História Impossible love? - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Bts
Visualizações 35
Palavras 3.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


hello unicornias... turubom? eu não postei antes, porque teve festividades para eu ir, e semana passada teve prova, mas cá estou eu.. virão o novo mv DNA do bts? virão as novas músicas do novo álbum deles? CARALHOU QUE HINOOO. fiquem com a fic, leiam as notas finais

Capítulo 11 - Capitulo 10


-Perdão e… Rayssa?- Jimin se desculpa com a cara preocupada

 

-sim- a mesma põe a  mão na boca

 

- Muleque.. Se a diretora souber.. Fodeu bonito..- diz Suga brotando no local da ´briga`

 

-Eu vou no banheiro - Rayssa diz

 

-Eu vou com você. - Jasmine diz, mas pego o braço dela fazendo a mesma virar

 

-Você vai ficar aqui e me explicar tudo Jasmine

 

-Tá… então pede a Inami te levar- Jasmine aponta para Inami. Rayssa afirma com a cabeça e vai em direção dela.  Inami concorda com seu jeito doce e elas vão ao banheiro.

 

- Hoseok.. Por que não explica ao Soo Who oque houve, Enquanto eu falo com a (S/n)..?

 

- Okay.- Hoseok puxa o Who para o outro lado do pátio e o Jimin fica ao lado da Jasmine. Filho da puta.. Até machucado ele e sexy..

 

       - Foi assim. Jimin queria saber se você sente ciúmes dele, mas aconteceu diferente. Quem sentiu foi o Who, e como ele não sabe escutar direito, aconteceu essa porra de treta maligna como você viu- Jasmine explica

 

- E por que queriam fazer ciúmes em mim?

 

- Pra ver se realmente estava certa em relação de você gostar do Jimin, mas acho que não gosta… ou você não demonstra afeto e nem ciúmes…- QUE? Minha filha… gostar e uma palavra que descreve só um pouco do que eu estou sentindo nesses últimos dias..- Mas já expliquei. Jimin e (S/n).. Me desculpe..

 

- Olha. Por mim não tem nenhum problema.- digo calma e confiante- até por que não foi eu quem apanhei..

 

-  Por mim está perdoada- Jimin diz calmo

 

- Amigos?- Jasmine estende a mão para Jimin e o mesmo aperta de leve a mão dela

 

- Amigos- ele dá um sorriso tão lindo que eu daria até de tudo para ele sorrir assim para mim todos os dias, horas e até minutos

 

- Amigas?- ela me estende a mão

 

- Não- digo fria e ela ao mesmo tempo abaixa a cabeça. Filha, acha mesmo que depois de tudo que passamos, de que vivemos..acha mesmo que vamos parar de ser amigas de uma hora pra outra por um motivo desnecessário?- melhores amigas- pulo encima  da mesma a abraçando e eu e Jasmine rimos em coro. Jimin bate as palma fofo e me solto dela

 

- Ainda vai  ficar lá em casa né?

 

- E claro.. Quando chegar em casa eu vou fazer as minhas malas- sorrio

 

- Quanto antes, melhor..- ele sorrir. Jimin olha para ela e a mesma me olha- eu vou falar com o Who... Ah... Tive uma ídeia. As 17:00 eu vou te buscar na sua casa com os garotos para a gente fazer uma comemoração- ela diz olhando pra mim

 

- Comemoração? De que?

 

- Você vai ficar longe da sua madrasta.. Então #festinhanacasadajasmine- diz ela em um jeito brincalhão e nós três rimos em coro - até- ela corre até o Who, que estava no outro lado do pátio.

