História In an apocalypse I fell in love - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 104
Palavras 1.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii Gamerzinha aqui
Eu estou bem triste com tudo que tá acontecendo
Nem to com animo pra escrever, tanto que nem comecei a escrever a segunda temporada
Mas quando estiver melhor eu começo
Pois tenho uma fanfic pra escrever e ainda tenho que fazer o vídeo da segunda temporada dessa fanfic
Então pra não ter muita coisa pra fazer resolvi postar logo
Enfim, fiquem com o capítulo
~Boa leitura~

Capítulo 12 - Jealous child


Fanfic / Fanfiction In an apocalypse I fell in love - Capítulo 12 - Jealous child

Capítulo 12 - Jealous child

Estávamos prontos para partir, todos os suplementos estavam em uma van que Namjoon havia achado a noite quando saiu. Sim, ele havia saído sozinho sem avisar a ninguém, isso me deixou estressado pois poderia acontecer algo a ele, e se acontecesse, não me perdoaria. Verifiquei todas as bolsas novamente para ver se tudo estava no lugar. Taehyung e Hoseok estavam estranhos, algo aconteceu. Irei perguntar para eles dentro da van sobre. Fechei a última bolsa que faltava olhar e suspirei, fechando os olhos, logo sentindo alguém se sentar atrás de mim, envolvendo seus braços em minha cintura e cheirando minha nuca. Aquilo me fez arrepiar:

–Está cheiroso – Falou uma voz conhecida, que me fez sorriso – Terminou de olhar as bolsas? Os garotos estão impacientes – Disse dando outra fungada para sentir o meu perfume – Senti muito a sua falta Jin – Colocou sua cabeça encostada no meu ombro.

–Também senti sua falta Namjoon – Falei virando um pouco o meu rosto e acariciando seus cabelos brancos – Você mudou muito desde a vez que vi você dá ultima vez – Me aconcheguei em seus braços. Ficou mais bonito do que já era, pensei. Não iria dizer isso em voz alta, seria muito vergonhoso.

–Você continua lindo como sempre My Princess... – Me virei pra ele e sorri, ele lembra daquele apelido que havia me dado.

–Você também My Prince – Corei, o que fez ele apertar minhas bochechas e sorrir, fazendo suas covinhas aparecerem.

–Ei, os dois pombinhos, vamos logo, temos que ir agora – Disse Yoongi, chegando no local de braços cruzados, eu assenti e nós dois nos levantamos, pegando as bolsas, com a ajuda de Yoongi.

(...)

Estávamos na van, eu na frente junto com Namjoon, que dirigia e Yoongi, os outros se encontravam nos bancos de trás. Percebi que o garoto ao meu lado, Yoongi, estava meio para baixo, então o cutuquei, fazendo o mesmo me olhar. Seu olhar era triste, não sabia o motivo, seria pelo assunto que conversamos ontem? Resolvi perguntar:

–Yoongi, por que está triste? – Acariciei seus cabelos e depois passando a caricia sua bochecha. O mesmo fechou seus olhos aproveitando a caricia, o que me fez dar uma risada baixa. Abriu os olhos de novo e suspirou.

–Não é nada Jin Hyung – Mentiu, eu sabia que ele estava mentindo, a carinha dele não me engana. Parei de acariciar seu rosto e o mesmo resmungou – Tá bom, é que... – Me puxou para sussurrar em meu ouvido – Eu tenho medo de você me trocar pelo Namjoon – Ao dizer isso eu olhei em seus olhos, que desviaram dos meus para o sofá – Eu sei que isso é besteira, mas... Aish! Deixa – Cruzou os braços e se virou para a janela, observando os prédios e os carros destruídos.

–Yoongi – O chamei, mas o mesmo ignorou – Yoongi – Ignorou – Min – Ignorou – Min Yoongi, olhe para mim – Alterei a voz e o mesmo me olhou pelo canto do olho – Me olha direito Yoongi – Ele se virou bufando – Olha aqui, o que eu sinto por você e pelo Namjoon são completamente diferentes okay? Você é um amor de filho e por ele... – Me calo por que percebi que Namjoon ouvia a nossa conversa, já que eu estava falando alto até de mais – Deixa.

Yoongi ficou calado, apenas se virou novamente para a janela e cruzou os braços. Nunca havia brigado com ele e eu não queria ter chamado sua atenção pois sei o que ele passou, me senti um idiota. Voltei a olhá-lo e ele se mantinha sérios. Ele era forte, sabia que queria chorar, a única vez que chorou foi quando contou para mim sobre ele ontem. Suspirei cruzando os braços e me aconchegando no estofado do carro, olhando para a estrada, já havíamos saído da cidade e estávamos na estrada. Seria uma longa viagem. Olho para Namjoon que se mantinha concentrado na estrada. Senti alguém me cutucar, olho para o lado e era Yoongi, ele tinha seus olhos voltados para a poltrona:

–Desculpa Hyung – Falou olhando em meus olhos e mordendo seus lábio exterior – Você sabe que sou um idiota e que só penso coisas erradas, não deveria te duvidado de você – Levei minhas mãos até seu cabelo e os acariciei.

–Você não tem culpa meu anjo, eu sei como você é – Sorri para o mesmo e apenas sorriu com os lábios – Eu nunca te trocaria por ninguém criança – O abraço, colocando sua cabeça em meu peito e fazendo cafuné em sua nuca – Vou sempre cuidar de você okay? – Me desfaço do abraço sorrindo para ele.

–É o amor – Diz Taehyung do banco de trás. O olho com uma cara mortal que fez ele rir – Irritei o Omma Jin, ele vai tacar chinelo na minha cara, me proteja Hoseok Hyung – Escondeu sua cabeça atrás de Hobi, eu ri do mesmo.

–Olha Taehyung, não vai ser Jin que vai tacar chinelo na sua cara. Vai ser eu que vou atirar nela – Disse Yoongi pegando a arma dele e apontando para o Tae que ficou com medo. Yoongi ao ver seu medo começou a rir de sua cara – Você acha mesmo que eu iria atirar em você? Eu posso até ser agressivo, mas não sou capaz de matar nenhum de vocês.

–Espero que esteja falando a verdade – Diz Taehyung com um olhar desafiador – Se não Hope irá te matar.

Começamos a rir da situação e logo o silêncio retornou, fiquei olhando para a estrada enquanto sentia Yoongi abraçar meu braço e fechar seus olhos, dormindo em seguida. Ele era tão frágil, mas não demonstrava. Só queria carinho, atenção, era apenas uma criança. Irei cuidar e protegê-lo até o dia em que eu não puder mais, será meu protegido. Senti sua respiração calma em meu braço e percebi, já havia adormecido. Beijei o topo de sua cabeça e sorri. Ele pode ser, ignorante, chato, mal educado, entre outras coisas, mas eu amo como um filho, amor de mãe. Aquele amor gostoso que você quer proteger e ficar com seu filho toda hora, Min Yoongi era meu filho. E talvez, de Namjoon também...


Notas Finais


Esse foi o capítulo
Espero que tenham gostado
Twitter: @jeonwinzs e @ImagiBTSGOT7EXO
Abraços coisinhas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...