História Impossible Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chandler Riggs, Emily Kinney, Norman Reedus
Personagens Chandler Riggs, Emily Kinney, Norman Reedus, Personagens Originais
Tags Chandler Riggs, Colegial, Norman Reedus, Sexo
Exibições 65
Palavras 1.498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Escolar, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiii amooreeees, chegamos aos vinte favoritosss porraaaaaaa. Amo vocês, muito obrigada pelo carinho, muito obrigada pelos comentários maravilhosos que eu venho recebendo, eu amo vocês gente sz.
Hoje tem hot viadooo.

Capítulo 5 - Decepção e Liam.


Fanfic / Fanfiction Impossible Love - Capítulo 5 - Decepção e Liam.

Eu estava gravando algumas cenas com o gato do Jordan até que alguém praticamente me arrasta, me viro vejo que é o Chandler, ele para de me arrastar e eu cruzo os braços.

-Que foi?-Pergunto e reviro os olhos.

-Eu queria pedir desculpas por ter gritado com você.

-Não quero suas desculpas, você devia ir com a sua namoradinha, já que gosta de ser corno.-Falei isso e dei as costas pra ele, ele segurou meu braço e senti meu rosto arder, todos do set estavam nos olhando de boca aberta, ele me deu um tapa. Coloquei a mão no rosto e o olhei incrédula.

-Margot, me desculpa, não foi minha intenção.-Ele falou e eu o empurrei fazendo ele cair e saí do set de filmagens.

Disquei o número da Hana.

-Fala ai piranha.-Ela me disse.

-Preciso encher a cara agora.-Falei.

-Vou fazer uma festa aqui em casa,  tenho o vestido perfeito pra você, vem aqui que eu vou fazer sua make.-Ela fala e eu faço um sinal pro táxi parar.

-To indo gata.-Falo e entro no táxi e passo o endereço pro cara.

Desligo a chamada e vejo Jordan me ligando.

-Eai gato.-Falo atendendo.

-Ta no viva voz e eu estou no estúdio.-Ele fala.

-Idai? Todo mundo sabe que você é gato mesmo.-Falo e ouço suas risadinhas.

-Eu vou pra uma festa na casa da Hana, fala pro meu pai, e você devia ir, te mando o endereço por mensagem.

-Ok.-Ele fala e eu desligo o celular.

-Chegamos moça.-O taxista fala e eu dou o dinheiro pra ele e saio do carro. 

Paro na porta da casa da Hana e toco a campainha, alguns segundos depois um boy sem camisa aparece.

-HANA QUEM É ESSE GATO?-Grito.

-MEU IRMÃO, PARA DE BABAR NELE E SOBE AQUI.-Ela grita de volta.

-Prazer, Liam.-Ele me estende a mão e eu aperto.

-Prazer só na cama. Margot.-Falo e dou uma piscadinha e ele ri.

Subo as escadas e entro no quarto da Hana, tem o nome dela escrito na porta.

-Por que nunca me falou que seu irmão era um Deus grego?-Pergunto e me sento na cama.

-Você nunca perguntou ue.-Ela fala e eu rio.

Falo tudo o que aconteceu no set pra ela e ela não acredita que o Chandler me deu um tapa.

-Por que você não bateu nele?-Ela me pergunta e eu fiquei intrigada, eu podia ter quebrado a cara dele na porrada, mas eu não pensei nessa possibilidade.

-Não sei.-Respondo.

-Você ta gostando dele, por isso não bateu nele Margot, você está apaixonada.-Ela fala.

-Não viaja, eu não gosto dele.-Eu falo e ela discorda.

-Quando a Brianna derrubou suco em você, qual foi a primeira coisa que pensou?-Ela me pergunta.

-Quebrar a cara dela.-Eu falo não entendendo onde ela quer chegar.

-Quando o Chandler te deu um tapa, qual foi a primeira coisa que você pensou?

-Em ir embora dali e encher a cara.-Falo e ela me olha com a cara de eu sabia.

-Você gosta dele, mas não quer admitir porque acha que odeia ele, mas não é verdade.-Ela fala e eu nego.

-Eu nunca seria capaz de me apaixonar por ele.-Ou será que sim? Droga Margot, não. 

-Ok, continue se enganando.-Ela fala e eu reviro os olhos.

                  *****

Já estou arrumada, meu vestido é lilás e é simplesmente magnífico.

-Meu irmão quer falar com você.-Ela fala e vejo o seu sorriso malicioso.

Desço as escadas com cuidado por causa do meu salto fino e vejo ele sentado no sofá.

-Você está linda.-Ele fala e eu sorrio.

-Você também.-Falo.

-Quer ir comigo comprar as bebidas?-Ele pergunta e eu concordo.

-ESTAMOS INDO HANA.-Eu grito.

-OK, MAS NÃO DEMOREM.-Ela grita e saímos da casa. 

Ele abre a porta do carro para eu entrar e eu sorrio e me sento no banco de couro, ele entra e dá a partida no carro, durante o trajeto nos conversamos muito, ele é bem legal e tem quase a minha idade.

Saímos do carro e entramos no mercadinho, estavamos no corredor de bebidas quando eu tropeço e seus braços fortes seguram a minha cintura. Sinto a respiração quente dele no meu rosto enquanto estou sendo atraída por seus olhos incrivelmentes azuis, meus olhos descem para a sua boca e eu puxo sua nuca e pressiono nossos lábios, peço passagem com a língua e ele concede, seus lábios tem gosto de menta e isso está divino, pena que tenhamos que nos separar por falta de ar.

