História Imperfect Society - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), CL (Chaelin Lee), EXO, G-Dragon, Got7, HyunA
Personagens G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Abo, Markson, Namjin, Skydragon, Vkook, Yoonmin
Visualizações 196
Palavras 2.207
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


... Aí, olaa.

Gente, desculpa, Desculpa! Eu sumi sem dar nenhum aviso prévio ou algo assim parecido. Eu não vou dar desculpas de que eu não tive tempo, eu tive sim, e muito.

Mas... eu não sei, eu não tenho vontade de fazer mais nada, está complicado por meu lado... É mais complicado ainda que eu já vejo tendo isso a tempos, e essa fanfic estava se tornando uma novela Méxicana, com capítulos minúsculos sem sentido algum, eu decidi não fazer nada do que fazer e trazer algo ruim para vocês.

Eu não vou voltar com as atualizações corretas, mas eu prometo que de agora em diante eu farei capítulos dignos! Porque tava uma vergonha até pra mim.... Bom, me desculpem, não desistam de mim, por favor.

Bem-vindo à House Sombrios.

Tradução do capítulo: Suspeito.

Capítulo 25 - Capítulo 23 – Suspect


Eu fiquei paralisado olhando as costas de Minseok se afastarem gradativamente, como no último dia que nós vimos, e, assim como eu Hyuna também estava.

— Hyuna? Tae? Vocês estão bem? — Ouvi a voz de Hoseok e então, comecei a piscar os olhos, como se despertasse

— O que aconteceu aqui? — Jimin perguntou, algo que provavelmente todos queriam perguntar.

Seria mesmo Minseok?

É claro que sim, aqueles olhos são inconfundíveis, castanhos com anéis mais claros, como o café fresco que acabou de ser colhido de uma boa safra.

— Ele… ele é o meu amigo. — Falei pela primeira vez, atraindo a atenção de todos. — Minseok. Nós vamos ir!

— É precipitado demais Taehyung! — Ouvi a voz de Jungkook em tom de alerta e então, lancei um olhar repreendido pra ele.

— E o que temos há perder?! Eu vou! Mesmo que seja sozinho. — Falei decidido.

— Se Taehyung vai então eu também vou. — Jackson se pronunciou, que estava na ponta da mesa.

— Tsc, você poderia pelo menos, pensar em equipe?! — Jungkook falou com raiva em seus olhos e rosto e eu é claro, retribui o olhar.

— Estou fazendo o que acho o certo, Jungkook. Pense nos prós e contras, se me provar o contrário eu não falo nada do que esse alfa falou. Droga! Ele sabe o meu nome e de Hyuna.

— Ele pode ter lido a ficha de vocês. — Insistiu. 

— Chega! Parem de discutir os dois. — Jin falou, pondo um basta na nossa discussão. — Namjoon, Taehyung faz parte da sua alcatéia e você é o líder, tome as rédeas da situação! — Jin falou exasperado, olhando duro para Namjoon, que por sua parte sustenta o olhar muito bem.

— Namjoon, devemos ir, mesmo que seja para arranjar um modo de deixar um guarda a menos na nossa lista. — Yoongi respondeu, calmamente com o olhar direcionado a Namjoon.

Hyuna arfou e pareceu ficar um com expressão perturbada, e se afastar, até Hoseok a puxar para um abraço, enquanto ela esconde a cabeça no peitoral do mesmo.

— Droga Yoongi, não precisava ter falado isso. — Falou sério, acariciando os cabelos castanhos e um pouco ondulados de Hyuna, que se encolhia.

Yoongi deu de ombros, não olhando mais na direção de ambos.

Mais uma vez, precisava me manter calmo, e por esse motivo, eu respirei fundo, uma, duas, três vezes.

— Eu não tenho nada a perder. Jungkook, você sabe que se eles estiver realmente do nosso lado vamos sair facilmente daqui mas… se você não vir, as coisas não vão andar. — Falei, o olhando com expectativa, afinal, o trato é sair todos juntos, e isso inclui Jungkook.

