História Impossível. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Kakanao, Naomi Uzumaki, Satoshi, Sayuri Hatake, Yuki Uzumaki
Exibições 0
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bem, segunda fanfic postada (Yeehhhh...? Não ? Ok)
Se você estiver lendo isso, não deixe de comentar por favor, seu comentário com sua opinião me deixaria muito feliz.

Capítulo 1 - 1. Insolência.


 

—Mãos ao alto ! —a voz saiu autoritária vindo do loiro ao arrombar a porta.

A loira ao lado somente suspirou e colocou a arma na cintura assim como o outro. Deu um suspiro e varreu o local com os olhos.

—Não adianta você gritar isso. Olhamos o local inteiro e nada ! A não ser que você queira que um fantasma faça isso. 

—Pare de ser tão chata ! Se o Kakashi-san ordenou que viéssemos aqui, é porque tem algo. 

—Naruto e suas imaginações. Sabe o jeito que o Hatake-san é. Com certeza foi para nos tirar da delegacia. —bufou enquanto que com o loiro, vasculhava a área.

—Não é de todo mau. —Naruto a seguiu de volta a viatura.

—"Não é de todo mau"—a loira imitou o irmão num tom engraçado que só fez Naruto cruzar os braços e bufar. —Naruto, entende uma coisa. O nosso chefe odeia a gente e só não nos  demite porque não tem motivos.

—Naomi, para de ser chata né ? Você também vive provocando nosso chefe.

—Porque eu não o suporto. —Naomi disse, colocando o chapéu e jogando a arma para o lado do irmão.

Um barulho no rádio atraiu a atenção dos Uzumaki's. Naomi direcionou o olhar para Naruto que assentiu e pegou o rádio.

—Naruto na escuta.

Naruto, Naomi. É o Lee. Vocês estão ocupados ?

—Não, estamos indo para a delegacia. Algum problema ?

Estamos com problemas numa perseguição policial !

—Lee, fale pra mim pra onde o suspeito vai que estamos indo imediatamente ! —Naomi entrometeu-se.

Depois de ouvir o endereço, Naomi percebeu que estavam próximos do local. Acendeu as sirenes e aumentou a velocidade.

—Kakashi-san vai dar um ataque ao saber que nós desviamos do caminho para a delegacia.

—Não estamos fazendo nada de mais, só ajudando amigos. Prefere ficar sentadinho numa cadeira desconfortável e escrevendo milhares de relatórios ?

—É. Isso é verdade.

Os dois suspiraram mas logo um sorriso sapeca surgiu nos lábios de Naruto. Olhou para Naomi que ainda dirigia concentrada.

—Então...você e o Ero-senin vão reatar o casamento ?

Naomi mostrou-se ficar irritada com o assunto mas também envergonhada. Deu um suspiro e olhou pro alto.

—Você parece o Yuki e Satoshi perguntando. E você sabe que só me casei porque eu estava grávida. 

—Sei... é que papai e mamãe estão preocupados com essa sua vida de solteira. Os dois concordam que para o bem dos meninos, você deve se casar de novo ou até mesmo voltar o casamento com o Ero-senin.

—Yuki e Satoshi tem apenas 6 anos e eles entenderam que eu e o pai deles não vamos mais voltar. Mas se eles não querem entender, o que eu posso fazer? E eu não sou a única filha solteira.

—Entendemos que Menma é mulherengo e eu... eu sou viúvo. Depois que Sakura morreu, minha vida e a da Petunia mudou.

—Os meninos sentem falta da Petunia.—Naomi confessou por eles.

—Leve-os para a visita-la, ela anda um pouco triste esses dias.

—Pode deixar, agora vamos, os heróis vão entrar em ação. —Naomi deixou uma risada insana sair propositalmente da sua garganta enquanto pegava a arma e saía do carro, junto a Naruto.

 

~*~*

 

—NÃO ERA PARA OS UZUMAKI's IREM AJUDAR NESTA PERSEGUIÇÃO !! ELES TINHAM QUE ME DAR O RELATÓRIO DO GALPÃO !!

Shikamaru revirou os olhos ao ouvir todas as reclamações sobre os Uzumaki's. Mas bem, o delegado Hatake tinha até razão afinal, os Uzumaki's não tinham permissão para irem ajudar a Lee. Aliás, Sai é quem estava indo para ajudar.

