História Império Furanko - Capítulo 16


Escrita por: ~

Exibições 5
Palavras 3.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, galera como estou morando em duas cidades, minha vida está em transição muitas coisas acontecendo, espero me estabilizar logo para atualizar a fic com frequência e que os capítulos tenham a qualidade que desejo. Agradeço pelo apoio e compreensão de todos, espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 16 - Chegamos!


Fanfic / Fanfiction Império Furanko - Capítulo 16 - Chegamos!

Império Furanko – Chegamos!

 

         - Eu nunca vou aceitar, essa maldita Corporation transformara lutadores esforçados em campeões desumanos e sem caráter. É uma mancha para as artes marciais! Nem cogite essa possibilidade! - dissera Laura em tom de repúdio.

         Foster Corporation visa a formação de lutadores excepcionais a nível internacional, seus métodos de ensino são distorcidos e não pertinentes as artes marciais.

         - Estão tentando se difundir no CTK. Como se fossemos permitir algo assim! Depois do que fizeram com a Lilian Cordeiro e Ricky Gastón. - Hellen relembrara tal situação.

         CTK (Center Trainment of Kyoto), base de treinamento em Kyoto de artes marciais: Brazilian Jiu Jitsu, Judô, Muay Thai, Taekwondo, Karatê, Aikido, Capoeira, Boxe (ocidental), Kung Fu, Krav Magá e Hapkido. Em todas as artes marciais a base mantém supremacia em campeonatos nacionais, internacionais e intercontinentais. Sendo o segundo melhor Centro de Treinamento do Mundo.

         Ricky tornou-se professor de Karatê e Lilian professora de Hapkido no CTK após abandonarem a Foster Corporation.

         - São tantas coisas acontecendo, Tyrone mandou uma mensagem dizendo que Naoki e Aprill iriam jantar com todos. Nem sei como foi ainda, mas estou preocupada. - comentara Laura batendo com sua caneta na mesa compulsivamente.

         - Ei calma, relax! Lembre-se o que me prometera nada de trabalho agora! Aproveitar a viagem, eles se viram bem! - disse Hellen em tom repreensivo.

         - Eu sei. Já terminei aqui, só vou ler uma nota que o Kássio enviou! - Laura abrira a notícia lendo-a atentamente.

         - Algo interessante? - questionara Hellen saboreando seu chá.

         - Liga para o Pierre agora! Eu tento descansar, mas não consigo nunca! - solicitou Laura alterada.

         - Qual é o conteúdo dessa nota? Algum problema? - questionara Hellen  realizando uma vídeochamada com Pierre.

         - Olá Hellen tudo bem? - questionara Pierre gentilmente com seu sotaque francês encantador.

         - Estou sim. Laura precisa conversar com você, e é algo importante. Vou deixar vocês dois conversando a sós. - Hellen entregara seu IPhone para a amiga.

         Hellen saíra do escritório, seguindo para a sala de estar, sentou-se ao lado de Min Ho e em silêncio assistira ao filme.

         - Está com um olhar tão pensativo! - constatou Min Ho observando-a.

         - Não é nada importante. - afirmara Hellen pensando sobre o que acontecera com Pierre. - Shin Hye onde está? - questionou Hellen olhando o quão íntimos estavam Letícia e Jimin.

         - Foi descansar um pouco, Letícia cedera o quarto de Laura gentilmente! - Min Ho sorrira cordialmente para a garota.

         - Realmente aqui deve estar mais interessante para vocês dois! - comentara Hellen insinuando algo entre Jimin e Letícia.

         - (risos) Hellen como sempre maliciosa! - sorrira Letícia aceitando o comentário.

         - Onde está Noona Laura? - questionara Jimin voltando-se para Hellen.

         - Está resolvendo um problema no escritório! - suspirou Hellen.

         - Trabalho, negócios... Titia não se cansa com tudo isso? - questionara Letícia preocupada.

         - Sim, é bem cansativo! - afirmara Laura adentrando a sala de estar caminhando em direção a sua poltrona.

         - Então o que aconteceu? - perguntou Hellen curiosa.

         - Pierre fez um comentário negativo sobre a Presidente Catherine Marine, publicamente. O governo francês está inviabilizando o desfile da FUÖR. - explicou Laura entregando o IPhone a Hellen.

         - O comentário deve ter sido muito ofensivo. Kássio deve estar tendo um ataque! - exclamara Hellen negativamente.

