História Immoral love - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ao no Exorcist
Personagens Amaimon, Izumo Kamiki, Kaoru Tsubaki, Konekomaru Miwa, Kuro, Mephisto Pheles, Nemu Takara, Renzo Shima, Rin Okumura, Ryuji "Bon" Suguro, Shiemi Moriyama, Shirou Fujimoto, Shura Kirigakure, Yukio Okumura, Yuri Egin
Tags Ao No Exorcist, Incesto, Linguagem Imprópria, Yaoi, Yukio X Rin, Yuri
Exibições 132
Palavras 531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Poesias, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Adivinha quem acabou de ter inspiração e veio escrever? Sim, eu! E vejam bem.... A inspiração veio para outras histórias, para essa não, mas isso não é mais problemas! Estou com tempo e inspiração para escrever!!!!! >3<

Capítulo 8 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Immoral love - Capítulo 8 - Capítulo 7

Confesso que eu, definitivamente, não estou entendendo nada! Primeiro aquela conversar estranha com o papai ( Se bem que antes ouve outras coisas mais estranhas, tipo a minha prima e aquele festival idiota!). E agora estamos aqui, nos fundos da igreja do papai, com Yukio brincando com uma garoto. Olhos heterocromaticos, um verde e um azul. Cabelos curtos castanhos, mas muito, muito mesmo, ativa. Usava uma fantasia de fada e tinha, realmente, um morango enorme no fundo da igreja! Tipo: WHAT?!

- Vamos, Yu-chan! Temos que proteger o castelo morango da princesa Ichigo-sama! - Exclamava apontando uma rosa, sem espinhos, para o morango. Era meio cômico ver Yukio brincando com ela.

- Venha comigo, Rin.- Dissera meu pai, e o segui para dentro da igreja, onde vi Shiemi e Izumo em um vestido branco em cima do joelho. As mesma pareciam felizes. Muito felizes.- Elas vão treinar o casório.- Disse olhando-as e sorrindo.- Ambas tiveram permissão dos pais, se quer saber.- Disse e se aproximou de ambas.

- Eu e o Yukio.... Casando....- Disse sem pensar para mim mesmo e fiquei observando o ensaio. Não podia evitar, apenas via eu e Yukio ali, mesmo que fôssemos irmãos, eu não me importava nem um pouco se quer! Nem um pouquinho mesmo!

- Pensando no quê, niisan?- Me estabanei no chão pelo susto que Yukio me causara. Levantei-me com Yukio rindo de mim.- Niisan, daqui um tempinho, seremos nós ali.- Disse olhando ambas coradas por terem que beijar na frente do papai.- Papai já dera a sua benção.- Eu apenas sai dali corado, fui para os fundo da igreja e vi aquela garota sentada no chão comendo morangos, ela parecia ter sus doze anos.

- Oi.- Disse sentando-me ao seu lado, ele me olhou.... e me olhou..... e me olhou.

- Você.... Ama o Yu-chan.- Disse e voltou a comer seus morangos.

- Eu sou Rin.- Disse ignorando sua frase.

- Eu sou Kyoko!- Disse sorrindo.- o vovô Fu-chan disse que iam vir duas pessoas cuidar de mim.- Disse me encarando.´- É você e o Yu-chan?

- Hm. Não sei.- Disse, eu me sentia a vontade com ela.Como se ela fosse minha irmã.- Posso pegar um?

- Pode!- Disse e peguei um morango.- Delicioso!!- Disse olhando para aquele monte de morangos.

- Sim, são gostosos. A Ichigo-sama disse: '' Somente aquele que conhece o amor puro, conhecerá o verdadeiro sabor deste morango.'' mas eu não entendi o que ela quis dizer.- Disse olhando para mim. Amor puro, é?

- Quantos anos você tem?- Perguntei e a mesma se levantou e começou a fazer uma dancinha enquanto cantava uma musiquinha que nunca ouvi.

- Kyoko-chan é uma fada, uma fada dos morangos! Kyoko-chan tem tem tem seis anos! - Parou sorrindo para mim.- Kyoko-chan tem seis anos!

- Não parece! Eu tenho dezessete. Prazer! - Disse esticando a mão para ela.

- Kyoko-chan, prazer!- Disse se jogando em mim. Podia jurar que alguém nos observava, mas apenas ignorei e fiquei brincando com Kyoko, eu realmente gostei dessa garotinha. Será que os pais dela morreram? Ela é órfão? Será que papai vai ficar zangado se eu vier visitá-las aos finais de semana e ficar aqui?

 


Notas Finais


Foi só para descontrair mesmo :p


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...