História Impossible - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Taegi, Yaoi
Exibições 48
Palavras 444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Capítulo quatro


Fanfic / Fanfiction Impossible - Capítulo 4 - Capítulo quatro

— CAPÍTULO QUATRO —

Pânico

 

    Yoongi não sabia o porquê, mas ao acordar naquela manhã sentiu que, de alguma forma, seria diferente.

    Mas até aquele momento, onde encarava o próprio reflexo no espelho, tudo parecia igual, dolorosamente igual.

   Lentamente, não muito, mas o bastante para não errar, a base foi cobrindo as manchas pelo rosto pálido. O seu reflexo gritava 'patético', mas Yoongi apenas gritava — mentalmente — de volta um 'cala a boca'. Ele não queria isso, não queria ser piedoso consigo mesmo, isso — na sua concepção — sim era patético
 

   Então ele voltou para o quarto, guardou a base e jogou a alça da mochila sobre o ombro. De cara, ao acordar, ele percebeu que os pais não estavam em casa, pois o apartamento era simples e pequeno; apenas com dois quartos, um banheiro e uma sala acoplada a cozinha (esses dois separados por três balcões). Estava tudo muito silencioso, sem a televisão ligada pelo pai para assistir ao jornal (mesmo todos sabendo que ele ignorava o jornal e assistia Friends, que passava antes do mesmo ir trabalhar) ou a mãe fazendo o café da manhã. Ainda assim, sobre a mesa tinha uma jarra de suco e uma torrada. Obrigado, Mãe.

 

.+.+.+.
 

   Yoongi estava cabisbaixo, chutando pedrinhas e ouvindo a voz calma cantar Fools em seus fones de ouvido.

    Poucas pessoas transitavam pelo pátio, então foi fácil passar despercebido.

  Os lugares não eram marcados, então pegou logo o no fundo ao lado contrário da janela e colado a parede. As pessoas que entravam nem o notavam ali, apenas jogavam suas mochilas sobre a mesa e saiam para esperar os amigos ou para procurá-los.

   Yoongi não pôde deixar de notar a bolsa transversal jogada sem delicadeza alguma sobre uma das mesas na frente e no meio, a reconheceu rapidamente, mas não conseguiu evitar se perguntar onde estaria Taehyung.

 

.+.+.+.
 

   Yoongi fechou os olhos. Não pensem que ele é submisso, ele apenas não tem força o bastante para enfrentar três garotos sozinhos. Foi querendo acreditar nisso que ele tentou não encolher o corpo antes de levar o primeiro soco. Mas ele não veio.

   Surpreso, Yoongi estava inegavelmente surpreso por ver o corpo de Taehyung em frente ao seu. O seu braço segurava o pulso de Jimin e a outra tratou de revidar o soco.

   Os dois que tratavam de segurá-lo o empurraram para o lado e foram em direção do Kim, prontos para entrarem na briga, mas dois garotos do time de futebol os impediram.

   Yoongi não quis ver aquilo, mas também sabia que não havia possibilidades dele sozinho apartar a briga, então ele fez a única coisa que conseguiu pensar em fazer, correu, o mais rápido que conseguiu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...