         - Precisa ligar para ela e resolver esse "acidente" por mim. Já pedi para Pierre retratar-se publicamente.

         - Ok! Não vou ligar agora, pois já é muito tarde em Paris, mas deixe comigo. - assentiu Hellen com a cabeça.

         - Vou fazer companhia ao meu pequeno. Se precisarem de algo! - avisou Laura ajeitando seu coque antes de seguir para junto de Felipe.

         - Você fica sentado aí! Continue  conversando com ela! - ordenara Hellen impedindo Jimin de seguir Laura.

         - Só vou ir ao banheiro Noona! - reclamara Jimin vitimando-se.

         - Laura está cansada, esse estresse de hoje para acrescentar! - explicou Hellen em tom de preocupação.

         - Ela trabalha demais, isso não deve fazer bem a sua mente. - afirmou Min Ho compartilhando da mesma preocupação.

         Os quatro assistiram ao filme após compactuarem brevemente sobre o quão era grande a sobrecarga que Laura carregava.

         - Não quer assistir esse desenho tia? - questionou Felipe estalando seus dedos para chamar sua atenção.

         - Claro que sim, estive um pouco desligada... - disse Laura acariciando sua pulseira involuntariamente.

         - Percebi tia... - concordou Felipe repousando sua cabeça no colo de Laura.

         Os últimos minutos no avião chegaram ao fim. Todos seguiram para os carros, com os quais chegariam ao destino final.

         No primeiro carro fora Nadya e Kauã, no segundo Cláudia, Kaio e o pequeno Felipe que havia adormecido. No próximo, fora Letícia e Jimin, mais atrás Shin Hye e Hellen. E ocupando o último carro Laura e Min Ho.

***

         Tyrone e Yuki conversavam na cozinha enquanto preparavam waffles para o café da manhã e Kazuya organizava a mesa.

         - Bianca-chan teve outro pesadelo. Quando vocês vão me contar a verdade? - questionou Kazuya fitando-os seriamente.

         - Verdade sobre o quê exatamente? - perguntou Yuki fingindo não entender nada.

         - Por que a Bianca tem esses pesadelos constantemente? O porquê de ela ter vindo para o Japão e não pode voltar para o Brasil? - Kazuya metralhara tais perguntas.

         - Tem que perguntar isso a Bianca-chan, ela irá dizer tudo quando sentir-se confortável. Só não a force a falar! - avisara Tyrone seriamente.

         - Tudo bem, mas preciso saber. Partes anteriores da vida de Bianca-chan para mim ainda é uma incógnita. - dissera Kazuya nitidamente inquieto.

         - Ok! Vamos tomar café agora, daqui a pouco ela virá nos acompanhar. - relembrou Yuki acomodando-se a mesa.

         - Começaram a chegar os presentes da madrinha, nem sei onde vamos colocar tudo! A salinha já está lotada! - exclamara Bianca adentrando a cozinha.

         - O nosso presente para ela chegará na próxima semana! - piscou Kazuya.

         - Ela virá para Tokyo na próxima semana também. - avisou Tyrone comendo seu waffles com muita cobertura de caramelo.

         - Mas Naoki e Shizuka, eles darão o presente junto conosco ou será individual? - questionara Kazuya sentado ao lado de sua namorada.

         - Bom, não sabemos quando Shizuka retornara a Tokyo, creio que ela ficará mais alguns dias em Kyoto. Yamaguchi-san tem se recuperado rapidamente. - comentou Bianca entrelaçando os dedos com Kazuya.

         - Naoki dará seu presente junto de sua querida noiva como bom cavalheiro que é! - resumiu Yuki sarcasticamente.

         - Devemos ir Senpai, não posso me atrasar. Tenho que entregar meu projeto! - disse Bianca despedindo-se de Kazuya com um breve selar de lábios.

         - Organizem tudo antes de saírem rapazes! - solicitara Yuki sendo arrastada por Bianca.

         As garotas foram para a Universidade e Tyrone arrumara a cozinha junto de Kazuya antes de seguirem para o trabalho.

         - Yuki-chan está relativamente bem mesmo após o jantar de ontem a noite. - constatou Kazuya com certo alívio.

         - Sim, mas há algo muito estranho. Naoki-san e Aprill tratavam-se intimamente como se já se conhecessem, não parece um noivado forçado! - afirmou Tyrone pensativo.

