História Impossible - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jared Leto, Margot Robbie
Personagens Jared Leto, Margot Robbie
Tags Cara Delevigne, Ian Somehalder, Jared Leto, Jargot, Margot Robbie, Nina Dobrev, Suicide Squad
Exibições 106
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi puddins, enton, estou em semana de provas e elas vão até semana que vem. Estou estudando bastante para não ficar de recuperação, então não estou com muito tempo para escrever! Se eu demorar para postar cap novo, é por conta disso! Enfim, boa leitura 💚

Capítulo 5 - A Proposta


Fanfic / Fanfiction Impossible - Capítulo 5 - A Proposta

P.o.v Jared

Eram mais ou menos sete da manhã, quando recebo uma ligação com uma grande proposta. Era David. David Ayer. Ele é diretor, e quer fazer um filme no qual quer que eu seja um personagem muito importante! Ele não gosta de contar muitos detalhes por telefone, prefere contar pessoalmente para ver a reação. Então marcamos um almoço no meu restaurante favorito, que por conhecidencia também era o dele. Faço minhas higienes, me arrumo coloco uma blusa branca de estampa, uma calça jeans rasgada, uma meia com as cores vermelha e azul e meu sapato favorito. Logo após eu vou ao encontro dele. Chegando lá vejo que ele reservou uma das melhores mesas, ele acena para mim, deve ter pensado que eu não o vi. Ele parece muito feliz. Então eu vou até a mesa, me sento e o cumprimento.

― Olá David! Quando tempo. – estendo minha mão para o cumprimentar –

― Olá Jared! Estou muito contente que tenha vindo. – ele apertou minha mão e pegou uns papéis – então eu já pedi nosso almoço porque já sei seus gostos. E eu quero ir direto ao assunto.

― Obrigado. Pois vamos direito ao assunto, o que gostaria de me propor? – perguntei curioso –

― Você gostaria de ser o novo Joker? – perguntou eufórico – Vou fazer um filme! Suicide Squad o nome. Gostaria muito que você aceitasse esse papel. – disse me dando os papéis com informações –

― Bom... Proposta tentadora, você pode me dar um tempo para pensar? – perguntei. Eu gosto de analisar cada detalhe, quero ler todos os papéis. –

― Claro, Jared! – virou para o lado – veja, nosso almoço.

Almoçamos conversando sobre esse novo filme. Eu achei muito legal mas eu queria mesmo ler todo o contrato, ficar ciente de tudo. Ele me disse que vamos ter um dia de testes de maquiagem, e que possivelmente eu vou ter que raspar as sobrancelhas, fiquei pensando em como ia ficar. Ri mentalmente. Eu fiquei lendo o contrato enquanto estávamos nos falando, já tínhamos terminado o almoço. Ele tinha que falar com os outros que vão participar do elenco, então ele teve que ir embora, então nos despedimos pagamos a conta e cada um seguiu seu rumo. Eu fui para casa e fiquei lendo o contrato, eu com certeza vou aceitar, esse projeto parece incrível! Contei ao meu irmão Shannon e ele ficou feliz junto comigo afirmando que eu deveria aceitar logo. Nós aproveitamos aquele momento livre e fomos cantar um pouco na sala de música que tem em minha casa. Passamos a tarde toda lá!

P.o.v Margot

Dormi a noite toda como um anjinho, tive um sonho muito engraçado com a Cara, acordei rindo. Virei para o lado e o Tom estava dormindo, decidi não o acordar, ele deve estar cansado. Desci e tomei meu café, meu celular começou a vibrar, era um monte de mensagens da Cara. Eu respondi todas, ela queria ir hoje no shopping comigo porque ela tinha um encontro e não sabia que roupa usar, ela confessou que só estava querendo o sexo mesmo. Cara não é do tipo romântica, bom, não que eu tenha visto alguma vez. Só dois dias de amizade mas já pareciam décadas! Eu subi tomei um banho, sequei meu cabelo e fiz um coque solto, coloquei um vestido soltinho da cor rosa bebê, ele era cheio de detalhes. Calcei minha sapatilha da mesma cor do vestido, ela tinha um lacinho em cima. Coloquei meus brincos, passei um pó no rosto, coloquei um batom rosa matte, rímel e um blush rosa fraco. Eu estava parecendo uma mocinha. Sai do banheiro e encontro Tom todo concentrado e sorrindo para o celular, eu fico curiosa.

― Tom, o que tem de tão engraçado ai? – disse rindo –

― Ah... Nada, Margot! – disse confuso – ah, sabe aquelas piadas ruins mas de tão ruins são engraçadas? Então! Acabei de ver uma nas postagens do instagram.

― E pode conta-la para mim? – perguntei desconfiada –

― Eu perdi a publicação, Mag. Bom, chega de perguntas. – levantou da cama me deu um selinho e entrou no banheiro – E onde você vai toda arrumada?

