História Imagines Kpop :3 (oneshot) - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~ShinHoseok96

Visualizações 380
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei...

Esse é do Kihyun lino maravilhoso do grupo MONSTA X(perfeição divina de Deus) ❤ I CAN BE YOUR HERO❤ ksksk

~AVISOOO SUPER IMPORTANTE~

Os pedidos estão temporariamente fechados, a partir de hoje eu não vou mais estar aceitando novos pedidos. Ainda estou atendendo pedidos de quase dois meses atrás, então entendam.
Mas daqui um tempo eu vou reabrir os pedidos, então podem ir guardando em mente quem vcs querem.

Espero que gostem😘

Capítulo 19 - Kihyun (Monsta X)- oneshot +18


Fanfic / Fanfiction Imagines Kpop :3 (oneshot) - Capítulo 19 - Kihyun (Monsta X)- oneshot +18

Eu estava na aula de Educação física, apenas mexendo no celular, enquanto os meninos na minha sala jogavam basquete e as outras garotas tentavam jogar vôlei. Eu estava sem fazer nada porque tinha machucado meu pé, isso foi o que eu disse para a professora para poder ficar sem fazer nada, mas na verdade meu pé Ta bem. Eu estava louca para ir logo para casa, sou daquele tipo de Pessoa que chega na escola já perguntando se a aula já Ta acabando. Ainda mais pelo fato de eu não ter amigas aqui, as únicas pessoas que falam comigo só fazem isso pra fazer Bullying comigo. Mas ainda para piorar minha desgraça, eu gosto do menino mais popular da escola, o Kihyun, que ainda por cima era meu melhor amigo a alguns anos atrás. Eu sou totalmente trouxa. O garoto mal olha pra mim, quando eu tento falar com ele, ele apenas finge que Ta me escutando e depois vai falar com os seus amiguinhos novamente. Eu até já tentei parar de gostar dele..mas não dá.

O sinal para ir para casa toca e eu nem escuto.

-(S/N)!! Ta dormindo menina?- a professora pergunta.

-Oi, não!- saio do meu transe e me levanto, pegando minha mochila.

-Ajuda o Kihyun guardar essas coisas (s/n). Eu tenho um compromisso.- diz a professora saindo do Ginásio. Olho para Kihyun, ele estava na minha frente, estávamos só eu e ele lá, sozinhos..

-Ki-Kihyun...precisa de ajuda?- pergunto um pouco nervosa.

-Ah (s/n), - ahh ele sabe meu nome! -Preciso sim, pode me ajudar a levar essas bolas para a sala de materiais?- ele fala. Não penso duas vezes.

-SIIM, CLARO!- falo e vou até ele pagando algumas bolas.

-Obrigado...já faz um tempo que a gente não se fala...né?- ele diz pegando o resto das bolas e indo até a sala dos materiais, entro na sala junto com ele.

-É...sempre que eu falo com você, eu sou ignorada.- falo deixando as bolas em uma prateleira.

-Eu não faço isso por mal...sabe, ninguém gosta muito de você...talvez porque você é muito tímida...

-Eu não sou tímida...eu só sou idiota o bastante ao ponto de achar que as pessoas vão tomar iniciativa e falar comigo.

-Isso foi uma indireta pra mim?

-Não, foi uma bem direta mesmo.- falo. Ele ri. Logo a porta atrás da gente bate. Me assusto e vou até ela. Tento a abrir mas não consigo, nessa hora eu lembro que a sala de materiais de Educação física Ta com a fechadura estragada, e que ela só abre com a chave.

-Você...Ta com a chave né?

-Eu não, a professora não te deu?

-Deu...mas eu esqueci ela na arquibancada...

-Como é que você esquece uma chave na ARQUIBANCADA??? KIHYUN!!

-Desculpa, mas parece que a gente vai ter que ficar aqui....presos.- ele diz.

-Grita pra alguém! ALGUÉM!!!! SOCORROOO!- começo a gritar.

-Ninguém vai te escutar...tem celular? O meu Ta junto com a chave.

-Tenho!- falo pegando minha mochila que estava nas minhas costas e pegando o celular. Tento mexer no mesmo mas acaba a bateria.-Bom...ele ta sem bateria...

-Ahhh eu não quero ficar preso aqui...

-Porque? Só porque eu To aqui?

-Não...não é isso..eu gosto de você.- ele diz,

-Go-gosta de mim? Como assim?- pergunto um pouco nervosa.

-Ah, você é gente boa.

-....ah sim...- falo um pouco decepcionada.- E por que não quer ficar preso aqui?

-Porque aqui não tem comida. Nem pra ser um lugar legal sabe. Só tem aqueles colchões pra alongamento, bolas, cordas, e mais um monte de coisas chatas...

-Se o seu problema é comida, pode me comer...- sussurro para que ele não escutasse.

-Falou alguma coisa?- ele pergunta meio perdido.

-Não! Nem abri a boca...nem respirei direito.- falo.

-Okay...- ele diz se encostando na parece. Vou até ele me faço o mesmo, me encostando na parede do seu lado.

-Por quanto tempo acha que a gente vai ficar aqui?- pergunto para ele.

-Talvez uma semana.- ele fala cruzando os braços.

-UMA SEMANA??- pergunto apavorada.

-Aish, to brincando. Talvez algumas horas...a professora sempre volta de noite para ver se Ta tudo certo. As vezes tem uns alunos que invadem o ginásio e fazem um monte de merda, daí ela vem sempre pra evitar que isso aconteça.