         - Isso é verdade, mas talvez já tenham se conformado com essa situação e estão seguindo em frente. - sugerira Kazuya pegando sua maleta prata.

         Kazuya e Tyrone seguiram para as empresas, acompanhados por seguranças, acabaram  habituando com isso novamente.

***

         As cinco blazer's pretas estacionaram no gramado verde da fazenda, onde já estava anoitecendo.

         - Chegamos pessoal! - disse Laura a todos fechando a porta do carro.

         - Nossa realmente é bonito! - afirmou Min Ho admirado.

         Kaio com o pequeno Felipe em seu colo acompanhado por Cláudia adentraram a casa.

         Nadya, Kauã, Jimin, Letícia, Shin Hye, Min Ho e Hellen entraram indo direto para a sala de jantar ao encontro de Regina e Lauro, pais de Laura.

         - Deixem as bagagens nos carros, após o jantar arrumaremos tudo! - avisou Laura aos motoristas antes de acompanhar seus convidados.

         Laura fizera o mesmo trajeto até a sala de jantar rapidamente, percebera que todos já estavam acomodados a mesa.

         - Estão me esperando apenas então! (risos) - Laura caminhara em direção a sua mãe na cabeceira da mesa.

         - Que saudade mãezinha! - Laura abraçara sua mãe distribuindo beijos em sua bochecha.

         - Também estou minha filha! - Regina afagara Laura.

         Laura caminhara ao entorno da mesa seguindo até seu amado pai.

         - Papai que saudade! - abraçara-o fortemente seguido de beijos em sua bochecha.

         - Bom, farei apresentações rápidas, pois estou com fome! - sorrira Laura acompanhada pelos demais a mesa.

         - Esse é meu pai Lauro, e aquela senhora gentil sentada na cabeceira é minha mãe, Regina. - apresentara Laura orgulhosa em coreano, enquanto Hellen traduzia para seus tios em português.

         - Mãe e Pai, esses são meus amigos Shin Hye, Min Ho e Jimin. A pronúncia dos nomes é assim mesmo! - apresentara Laura em português, enquanto Hellen traduzia em coreano.

         - Agora feitas às apresentações, vamos jantar! - disse Laura sorridente.

         - Querida, traduza algumas coisas para eles quando não estivermos por perto! - Laura solicitara a Letícia enquanto colocava em seu prato delícias feitas por sua mãe.

         - Tudo bem tia! - Letícia assentira com a cabeça.

         - Eu vou cobrar US$ 10,00 por tradução! Não sou Google Translate! - brincou Hellen.

         - Felipe já está em seu quarto? - questionou dona Regina a sua nora Claudia.

         - Ele estava dormindo, Kaio o levara para seu quarto! - dissera Claudia.

         - Depois lhe darei um beijo de boa noite e lhe levarei biscoitos com leite. - afirmou dona Regina gentilmente.

         - Também quero dar um beijo em meu neto! Com certeza de ve estar ansioso para andar a cavalo! - sorrira seu Lauro da cabeceira do outro lado da mesa.

         - Ele só fala sobre isso, quero andar nos cavalos do vovô e quero comer os biscoitos da vovó! - comentara Claudia sorridente.

         - O Felipe é tão apegado a vocês dois, acho que ele tem vontade de morar aqui, inclusive. - explicara Kaio gentilmente.

         Laura e Hellen perceberam que Jimin e Letícia conversavam aos sussurros, tudo muito suspeito.

         Era bom porque assim deixava Laura em paz e o caminho livre para Min Ho, porém Jimin se envolver com Letícia não era uma não opção.

         - Aqueles dois! Não estou gostando disso! - comentou Laura após ver os olhares pesados de seu irmão sobre eles.

         - Estão conversando assim desde o avião. - resumiu Hellen sarcasticamente.

         - Espero que ele não avance a linha, não quero ter problemas! - suspirou Hellen.

         - Acho difícil, vou assistir de camarote! - sorrira Hellen maliciosamente.

         - Hum mãe deliciosa sua comida como sempre! - sorrira Laura ao terminar sua refeição.

         - Fico feliz minha filha. Pergunte a eles se gostaram da comida. - pedira dona Regina.

         - Minha mãe perguntou se gostaram da comida? - Laura voltou-se para Min Ho, Shin Hye e Jimin.

         - Muito boa tia! - Jimin arriscara com seu português.

         - Saborosa, ficarei muito feliz durante essa semana! - sorrira Min Ho.

