História Imprudente — Imagine Min Yoongi - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Imagine, Jimin, Kpop, Min Yoongi, Sexo, Suga, Você, Yoongi
Visualizações 1.637
Palavras 1.315
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá. <3

Boa leitura, amores.

Capítulo 21 - XXI. Decepcionado


Fanfic / Fanfiction Imprudente — Imagine Min Yoongi - Capítulo 21 - XXI. Decepcionado

Faziam alguns minutos que os meninos estavam cantando, e confesso que eles estavam ainda mais incríveis ali. A voz fofa do Jiminnie soava por meus ouvidos trazendo-me paz e conforto. Tudo estava tão bom, definitivamente. Yoongi e eu trocávamos olhares constantemente, sentia minhas bochechas esquentarem a cada vez que o garoto sorria ou umedecia os seus lábios rosados.


Eu não estava tão longe do palco improvisado, mas conseguia ver perfeitamente os olhinhos do pálido em mim. Uma sensação boa pairava pela praia, e também por meu corpo. De certa forma era estranho, pois sentia-me nas nuvens, literalmente. Meu estômago estava gelado, e minhas mãos insistiam em suar.


        "No meu quarto depois..."


Talvez fosse por causa daquelas palavras que eu estava tão nervosa. Talvez fosse por causa daquele par de orbes escuras que analisavam-me. Eu já não sabia mais o que fazer, estava inquieta. Mexia em meu cabelo, às vezes até acompanhava os meninos nas letras, mordia o lábio em parar.


   É, realmente eu estava nervosa.


Yoongi por sua vez, não tirava os olhos de mim, e às vezes sorria abertamente em minha direção enquanto arriscava alguns passos. Sejin não estava muito longe, ele conversava com algumas pessoas que também estavam presenciando a pequena apresentação do Bangtan.


Notei que Jeongguk estava com os olhos vidrados em uma garota, ela parecia americana. O mesmo sorria fraco quando nossos olhares encontravam-se, era tão estranho. Mas, Jeon Jungkook merece alguém de verdade. Alguém que lhe dê amor, pois o maknae merece e muito.


Os meninos fizeram uma pausa e o Suga foi o primeiro a descer do pequeno palco, vindo até mim. Algumas pessoas a nossa volta pararam para olhá-lo, nossos olhares conectados faziam-me arrepiar. Yoongi abriu a sua garrafinha e bebeu um pouco da água, olhou para mim e sorriu.


— Parece que tenho uma admiradora... — Disse risonho, colocando as mãos no bolso.


— É? E quem seria? — Perguntei no mesmo tom que o cantor.


— Você. — Soltou uma risada baixa e passou a mão no cabelo. — Você vai no meu quarto depois, não vai? — Indagou fazendo biquinho.


— Você quer que eu vá? — Sorri.


— Quero. — Fez um círculo com o pé, na areia. — Podemos pedir uma comidinha e ficar agarradinhos à noite toda.


— Yoongi! — Repreendi-o totalmente sem jeito. — Fale baixo, o Sejin está logo ali.


Nós olhamos discretamente para o último citado.


— Eu não me importo. — Deu de ombros esboçando o seu melhor sorriso. — E você também não deveria se importar, S/A.


— Mas eu me importo, Yoonie. — Suspirei, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha. Suga seguia todos os meus movimentos com o seu olhar penetrante. — Só estou na Coreia por causa desse trabalho...


— É, eu sei. — Murmurou. — Mas devemos viver o agora, entende?


— O que você quer dizer com isso? — Indaguei curiosa.


— Suga-hyung, vamos! — Park o chamou.


— Depois conversamos. — Sorriu mais uma vez antes se voltar para o palco.


Suspirei e acabei por sorrir. Voltei a prestar atenção nos meninos, e não demorou muito para que o pequeno show acabasse. Fui a pessoa que mais bateu palmas, atraindo olhares. Às vezes não gosto de chamar a atenção, mas foi inevitável não sorrir e aplaudir os meus garotos.


— Vocês foram ótimos! — Sorri largamente, fazendo-os sorrirem também.


— Obrigado! — Namjoon agradeceu e sorriu, mostrando as suas lindas covinhas.


— O que acham de um banho de piscina? — V sugeriu.


— Eu aceito! — J-Hope concordou sorridente.


— Eu também. — Jin e Kookie disseram em uníssono.


— E você, Noona? — Jimin perguntou.


— Bom eu... — Fui interrompida por Min Yoongi.


— Ela vai dormir, a minh... quer dizer, a S/N está cansada. — Suga pronunciou sério, segurei o riso. Ele mentindo é engraçado.


— Hm, sei... — Namjoon riu malicioso. — Venham aqui!


Seguimos o líder até umas cadeiras e nos sentamos.