-Hmm...e como vai a sua namorada?- pergunto desconfortável.

-Que namorada?

-A que você tinha semana passada.

-Ah, terminamos.

-Mas vocês ficaram uma semana juntos...

-Ela era muito chata.

-Você precisa conhecer as pessoas antes de pedir pra namorar com elas.

-Eu sei...mas foda-se.

-Mas mesmo assim...que bom que terminou com ela.- falo e olho para baixo em seguida.

-Bom porque?- ele pergunta e logo olha para mim.

-Ah...porque sim.- falo.

-Porque sim não é resposta.

-Agora é.- falo e olho para ele. Nossos olhares de encontram.

-Olhando assim pra você agora, você é muito linda.- ele diz.

-Que besteira.- falo, deixo um sorriso escapar.

-Não é besteira. Você é muito bonita...como eu não vi isso antes?- ele pergunta e pega no meu queixo levantando meu rosto.

-Você sempre me ignora...até parece que nós nunca fomos melhores amigos...- falo.

-Bons tempos...quando eu era um excluído e só você falava comigo...só você ficava do meu lado.

-E depois você faz amigos e me esquece...muito legal você.

-Desculpa...mas eu tive um motivo pra me afastar de você que eu sempre escondi...

-O que? Você é gay?

-Não...- ele fala e ri.-Já que você se importava tanto comigo, eu acabei me apaixonando por você...então eu me afastei, sabendo que você só me via como um amigo...

-Quem te disse uma idiotice dessas Kihyun?? Que depressivo.

-Pensei algo errado?

-Pensou tudo errado.- falo. Ele ri. Kihyun me cola de leve na parede.

-Isso quer dizer que eu posso parar de te ignora?- ele pergunta.

-Isso quer dizer que você DEVE parar de me ignorar!- falo. Ele sorri e sela nossos lábios. Me entrego ao beijo de Kihyun.

Ele me empurra mais contra a parede. Levo minhas mãos até sua nuca. Ele desce os beijos até meu pescoço. Fecho meus olhos enquanto ele beija meu pescoço delicadamente. Kihyun segura minha cintura e da uma mordida fraca em meu queixo, logo me dando um selinho. Ele tira minha camiseta rapidamente e volta a beijar meu pescoço.

-Kihyun...aqui não é um bom lugar para isso...e se alguém chegar?- falo.

-Ninguém vai vim aqui agora...- ele diz continuando os beijos.

-Eu vou acreditar em você...- falo. Ele para de beijar meu pescoço e sorri.

Puxo a camiseta do uniforme dele para cima a tirando. Logo levo minhas mãos até sua calça e começo a desabotoar a mesma. Ele tira minha roupa inteira e em seguida tira a sua também. Kihyun sela nossos lábios em um beijo caloroso. Ele toca seu membro já duro em minha intimidade molhada, resmungo entre o beijo. Logo ele me penetra lentamente. Pulo em seu colo e entrelaço as pernas em suas cintura. Kihyun começa a me estocar com força, solto alguns gemidos baixos. Ele beija meus seios enquanto me penetra rápido e fundo.

-O-oppa....- gemo manhosa. Ele continua as estocadas cada vez mais fundas e rápidas. Ele morde o módulo da minha orelha, escuto alguns gemidos dele. Kihyun me beija novamente. Começo a pular no seu colo, os movimentos ficavam mais rápidos e fundo a cada minuto.- Ki-Kihyun....

-Geme mais alto...talvez alguém escute e tire a gente daqui...- ele diz entre gemidos.

-Ahh...- gemo alto. Ele continua me penetrando. Depois de várias e várias estocadas, eu e ele chegamos ao nosso ápice. Tento recuperar meu fôlego enquanto coloco minha roupa. Kihyun coloca sua roupa também e logo me abraça. Sorrio.

-Tem alguém ai?- alguém pergunta do lado de fora da sala.

-SIMMM!! TIRA A GENTE DAQUI!- grito. Kihyun ri com o meu desespero. A pessoa abre a porta, era a professora de Educação física.

-Eu escutei alguns barulhos, se eu não tivesse escutado vocês gritando por Socorro eu nem saberia que vocês estavam aqui.- ela diz.

-É...que bom que você gritou pra pedir socorro (s/n).- Kihyun diz.

-Sim, agora vamos porque eu não quero ficar nem mais um segundo aqui.- falo saindo da salinha. Kihyun me segue. Agradecemos a professora, pegamos as nossas coisas e saímos da escola. Kihyun me acompanha até em casa.- Será que ela sabe que a gente transou na sala de materiais?

-Acho que não...ela não parecia saber disso.

-Que bom...- falo.

-Que bom que agora eu namoro a pessoa que eu sempre quis namorar!- ele fala.

-Ué...quem é essa pessoa que eu não to sabendo?

-Você mesma.

-Eu não sabia que a gente tava namorando.

-Mas a gente Ta.

-Você não vai terminar comigo em uma semana né?

-Não, talvez em duas semanas.

-OQUE? EU VOU TE MATAR.

-To brincando!! Não pretendo pensar em terminar com você tão cedo.- ele diz e me beija.

-Bom mesmo...

-Eu te amo...- ele fala. Me assusto, aliás nunca pensei que iria escutar isso do amor da minha vida.

-Eu te amo!- falo. Ele sela nossos lábios novamente.

~Fim~


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

NÃO SE ESQUEÇAM QUE OS PEDIDOS ESTÃO FECHADOS!

Eu te amo vocês❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...