História Imperfect Love ;; Min Yoongi - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Primeiratemporada, Romance, Yoongi
Exibições 327
Palavras 1.133
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - Alívio


Fanfic / Fanfiction Imperfect Love ;; Min Yoongi - Capítulo 40 - Alívio

 

Duas semanas haviam se passado desde que meu irmão fora preso e durante todo esse tempo, eu não comia direito, não dormia muito e vivia preocupada. 

Yoongi, Jay e Luhan estavam me ajudando muito e por incrível que pareça, Luhan era o que mais me dava apoio. Apesar de Luhan parecer uma pessoa séria, com o tempo percebi que ele era super brincalhão e engraçado. Nós realmente nos aproximamos muito, mas quem não gostava muito disso era Yoongi, que não pôde estar muito presente comigo, pois passava muito tempo no hospital com sua mãe, que havia sido internada pelo fato de a situação da mesma ter piorado.

_Angel? O que está pensando? _ Luhan interrompe-me fazendo-me dispersar de meus pensamentos.

_Estou apenas pensando nas coisas que estão acontecendo ultimamente. _ digo cabisbaixa.

_Ei, sei que deve ser difícil passar por isso, mas lembre-se de que apesar de não nos conhecermos muito, estarei aqui para lhe apoiar e ajudar no que precisar.

_Muito obrigada de verdade por estar fazendo isso por mim e por meu irmão, não sei como passaria por essa situação sem a sua ajuda.

_Não se preocupe quanto a isso, fico feliz por estar os ajudando.

_E quanto devo lhe pagar por seu trabalho?

_Farei isso de graça, você está passando por dificuldades, seria um abuso cobra-la neste tipo de situação.

_Luhan, seria um abuso você não cobrar por seu trabalho.

_Não insista nisso, mesmo que você tente me pagar, não aceitarei, pense nisso como um presente.

_Não sei como lhe agradecer por tudo isso.

_Que tal um abraço? Se não for muita ousadia minha.

_Claro que não é. _ digo chegando perto dele e o abraçando.

_Seu abraço é bom. _ ele diz ainda entre o abraço.

_Digo o mesmo do seu. _ digo me afastando de Luhan.

_Que bom.

Continuamos a conversar, então Yoongi chega ao local.

_Olá Luhan, olá Angel. _ Yoongi diz e inesperadamente me da um beijo.

_Olá Yoongi, não sabia que vocês namoravam. _ Luhan diz.

_Nós não namoramos, mas bem que isso poderia acontecer, não seria uma má ideia, não é Angel?

_Também acho que não seria, mas neste momento de minha vida não estou apta a namorar.

_Tudo bem, eu lhe entendo, pois estou na mesma situação.

_E como sua mãe está Yoongi?

_Ela está piorando a cada dia, o médico disse que ela tem pouco tempo de vida. _ ele diz com uma expressão triste.

_E eu achando que minha situação era difícil, lamento muito por ti, mas saiba que estarei sempre aqui para lhe apoiar.

_Fico feliz por ter você ao meu lado Angel

_Digo o mesmo em relação a você.

_Bem, irei deixar o casal apaixonado enquanto resolvo algumas coisas para o julgamento de amanhã. _ Luhan se pronuncia.

_Tudo bem. _ digo.

Ele sai do local, então eu e Yoongi ficamos abraçados enquanto ele não chegava.

Um dia preocupante havia se passado, então cheguei a meu apartamento, tomei um banho e deitei-me.

Acordei às nove horas de um sábado, troquei-me e fui direto para o julgamento de meu irmão.

Yoongi estava do meu lado, quando chegamos ao local dei uma boa olhada por lá.

_É minha primeira vez vindo até aqui.

_É a minha terceira vez vindo aqui. _ Yoongi diz.

_Terceira?

_Uma por causa do meu julgamento, hoje pelo do seu irmão e outra que não quero falar.

_Entendi se não quer falar tudo bem.

_Obrigado por entender.

