História Imperfect Love ❤ - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Colegial, Escola, Faculdade, Love, Romance, Sexo
Exibições 25
Palavras 1.016
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


[Boa leitura]

LEIAM AS NOTAS FINAIS!

Capítulo 20 - 20°sentimentos estranhos!


Fanfic / Fanfiction Imperfect Love ❤ - Capítulo 20 - 20°sentimentos estranhos!

Justin


-meu deus é pior do que eu pensava, já é ruim ficar no hospital, e ainda tenho que ficar com você.-ela disse fingindo raiva.


-tabom então vou embora.-dei de ombros e ameacei sair do quarto.


-não fica...-ela disse antes que eu saísse.


-oque você disse eu não ouvi.-falei me fazendo de sonso.


-você ouviu...-ela disse de braços cruzados.


-ouvi oque?-me fiz de desentendido.


-para de gracinha- ela falou com seu feito estressado.


-eu fico, mais com uma condição.-disse levantando o dedo indicador.


-que condição?-revirou os olhos.


-essa...-falei me aproximando dela e a beijei, ela tentou se afastar mais acabou sedendo ao beijo, nossas língua se acariciavam até:


-to atrapalhando alguma coisa?-ouvi a voz de Vítor e paramos o beijo, Lívia viu Vítor e corou na hora.


-imagina, pode entrar irmão.-falei.


-aqui estão algumas roupas de Liv, e eu peguei uma minha que é parecida com seu estilo pra você usar.-falou colocando a bolsa na portrona que tinha alí.


-valeu cara!-disse fazendo nosso "toque".


-Lív então juízo em?!-disse piscando pra mim.


-pode deixar.-disse e pisque pra Liv que corou novamente.


-tchal Maninha.-Vítor falou e deu um beijo na testa dela e foi embora.


-finalmente sós, aonde agente tava mesmo?-falei com um sorriso bobo no rosto.


-pode tirando esse sorriso idiota do rosto, você viu a vergonha que fés eu passar agora....-falou mais não deixei ela termina e beijei ela novamente.


-Alguém já te disse que você fala demais?-perguntei.


-vai se fuder.-ela falou brava.


-fazemos isso melhor juntos, vamos?-disse sorrindo malicioso.


-idiota.


-vai descansar vai.-disse.


-só vou quando eu quero.-disse cruzando os braços.


-você fica linda brava, parece aquelas crianças mal criadas.-disse rindo.


-vai cagar.


-já fui hoje obrigado poque não vai você.


-vou dormir antes que eu te mate.-ela falou e virou pro lado.


Abri a bolsa e achei um cobertor, peguei e deitei no sofá para dormir e logo apaguei.


(...)


Lívia


Acordei virei pro outro lado e vi Justin deitado no sofá, ele estava com a boca um pouco aberta, mais mesmo assim ainda estava lindo e muito fofo, fiquei o olhando, até lembrar do beijo que me deu ontem, não sei porque mais toda fez que esse garoto me beija o mundo parece parar, sorri com meus pensamentos e vi ele abri os olhos devagar e sorrir.


-tá adimirando minha beleza é, eu sei que sou gostoso pode falar.-ele disse com uma voz rouca por ter acabado de acordar.


-Eu? te adimirando?bebeu acetona foi?-disse rindo.


-Adimite Lívia, você não resiste aos meus encantos.-ele falou convencido.


-Convencido você em?!-disse. 


-só falo a verdade.-ele falou e me deu um beijo e eu empurrei ele.


-que nojo, vem me beijar com esse bafo de novo pra você ver, vai escovar os dentes seu nojento.-disse fazendo cara de nojo.


-nossa assim você me magoa.-ele falou colocando a mão em seu peito fingindo ter o magoado.


-Own! Tadinho do neném!-disse fansendo uma voz fina,hoje indo logo em seguida. 


-Com licença! -o médico disse entrando e fechando a porta.-seus exames estão perfeitos, mais você terá que ficar três semanas com a bota e eu sugiro que fique em casa hoje, e não force muito.


-mais eu tenho aula hoje.-disse me manifestando.


