História Impossible Love - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs, Emily Kinney, Norman Reedus
Personagens Chandler Riggs, Emily Kinney, Norman Reedus, Personagens Originais
Tags Chandler Riggs, Colegial, Norman Reedus, Sexo
Exibições 90
Palavras 1.286
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amorzinhos, to muito feliz pelo carinho de todos vocês, queria agradecer a todos por essa oportunidade incrível.

Capítulo 4 - Briga


-Chandler, acorda.-Falo e dou um empurrão nele fazendo com que ele caía da cama.

-Aí minhas costas.-Ele reclama e se levanta.

-A gente...?-Pergunto e ele sorri.

-Não, mas você tentou me agarrar diversas vezes, tentou tirar a roupa, mas eu não deixei, até que você dormiu me abraçando.-Ele fala e eu coloco as mãos no rosto.

-DROGA!TENHO QUE LIMPAR A CASA.-Falo e vejo que não estou mais de vestido.-Você me trocou?-Pergunto e ele maneia um sim com a cabeça.

-Esse dia está cada vez pior.-Falo e vou pro banheiro e me olho no espelho.-MEU DEUS, EU ESTOU HORRÍVEL. -Grito e ouço as risadas do Chandler.

Escovo meu cabelo e faço um coque, escovo os dentes e passo uma água no rosto. Saio do banheiro e desço as escadas descalça com Chandler me seguindo. Quando olho para a sala, paro no meio da escada e observo tudo de boca aberta, a sala tem vômito para todos os lados, tem três pessoas deitadas no chão e uma encima da mesa. Copos vermelhos estão por todos os lados e as garrafas estão vazias.

-Que nojo.-Falo e desço a escada.

Eu Chandler expulsamos as quatro  pessoas  com a mangueira de água, limpamos os vômitos e recolhemos todos os lixos. Passamos álcool por toda a parte, até pelo sofá, quadros, escada, portas e pelo chão todo. Achei meu celular em baixo da mesa e desbloqueei, vi que tinha muitas mensagens do direct do instagram e entrei no mesmo e vi as fotos que eu tinha postado. Eu estava beijando Chandler, tinha um vídeo da gente rindo, outra de uma garota caindo e eu e ele rindo dela.

-Droga Chandler.-Falo e mostro pra ele.

-Fudeu.-Ele fala e eu concordo.

-Aposto que suas fãs querem me matar. -Falo e entro no twitter.

Vejo a #Mardler em primeiro  entro vejo que tem muitas fotos da festa, principalmente minha e do Chandler se pegando, quero ver como a cara de cavalo vai reagir.

                *****

Entro na escola e o olhar de todos se direcionam a mim.

-Qual é  perderam o cu na minha testa?-Pergunto e todos voltam ao que estavam fazendo.

Entro na minha sala e fico esperando a professora, ela me olha com uma cara nada boa.

-Que isso Margot você devia ter mais vergonha na cara.-Ela fala e eu arqueio as sobrancelhas.

-E você devia cuidar da sua vida.-Falo e a sala toda faz "ooohhh".

-ESCUTA AQUI GAROTA...-Ela começa mas eu a interrompo.

-Escuta aqui você velha maluca, se você acha que está no direito de gritar comigo, errou feio, aliás quem devia ter vergonha na cara é a senhora, fica se pegando pelos cantos com o diretor na escola q quer dar lição de moral, que eu saiba isso não é permitido, ou seja vocês podem ser demitidos agora, se eu estiver afim que isso  aconteça .-Falo e dou um sorriso.

-Prova.-Ela fala.

Pego meu celular e desbloqueio e boto na galeria, pego a foto que ela esta quase engolindo a cabeça do diretor e mostro pra ela que fica de. boca aberta.

-V-você não seria capaz. -Ela fala e eu rio.

-Paga pra ver.-Falo e mando um tchauzinho pra ela e saio na hora que o sinal toca.

-CARALHO FOI DE CAIR O CU DA BUNDA.-Chandler fala e faz um toquinho comigo.

Uma garota esbarra em mim fazendo que o suco caía na minha blusa.

-Segura aqui.-Falo e entrego a bandeja para o Chandler.

Vou atrás da piranha dando passos pesados e quando chego nela puxo o seu cabelo fazendo com que ela se vire e dê um grito de dor. Olho na cara dela e não acredito que é a cara de cavalo.

-VOCÊ TEM PROBLEMA?-Pergunto e ela ri.

-Vai fazer o que? Me bater?-Ela pergunta.