Ele suspirou sério passando as mãos pelos cabelos.

— Certo, eu vou. — Falou depois de alguns segundos. Todos ficamos em silêncio, e então, me senti mais aliviado.

Voltei meus olhos para o resto de meus amigos.

— E vocês? Vão vir? — Falei, agora mais calmo, não faz sentido surtar agora, não num momento como esse.

— Eu vou. — Namjoon falou sério.

— Eu também, não posso deixar de acompanhar minha alcatéia. — Foi vez de Yoongi falar.

E então, gradativamente, todos aceitaram, aos poucos.

Eu entendo eles estarem tão desconfiados, afinal Minseok agora é um guarda e nenhum de nós tem experiências boas com um guarda.

Mas devemos correr esse risco.

— Ele falou andares baixos? — Jin perguntou depois de um tempo, com seu cenho franzido.

— Isso mesmo. Parece que esse cara conhece muito bem a House Sombrios para saber que ela não é só um prédio com andares superiores. — Namjoon falou não olhando para ninguém realmente, ele estava com as mãos cruzadas com os cotovelos apoiados na mesa.

— Epa! O que quer dizer com isso? — Jimin se pronúnciou, com uma expressão indignada no rosto.

— Você nunca falou com o G-Dragon, baixinho, eu já. — O clima ficou tenso com o nome que Namjoon citou o tal nome.

É, G-Dragon é uma pessoa bem importante por aqui. E influente.

— Não fale besteira. Ninguém nunca viu o rosto dele! — Jimin rebateu novamente e Namjoon se limitou a apenas rir.

— Está se esquecendo que eu de quem eu sou não é, Jimin? — Dessa vez, o olhar de Namjoon ficou gélido e foi direcionado ao ômega de cabelos laranjas. — Se lembre de quem eu sou e qual posição eu ocupo aqui, e depois venha falar algo sobre mim e G-Dragon. — Namjoon então, se levantou e indo embora, deixando todos nós ali.

— Você é idiota ou o quê, Jimin? — Jin Ralhou e Jimin apenas se limitou a soltar um “tsc” pela boca e virar o rosto.

É claro, Namjoon foi o segundo a chegar aqui.

E novamente, os mistérios que eu achei não existir mais, se fizeram presentes.

Eu mal conheço Namjoon, ainda é um mistério, mesmo eu sabendo das coisas que ele já passou.

Algo ainda está faltando. Não está completo.

Olhei para minhas próprias mãos e soltei um suspiro fechando os olhos e os abrindo.

— Jimin? Vamos, temos que ir à academia ainda. — Falei, me levantando com olhares direcionados a mim, até Jimin sem falar mais nada concordou se levantando também. — Vamos nos encontrar onde?

— No terraço. — Jungkook falou e Jin pareceu reprimir os lábios, já que, como todos sabíamos, os únicos que entram sem problemas lá sou eu, Yoongi, Namjoon e Jimin e nenhum outro já entrou.

— Não pode ser em outro lugar? — Hoseok perguntou, percebendo o desconforto do amigo e eu entrei num debate comigo mesmo.

— É mais seguro. Nenhum de vocês aqui tem motivos para não gostarem da ala dos três, não representa nenhuma ameaça para ninguém. Vão escondidos para ninguém mais se sentir naturalizado a entrar na ala e descobrir o terraço. — E então, antes de ele dar uma última breve olhada para mim, ele saiu, dando as costas sem olhar para trás.

Soltei o ar pela boca e dei uma breve fechada de olhos, me então os abrindo, concordando positivamente.

— Vamos? — Perguntei a Jimin.


— Vamos.



(…)



Eu no momento me encontrava de baixo do chuveiro, totalmente exausto, sentindo cada músculo do meu corpo doer, já que mesmo tento me acostumado com a academia, agora eu deveria ficar mais tempo na mesma, o que é um abuso e tanto.

Um tanto curioso a existência, na verdade.