         - Irei engordar até retornar a Seoul! - comentou Shin após comer um pouco a mais da conta.

         - Os comentários sobre sua culinária são os melhores possíveis. - explicou Laura a sua mãe.

         - Nadya e eu vamos para nosso quarto! - avisou Kauã levantando-se da mesa.

         - E o trabalho como esta minha filha? - questionou Regina a sua nora.

         - Está ótimo, estamos trabalhando em uma pesquisa de doenças neurológicas até então sem tratamento graças ao apoio de Laura. - sorrira Claudia cordialmente.

         - É o mínimo que eu posso fazer! - comentou Laura.

         - Consegui uma folga para vir lhes visitar, das últimas duas vezes não pude viajar, pois o trabalho estava tomando conta de toda minha vida. - explicou Claudia.

         - É verdade, não tinha tempo para mais nada além de seu trabalho... - dissera Letícia chateada.

         - Sua mãe é uma médica, ela salva muitas vidas. Você tem que ficar orgulhosa e ajudá-la querida! - dissera Regina seriamente.

         - Compreendo vovó. - assentira Letícia ajudando Laura com a organização da mesa.

         - Vamos para a cozinha, quero ver a Neide! - Laura caminhara acompanhada de Letícia até a cozinha.

         Laura e Letícia organizaram a sala de jantar e a cozinha juntas com Neide uma das ajudantes de dona Regina, a outra é a Glória que estava de folga.

         Cláudia e Kaio subiram para seu quarto para tomarem banho. Dona Regina também seguira para seu quarto.

         Hellen, Min Ho, Jimin e Shin Hye estavam na sala de estar aguardando o retorno de Laura e Letícia.

         - Acho que Shin Hye dormira comigo e com Laura na casa da piscina. - comentou Hellen.

         - Quero dormir perto da minha Noona! - Jimin expôs seu desejo.

         - Não vocês meninos vão dormir aqui! - interveio Laura adentrando a sala de estar.

         - Vamos pegar nossas bagagens! - sugerira Letícia escorando-se no sofá.

         - Onde serão nossos quartos? - questionara Jimin curioso.

         - Eu lhes levarei até eles. Agora vamos pegar nossas coisas. - afirmou Laura sendo acompanhar por todos.

         Todos pegaram suas bagagens e seguiram para seus quartos, todos foram tomar um banho para se refrescarem.

***

         Shin Hye e Hellen conversavam sentadas no sofá enquanto Laura preparava sorvetes.

         A casa da piscina continha três quartos, um deles sendo o de Laura, uma sala de estar com lareira para o inverno e possuía uma sorveteria particular, e também havia uma academia com ringue e tatame para prática de artes marciais.

         - Acomodou-se adequadamente no  quarto? - questionou Laura gentilmente a Shin Hye.

         - Sim, é super confortável! - sorrira Shin Hye.

         - Onde estão os garotos que não chegam? - perguntava-se Hellen preocupada.

         - Se perderam no caminho! (- ) - brincara Laura.

         - Cheguei! - exclamara Letícia sentando-se junto das garotas.

         - Onde estão os garotos, não vieram junto com você? - perguntara Laura terminando de organizar os sabores de sorvete na bancada refrigerada.

         - Passeio pelo quarto deles, Min Ho estava pronto, Jimin estava tomando banho ainda! - explicou Letícia com o celular em mãos.

         - Chim Chim... Se demorarem mais tempo terei que ir busca-los! - reclamara Hellen impacientemente.

         - Buscar quem Noona? - interrompera Jimin chegando junto de Min Ho.

         - Vocês dois obviamente! - dissera Hellen .

         - Seus pais não virão Let? - perguntara Laura organizando as taças sobre a mesa.

         - Não, já estão dormindo. E tio Kauã e tia Nadya estão se divertindo! (risos) - comentara Leticia imprudentemente.

         - Sorvete, amo sorvete! - cantarolou Jimin aproximando-se de Laura.

         - Está na hora de montar nossos sorvetes! Sintam-se a vontade. - Laura iniciara a comilança servindo-se.

         - Vamos Oppa! - convidara Shin Hye gentilmente.

         - Já estou convidando todos para depois um mergulho noturno na piscina! - piscara Hellen animada.

         - Estou dentro, já estou de biquíni! - Laura erguera a mão participativa.

         - Eu também! - sorrira Letícia.

         - Tenho que pôr um biquíni depois, mas estou dentro. - concordara Shin Hye.