-melhor a a senhorita só ir amanhã, vou assinar sua alta, e te passar um atestado médico, para você.-disse e assinou um papel e me entregou.-aqui também está o nome do remédio que você terá que comprar.


-ok!


-você já está liberada, com licença.-ele disse e se retirou.


-vai se vestir para gente ir embora.-Justin disse e veio até mim.


-me ajuda a levantar.-disse.


Ele veio me ajudou e fui até o banheiro e me vesti.


-você ta parecendo uma pata manca.-Justin disse rindo.


-e você parece um boiola.-disse e ele revirou os olhos.-vamos?


-vamos.


segurei uma das mãos em volta do seu pescoço e ele colocou sua mãe em minha cintura, e eu fui mancando e lerda, só que Justin parou na metade do corredor, e viu Vitor.


-e ai Maninha tudo bem?-Vítor perguntou.


-tirando o fato dr eu estar com essa merds no pé ta tudo bem.-disse e ele deu um beijo na minha testa.


-deixa eu levar isso.-falou se referindo a bolsa que estava em minha mão, que tinham minhas roupas.


-bem melhor.-falei.


-você nem é folgada né.-Vítor disse.


-nunca.-falei.


-com essa lerdeza não vamos chegar nunca vem aqui.-Justin falou e me pegou no colo, que dei um gritinho sem querer pelo susto.


-Justin eu vou no meu carro então encontro vocês lá em casa.-Vítor disse.


-ok.-Justin falou e Vítor foi em direção ao seu carro.


Justin me sentou no banco do carona, e foi até o outro lado.


-tá com fome?-perguntou.


-muita.-falei fazendo cara de sofrimento.


-oque quer comer?-perguntou rindo.


-Coxinha com caputino.-falei.


-vou passar na padaria.-disse.


Vítor


Fui até meu carro e lembrei que Letícia pediu para que eu desse notícias de Liv, disques o número dela que atendeu no terceiro toque.


Ligação:


-oi linda tudo bem?


-oi, tudo bem sim e a Liv já ta melho?


-calma Letícia pergunta do seu namorado primeiro, depois da Liv.


-meu deus que namorado ciumento eu fui arranjar.


-olha quem fala, você é bem mais.


-euuuu...imagina


-se você não é ciumenta imagina que é então.


-a cala a boca.


-então ta também não falo como a Liv estar.


-não, fala por favor.


-tá ela já recebeu alta, e não irá na aula hoje só amanhã.


-gracas a Deus.


-tchal tenho que ir.


-tchal lindo.


Ligação desligada.


Desliguei e fui lembrando doque tinha planejado, amanhã eu peço ela em namoro oficialmente, já está tudo planejado.


Desconhecido


Eu chorava e as lágrimas doiam, cortava meus pulsos e o sangue escorria pelo meu corpo, já não sentia dor nenhuma, a única dor que sentia era no coração.


-Sinto falta dele, Vítor foi o único que amei de verdade.-eu dizia conversando com as paredes.


As drogas e as bebidas que eu avia usado já estavam me fazendo efeitos, eu jogava as coisa na parede e gritava.


-você ta maluca garota, você vai de matar.-uma voz que eu não sei fizer quem foi disse.


-vai embora.-gritei e arremecei um vaso de vidro na pessoa que desviou do objeto.


-não vou porque eu sou seu irmão e preciso cuidar de você.-ele gritou.


-não preciso de você, eu preciso de Vítor.-gritei.


Senti uma tontura, e cai no chão, e não vi mais nada.


Comecei a acordar e eu vi que estava na cama, o céu estava um pouco escuro então resovi levantar, olhei no celular e eram 18:00 horas.


peguei meu notebook, entrei em um site de pasagems e comprei uma pra los Angeles, que é daqui a 3 semanas.


-eu estou indo te ver meu amor.-falei pra mim mesma.


Notas Finais


Desculpem pela demora, estou de semana de provas, mais como eu sempre falo nunca vou abandonar vocês, mais pra isso quero muitos comentários.
Amo vocês❤💋😘

**************************


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...