Continuamos enchendo o carrinho e se agarrando pelo corredor, até que vamos embora e chegamos a casa de Hana.

Entramos na sala e já esta lotado de pessoas, inclusive o casalzinho Chandler e Brianna. Vejo que Hana botou camisinha pra todos os lados e pego uma e coloco na capinha do celular. Vejo Hana e Jordan se pegando e dou um sorriso. Sinto braços rodearem meu corpo e vejo que é o Liam, dou um beijo demorado nele e vou pegar duas Skol Beats vermelhas. Vejo Brianna olhando para o Liam e dou um dos meus melhores beijos nele.

-Vamos subir?-Pergunto no seu ouvido por causa da música alta e ele segura a minha mão me levando para o seu quarto.

Subimos a escada e ele me guia pro quarto dele, eu entro e ele entra e fecha a porta. Dou um beijo demorado nele e o empurro na cama, coloco minhas pernas envolta do seu corpo e puxo meu vestido para cima, ficando apenas de calcinha e sutiã, ele observa meu corpo e dá um sorriso malicioso, puxo sua blusa para cima e tenho uma visão do seu abdômen perfeito, dou um selinho nele e vou descendo os beijos para o seu pescoço, sua clavícula, seu peito, seu abdômen, até chegar perto da sua bermuda, ele me vira e fica por cima de mim, tira a bermuda e eu vejo sua cueca boxe com um volume, sorrio e mordo o canto dos lábios involuntariamente. Ele abre a frente do meu sutiã e tira o mesmo e observa por alguns segundos meus seios, me fazendo ficar um pouco corada. 

-Você é linda.-Ele fala e chupa o biquinho do meu peito me fazendo dar um gemido baixo e arrastado.

Ele segura outro peito com sua mão e eu gemo enquanto ele dá alguns chupões. Ele puxa a minha calcinha para baixo.

-Tem certeza disso?-Ele pergunta.

-Absoluta.-Falo e ele sorri tira seu membro já ereto da sua cueca e pega um papelzinho laminado que eu conheço muito bem, parece que alguém já tinha se preparado.

Ele coloca a camisinha e segura a minha  coxa direita fortemente com sua mão e me penetra em só uma estocada me fazendo soltar um gemido alto de dor, depois de algum tempo, os gemidos se transformam em gemidos de prazer.

Ele me da um beijo feroz, cheio de desejo, arranho suas costas enquanto ele me penetra e mordo o lóbulo da sua orelha. Eu troco as posições e fico por cima, cavalgo em seu membro enquanto escuto seus gemidos roucos, chego no meu ápice e ele chega no dele, ele se levanta e joga a camisinha no lixo do banheiro e se deita novamente, deito a cabeça no seu peito e durmo exausta.

-Margot, acorda.-Liam me chama enquanto me da selinhos.

-Acordei.-Falo e lhe dou um beijo.

-Se vista, por que tem 300 pessoas aqui atrás de você.-Ele fala e eu começo a colocar as roupas rapidamente.  Dou um beijo nele e desço as escadas, dando de cara com todo o elenco.

-O QUE VOCÊ ESTAVA FAZENDO A NOITE TODA MARGOT?-Ele pergunta e o elenco se segura para não rir da pergunta ridícula dele.

-Você estava...-Ele fala baixo e eu concordo com a cabeça.

-AIMEUDEUS.-Ele fala e começa a andar de um lado para o outro.

-Para de drama que nem foi minha primeira vez.-Falo e ele e todos menos a Emily que já sabia de tudo, direcionam o olhar a mim.

-Qual é pai, nessa época você já tinha comido umas 2mil garotas.-Eu falo e ele suspira.

-Mas eu sou homem, você não.-Ele fala.

-Guarda seu discurso machista para você, tchau pai.-Falo e o empurro para fora da casa da Hana, junto com todo o elenco.

Subo no quarto da Hana e dou de cara com ela e com o Jordan pelados. 

-Ai que nojo.-Falo e eles acordam assustados.

-Ah, é so a Margot.-Hana fala e enfia a cara no travesseiro pouco se importando se eu à vi pelada, enquanto Jordan tenta esconder seu corpo com  a coberta.

-Só vim pegar minha roupa.-Falo e pego minha calça e minha blusa que estavam encima de uma mesa e saio do quarto, entro no banheiro e coloco minhas roupas normais. Faço um coque no cabelo e lavo o rosto tirando toda a maquiagem.

Abro a porta e dou de cara com o Liam com a parte da baixo coberta por uma toalha.

-Como você consegue ficar melhor sem maquiagem do que com?-Ele pergunta e eu sorrio.

-Você esta me bajulando muito senhor Liam.-Falo e dessa vez quem sorri é ele, e que sorriso hein.

-Já estou indo, se quiser qualquer coisa é só pegar meu número com a Hana.-Falo e dou um beijo na sua bochecha e desço a escada.

               *****

Estou no set de gravação, mas não vai ter nenhuma cena minha, estou esperando meu pai e a Emily terminarem de gravar. Emily vai dormir em casa hoje, ou seja, a noite vai ser longa.



Notas Finais


Pensaram que era Hot de Mardler ne safadas, se enganarammm babys.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...