— Se não quiser falar tudo bem, S/A... — Eu estava com medo daquela conversa. — Mas... Acho que a nossa linda estilista está apaixonada por alguém.


— O quê? — Arregalei os olhos, acabei engasgando. Taehyung deu vários tapinhas em minhas costas, enquanto o Kook levantou meus braços.


— Apaixonada? — SeokJin gargalhou. — E por quem seria, huh?


— Meninos... — Suspirei. Alternei o olhar entre Jungkook e Yoongi. — Eu estou cansada, podemos conversar sobre isso outra hora? — Pedi totalmente sem jeito.


— A Noona está fugindo do assunto, então é verdade! — Park Jimin disse e os garotos concordaram.


— Deixem ela! — Yoonie e Jeongguk sussurram em uníssono.


— Boa noite! — Abracei cada um antes de ir para o meu quarto.


Ouvi passos atrás de mim, e suspirei quando uma mão firme agarrou o meu braço.


— Kookie... — Sorri fraco. Eu pensava que era o Suga.


— Noona, você sabe fazer massagem? Estou com uma dor aqui... — Apontou para as suas costas.


Vi Min Yoongi olhando-nos com uma expressão nada boa. O pálido estava vindo atrás de mim também, mas o maknae foi mais rápido.


— Gukkie eu...


— Por favor, Noona. — Fez biquinho.


— Tudo bem. — Olhei para Suga, este estava escorado na parede. — Desculpe. — Sussurrei antes de ser guiada até o quarto do moreno.


Entramos no quarto do Kook, e ele fechou a porta. Veio até mim com um sorrisinho de canto, e antes que eu dissesse algo, o mais novo começou a desabotoar a sua camisa.


— Sente-se, Noona. — Sorriu.


Fiz como pediu e sentei-me na beirada cama, observando em volta. Estava tudo muito arrumado, até mais que o meu quarto. Jeongguk colocou So Far Away para tocar em seu celular e sentou ao meu lado.


— Precisa de algum gel? — Perguntou baixo.


— Sim, por favor. — Pedi.


Ele levantou-se e logo voltou com um vidro transparente. Jeon, entregou-me e eu despejei um pouco do líquido em minhas mãos.


— Deite, Kook.


 O mais novo assentiu e deitou-se, sentei um pouco abaixo de suas costas, mais precisamente em cima do seu traseiro, espalmei minhas mãos em suas costas e massageei com a ponta dos dedos. Seus músculos iam relaxando aos poucos.


— Ah, Noona. — Jungkookie grunhiu e soltou uma risadinha. — Delicioso! 


Voltei a deslizar a palma da mão por cada pedacinho, o maknae grunhia e às vezes gemia abafado por estar com a face no colchão.


— Melhor? — Perguntei saindo de cima do maior.


— Sim... — Sorriu, sentando-se ao meu lado. — Obrigado, Noona. — Beijou a minha testa.


— Por nada, Jeon. — Apertei o seu nariz de leve.


— Não quer dormir aqui? — Indagou mordendo o lábio.


— Não, Kookie-ah. — Neguei levantando-me.


— Noona, espera...


Meu corpo foi virado brutalmente e nossas físicas aproximaram-se. Ele roçou nossos narizes e levou sua destravar até minha bochecha, fazendo um carinho.


— Vou com você até o seu quarto. — Disse baixinho.


Já era um pouco tarde, Gukkie e eu seguimos até o meu quarto. Dei um beijo em sua bochecha e um abraço apertado antes de passar o cartão e ir dormir.


[...]


Na manhã seguinte, levantei um pouco mais cedo. E por incrível que pareça, levantei totalmente disposta e animada. Tomei um banho quente e coloquei um moletom, o tempo havia mudado, e estava bastante frio. Saí do quarto com o meu cartão e com o celular na mão. Vi o Yoonie sentado sozinho, enquanto tomava o café da manhã.


Pedi algumas torradas e um café forte, caminhei até o pálido e sentei-me em sua frente.


— Bom dia, Yoonie. — Sorri.


Ele me olhou com raiva e eu estranhei, talvez fosse por causa de ontem.


— Me des...


— A sua noite foi boa, S/N? É, parece que sim porque escutei o maknae gemendo. — Riu sarcástico.


— Não é isso que você está pensando, Yoongi. Eu posso explicar... — Murmurei sentindo meus olhos arderem.


— Não precisa explicar S/N, você fez a sua escolha. — Levantou-se da mesa, ele parecia decepcionado.


— Mas não é por ele que estou apaixonada, Min Yoongi! — Falei baixinho, ninguém podia escutar aquilo, de maneira alguma.


— Que bom, estilista. Porque o meu interesse por você acabou ontem mesmo.


Notas Finais


Jeongguk danadinho, estragou o clima. :/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...