha cintura, escutei o barulho da camisinha ser aberta e logo senti suas mãos se interessarem nas minhas e sem aviso ele socou o membro todo de uma vez me fazendo gemer de dor e antes que eu pudesse reclamar ele começou a bombar num ritmo alucinante... Minha bunda se chocava com o corpo dele com a força e velocidade das estocadas... Eu gemia sem parar, mas minha intimidade pulsando e molhada denunciava como eu estava gostando daquela foda sacana.. Ele parou de estocar e eu dei um rebolada na rola dele indo e vindo querendo sentir mais aquele membro duro e grosso me preencher


- Hmm delicia...ahh... Gosto assim, bem gulosa pelo meu pau... Mostra que você quer essa rola... Assim, rebola...


Ele gemia em meu ouvido e mordia o  lóbulo da minha orelha.. Ele me segurou pela cintura e deu uma estocada com força.. Senti seu membro sair lentamente de mim e a cama afundar um pouco mais, olhei para trás e vi que ele subiu com os dois pés na cama e começou a estocar de cima para baixo e aquilo estava me deixando louca...


Já devíamos estar transando a mais de meia hora, os corpos suados e o cheiro de sexo estavam tomando conta do quarto até que ele começou a gemer rouco e apertar minhas mãos, senti seu membro pulsar dentro de mim, percebi que ele estava para gozar e provoquei ele...
 

(S/N): Me dá leitinho Daddy
 

Falei manhosa olhando para trás e vendo um sorriso malicioso aparecer em seu rosto
 

- Ahhhhh...gostosa, safada... Vou te dar leitinho
 

Ele ficou louco vendo minha vontade de sentir o gosto de seu gozo e começou a se masturbar num ritmo forte gemendo alto e despejando todo seu gozo em minha boca, ele gemia rouco enquanto sua mão deslizava facilmente em seu membro todo melado, levei minha mão até minha intimidade que pulsava feito louca e comecei a me masturbar até que gozei me contraindo toda com seu membro em minha boca
 

Caí exausta na cama e ele se deitou do meu lado
 

- Isso foi demais, você é maravilhosa
 

(S/N): você que é... Pensei que me arrependeria, mas foi muito bom
 

- Podemos repetir sempre que você quiser


Ele apertou minha bunda e me puxou colando seu corpo nu ao meu, deslizei minha mão até seu membro e apertei levemente ganhando um gemido baixo do garoto

 

- Assim que eu gosto, faminto por rola... Delícia de mulher, finalmente encontrei a mulher que eu procurava
 

(S/N): Só se você me ensinar a jogar basquete
 

- Quando quiser princesa
 

Ele selou minha testa em um beijo rápido e me puxou mais ainda afogando seu rosto em meu pescoço...
 

- Aliás me chamo Junhoe e você princesa?
 

(S/N): Me chamo (S/N) oppa....
 

E ali ficamos, os dois abraçados, suados e com a respiração ofegante... E foi naquele exato momento em que eu me apaixonei por esse homem, nem o conheço mas sei que fomos feitos um para outro assim como a Lua e o Mar foram feitos para ficarem juntos....


Notas Finais


🐨 Eu deveria sentir vergonha escrevendo isso? ❤ Ehuehuehue


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...