 

- Então...- Jimin quebra o silêncio entre a gente
            - Então..-  falo o encarando
           - Estou machucado?- olho sua boca que estava com um pequeno corte. Depois olho em sua maça do rosto que estava arranhado. Meus olhos percorre um caminho de sua testa que estava sangrando só um pouco, e de repente, nossos olhos se cruzam e ele se aproxima enquanto eu me afasto e olho para baixo, com certeza, totalmente corada. Olho em suas mãos que estava meio machucado pelo os supostos socos

 

- Sim.. Está machucado - o olho novamente e encontro aqueles olhos castanhos ao mesmo encontro do meu - vem. Vamos lavar esses seus machucados e vamos passar um remédio
-Eu não vou na enfermaria
-E quem disse que vamos pra lá?
-Quer dizer que tem remédio?- diz em um tom de de sarcásmo
-Nunca duvide de uma menina- tiro um remédio barato de dentro da minha mochila e ele bate as palmas com um eye smile estampado no rosto
-Vamos no refeitório-  ando em sua frente e o mesmo me segue. Felizmente o refeitório estava meio vazio.
-Senta ai- o conduzo até uma das bancadas alí perto.
-Foi mal aí enfermeira- ele diz com deboche
-Cala a boca- reviro os olhos e ele ri- tem algum pano perto de você ou com você?
-Por que eu estaria com um pano?
-Sei lá. Talvez esteja resfriado que nem... Pera- tiro um paninho do meu bolço.. E felizmente, sem meleca.  Molho com água gelada do bebedouro e vou até ele passando de leve em seus ferimentos. Ele fica me olhando atentamente. Franzo a testa confusa
-Que foi?- pergunto agora dando a maior atenção a sua boca
-Por que está machucada?- ele pergunta olhando para mim... Me dá uma vontade de chorar quando me lembro da noite passada. Fico quieta. - Me responda Srta. (seu sobrenome)
-De repente virou Christian Grey?
-Não seria uma ideia tão ruim não e mesmo?
-Ah, ele e muito... Possessivo, bipolar, maníaco por sexo e muito autoritário.
-Ele teve seus motivos...
-Agora vamos discutir sobre cinquenta tons de cinza?
-Até me falar o motivo dos seus machucados, sim- sorrio
-Vou contar
-Então conte
-Mas quando estiver pronta Jiminnie.. Ainda me dá vontade de chorar quando me lembro
-Ah.. Perdão.
-Não e nada- sorrio e termino de limpar suas feridas. Mal sabe ele que não tenho feridas só no rosto, mas em meu corpo.
-E o seu pai?- pergunta e eu fico quieta. Acho que ele já entendeu o recado de que eu não quero falar, pós ele ficou quieto e nem tocou mais no assunto. Me levanto e vou lavar o pano, a qual está com um pouco de sangue. Lavo o pano e o enrolho para a água sair. Vou até ele novamente, me sento ao seu lado e derramo um pouco do remédio no pano. O remédio e tipo mertiolate, só que coreano, e de outra forma. O remédio arde um pouco, não vou mentir, arde para cacete. Passo em seu corte na maça do rosto e o mesmo faz uma expressão de dor

