História (Im)Perfeitos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Imperfeitos, Originais, Pensamentos
Exibições 22
Palavras 534
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá, pessoas! Bom, esse texto é algo meio sério e tipo um desabafo. Senti que deveria escrever e comecei no meio de uma viagem, no carro. Isso realmente me icomoda, mas espero que gostem do que está escrito aí.
Qualquer coisa, se quiser conversar ou alguma coisa, apenas mande uma mensagem pra mim no spirit ou comente, estarei a postos!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Existem tantas mulheres que tentam atingir a perfeição, outras que não se importam com a aparência ou com alguma idiota opinião alheia.

Existem as magras, que não deviam ser chamadas de "loucas" por fazerem dieta e as que possuem mais peso, mas que não deviam ser chamadas de "gordas".

Ah, mas também existem aquelas que possuem uma marca de roxo pois "caíram" e uma marca na bochecha pois "trombou" em algo. Também tem as que "pediram" para qualquer um.

Você concordaria que elas são putas? Que elas são gordas pois não vestem 36? Que elas caíram por acidente? E que elas deram por que foi vontade delas?

Como mulher — mesmo que nova, eu sou uma mulher, independentemente dos outros nomes que me chamam, como "mocinha" e "menina; eu ainda sou do sexo feminino, aquele mais frágil e indefeso — eu tenho medo. O medo se apodera de meu coração toda vez que penso em um homem me sequestrando na rua, de meu futuro chefe tentando agarrar-me ou de simplesmente alguém me xingar de vadia por usar um short no meio da coxa em uma tarde quente de verão.

Tenho medo de ser tratada como propriedade e apanhar de uma pessoa que eu recusei sair ou quis terminar o namoro. Sabe, isso assusta. Toda notícia no jornal de que uma garota, que poderia estar viva ou intacta, foi morta por um ex-namorado ou estuprada por seu tio. Ou aquela notícia de que uma moça suicidou e todos acham que foi por causa da morte de um ente querido, mas sim porque ela era xingada de baleia na escola. 

E aquela garota que tenta seguir os padrões, tem tudo por fora, desejada por vários homens, mas ela sabe que as maquiagens em seu lindo rosto não conseguiriam preencher o vazio que ela sente por dentro. Como se fosse uma marionete, ela emagrece mais e fica com anorexia e já é tarde demais para voltar atrás, pois toda espelho que ela olha vê sua imagem distorcida.

Em que ponto chegamos? Eu realmente não entendo. Não temos vergonha na cara e discriminamos qualquer pessoa, aquela mãe solteira, aquela garota que tem um filho e vai pra balada num sábado apenas para descansar do trabalho, aquele garoto que escolheu o mesmo sexo, ou aquele que não esbanja as garotas que pegou e é chamado de "viado".

Os outros garotos que são educados e recebem indagações se são gays, os que respeitam as orientações sexuais recebem o mesmo xingamento, como se ser homossexual fosse errado. Aqueles que também são "gordos" e aqueles que tentam atingir a perfeição e o abdômen definido. 

Eu sou uma mulher, por isso não entendo muito os homens. Mas eu sei que eles também sofrem em nossas mãos, assim como sofremos nas deles. Por que não vivemos com um mínimo de harmonia? Sem acusações, apenas aceitações. 

Somos imperfeitos e diferentes e, quando aprendermos a conviver com isso, tentando atingir juntos a igualdade entre os gêneros, teremos uma sociedade melhor. 

Se achar que eu sou feminista demais e preciso apanhar para aprender uma lição, diga, vá em frente. Estarei esperando. Mas que mais pessoas como eu, que gritarão pela igualdade irão surgir e mudar o mundo, apenas aguarde.


Notas Finais


Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...