-Obrigada pela  ideia.-Falo e dou um soco nela e seu nariz começa a sangrar, dou outro soco e ela caí, subo encima dela e começo a estapear, fazendo com que ela fique cheia de arranhões no rosto, Brianna tenta revidar, mas eu estou com tanta raiva que ela não tem chance. Sinto braços me puxarem e saio de cima da vadia.

-Dá próxima vez você vai parar no hospital.-Falo e ela sai com as amigas vadias dela.

Volto a pegar comida até que Chandler me para.

-VOCÊ TEM PROBLEMA?-Ele grita e eu o olho incrédula.

-Ela que começou.-Falo o mais calma que posso.

-ELA SÓ DERRUBOU SUCO EM VOCÊ E VOCÊ ESTAPEOU A GAROTA.-Ele fala e eu tomo um gole do meu suco novo.

-VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE GRITAR COMIGO.-Falo e aperto o copo com força.

-VOCÊ FEZ UMA TEMPESTADE EM UM COPO D'AGUA.-Ele fala e eu aperto o copo com mais força ainda, fazendo com que ele quebre e faça alguns cortes na minha mão.

-Vai pro inferno, não tenho que dar satisfação pra você, idiota.-Falo e taco a bandeja que eu estava segurando com uma mão só no chão e vou andando até a saída.

-AONDE VOCÊ VAI?-Ele pergunta mas eu continuo andando, empurrou a porta da escola e saio.

 Minha mão sangra todo o trajeto até minha casa, abro a porta e entro, jogo a mochila no chão e meu pai aparece.

-Ue, por que voltou mais cedo?-Ele pergunta e eu amarro um pano de prato na mão.

-Bati na Brianna que derrubou suco em mim de propósito, o Chandler gritou comigo e defendeu a garota, ai como eu estava com raiva dele, apertei o copo forte demais e ele quebrou e cortou minha mão, antes eu briguei com a professora também e ela ta na palma da minha mão.-Falo e ele ri.

-Dês você liga tanto para a opinião de um garoto a ponto de ficar com tanta raiva assim?-Ele me pergunta e eu o olho com as duas sobrancelhas arqueadas sabendo onde ele quer chegar com isso.

-Nem começa porque não tem nada a ver.-Eu falo e ele ri.

-Eu só fiquei assim porque ela traiu ele e ele vai la e defende ela, ao invés de estar do meu lado, eu que fiquei com ele quando ele estava chorando por aquela vadia.-Falo e ele me abraça de lado.

-Ele é um idiota.-Meu pai fala e eu concordo.

-Ele ainda me paga.-Falo e ele ri.

-Ele ainda nos paga.-Ele corrige e eu ja sei onde ele quer chegar com isso.

                    *****

Estou no set de gravação abraçada ao meu vô de consideração, até que o chamam.

-Cena do Hershel.-Um carinha grita e ele se levanta e dá um tchauzinho pra mim. 

Fico deitada no sofá que tem lá, até que o idiota do Chandler aparece de mãos dadas com a Brianna, tem gente que gosta de ser corno ne. Aliás, a Brianna ta um lixo, nem a maquiagem que ela fez consegue esconder as marcas das minhas porradas, coitada.

Meu pai aparece atrás dos dois e taca um balde de água neles e a maquiagem da Brianna vai por água a baixo, literalmente.

-O que aconteceu com seu rosto?-Robert pergunta e eu levanto a mão e ele entende.

-Parece que as lutas de boxe foram boas.-Ele fala e nos dois rimos.

-Pelo menos minha namorada não agride ninguém.-Ele fala.

-Nem se quisesse ia conseguir mesmo.-Falo e todo o elenco ri.

Um garoto aparece e nossos olhares se cruzam, ele é loiro e tem olhos verdes e tem uns braços lindos.

-Acho que estou com falta de ar.-Falo e meu pai bate na minha cabeça. O garoto dá uma piscadela pra mim e um sorriso lindo, meu Deus, morri e estou no céu?

O Chandler olha o garoto com uma cara feia e eu tento conter o riso.

-Ah, Jordan que bom que chegou, mas ainda não conseguimos sua Melissa ele fala.- E eu levanto.

-Conseguiu sim, olha eu aqui.-Falo e dou uma voltinha, Robert me olha.

-Verdade, você seria ótima para o papel, você se parece muito com a personagem dos quadrinhos.-Ele fala e eu pulo nele.

Uma moça trás umas papeladas e eu  assino meu nome na primeira página, o resto meu pai vai assinar parece que alguém se fudeu.

Agora o Chandler vai ter que me aturar.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...