-Sei que arde- sorrio e agora passo em sua testa. Ele faz uma expressão dolorosa - seja macho homem- ele respira fundo
-Está achando que sou feito de que? De ferro?
-Larga de ser chato Sr. Park- ele dá um sorriso. Depois de passar por sua testa, passo em seu corte da boca. Aquela boca carnuda que me dá uma imensa vontade de morder. Rio com meus próprios pensamentos. Oque estou pensando?
-De que está rindo?
-Nem eu sei na verdade- tiro o pano de sua boca e seguro sua pequena mão direita para passar o remédio alí- que mão pequena..
-Pequenas que faz qualquer garota delirar- então tá... Vou fingir que não entendi... Não se distraía com as palavras dele (S/n)...
-Então.. Quando viu cinquenta tons de cinza?
-Eu vi no lançamento.. Ou seja, a muito tempo.. Mas não só vi como li os três livros. Agora estou na espera do último filme. No caso cinquenta tons de liberdade
-Mas não é classificado para menores de 19
-E você tem 19 anos para me corrigir?
-...
-Ata- rio- eu vi na semana em que passou na televisão- ele dá um sorriso- e também vi o que lançou recentemente, cinquenta tons mais escuros
-Esse filme e como ver pornô só que na televisão e com a sua mãe perto de você
-No meu caso, pai - murmuro
-E o que achou dos filmes?- ele me olhava e falava comigo num tom curioso
-Legal..
-Realmente leu e viu?
-por que eu mentiria?
-Me faça um pequeno resumo
-Uh.. Okay...- fiquei alguns minutos pensando no que eu iria falar. Crio coragem e falo.- É um filme adulto erótico que mostra uma menina inocente aos vinte e poucos anos. Anastasia Stelle  que entrevista um jovem bilionário Christian Grey, no lugar de sua amiga, descobre seus desejos...- paro de falar quando percebo que ele está sorrindo para mim.- que foi? Virei dentista é?
-Nossa grossa- reviro os olhos rindo e guardo o remédio e o paninho em uma sacola, e ponho a sacola com as coisas dentro da minha mochila.- obrigado (S/n)- pera. JIMIN FALANDO OBRIGADO? QUE QUE ESTÁ CONTECENDO JINSUS?
-De nada (?)- murmuro- tenho que ir para ver as meninas.
-Eu também. Vou lá com os meninos- diz e saímos do refeitório. Vou para um lado e o Jimin para o outro

 

Pov. Jasmine

 

Chego até Soo Who e vejo Hoseok explicando TODA a verdade para ele. É claro que não ia falar toda a verdade para a (S/n) né? Não sou burra não viu?

 

 

-E verdade amor?-  Who diz em um tom envergonhado
Depende do que ele disse- sorrio e Hoseok começa a falar
Disse que o Jimin queria ajuda...- e ele começou a falar. Depois de alguns minutinhos, ele acaba de falar e o mesmo nos deixa só para se juntar com o grupinho dele.
-Amor me..- antes dele terminar de falar eu o interrompo
-Me desculpe. Pós eu deveria ter que te contar primeiro o que estava acontecendo e depois teria que fazer, e só se você deixasse, ou apoiasse a ideia, aí sim, eu deveria ter feito.- ele sorri
-Me desculpa também meu amor- eu sorrio e o puxo para perto logo o beijando
-se sabor é de sangue- rio - vamos cuidar desses seus machucados vamos- o puxo, mas ele permanece ao mesmo lugar
-Se eu ir à enfermaria, o que eu digo?
-Você caiu e se machucou feio..- tento falar qualquer coisa
-Parece até uma criança dando alguma desculpa- nós rimos e fomos a enfermaria

 

Pov. Inami

 

Uma garota bem bonita começa a andar em minha direção. Ela e meio gordinha, mas uma gordinha sem barriga. Daria para ela uma CL.. Olhos puxados, acho que ela é até menor que a (S/n), seus cabelos e meio ondulado, castanho e loiro. Não tipo Melanie Martinez, até porque o loiro do cabelo dela e embaixo e não do lado. Seu rosto e bem delicado, boca carnuda... Ela e bem bonita. Resumindo- uma garota bem bonita com corpo violão.  Dá até para achar que virei bissexual ou algo assim para ficar reparando muito em uma garota. Rio com meu próprio pensamento

 