Se eles não se importam mesmo conosco porque diabos criarem uma academia para nós? E porque serem tão… rígidos quando o horário não é cumprido.

Não, melhor. Porque diabos a ala B1 não trabalha?!

Deixei um suspiro escapar de meus lábios e desligar a água quente, começando a me secar.

andares baixos”

Mais essa para mim resolver, mesmo que eu chute que exista andares subterrâneos além desses.

Mordi o interior da bochecha com várias e várias teorias sendo passadas em minha mente, não achando em nenhuma conclusão de fato.

Coloquei uma roupa confortável para mim ficar sem sair, ou ver alguém, deixando a toalha em volta de meu pescoço com meus cabelos úmidos.

Me joguei na cama desarrumada, não tento a mínima vontade de arrumar a mesma, inspirando o cheiro, o meu cheiro, impregnado ali, e então, sem voltar a pensar em outros mil problemas que me rondavam, eu adormeci.


(…)



Ouvia batidas frenéticas na porta, e então, eu fazendo uma careta, quase cogitando a ideia de voltar a dormir e deixar seja lá quem for que esteja batendo na porta, ficar ali até eu tiver a necessidade real de abrir aquela porta.


Mas é claro…



Eu não fiz isso.

— Taehyung, Taehyung, Taehyung… — Começou a chamar, e eu reconheci ser Jimin, o que me fez suspirar audível e me levantar, indo até a porta a abrindo com uma carranca, vendo Jimin ali, com uma cara desconfortável.

— O que. — Resmunguei coçando os olhos.

— O Jin Hyung ele.. Não se sente bem entrando aqui. — Falou olhando para os pés, e isso fez eu franzir o cenho.

— E onde ele tá?

Jimin então, apontou para o lado direito dele, e eu, ainda de cenho franzido, coloquei a apenas a cabeça para fora, vendo um Jin com uma expressão nervosa e um Hoseok curioso.

Eu poderia rir, se não tivesse acordado de mal humor.

— Aigoo… — Resmunguei, e sem ligar se eu estava vestido que nem um mendigo, fui até o final do corredor, com os olhos grudados em meus dois amigos; Seokjin e Hoseok. — Jin Hyung… porque ainda não entrou? — Falei, tentando camuflar a carranca e mal humor que eu tenho no momento.

— Não me sinto bem. — Falou, sem realmente olhar para mim.

— Eu estou aqui, e na primeira vez também me senti péssimo, mas olha, eu durmo aqui. — Falei levantando uma sobrancelha. — Já enfrentou coisas piores.

Hoseok se limitou a rir e Jin a lançar um olhar mortal, fazendo ele se calar.

— Já. — Abaixou a cabeça num suspiro.. 

— Então! — Levantei os braços, logo os cruzando.

— Ah… Tae… — Resmungou e eu revirei os olhos, estendendo a mão para ele, e ele me olhou interrogativo.

— O que? — Falou confuso, e eu não respondi, apenas peguei sua mão e fiz um aceno para Hoseok me seguir, enquanto eu puxava Seokjin para dentro da ala B1.

Quando chegamos no final dela, onde não existia mais para andar, nem janelas para olhar, eu puxei a corda que ficava pendurada, e, quem prestar atenção no teto, veria uma desregularidade ali, uma linha retangular, que é ali que se encontra a escada para ir para o terraço.

Sem esperar mais, eu subi, levando comigo Jin, Hoseok, e Jimin logo atrás.

— Oh… incrível como a atmosfera muda.. — Jin murmurou e eu quase tive vontade de rir.

— Não é tão mal assim… — Falei o olhando, e ele apenas riu sem graça.

— Estão atrasados.

Me virei e vi Jungkook e Namjoon, que estavam estranhamente na mesma posição de quando eu vi os dois dois pelas primeiras vezes. E comicamente — ou não — Namjoon fumava, o que fez Jin fazer uma cara de indignação.

— Namjoon! Cigarros não são saudáveis. — Falou, e Namjoon o olhou com o cenho franzido.