― Eu vou me encontrar com Cara, no shopping. – virei e o fitei – E você? Hoje é seu dia de folga.

― Eu? Eu vou me encontrar com meus amigos. Temos muito que conversar, sabe né, assunto de homem. – disse entrando pro banho –

― Ah, sim, claro, “assunto de homem” – fiz as aspas no ar – Bom, eu não sei a hora que volto. Já que você da mais importância aos seus amigos.

― Mag, da um tempo! Você vai sair com a louquinha, e eu um pouco com meus amigos. O que isso tem de mais?

― Eu espero que nada... – o fitei com os olhos semicerrados –

― Se divirta! Eu te amo! – me mandou um beijo no ar –

― O mesmo. – disse saindo do quarto –

Me parecia suspeito isso de “assunto de homem” mas se eu vou sair com minha amiga, porque ele não pode também? Ah, esquece ele. Cara vai me matar por chegar atrasada à nossas compras. Entrei no meu carro e dirigi até o shopping. Cara estava na porta com um olhar de quem ia matar. Até que ela me viu.

― ESPERO QUE VOCÊ TENHA UMA BOA DESCULPA MARGOT ELISE ROBBIE! – começou a gritar vindo na minha direção –

― Sua louca! Para de gritar! – corri e a abracei –

― Por que se atrasou? – perguntou me abraçando –

― Eu estava conversando com o Tom... Mas deixa isso pra lá! Temos que focar em você, mas me diga – a olhei – você quer estar sexy ou vulgar? – começamos a rir –

― Os dois, Margot. Os dois! E eu sei que você vai saber me ajudar. Apesar de estar toda mocinha do bem nesse traje rosa bebê. – começou a rir apontando meu vestido –

― Olha aqui você para de ser ridícula! – bati na mão dela – Vamos entrar! – entramos e fomos ver as lojas –

Entramos em diversas lojas para encontrar o look perfeito com mistura sexy e vulgar para a Cara. E realmente, encontramos! Era um look bem lindo, das cores preta e vermelha. Era uma blusa vermelha colada cheia de detalhes pretos, na parte de baixo era uma saia preta que tinha um corte para mostrar a perna e uma bota de cano alto preta com alguns detalhes vermelhos, ela estava bem charmosa com esse look. Sem contar os assessórios que ela vai colocar! Estávamos morrendo de fome, e já tinha passado um pouco do horário de almoço, então fomos direto para a praça de alimentação onde tinham vários fãs nós demos vários autógrafos e tiramos várias fotos. Depois de um tempo conseguimos nos sentar e pedir nosso almoço, enquanto Cara ia pedindo eu fiquei lá sentada, senti meu celular vibrar quando fui ver era uma mensagem de David Ayer, perguntando se eu não poderia me encontrar com ele em sua casa à meia hora. Eu respondi que sim, afinal já tinha terminado o que prometi com Cara, ela chegou com o almoço nós comemos e nos despedimos. Cara tem uma longa noite pela frente! Entrei em meu carro e dirigi até a casa de David, e já estava atrasada. Apertei a campanhia e ele me atendeu com o maior dos sorrisos, nós cumprimentamos e entramos. Estava curiosa para saber o que ele tinha com tanta urgência para me falar, então me sentei e o esperei.

― Margot é um prazer recebe-la em minha casa! – me deu um beijo no rosto – Está cada vez mais linda!

― Obrigada, David! O prazer é todo meu. – sorri – Estou curiosa!

― Margot, estou com um projeto incrível, e quero muito que você faça parte dele! – disse fazendo gestos com a mão –

― Fico feliz por me querer em seu novo projeto. Afinal, qual é? – estava honrada, mas minha curiosidade ainda não se matou por completo –

― Eu vou fazer um novo filme chamado Suicide Squad, e gostaria muito que você pudesse interpretar a maravilhosa, Harley Quinn. – disse batendo palmas –

― Harley? Hum... Me perdoe não sou muito amiga dos HQ's. Mas eu posso pesquisa-la a fundo para dar minha resposta? – realmente, eu não sabia quase de nada. Mas me pareceu uma proposta boa –

― Claro, Margot. Estarei esperando ansiosamente pela sua resposta! Espero que pense bem e com carinho – riu e me entregou o contrato –

― Eu prometo que sim! – ri – obrigada por confiar em mim nessa personagem.

― Melhor pessoa não há! – sorriu e apertou minha mão –

Já estava tarde, então eu voltei para casa, tomei um banho coloquei roupas largas e fiquei lendo o contrato. Tom não havia chegado, o que me estranhava muito! Cara estava no seu encontro, Nina havia literalmente sumido com Ian, então eu fiquei lendo umas HQ's para me familiarizar com Harley. Já estava tomada uma decisão certa! Estou ansiosa.


Notas Finais


Eu já estou ansiosa para escrever eles gravando Esquadrão Suicida! 😂💚 Até o próximo cap puddins ✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...