-Olá, prazer. Meu nome e Rayssa.. Sou novata na escola.. Tenho 17 anos, porém, mal cheguei e sem querer me envolvi em uma briga de dois garotos- ela ri baixinho. Ela estava com a mão na boca. Seu sotaque não era de uma garota da Coréia. Supostamente ela é uma estrangeira. - Aquelas meninas alí- ela aponta para a (S/n) e para a Jasmine- me disseram para lhe perguntar, se você poderia me levar ao banheiro para me limpar.. Até porque eu não conheço essa escola direito- ela sorri e eu também
-Okay. Vamos indo- sorrio, vou andando até o caminho do banheiro e a mesma me segue. Quando chegamos, a mesma vai em direção a pia e a mesma lava a boca dela com um pouco de sangue. Depois de lavar, a mesma para e me olha.
-Qual o seu nome?
-Ah, esqueci de me apresentar. Meu nome e Inami, tenho 18 anos é tinha ido embora daqui a muito tempo..
-Você foi para onde?- ela pergunta mordendo de leve os lábios. Creio eu que e por causa da dor
-Busan.
-Ah sim. Um ótimo lugar para se morar- ela dá um sorrisinho meigo
-E você não e daqui né?- não posso evitar o tom de curiosidade
-Não- ela sorrir novamente- sou do Brasil. Vim para cá por causa dos meus pais. Trabalho, escola e essas coisas..
-Ah sim- sorrio - que tal conhecer meus amigos e amigas?
-Não seria uma má ideia.. Porém sou um pouco tímida
-Ah, não e por isso... Tenho um amigo que também e tímido, e para falar a verdade, também era
-Ah.. Se é assim... Está bem- ela sorrir. Depois de saímos do banheiro, vou em direção dos meninos primeiro, só para ela se acostumar mais rápido

 

Pov. Rayssa

Essa Inami é bem legalzinha sabe? Uma fofa, meiga e deu para ver que ela é tem bastante paciência. Seus olhos são castanhos, ela e parda. Ela e bem bonita. Tem um belo corpo para uma coreana.. Um belo de um corpo. Seu cabelo e ondulado e curto. Depois de ter lavado a minha boca, fomos em direção a 7 meninos lindos de morrer. Eles tinham cabelos castanhos, mas vou tentar falar dos meninos que me chamaram atenção. O primeiro - era alto, o mais alto de todos para falar a verdade. Ele sorriu algumas vezes, e deu para perceber que ele tem covinhas. O mesmo tem uma cicatriz um pouco abaixo da boca. Sua boca e carnuda e seus olhos são bem puxadinhos.- o segundo - é um pouco mais baixo que o primeiro. Ele e LINDOOO. O verdadeiro significado da perfeição.. Lindo demais.. Lindo, lindo, lindo e lindo. Ele tem a boca carnuda em formato de coração, seu cabelo estava meio que para o lado, e ele estava com óculos. Não pude deixar de notar seus dedos- eles são meio tortos, mas meu, ele pode ter mil imperfeições, que nele vai está perfeito.- e já disse que ele e lindo?- o terceiro e um pouco mais baixo que o segundo.- ele parece ser o mais novo do grupo. Ele foi o que mais me chamou atenção. Ele estava com franja. Seu rosto e bem delicado, mas pude notar também que o mesmo tem uma cicatriz pequena na bochecha. Sua boca e carnuda, formato de coração e ele tem dentinhos de coelhinho- me distraio olhando para o terceiro menino de dente de coelho, que quando percebo, ele estava olhando para mim, então no mesmo instante, olhei para o quarto garoto com o rosto queimando. Com certeza, totalmente corada. O quarto menino - é muito lindo também, seu rosto e o mais delicado de todos. Ele tem o  rosto que parece de boneco de porcelana, e fiquei até com medo de do nada ele está com uma faca na mão e sair matando qualquer um por aí. Ele tem cara de riquinho, mas educado. Seu sorriso e meio quadrado, que faz qualquer menina se apaixonar por instantes, só que ele estava com uma badana, que poderia ter um orgasmo de ficar só vendo ele com aquela badana. Ainda não sei como ele é, mas creio que já vou saber.- o quinto menino - e bem bonito por sinal. Seu sorriso e bem contagiante. Quando ele sorriu, sua boca ficou em formato de coração. Sua curvatura do pescoço e o que mais chama a atenção por ser bem marcado. Seu cabelo e muito bonito também. Ah, tem um detalhe, ele e o único dos garotos que não usa brinco, piercing ou alargador.- o sexto menino- e o mais branco do grupinho. Ele e bem bonito, seu sorriso também, mas deu para perceber que ele e bem fechado, na dele. Ele não é tão alto, vamos dizer. Já disse que ele e bonito? Tipo, ele e bem branco, se fosse menina o chamaria de branca de neve. Seu sorriso e uns dos mais sinceros. Seus dentes são pequenos, mas bem bonitinhos. O chamaria até de açúcar.- rio com os meus próprios pensamentos. O sétimo menino- é o mais baixo de todos. Seu cabelo e tão lindo, que até me bateu a inveja da recalcada. Não posso negar que reparei bastante nele. Ele tem um belo corpo. Suas coxas são grossas, sua boca é carnuda, seus olhos são bem puxados. Sua mão e pequena, gordinha e fofa-. Sou tirada dos meus pensamentos pela a Inami