— Ele me deixa calmo. — Apenas deu de ombros.

— Outras coisas podem te fazer ficar calmo além dessa porcaria. — Falou, se mantendo firme que cigarros não são saudáveis, enquanto o resto de nós continuam quietos, observando.

— E o que são? — Ele deu um sorrisinho de lado, soltando a fumaça pela boca, e a pergunta o pegou em surpresa.

— Oras, você está ocupado demais fumando, se parar vai descobrir.


Seokjin: 1 X Namjoon: 0.

Namjoon apenas soltou uma risadinha e deixou o cigarro cair no chão, ainda pela metade, o apagado com o calçado.

— Ok. Me convenceu.

— Sei que sim.

E então, olhei um tanto surpreso para Jin, que parecia ter a resposta para todas as falas de Namjoon na ponta da língua, sem gaguejar uma única vez, abaixar o olhar, falar de igual pra igual, não de Alfa para Ômega.

— Uh… Tae, onde está o Jackson? — Hoseok perguntou e eu me dei conta que ele não estava ali, não até Jackson aparecer meio arfante sumindo os poucos degraus de dois em dois.

— Desculpem, eu me atrasei.

— Notamos. — Jungkook falou, olhando para nenhum de nós dois, e isso fez Jackson cerrar os olhos na direção dele.

— Tudo bem. E a Hyuna? — Jimin fez a pergunta que eu iria fazer em breve, vendo que a mesma não está ali.

— Hyuna não virá. — Hoseok falou firme. 

— Porque não? — Dessa vez eu que perguntei.

— Taehyung, você viu o estado que ela ficou quando viu aquele guarda, não é bom para ela. — Hoseok falou, se aproximando um passo.

Franzi o cenho, olhando o mesmo Inconformado.

— Ela tem o direito de ir e vir como quiser, Hoseok. Eu espero que você não tenha forçado ela a nada. — Falei, anotando mentalmente que iria ter uma conversa com Hyuna quando as coisas com Minseok ficarem calmas.

Depois disso Hoseok apenas resmungou e deu de ombros, voltando aos olhos a Namjoon, que iria esclarecer algumas coisas. 

— Porque tivemos que vir pra cá se poderíamos ter simplesmente ido direto para lá? — Jimin perguntou e Namjoon limpou sua garganta.

— Para irmos todos juntos, se caso um fosse mais cedo e fosse um de vocês quatro ele poderia fazer algo de ruim, ele é um alfa forte, é melhor todos chegarem juntos. — Concordei com Namjoon, realmente é mais inteligente do que todos irem chegando aos poucos, correndo o perigo das suspeitas de Jungkook estarem corretas.

— Mas… — Me virei para o dono da voz, que é Jungkook. — Não vamos todos de uma vez, Namjoon vai falar onde é os andares baixos e vamos esperar na entrada do lugar, mas vamos ir separados até lá, já estamos chamando atenção demais só por almoçar juntos, quem dirá indo para um lugar que ninguém sabe que existe. — Namjoon concordou com Jungkook e ninguém pareceu protestar, afinal, ele tem razão, o que menos queremos agora é chamar atenção.

— Vamos tirar todo tipo de informação necessária de Minseok, cada informação é crucial para tudo. — Namjoon falou e eu pensei em como eu poderia encarar meu amigo de tantas datas depois de tanto tempo sem vê-lo. — Se ele se mostrar um aliado, ótimo, mas se for uma ameaça… — Namjoon olhou para mim, num olhar cortante e frio, quase como se dissesse que não iria voltar atrás. — Ele será eliminado.



Notas Finais


E então? O que acharam?

Gente, se eu fizer uma fanfic de fórmula 1, com os mesmos shipps daqui, vocês leriam? O plot veio na minha cabeça enquanto eu assistia carros 3 no cinema... aí eu lembrei de Ayrton Senna... humm, sinceramente, estou com vontade de escrever sobre.

Me digam o que acharam :3

Até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...