História Imensidão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Arte, Catarse, Epifania, Escrita, Poesia
Exibições 9
Palavras 248
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Lírica, Poesias
Avisos: Self Inserction
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - O papel e a caneta e você


Tarde da noite, pleno breu

Você já deitou, pois deve dormir

(deve, mas não pode,

mas não quer)

Olhos abertos, ouvidos atentos

O silêncio grita,

mas não grita mais que sua
 

alma, criatura inquieta,

Um serzinho engaiolado que você não deve libertar

(não deve, mas precisa)
 

Seu pulso diz que você vive,

E mesmo assim você se sente morto

Levado embora pela apatia

pela frieza

Levado embora porque nada do que você faz parece ter propósito

e porque você sabe o que pode fazer

Mas suas desventuras te impedem,

Mas as desilusões te esmagam,

Mas a exaustão cotidiana te segura para trás
 

Contudo, não à noite

Pois é na profunda escuridão que sua mente ganha luz

É no breu que seus olhos não podem simplesmente cerrar

sem que antes você pegue papel e caneta

E deixe vazar, junto da tinta,

as angústias, as tristezas, as inseguranças

(e um pedaço da sua alma)
 

E você escreve, apaga e reescreve

Faz e desfaz e refaz

Compõe, descompõe, recompõe

E sua percepção de tempo, de mundo, de vida –

Tudo muda

E é como se o mundo se resumisse ao papel e à caneta e a você

(que assume o papel de criador dessa compacta imensidão)
 

Não é perfeito, quase não chega a ser bom

Mas é seu, e é isso que importa

E é (só) aí que você tem a profunda consciência

De que é isso que te faz viver

E que o contrário de morte

Não é vida,

É arte.


Notas Finais


Esse pequeno poema foi feito prum trabalho de filosofia do colégio, mas eu gostei tanto dele que resolvi postar.
Obrigado por fazer a apreciação dele, espero que tenha gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...