 

-Bem. Esses daqui são: Namjoon, Seokjin, Jungkook, Taehyung, Hoseok, Yoongi e Jimin
-Prazer. Sou Namjoon, mas me chame de Namjonnie ou Rap Monster- ele sorrir e eu retribuo o sorriso
-O prazer e todo meu- ele continua sorrindo mostrando suas covinhas
-Prazer, Seokjin. Pode me chamar de Jin- ele sorrir
-Prazer, Jungkook, o maknae daqui. Pode me chamar de Kook se preferir- ah.. Já sei o nome do coelho. Ele sorrir e eu também
-Prazer. Meu nome e Taehyung, mas pode me chamar de V- ele sorrir e eu até sentir minhas pernas bambas. Puta que Pariu. Só de ouvir sua -voz e de ver ele com essa badana, sentir um orgasmo.. Rayssa... Se controle
-Prazer, Hoseok ao seu dispor- ele faz referência e eu também- pode me chamar de Hobi ou J-Hope - ele dá um sorriso contagioso e eu sem querer coro de leve
-Prazer, Yoongi- diz ele seco
-Mas chama ele de Suga- diz o Hobi
-É- ele responde e finalmente sorri
-Meu nome e Jimin- ele dá um sorriso que mostra um eye smile perfeito. - Parece que melhorou- ele olha para a minha boca.. Ahhhhh, e o garoto que estava brigando
-Sim..- murmuro- prazer, meu nome e Rayssa, mas podem me chamar de Ray
-Coreana?- o Suga me pergunta
-Não- murmuro. - Brasileira.
-isso explica muitas coisas- Kook fala me olhando de baixo para cima.
-Acho que assustou a menina Jungkook- Jimin diz rindo e me olhando
-é.... Nós vamos ir alí é...-  Inami tanta tirar a gente daquele lugar
-Já entendi Inami- Hobi fala sorrindo- podem ir- ela afirma com a cabaça e começa a andar. A sigo, mas viro minha cabeça devagar cuidadosamente e disfarçando para ninguém ver e dou a última olhada para os garotos - inclusive o coelho-. Eu olho para a frente novamente e corro até a direção de Inami,
-O que achou deles?- Inami pergunta me olhando enquanto anda
-Bonitos- sorrio me lembrando do Kook
-Gostou de alguém?
-Não- respondo seca
-Percebi o jeito que vocês se olharam- eu e quem? Kook?
-Não olhei para ninguém..- ele me olha desconfiada
-E para o Hobi?- ela me olha com uma pitada de ciúmes
-Ele e só um colega que eu conheci a alguns minutos....... Ah.. Já saquei
-Oque?- a mesma franze a testa
-Gosta do Hobi- digo sorrindo para a mesma e ele cora
-Não.. Sim.. Não.. Quer dizer
-Sei que gosta dele safada- ela ri e eu também- não conto para ninguém não.- deu para ver que ela até ficou mais aliviada e eu simplesmente rio dessa reação.
-Vem. Vou te apresentar as meninas- ela sorri e vai em direção em duas meninas. As duas são bastante bonitas... Só eu, a feia daqui.. Uma menina tem  corpo bem bonito, estilo violão.  Seus cabelos são pretos e bate na bunda. Ela é branquinha, bem delicada e seus olhos verdes. A segunda menina é morena, magra, olhos redondos, mas bem bonitos, boca bem desenhada e carnuda, seus cabelos são curtos e castanho claro.