         - E vocês meninos? - Hellen voltou-se para os dois.

         - Pode ser! - Jimin dera uma risadinha.

         - Contem comigo! Estou pela diversão! - sorrira Min Ho batendo suas mãos com as de Laura e de todos.

         - Está no lugar certo! - Laura dera um sorriso convidativo.

         - Hummm, delícia esse sorvete! - Hellen piscara para Shin Hye.

         - Unnie me ajuda com o biquíni! - Shin Hye dirigira-se a Hellen.

         - Claro que sim. Let pega a bola de vôlei, pra jogarmos na piscina! - solicitara Hellen antes de seguir para o quarto de Shin Hye.

         - Vocês não querem mais sorvete? - perguntou Laura preocupada.

         - Não obrigada, talvez mais tarde! - afirmou Hellen pelas duas.

         - Ok, tudo bem! - assentiu Laura.

         - Jimin, me acompanhará? - questionou Letícia.

         - Claro que sim. Vamos! - Jimin levantara-se animado.

         Os dois saíram em busca da tal bola, enquanto Laura ficara com Min Ho, organizaram a mesa e a bancada, limpando as taças de cristal.

         Min Ho e Laura foram primeiro para a piscina, sentaram-se na beirada da mesma molhando suas pernas na água enquanto conversavam.

         - A noite é incrível aqui! Sinta-se privilegiada! - comentara Min Ho observando o céu estrelado entre as palmeiras.

         - Aqui é uma das minhas casas que me traz calma e paz, mas também diversão! (risos) - explicou Laura também observando o céu.

         - Estou feliz por fazer parte disso, de estar aqui agora! - acrescentara Min Ho encontrando os olhos negros de Laura.

         - Gosto da sua companhia, obrigada! - sorrira Laura fitando-o.

         - Não há nenhum esforço nisso. - dissera Min Ho desejando a boca delineada e naturalmente avermelhada de Laura.

         - Essa sensação é tão libertadora! - comentara Laura fechando seus olhos para bem melhor aproveitar o vento suave.

         - Sim... - concordara Min Ho sentindo  o perfume de Laura que o vento lançava as suas narinas.

         Para Min Ho a situação era quase limite observar Laura tão próxima, seus lábios tão convidativos, não entendia como ela conseguia ser tão linda naturalmente, seus cachos negros livres de um coque a tornavam mais bela ainda.

         - Min Ho! Tudo bem? - questionou Laura estalando os dedos para que ele acordasse de uma hipnose.

         - (risos) Estava admirando a beleza daqui! (Melhor dizendo sua beleza) - pensara Min Ho sorridente.

         - Por que todos estão demorando tanto? - perguntava-se Laura inquieta.

         Min Ho e Laura os esperaram por mais alguns minutos, mas o calor era imenso e água estava perfeita para um mergulho.

         - Vamos mergulhar primeiro! - Laura levantou-se retirando seu short e a bata branca que cobria seu corpo e mergulhara na piscina.

         - Vai esperar por eles? - perguntara Laura retornando a superfície.

         - Não, irei mergulhar também! - afirmara Min Ho levemente corado com as curvas sinuosas do corpo de Laura.

         Ambos jogavam água entre si em meio a risadas e brincadeiras.

***

         - O que está acontecendo Unnie? - Shin Hye perguntara a Hellen que espionara Laura e Min Ho através da janela.

         - Eles estão nadando, mas nada de interessante aconteceu! - comentou  Hellen desapontada.

         - Então devemos ir agora! - afirmou Shin Hye convicta.

         - Sim. Onde está Jimin e a Let? Aqueles dois estão aprontando! - constatou Hellen seguindo junto de Shin Hye.

         As duas caminharam até a piscina e também jogaram-se na água para aproveitá-la.

         - Por que demoraram tanto garotas? - perguntara Laura aproximando-se delas.

         - É que o meu biquíni arrebentou, tive que procurar, uma loucura! - explicou Shin Hye sendo apoiada por Hellen.

         - Sei... Entendo! - Laura fitou-as entendo as armações.

         - Olha bola! - avisou Jimin ao atirar a bola em direção a Hellen que estava distraída.

         - Cuidado Park Jimin, lança essa bola na minha direção sem me avisar de novo e talvez nem encontrem o teu corpo! - Hellen sorrira diabólica com a bola parada entre suas mãos.

