História Impossible Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magi: The Kingdom of Magic, Magi: The Labyrinth of Magic
Personagens Aladdin, Alibaba Saluja, Judar, Morgiana, Sinbad
Tags Hentai, Lemon, Magi, Yaoi
Exibições 63
Palavras 811
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente i'm back... Com certeza vai ta uma merda isso mas serve ok.
Meus tchutchucus, comentem que vcs acharam, se ficou uma merda, se ficou horrível, se ficou bom, ótimo... Então Let's Go babys

Capítulo 1 - WHAT?!?


POV ALADDIN~ON
Lá vai mais um dia na escola, mas não como um qualquer dia de escola, sim o primeiro, como se isso fosse a coisa mais WOW, infelizmente não gosto (para minha mãe isso é ruim), sou um garoto diferente, é como todo garoto diferente sofro bullying, pelo o idiota do Judar, não vejo graça no que ele faz, a maioria das pessoas falam que somos iguais, a única diferença é que ele é rebelde, e eu não?
  Realmente não sou rebelde, nem uma célula minha tinha esse “senso”. Engraçado que toda vez Judar me acha de onde eu estiver, banheiro, sala de aula, sala dos professores, Secretária, parece que ele sente meu cheiro, não adianta de nada, até se eu for embora cedo por algo importante, ele me encontra no portão, e fala a coisa que eu mais odeio “só a última brincadeira”, e ~PA~, da um tapa na minha cabeça, daí vem a segunda frase que mais ódio, “eu não sei o que eu seria sem você, baixinho”, e eu claro não perco uma, e lá vou eu zoar com a cara dele “uuuiiin~ também te amo gatão”, daí ele fala o mesmo de sempre “vai embora; boiola”. E é assim toda vez que eu largo normal ou cedo por algo importante, como eu disse anteriormente. Enquanto estou no meus devaneios minha mãe pensa que estou dormindo e vem me “acorda”, se aquilo que ela faz é acordar.
- ACORDA BELA ADORMECIDA!!- falou my mommy com seu gesto de carinho, chega deu vontade de chora.
-Já tô acordado velha chata, vai arrumar o que fazer, do que fazer esse gesto de carinho.- falei levantando da cama.
-Estou curiosa se meu filho vai arrumar um NAMORADOO!!- serio mesmo que ela precisava gritar a última parte?
-NÃO, YO SOY SOLO LOBO, YO NO PRECISA DE NINGUÉM, NO NO.- falei balançando o dedo indicador negativamente.
-Que língua é essa? Aladdinês? –
-Sim gostou? Eu mesmo pensei sozinho.- falei glorioso
-Ficou uma merda, não gostei, mommy don’t aproved.-
-Seu inglês é ótimo, a minha bunda é bem melhor que seu inglês.-
- É humilha, sua pobre mommy. Ah! Sim suas malas estão arrumadas, você sabe que sua escola teve uma mudança, agora virou um internato, né.-
- MERDA EU ESQUECI.-
-Menino eu não te avisei? Você pelo menos olhou na minha cara esse dias?-
-Infelizmente sim.-
-Vai logo arrumar sua mala, eu te ajudo.-
  Felizmente conseguir fazer tudo, sem me atrasar, porquê eu simplesmente arraso. Quando cheguei na escola, veio duas coisas mais lindas (sqn) de minha vida, Morgana e AliBaba, eles como são incrivelmente discretos...
- VIAAAADOOOOO, QUANTO TEMPO GAY- falou AliBaba, falou não né
- Oi Alladin, quanto tempo- Morgana, como sempre mantendo-se calma. Não sou desses nem daqueles, eu sou eu, hehe.
- VIADOOOOOS QUE SAUDADES DE VOCÊS, TESÕES DE MINHA CUECA!!!-
-AIN ALADDIN, COMO EU ESPERAVA ESSE MOMENTO!!!- corremos um para braço do outro, nos agarramos nos rolamos no chão, e mandamos um dane-se para quem não gostou, o que importa que eu e ele gostamos.
-E aí como estão vocês ? – falou Morgana.
- ESTOU UMA MARAVILHA!!!- já sabem quem é né.
- Eu estou bem, e vo...- fui interrompido por um mal amado, sim odeio se interrompido.
-SINTO CHEIRO DE GAY MAL AMADO.- o gay mal amado, sou eu, só para avisar mesmo.
- Mal amado e sua mãe, vagabundo, vai trabalha seu mala sem alça.-
- Você falou o que mini-gay?- falou ele agarrando a gola de minha camisa.
- Como você não fosse gay também, você pensa que eu não vi Hakkuryo e você dando uns pega atrás da escola, viado.- hehe adoro provocar. Bem na hora que falei isso todos fizeram um silencio tão severo, que todos que estavam no pátio escutou, e começaram a rir.
- JUDAR VIADO, JUDAR VIADO, JUDAR VIADO, JUDAR O QUE?- AliBaba começou atiçar, e todos cooperaram, até que o diretor Simbad chegou...
- PAREM, TODOS CALADOS. Mesmo passando 3 meses em casa, vocês continuam no mesmo love, né Judar e Aladdin?- pulei em cima de Judar, cruzei minhas pernas em sua cintura, ele segurou firmemente na minha bunda, e fingimos que estávamos fazendo o certo ato, que vocês estão imaginando aí.
- Sabe como é né diretor, nós nos hmm, amamos ahn muito- falou Judar fingindo estar gemendo, enquanto e fazia a estocada de mentira, enquanto eu fazia uma falsa cara de prazer.
              - Hehehe, engraçados vocês fazendo esse ato de mentira, toma vergonha na cara e faz um de verdade Judar!!-
- Mas a grande questão é; Judar é Uke ou Seme?- falei zoando com o mesmo.
- A sua dúvida estar encerrada, VOCÊ é uma boa passiva.-
- Ta ta ta, Aladdin e Uke e você é Seme, para ter certeza, vocês dois vão ficar no mesmo quarto


Notas Finais


Oh blz... Aqui estar mais uma merda, então assim plmdds, não me matem... Isso ta uma merda eu sei mais eeh a vida... Obg por chegarem aqui. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...