História In Between - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles
Tags Colegial, Comedia, Harry, Romance, Soulmates
Visualizações 74
Palavras 1.084
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo com um pouco mais sobre a rotina de nossos personagens principais...
Imagine quando tudo isso funcionar ao contrário...
Espero que gostem...

Capítulo 3 - Expectation


Fanfic / Fanfiction In Between - Capítulo 3 - Expectation

Mitchell’s Home...( Alyssa)

O despertador me acordou suavemente como sempre...ao som de Mozart. Me estiquei toda para meu corpo saber que era hora de acordar. Não foi nenhuma surpresa quando Misty, minha gata fofa, pulou na minha cama e me lambeu o rosto todo, como forma de dizer bom dia.

Dei um pouco de atenção a ela, coçando suas orelhinhas e Misty ronronou dengosa, logo depois fugindo do meu colo e se alojando na almofada perto da janela, onde gostava de ficar.

A maldita janela...

Ainda me lembrava daquele retardado com aquele som ensurdecedor na noite passada. E por mais que eu desejasse esquecer, sinto o rosto corar só de lembrar que Harry viu meus seios.

Argh! Garoto insuportável!!

Corri para fechar as cortinas, precisava da minha privacidade intacta enquanto me arrumo para mais um dia na selva. Aquele lugar que alguns chamam de escola.

Após um banho rápido e depois de estar devidamente vestida, desço para tomar café com minha mãe, que está à mesa. Meu delicioso mingau de aveia já espera por mim. Meu pai se junta a nós todo sorridente, antes de deixar um carinhoso beijo em minha testa.

__ Correspondência pra você, anjo. – papai me entrega uma carta.

__ Oh meu Deus! É da universidade! –digo animada e apreensiva ao mesmo tempo antes de abrir e ler seu conteúdo – Yale! Tenho uma entrevista na próxima semana!

__ Eu sabia que conseguiria isso. – minha mãe diz sorrindo – você foi preparada para isso a vida toda.

__ Está empolgada filha? – meu pai pergunta.

__ Muito. Mas é apenas uma entrevista, mãe. – digo  não querendo me antecipar demais – ainda não fui aceita. Não quero decepcionar vocês e nem frustrar suas expectativas.

__ Você nunca nos decepciona, Alyssa! – meu pai me fez sorrir com seu olhar bondoso.

__ Já quero logo começar a comemorar. Minha menina vai para Yale! – mamãe grita animada – YALE!!! Sinto uma vontade enorme de subir no telhado e gritar YALE!!!!

Meu pai me olha e tentamos conter o riso para não contrariar a mulher de nossas vidas. Eu estava mesmo animada com a possibilidade de cursar Yale. Meu pai me apoiava nisso e eu sabia que mesmo que eu não fosse aceita, ele me apoiaria. Com mamãe a coisa era mais complicada. Katherine Mitchell tinha certeza de que eu entraria e era o tipo de mulher que não aceitava muito bem uma recusa, se é que me entende. Se eu não entrar, ela vai ficar decepcionada.

 

 

Styles’s Home...( Harry)

__ Já acordou Harry? – ouço minha mãe bater na porta – vai se atrasar menino.

__ Já estou de pé, mamãe! – força minha voz a sair de maneira que ela não perceba a rouquidão.

Minha voz é naturalmente rouca. Chanel acha sexy quando sussurro coisas sujas no ouvido dela quando estamos...você sabe...fazendo aquelas coisas que todos os garotos e garotas fazem sem roupa.

No time, minha voz rouca é como um comando poderoso que todos os jogadores obedecem sem questionar. Eu gosto desse tipo de poder.

Mas nesse momento, ela está ainda mais rouca porque acabei de acordar e pela falta de uso, minha voz sai como um trovão. Minha mãe sabe disso, mas o que dona Anne não sabe é que não sou o único que já estava de pé.

Meu menino, que carinhosamente chamo de Stylesconda, sempre acorda animado e precisando de atenção. O que posso dizer, ele gosta de carinho pela manhã, então faz parte da rotina diária bater uma punheta para satisfazê-lo antes de tomar meu banho e me juntar a meus pais para o café da manhã.

Era exatamente isso que eu estava fazendo quando mamãe bateu na porta. Eu estava a beira de um orgasmo e isso deixa minha voz intensamente mais rouca. Minha mãe não precisava dessa informação, certo?

__ Bom dia, pessoas que me amam!

 Digo ao entrar na cozinha onde mamãe está quase queimando os dedos enquanto frita os bacons com ovos que meu pai tanto ama. Meu pai está com a cara enfiada no jornal, ainda de pijamas.

__ Bom dia, filho. – mamãe me beija na bochecha e bagunça meus cabelos.

Desmond desvia os olhos rapidamente do jornal e me sorri.

__ Tudo bem ai, querida? – diz a minha mãe.

__ Só queimei minhas digitais – ela ri sarcástica – mas nada que vá me matar.

Em pouco tempo estamos ao redor da mesa, devorando pratos enormes de bacons e ovos. Meu pai tomando sua costumeira caneca de café. Minha mãe com seu costumeiro suco de laranja. E eu...bem, sou um cara que queima muitas calorias diárias e preciso me alimentar direito.

Isso é traduzido em um prato enorme a minha frente, cheio de bacon, ovos, panquecas e meu café com leite. Não gosto de leite e não consigo tomar café puro, então misturar os dois funcionou bem.

Eu sei, eu sei...se meu treinador me ver comendo isso vai me matar e dar aquele costumeiro sermão sobre ser um atleta e precisar de alimentação saudável. Frutas, salada, vegetais...eca!!!!

Se eu comer apenas uma maçã no café da manhã, vou desmaiar de fraqueza e aqueles brutamontes do time vão me nocautear no primeiro lance. Parece um bando de cavalos descontrolados e eu tenho que lidera-los, então nada de salada e essas frescuras naturais para o Styles aqui.

__ O grande jogo está chegando, não é filho? – meu pai interrompeu minhas divagações e eu o olhei lhe dando toda minha atenção – o treinador vai trazer pessoas de fora para analisar os jogadores.

__ Eu sei pai. – suspirei.

__ Sei que dará um espetáculo nesse jogo, Hazz.

__ Com certeza! – eu disse devorando a pequena montanha que ainda estava em meu prato – é minha chance de ganhar uma bolsa e ir pra faculdade.

__ Isso seria fabuloso Harry! – meu pai parecia emotivo de repente – você está prestes a se tornar o primeiro Styles a conseguir ir pra uma universidade.

__ Já é o primeiro Styles a terminar o colegial! – mamãe riu.

Eu parei de comer e encarei os dois. De repente senti toda a pressão e expectativa que colocavam sobre meus ombros. Engoli em seco com essa responsabilidade toda.

__ Mas saiba que, mesmo que nada dê certo com a bolsa, seu lugar lá na oficina está garantido. – papai disse encorajador – aquilo tudo um dia vai ser seu mesmo!

Meu sonho!

Passar o resto da vida com as unhas pretas de graxa, cheirando a combustível e tentando fazer milagre para consertar as latas velhas dos meus vizinhos.

E eu mesmo nem tenho um carro! Isso é patético!


Notas Finais


ainda estou meio insegura com essa fic , então me digam o que estão achando.
Sua opinião é muito, muito importante...
love always


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...