E falando nos Uzumaki's, Naomi e Naruto apareceram com duas pessoas algemadas. Quem Naruto tinha nas algemas era um homem de cabelos negros e olhos vermelhos e estava muito calmo com toda a situação. Já Naomi tinha um corte na testa e sangue fazia a trilha pela testa, nariz e escorria pelo canto da boca. O homem que levava tinha cabelos ruivos e olhos verdes e dizia algo como "Me solte ou eu vou fuder você sua vadia!" e Naomi parecia se zangar cada vez mais.

—Lee, Neji, leve os prisioneiros. —Kakashi ordenou e os observou pegarem os prisioneiros e irem. —Uzumaki's, tudo bem ?

—Que lindo, o senhor está preocupado conosco. —Naomi disse, com ironia.

—Não seja ousada Uzumaki. —Kakashi trincou os dentes, irritado. —Eu deveria dar um castigo aos dois. Mas creio que esse corte já tenha valido pra você.

—Esse corte só me faz ter mais vontade ainda de participar de outra perseguição.

—Foi ideia sua, não foi Naomi ? Seu irmão não é burro de desobedecer minhas ordens.

—Ou ele é medroso de mais Senhor.

Kakashi esfregou as têmporas. Como aquela mulher era impossível! Mas ele já tinha o castigo perfeito pra ela.

—Pois bem Uzumaki, se prepare porque domingo de noite você vai fazer plantão comigo.

—Mas... o que?!

Naruto e Kakashi observaram ela sair do local furiosa. Naruto suspirou e pegou do seu bolso um pedaço de papel, entregando a Kakashi.

—Vá buscar ela ou ela não vem.

 

~*~*~*

 

"A mamãe voltou!" era a frase que Naomi mais adorava ouvir as sexta-feiras e desejava poder ouvir todos os dias mas por conta do trabalho era quase impossível.

Estendeu os braços e recebeu de bom grado o corpinhos dos dois garotos de 6 anos. A felicidade passou para si e o stress se foi. Largou a mochila no chão e os ergueu no ar, recebendo seus beijos de bom grado. Foi até a sala e encarou o homem que mexia uma colher de pau sobre alguma massa.

—Oh, eu atrapalhei algo ? —Naomi perguntou colocando os garotos no chão.

—Não, estávamos planejando fazer um bolo antes de você chegar como uma surpresa mas parece que você é mais rápida.—Jiraya riu.

—E eu posso ajudar vocês ? —Naomi colocou a mochila um pouco pesada no chão enquanto guardava sua arma na mesma sem seus filhos perceberem.

—Claro, meninos podem levar a mochila da sua mãe pro quarto?

—Sim ! E eu quem vou levar !—Satoshi disse com animação enquanto pegava uma das alças da mochila.

—Não ! Eu quem vou ! 

Os dois observaram as crianças correr pela escada e quando sumiram do campo de visão, Jiraya colocou a tigela na mesa e pegou a cintura dela com violência, fazendo os dois caírem no sofá. Jiraya beijou os lábios da mulher com violência enquanto a ouvia tentar esconder os gemidos. Enrolou as pernas na cintura dele e tentou se controlar novamente.

—Por que precisamos esperar sempre as sextas a noite enquanto os meninos dormem? —Jiraya se sentou junto a ela no sofá, recuperando a respiração.

—Porque eu trabalho de segunda a sexta e porque os meninos não entenderiam o que é sexo casual. —ela se levantou, estendendo sua mão à Jiraya. —Vamos, antes que os meninos desconfiem.

Foram para a cozinha e Naomi passou a arrumar a janta dos meninos e logo chamou os garotos vendo-os correr muito animados até lá.

—Como foi a escola meus queridos? —perguntou interessada, se sentando a mesa com eles.

—O Yuki anda apaixonado por uma garota da nossa sala. —Satoshi riu ao imaginar a ideia do irmão apaixonado.

—Oh e ela é bonita ? —Naomi sorriu, enquanto observava Yuki ficar muito vermelho.

—Eu não acho... —Satoshi deu uma colherada em sua comida, divertindo-se com o modo que o irmão ficava bravo.

—Sayuri é bonita sim! —Yuki bateu suas mãos pequenas na mesa.

—Ei ei, não briguem. —Jiraya interferiu.

—Acho melhor irmos dormir. —Naomi bocejou, mostrando o cansaço que sentia.

—Tudo bem. Vamos mamãe ! Vamos levar você pro seu quarto.

Naomi se permitiu ser levada pelos garotinhos e desejou uma boa noite a Jiraya.
 


Notas Finais


Bem, é isso. Não esqueça que seu comentário é muito importante ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...