Sentamos em uma das cadeiras, então Sehun chegou com alguns policiais em sua volta, juntamente com Luhan. O advogado do garoto que sofreu por causa de Sehun chegou logo em seguida, então o julgamento havia sido iniciado.

Durante os argumentos de Luhan, percebi o quão bom ele era e daquele jeito, meu irmão ia acabar sendo solto. As horas se passaram e então o veredito do júri inocentou meu irmão. Naquele momento, a única coisa que fui capaz de fazer foi pular em cima de Suga e o abraçar fortemente.

Sai dali alegre, esperamos por um tempo, então vi Luhan saindo do local.

_Muito obrigada mesmo Luhan, você foi ótimo usando aqueles argumentos. _ digo o abraçando.

_Dei o meu melhor com o intuito de deixá-la feliz.

_Estou realmente feliz, mas onde Sehun está?

_Ele só poderá ser liberado amanhã.

_Entendi. Que tal jantarmos como forma de agradecimento? Eu mesma faço o jantar.

_Acho uma ótima ideia, melhor que isso não tem como. _ Luhan diz esbanjando seu sorriso esbranquiçado.

_Eu também ficarei bastante feliz em ir nesse jantar. _ Suga diz emburrado.

_E logicamente você também está convidado Suga.

_Fico feliz por isso.

_Já vou avisando que farei comida brasileira, ainda não dominei a culinária coreana.

_Ficarei feliz em provar comida brasileira pela primeira vez, ainda mais sendo feita por suas mãos. _ Luhan diz.

_Eu também ficarei feliz em comer sua comida. _ Suga diz com os olhos semicerrados.

_Que bom pessoal, agora eu e Suga iremos ir, lhe paço o endereço de meu apartamento pelo celular, tchau Luhan, até hoje à noite.

Despedimos-nos então fomos em direção a nosso apartamento.

_Seu irmão já foi solto, então não irei me segurar mais, se ele vier de gracinha pra cima de você, ele irá apanhar. 

_Não fique tão irritado, Luhan pode ser bonito, mas continuo preferindo você seu idiota. _ digo o puxando para um beijo.

_Desse jeito não irei ficar com ciúmes.

Chegamos até nossos destinos, nos despedimos então entramos em nossos apartamentos.

Eu havia combinado o jantar para as 19h00min, então quando deu o horário, ambos estavam esperando na porta.

Sentamos-nos, então lhes mostrei o que iríamos comer. Eu havia feito feijão tropeiro com arroz, muito simples, mas ambos gostaram do sabor.

_Você é uma excelente cozinheira Angel, já pode até se casar. _ Luhan diz sorrindo para mim.

_Obrigada Luhan. _ digo agradecida.

_Não posso aguentar isso. _ Suga diz em um quase sussurro.

_O que disse Yoongi? _ Luhan diz.

_É o que você ouviu você está dando em cima da minha Angel, não posso suportar isso.

_É melhor você ficar um pouco mais calmo e saiba que Angel não é sua de fato.

_Ela é minha sim, cheguei aqui primeiro e não quero que tudo seja estragado por um carinha como você.

_Carinha? Sou um advogado bem prestigiado, tenho uma casa incrível e tenho como sustentar uma família inteira e você? O que faz da vida?

_O que faço de minha vida não é de sua conta.

Eu ia me intrometer na conversa, mas nesse momento o celular de Suga toca, fazendo-o atender ainda bufando.

 Ele o atende, então depois de alguns segundos ele deixa o celular cair no chão com uma expressão perplexa em seu rosto.

_O que houve Suga? _ pergunto preocupada.

_M-Minha mãe morreu. _ Suga diz em meio a lágrimas.


Notas Finais


Puts man, que sacanagem, por que a mãe de Yoongi tinha que morrer justo agora?

Só falo que essa morte vai ser mais significativa para a fanfic do que vocês podem imaginar :v.

Então é isso por hoje, bjin, te amo vocês e até mais pessoal <3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...