 

-Rayssa, essas são Raianny
-Prazer- ela faz referência sorrindo e eu faço o mesmo
-E essa e a Min Sook
-Prazer- e ele faz a mesma coisa que a Raianny fez e repito sorrindo. Ficamos conversando até alguns minutos até a (S/n) aparecer e a Jasmine com um garoto atrás dela que também estava envolvido na briga.
-Ah, Rayssa essas você já conhece né?
-Sim
-Mas ele não. Ele e Soo Who- ela apresenta o menino atrás da Jasmine para mim. Ele é bem bonito. Um pouco moreno, fortinho, alto, olhos escuros, boca bem desenhada, cabelo liso e bem lindo por sinal.
-Rayssa- ele sorrir e eu também. Ele faz a referência e eu também
-Está melhor?- gente.. E eu achando que coreano fosse gay.. Que vozes penetrantes são essas?
-Sim estou. E você? Está melhor?- ele afirma com a cabeça sorridente
-Graças a minha namorada, sim- ah que fofos... Shippo
-Gente- os sete garotos aparecem atrás de (S/n) - estamos liberados- V diz e assim (S/n) fica feliz
-E... Garotos e garotas.. Oque acham de vocês irem na minha casa para fazer uma pequena celebração?- Jasmine pergunta para todos
-Por mim sem problemas- todos dizem ao mesmo tempo
-Mas.. Celebração de que?- Jimin diz com o tom de curiosidade em seu timbre
-Liberdade de um passarinho
-Ah, pensei que fosse algo sério- Sook diz revirando os olhos e todos riem
-A liberdade da (S/n) seus tolos- Jasmine diz nos olhando
-Como assim?- Sook pergunta novamente

 

Pov. (S/n)

 

-Como assim?- Sook pergunta me fazendo arregalar os olhos e tossi
-Pode falar (S/n)?- Jasmine pergunta. Fico bastante tempo pensando se isso seria bom, ou ruim. Pós primeiro de tudo, não queria que mais alguém se preocupasse e até se meter em alguma encrenca.
-Estamos no seu lado- Jimin sussurra em meu ouvido e dou um sorriso
-Pode sim Jasmine- ela afirma com  a cabeça e começa a explicar tudo para eles e ele ficam com cara de espantados no começo, mas depois ninguém fala nada.
-Então que tal fazemos uma festa do pijama?- pergunta Rayssa do nada, cortando o silêncio que ficou entre a gente e todos afirmam com a cabeça. - Então tá.- todos sorriem
-Já vou indo de uma vez para arrumar a minha mala.
-Então tá- Jasmine pronuncia corajosamente
-Vamos todos indo então- diz Sook como uma Líder e assim fomos cada um para a sua casa. Chegando em casa eu simplesmente fui para o meu quarto correndo e comecei a tirar as coisas do armário que nem um louca e enfiando as coisas na mochila/mala, até que do nada a minha madrasta brota do inferno de uma tal maneira. Começo a suar frio e meus olhos arregalam
-Para onde pensa que vai madame (S/n)?- diz a mesma e eu fico quieta com medo do que pode acontecer. Será que vou apanhar novamente? - Estou falando contigo sua rabugenta- diz ela e logo ouvir passos a minha direção e a mesma dá um puxão no meu braço esquerdo me fazendo virar bruscamente para ela. Olho para ela no mesmo momento e puxo meu braço para ela largar 

 

continua 


Notas Finais


Oque será que vai acontecer? vocês vão saber hahahahahaha. desculpas pelo capitulo pequeno, e que tem continuação... me seguem no twitter: @Army_unicornia2
se estiverem gostando, deixem seu comentário, porque significa muito pra mim e me ajuda a continuar a fic. se você não e um unicornio, vem ser e se juntar com a minha turminha. Até a semana que vem
*cap não revisado*, desculpem os erros, annaeyong


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...