         - Melhor não mexer com os reflexos de Hellen, vai te arrepender Chim Chim! - sorrira Laura entrando na brincadeira.

         - Já estou acostumado com essas ameaças! - Jimin pusera a língua em forma de provocação.

         - Vamos relaxar pessoal, relaxar! - solicitou Laura flutuando sobre a água singelamente.

         - Meu time é Tia Laura e Jimin! - sorrira Letícia fazendo suas escolhas.

         - Eu fico com Shin Hye e Min Ho! - assentiu Hellen nadando para junto dos dois.

         Todos jogaram por algum tempo, depois secaram-se com as toalhas dispostas na varanda, adentrando a casa da piscina para um rápido lanche antes de irem dormir.

         Muitas coisas irão acontecer nessa semana na fazenda! Muitas mesmo!

***

         Yamaguchi Jun encontrava-se sentado à mesa acompanhado por Shizuka e Takeshi desfrutando de um almoço.

         Takeshi apesar de carregar um olhar obscuro e igualmente indiferente de Jun, era também lindo e aqueles ternos pretos deixavam ambos sexys.

         Shizuka não deixara de aproveitar essa visão, durante amanhã ambos treinaram judô juntos e ela os vira sem kimono, e aqueles corpos estavam mexendo com sua imaginação.

         - Shizuka, Shizuka-chan! Está tudo bem? Parecia estar desligada! - afirmou Jun chamando sua atenção com um gesto.

         - Ah desculpe, estava pensando em algumas coisas! - Shizuka sorrira desconcertada.

         - Conversei com Mimasaka-san e ele já liberou você de ser minha enfermeira! - disse Jun seriamente.

         - Ah entendo. - Shizuka parecia conformada.

         - Conversei com Tyrone-kun, e um helicóptero está vindo buscá-la. Takeshi irá escoltá-la até Tokyo! - explicou Jun terminando sua refeição.

         - Obrigada, vou terminar de organizar o quarto. - assentiu Shizuka com a cabeça antes seguir até o corredor com as paredes em tons escuros, assim como o resto da casa.

         Alguns minutos passaram-se e o helicóptero pousara no gramado da mansão de Yamaguchi Jun.

         - Yamaguchi Jun, recupere-se bem, se precisar eu posso ficar por mais tempo. - dissera Shizuka gentilmente.

         - Agradeço pelos cuidados Shizuka-chan, estou melhor. Você deve retornar a sua vida! - Jun beijara a testa de Shizuka, despedindo-se com uma expressão carinhosa.

Shizuka adentrara o helicóptero e ajustara os cintos de segurança, acenara para Jun.

         - Takeshi, leve-a com cuidado. E tente descobrir o máximo sobre quem atentara contra minha vida. - Yamaguchi-san retornara a seu tom sério e expressão obscura.

         - Ok! Voltarei com informações. - Takeshi curvara-se antes de acompanhar Shizuka.

         Após o helicóptero levantar vôo, Jun caminhara até seu escritório, sentara-se e girara sua cadeira com um olhar pensativo.

         - O aniversário dela é amanhã, que presente será adequado... - Jun passara a mão sobre os cabelos indecisamente.

         - Tem que ser algo que combine, algo simples e belo ou talvez ? Ah tem que ser, não sei! - resmungara Jun para si.

         Jun decidira ligar para Laura e assim fazer uma escolha sensata sobre seu presente.

         - Olá Jun-san, tudo bem? - questionara Laura com voz sonolenta.

         - Estou bem, creio que acordei a bela de seu sonho. - comentara Jun sorridente.

         - Fuso horário! Estou no Brasil. Ter uma folga antes que o "TRABALHO" comece novamente! - explicou Laura sentando-se sobre sua cama.

         - Você se torna muito ocupada, ocupada demais... - dissera Jun com certo pesar.

         - E Shizuka-chan tem cuidado adequadamente de você? - perguntara Laura mudando o rumo da conversa.

         - Sim, já estou bem melhor. Sou um Yamaguchi me recupero mais rápido que qualquer outra pessoa. - Jun dissera em tom descontraído.

         - Ah verdade, esqueci-me deste detalhe! - sorrira Laura relembrando do passado.

         - Mas quero saber o quê a 'Minha Garota' quer de presente? - questionara Jun com a sua voz encantadora escorado em sua mesa.


Notas Finais


Desculpem-me pelos possíveis erros ortográficos que me passaram despercebidos, Até o próximo e bjin da Japonega!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...