História Imensidão Branca - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Kim Seokjin
Exibições 10
Palavras 999
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


CARAIOOOO
CARAIIIOOOOOO

31 FUCKING FAVORITOS EM PERFECT TWO!
21 FUCKING FAVORITOS EM MIRRORS!
Gente, eu estou extremamente feliz! Me deu vontade de usar o Jin MOZÃO pra criar uma fic.
Ok ok... Criar uma ONE SHOT.





LEIAM LEIAM LEIAM AQUI:




Gente, seria uma experiência mais legal se vocês lessem escutando a música Say Something de Christina Aguilera. Sério, chorei.
Nos falamos daqui a pouco!
Beijinhos e boa leitura <3

Capítulo 1 - Seis Lírios


Fanfic / Fanfiction Imensidão Branca - Capítulo 1 - Seis Lírios

Imensidão Branca

O céu estava branco; totalmente encoberto com nuvens. Podia se ver algumas partes daquela imensidão tingida de um branco acinzentado ou até mesmo um violeta. Porém, de qualquer forma, a imensidão se encontrava encantadora. O garoto sabia que iria chover, mas não tinha alguma força se quer; ou até mesmo a vontade; de sair daquele pequeno lugar. O vento acariciava seu rosto empalidecido pelo tempo, sua boca rachada por conta do frio. Afinal era inverno, a neve acumulava no banco onde estava sentado; congelando as lindas gardênias, jasmins e rosas brancas pelos pequeninos flocos de neve. Sua respiração saía entrecortada pela manta que adornava seu pescoço, sua franja rebelde - porém tingida - caía sobre seus olhos puxados.
O local era extremamente agradável, não tinha sequer algum ruído, apenas o lindo campo de flores, o banco e os pensamentos daquele jovem garoto.
Já fazia alguns meses que frequentava aquele ligar tão sem vida - como as pessoas o julgavam. Desde o ocorrido, o garoto concordava com os pensamentos alheios, porém agora, discordava totalmente. Não era o local onde estava que era mórbido, mas sim a mente fechada das pessoas.
Os olhos do garoto passeavam pelo pequeno campo florido, logo decaindo-se sobre as pequenas lápides que compunhavam o pequeno jardim. Seus olhos já não esbanjavam tristeza, mas sim um sentimento muito apertado em seu peito.

A saudade.

Como gostaria de seus amigos novamente aqui, de sua verdadeira família.
Seokjin se sentia tolo por tudo que acontecera com sua "família". Culpava-se diariamente; mesmo sabendo que o tempo já havia se passado e que o mesmo não volta atrás.
De suas orbes decaíam lágrimas quentes, que em contato com a pele pálida, desmanchavam-se. Não se importava mais em segurar os soluços ou as lamúrias que saíam de sua pequena boca rosada e rachada. O tingido de loiro apenas queria seus amigos novamente a sí.
Era pedir muito?

Os seis lírios que segurava representava a longa data de seus seis falecidos amigos, que faziam parte daquele céu branco e assustador. 
Aquela imensidão neve que observava Seokjin.
Suas pernas agora andavam em direção de uma lápide em específica, deixando pegadas fundas no chão encoberto dos pequenos flocos de neve acumulados.
"Eu sinto tanta saudade de você..." - foi o que o loiro foi capaz de dizer entre sussurros. Sua destra ía em direção de sua boca, porém foi impedida prontamente pela chuva forte de granizos que caía diretamente em sua mão. Quase como um reflexo, segurou as seis flores em uma concha em direção de seu peito, como se fossem preciosas demais para sumirem subitamente de suas mãos.
E eram.

 

'Say something, I'm giving up on you'
'Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você'


"Eu não sei mais o que fazer sem você, meu amor!" - chorou novamente, jogando as seis flores com certa delicadeza em cima da pequena lápide desgastada pela neve; que nesse momento era trocada por grandes blocos de gelo.


'I'll be the one, if you want me to'
Eu serei o seu amor, se você quiser
'Anywhere, I would've followed you'
Eu te seguiria para qualquer lugar
'Say something, I'm giving up on you'
Eu serei o seu amor, se você quiser

 

"Eu irei me encontrar com você, lembra? Eu disse que nada iria me separar de você. Nada, nem mesmo a morte. Nós prometemos." - sorriu triste, soluçando um pouco mais alto, sentando-se em cima do bloco de pedra. "Eu sinto saudade de seus sorrisos, querido." - soluçou prontamente, aconchegando-se mais entre seu casaco. 


'And I am feeling so small'
E estou me sentindo tão pequeno
'It was over my head'
Isso estava tomando conta da minha cabeça
'I know nothing at all'
Eu não sei nada

 

"Eu sinto saudade de vocês todos." - gritou para o céu, aquela imensidão branca que tanto o amendontrava. 
"Nada vai me tirar de vocês, nada. Essa era a nossa promessa, não era?"


'And I will stumble and fall'
E eu vou tropeçar e cair
'I'm still learning to love'
Eu ainda estou aprendendo a amar
'Just starting to crawl'
Apenas começando a engatinhar

 

"Eu sinto saudade de todos vocês. Saudades da mão fofinha e do humor carinhoso de Park, sinto saudades do mau humor e do sono inabalável de Min, das risadas escandalosas e do subitamente da aura branda que acompanhava Jung, da expressão de compaixão e de cuidado de Jeon, das frases sem sentido e da preocupação nada a ver de Taehyung..."


'Say something, I'm giving up on you'
'Diga alguma coisa, eu estou desistindo de você'

 

"Eu sinto saudades de todos eles, Namjoon. Sinto saudades de seus abraços, de sua comida mal temperada, da sua indelicadeza com os objetos... Eu amo todos vocês, então me perdoem pelo o que estou fazendo. Eu amo tanto que sou capaz de fazer isso para me encontrar com você novamente. Nem que eu tenha que mergulhar nessa imensidão branca."
Admirou uma última vez o campo de flores, que inalavam um cheiro extremamente familiar e nostálgico. Fora nesse campo que os sete amigos se encontraram, afinal. Tantas lembranças...
Seokjin inalou profundamente e lentamente esse aroma tão confortável antes de tomar um pequeno comprido que residia junto com os seis lírios. 
Antes de sentir sua visão ficar turva e seu corpo amolecer, se deu o direito de deitar na lápide de seu amor, encaixando seus fios loiros entre as flores jogadas na mesma; lembrando-se de todo o percurso de até então "família" que o ajudou tanto e amou tanto.


'I'll be the one, if you want me to'
Eu serei o seu amor, se você quiser
'Anywhere, I would've followed you'
Eu te seguiria para qualquer lugar

 

Seus olhos íam de encontro a aquela imensidão que era o céu naquele momento, fechando-se lentamente, enquanto inalava uma única e última vez o aroma adocicado dos lírios e proferia:
"Eu vou encontrar todos vocês agora, meus amados idiotas."


'Say something, I'm don't giving up on you'
'Diga alguma coisa, eu não estou desistindo de vocês'

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


NÃO ME MATEM
NÃO TEM FINAL FELIZ
NA VERDADE TÊM, DEPENDE DO REFERENCIAL
OK PAREEEEII
<|3
E aí? Gostaram?
E aí? Dá um joinha kkkk
Ok, parei.
Hoje eu tava a fim de escrever drama pq o céu da minha cidade esta muuuito branco, aí veio a inspiração. É claro, a música também ajudou.
Beijinhos e nos vemos na próxima! Amo vocês!
Beijinhos leaozinhos! <3
Love Love You all!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...